História A Weasley Negra - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alastor Moody, Alvo Dumbledore, Argo Filch, Armando Dippet, Arthur Weasley, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cedrico Diggory, Dobby, Draco Malfoy, Duda Dursley, Fred Weasley, Gina Weasley, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Kingsley Shacklebolt, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Pansy Parkinson, Pedro Pettigrew, Percy Weasley, Personagens Originais, Petunia Dursley, Pirraça, Pomona Sprout, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Quirinus Quirrell, Rabastan Lestrange, Regulus Black, Remo Lupin, Rita Skeeter, Rodolfo Lestrange, Rolanda Hooch, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Severo Snape, Sibila Trelawney, Sirius Black, Theodore Nott, Tom Riddle Jr., Valter Dursley
Tags Drarry, Filha De Voldemort, Goodriddle
Visualizações 45
Palavras 307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eeeiii olha eu aqui de novo..
Dessa vez eu tenho fé que a fanfic vai pra frente hein

Capítulo 1 - Prólogo


Prólogo

-----<>-----

Pov autora

-----<>-----

Era dia 31 de outubro, Dia das Bruxas, a casa dos Potter já havia sido atacada e boatos já eram espalhados por todo o mundo bruxo. O-menino-que-sobreviveu, um bebê, derrotara o maior bruxo das trevas.

Mas não era esse o fato que o preocupava. Estava preocupado com a vida do jovem Harry, claro, mas este já estava em "posse" dos tios trouxas.

Não. Sua preocupação estava agora focada na criança que era segurada por um dos aurores que fazia parte da invasão a mansão onde as reuniões de Comensais da Morte ocorriam.

—De quem é filha, essa criança? --pergunta Dumbledore com os olhos fixos na garota de, no máximo, um ano encontrada na mansão.

-- Temos uma suspeita, a julgar pelos olhos vermelhos, deve ser filha de Você-Sabe-Quem. --disse o auror que não segurava a garota.

--Bom, isso é só uma teoria. Como iremos ter certeza? --perguntou o que segurava a bebê.

--Não teremos. Não agora. -disse o diretor- Teremos que esperar até sua magia despertar. A magia dos filhos sempre tem um traço da magia dos pais. Assim poderemos ter certeza. Agora estão dispensados, vou achar uma família que a crie bem e que não a deixe seguir os mesmos passos do pai, ou será uma catástrofe.

Os aurores assentiram e deixaram a criança aos cuidados do diretor. Assim que estavam passando pela porta, Dumbledore lançou um feitiço e modificou suas memórias, para esquecerem sobre a criança e acreditarem que tinham apenas entregado um relatório da missão onde não encontraram nada importante.

Assim que a porta se fechou, o diretor conjurou um berço flutuante para colocar a bebê e deixa-la descansar.

Logo após isso, conjurou seu patrono e mandou uma mensagem aos Weasleys:

--Molly, Arthur, preciso da ajuda de vocês. Venham ao meu escritório o mais rápido possível. Temos uma possível filha de Voldemort.


Notas Finais


[Nos gêneros da fanfic tem Yaoi, mas isso só vai acontecer bem mais pra frente, por que eles ainda têm onze anos e tals..]

AAA ESPERO QUE TENHAM GOSTADO
Comentem caso tenham alguma dúvida ou pergunta ou só pra fazer algum comentário
Indiquem pros abiguinhos
Até algum dia dessa semana por que eu tenho que passar o próximo capítulo pro celular então vai demorar um pouquinho, mas sai ainda essa semana..
Até 🖖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...