História A volta na cidade - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Castiel, Dakota, Debrah, Iris, Leigh, Li, Melody, Nathaniel, Nina, Personagens Originais, Rosalya, Violette
Visualizações 34
Palavras 737
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Amar pode doer


Fanfic / Fanfiction A volta na cidade - Capítulo 15 - Amar pode doer

–Castiel eu vou me dar um tempo vou dar uma volta

–ok vai lá mas pensa com cuidado (ele falou contendo as lágrimas que estavam gritando pra sair)

Eu liguei para Rosa para nos encontrarmos no Campus especificamente na biblioteca eu contei tudo pra ela

 - ...!! (Rosa parecia esta tentando digerir cada palavra que eu tinha falado. Ela parecia pasma e me olhava com os olhos arregalados.)

- Ele... ele fez isso com você!? (Ela falou com uma voz furiosa e um pouco alterada eu apenas fiz um gesto de sim com a cabeça e olhei em volta da biblioteca do Campus e percebi que tinha vários alunos nós encarando.)

- Como ele ousa fazer isso com você? Ah! quando eu o encontrar vou fazer ele ter se arrependido de ter nascido!!

- Fala mais baixo Rosa todos estão olhando pra nós! (Falei com uma voz baixa para que só ela escutasse. Ainda bem que o Bibliotecário não esta aqui no momento.)

Enquanto nós conversávamos uma menina nos interrompeu falando com tom de ironia

–Ah! me poupe das suas histórias e será que dão pra falar um pouco mais baixo? tem gente querendo estudar! (Eu e a Rosa olhamos em direção da garota que falava e vimos a Yeleen se aproximar da mesa que nós estavamos.)

- Mais ai já é demais se você quiser contar sua história escreve um livro é uma boa ideia não? (Yeleen falou com uma voz debochada enquanto apontava o dedo pra mim.)

- Quem você pensa que é pra falar assim com a Lyssia? (Falou Rosa olhando nos olhos da Yeleen.)

- Deixa pra lá Rosa, vamos embora.(eu já estava triste o suficiente não tinha forças para discutir)

- Obedece a Lyssia "Rosa", ela tem razão vocês tem que sair daqui estão incomodando os outros estudantes. (Ela falou ironicamente apontando novamente o dedo pra mim.)

- Sua... (Disse Rosa já com raiva se levantando da cadeira que estava antes se aproximando agora da Yeleen.)

- O que você vai fazer? não se aproxime de mim! (Disse Yeleen um pouco pasma e recuando um pouco pra trás.)

- O que eu vou fazer? que saber mesmo? só um aviso não se meta com migo e nem com a Lyssia porque você não sabe com quem esta mexendo. (Disse Rosa falando diabolicamente e olhando fixamente pra Yeleen.)

(Tenho que admitir que a Rosa com raiva é outra pessoa e chegar até da medo. Mais se alguém não intervir nessa discussão pode ir bem mais além que isso.)

- Chega Rosa! vamos embora essa discussão já esta indo muito longe. (Disse chamando a atenção de Rosa pra mim.)

-Ok Lyssia, você tem razão essa conversa já esta indo longe demais.

- Espero que você tenha entendido o recado por que se não... (Disse Rosa fazendo um sorriso diabólico pra Yeleen Que acabou recuando mais pra trás surpresa.)

(Olhei novamente em volta da Biblioteca e vi vários alunos nos encarando e cuchichando uns para os outros.)

- Espera! eu não tinha terminado de falar com ela!

- Se acalme Rosa... a Yeleen só gosta de provocar mesmo.

- Só uma pergunta, como consegue ficar tão calma e tão paciente??

- Não sei... acredito que já tenha se acostumado com o geito da Yeleen mesmo.

- Não estou falando da Yeleen e sim do Castiel! (Ela falou como se fosse a coisa mais obvia do mundo.)

- Ah Rosa... se você soubesse... (Eu disse com uma voz baixa quase saindo como um susurro.

- Nossa nunca pensei que o Castiel fosse capaz disso... sinto muito por você Lyssia sinto muito mesmo. (Ela disse me olhando nós olhos.)

- Então que dizer que você não terminou com ele. (Fiz um gesto com a cabeça em positivo.)

- Mais e a Debrah? ainda tem a Debrah no meio da história. (Ela disse de forma preocupada olhando pra mim.)

- Eu ja tinha pensado no assunto eu não posso fazer isso com ela eu não posso fazer isso com a Debrah! mas é só que...

- ... E- eu amo o Castiel mas provavelmente ele não sente o mesmo por mim... (Disse sentindo um aperto no coração e abaixando a cabeça encarando meus próprios pés.)

Só queria saber por que amar pode doer tanto... por que o amor pode ser tão complicado? Só queria saber...

Levei um leve susto ao sentir Rosa me dar um abraço apertado mas mesmo assim eu retribui o abraço de volta.

- Não fique assim as coisa vão melhorar pode ter certeza disso. (Disse Rosa sussurrando no meu ouvido enquanto nós estávamos abraçadas.)

- Espero...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...