História A woman's diary - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), Daniel, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Ingrid / Rainha da Neve / Sarah Fisher, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Visualizações 96
Palavras 2.675
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


I'M COME BACK!

1° Nesse momento na estória estamos vendo o ponto de vista da Emma, isso quer dizer que daqui há alguns capítulos veremos o de Regina.
2° Vocês veram que essas duas serão feito cão e gato AGUARDEM
3° Deixarei o link da música nas notas finais ( Dua Lipa - IDGAF )
4° Esqueci oque eu ia falar. Enfim
5° Alguns erros sempre passam despercebidos na escrita, perdão por isso
6° Não deixem de comentar OK?
7° BOA LEITURA

Capítulo 7 - Let the games begin


Fanfic / Fanfiction A woman's diary - Capítulo 7 - Let the games begin

Emma telling

Ainda em pensamentos distantes ouço vozes ao longe, abro meus olhos vagarosamente com uma certa dificuldade por conta das poucas horas que dormi na noite passada.

– Pensava que estava morta patinho. – Zelena senta sobre as pernas de Emma com um semblante divertido. – Regina não te matou pato?

– Já voltaram do clube? – Perguntei ainda tentando assimilar oque a ruiva estava dizendo. – Sentei ainda sonolenta na poltrona e percebi que todas as mulheres estavam sentadas conversando, Regina, Cora e Zelena.

– A gente tentou fazer a Zel não te acordar, mas é impossível meu bem, você estava dormindo tão serenamente que ficamos com pena de te despertar. – Falou Cora afagando os cabelos amassados da loira.

– E não Zelena, eu não matei a Swan. – Regina protestou pelo comentário da irmã revirando os olhos e encarando as íris esverdeadas a sua frente.

– Que horas são? – Ainda sonolenta a loira perguntou.

– São 06:00 horas querida, voltamos do clube as 05:30 foi ótimo, deveriam ter ido conosco. – Cora proferiu suas palavras e foi para a cozinha preparar café.

– Mamãe quando será o encontro com o acionista? – Perguntou Regina em bom tom para que a Mills mais velha escutasse.

– Hoje querida, estava pensando em algum lugar para que todas nós pudéssemos ir. – Falou Cora voltando novamente para a sala.

– Poderia ser naquele piano-bar que nós íamos quando éramos mais jovens. – Falou Zelena em tom de animação. – Lembra sis?

– Sim, seria uma ótima ideia mamãe, é descontraído e calmo ao mesmo tempo. – declarou a morena.

– Será um acordo difícil, mas vamos conseguir. – Falou Cora em tom preocupado.

– Emma estava apenas ouvindo e observando a conversa, a loira fazia planos mentalmente do que faria enquanto as Mills estivessem fora.

– Que horas será? – Perguntou a ruiva.

– As 07:30, estejam prontas as 07:00, quero chegar lá cedo e sair também. – finalizou a mais velha.

– Vamos logo patinho, temos que nos arrumar. – Afirmou a ruiva.

– Oque? Eu? – A loira finalmente despertou com as palavras da ruiva.

– Claro, você vai e fim de papo. – Dessa vez quem falou foi Regina, em tom firme.

– Ok então.. – Foi só oque a loira falou.

– Vem loira, vamos nos arrumar. – Zelena falou puxando Emma pelo braço.

Narração

Todas as mulheres da mansão entraram em euforia, Zelena que havia raptado Emma para seu quarto estava provando incontáveis looks, aquela noite seria definitivamente importante para as Mills, não é todo dia que se fecha um grande negócio.

Zelena optou por um vestido verde musgo, colado em corte reto até o joelho, um salto agulha preto, seus cabelos encaracolados e armados de sempre, finalizando com uma maquiagem leve.

Cora que era incrivelmente elegante, estava com um de seus incontáveis vestidos da chanel preto, com salto da mesma tonalidade.

Regina resolveu usar um terninho preto em conjunto de uma saia da mesma tonalidade cintura alta,colada acima do joelho, por baixo, uma fina blusa quase transparente com quase todos os botões abertos, calçava uma scarpin vermelha, seus cabelos impecavelmente arrumados em um coque sofisticado, e uma maquiagem leve mas sem deixar o costume do batom vermelho sangue.

Todas estavam na sala há espera de Emma, quando a mesma apareceu trajando um terninho de cor marsala de veludo, as mangas dobradas na altura dos cotovelos, a parte de cima do terno apenas com um botão abotoado, deixando a amostra o caminho entre os seios expostos da loira que estavam apenas com a peça por cima, uma calça de corte reto da mesma cor, e uma scarpin nude, seus cabelos estavam lisos e penteados para trás, sua maquiagem era pesada, com apenas um gloss nos lábios, a loira estava extremamente sexy, isso todas repararam inclusive a própria Regina.

Wow! Loira você está impecável, tirou até meu fôlego. – Falou a ruiva dramática colocando a mão no peito.

– Obrigada Zel. – Falou a loira convicta de sua aparência.

– Está maravilhosa meu bem. – Dessa vez foi Cora que falou esbouçando um grande sorriso.

– Não é para tanto vai. – Falou a loira agradecendo com um sorriso para a Mills mais velha.

Todas seguiram de carro calmamente ao local onde ocorreria a negociação, chegando em exatos 15 minutos, todas saíram elegantemente do carro, Regina e Emma desceram por último, deixando Cora e Zelena entrarem primeiro, Regina puxou delicadamente Emma pelo braço atraindo sua atenção, quando a loira fez menção em entrar.

– Você está linda Swan. – Falou a morena em quase um sussurro para que só a loira pudesse escutar.

– E você também está deslumbrante Mills. – A loira sorriu de lado e entrou no local acompanhada de Regina.

As mulheres escolheram uma mesa mais afastada, para que pudessem conversar tranquilas.

O local era bem iluminado, as luzes traziam sensação de aconchego, em tons de preto e prata em toda a extensão, um piano posicionado no centro do estabelecimento e um amistoso bar mas ao lado, as pessoas que costumavam ir para lá, eram mais sérias, queriam ouvir uma boa música e tomar uma boa bebida, ou até mesmo tratar de negócios.

– Oque vamos beber? – Perguntou a ruiva animada.

– Nada, comporte-se Zelena, estamos aqui para tratar de negócios. – Repreendeu Cora.

– Vamos esperar as adultas irem embora ruiva, aí nos divertimos de verdade. – Falou a loira dando uma piscadela para Zelena que assentou dando uma risadinha.

Regina que ouvia tudo revirou os olhos com a situação.

– Os responsáveis também sabem se divertir Swan. – Provocou a morena levantando a famosa sombrancelha.

– Eu sei que sim. – Respondeu a loira em tom de sarcasmo.

– Você verá. – Dessa vez quem piscou foi a morena.

•••

– Então Srta. Swan não pensa mesmo na carreira de modelo? – Perguntou o homem que já estava há horas flertando com a loira.

– Como eu já falei, fui modelo até os 16 anos, depois percebi que esse mundo da moda não era para mim, gosto mesmo é de viajar pelo mundo, conhecer lugares e pessoas novas.

– Interessante, tenho uma casa na Argentina, ela é... – Antes que o homem pudesse terminar a frase Regina o interrompeu, ninguém da mesa estava aguentando mais a presença do homem.

– Então Sr. Graham sua franquia de empresas é muito conhecida pelo mercado da moda...

•••

Horas se passaram, e finalmente as Mills conseguiram unir as empresas G&R há Mills como uma só franquia, Regina que resolveu tudo tratou a todo momento o homem com autoridade e seriedade, fazendo as outras mulheres rirem com a situação.

– Foi um prazer conhecê-las. – Falou o homem levantando da mesa e despedindo-se das Mills que só assentaram com a cabeça.

– Espero encontra-lá mais vezes Srta. Swan, foi um imenso prazer conhecê-la. – Falou o homem beijando mais tempo que o esperado a mão da loira e a olhando fixo.

– Igualmente. – Emma falou simpática.

O homem logo foi embora deixando com a loira um cartão com seu número pessoal.

– Ele ficou caidinho por você Emma. – Falou Zelena com um sorriso malicioso nos lábios.

– Azar o dele, curto outro tipo de fruta. – A loira deixou bem claro dando uma piscada para a ruiva que ficou de boca aberta.

– Mentira, Emma Swan é lésbica, a bixa é do vale! – A ruiva soltou escandalosamente, fazendo a loira rir alto.

– Conseguimos fechar o negócio por causa da sis que colocou medo no homem, aposto que ele saiu com as calças molhadas. – Zelena comentou arrancando risadas de todas que estavam na mesa.

– Vamos comemorar? Afinal conseguimos. – A ruiva se pronunciou mais uma vez animadamente.

– Comemorem vocês, eu vou para casa, amanhã tenho que acordar cedo. – Cora logo se despediu e foi embora deixando apenas as mais jovens no local.

– Eu não coloquei medo nele Zelena, apenas estava sendo profissional, a todo tempo ele deu em cima de Swan, o ante profissionalismo dele é enjoante.

– Sei.. – Foram as únicas palavras que a ruiva proferiu.

– E então Ladies, oque vai ser? um xote de tequila? – Emma estava animada acompanhada de Zelena.

– Sim! – Zelena falou exageradamente.

– Não! – Regina repreendeu.

– Achei que pessoas responsáveis se divertiam. – provocou a loira.

– Tequila então Swan, não me subestime. – Piscou a morena com um sorriso nos lábios.

– Também não me subestime Mills. – A loira piscou da mesma forma com o mesmo sorriso.

– Wow, Sis agora você arrumou uma concorrente a altura. – Zelena falou ao perceber o olhar que ambas trocavam, as trocas eram intensas, ambas as mulheres se encaravam sem proferir nenhuma palavra se quer, deixando o clima um tanto tenso.

– Muito bem.. Garson! – A ruiva chamou e rapidamente o homem as atendeu, trazendo a tequila.

Minutos depois as três mulheres estavam mas animadas que o normal, com uma roda de pessoas ao redor faziam competição de quem virava primeiro.

1..2..3 vira! Rodada.

1..2..3 vira! Rodada.

1..2..3 vira! Rodada.

30 minutos depois...

Tira! Tira! Tira! – Um grupo de pessoas gritavam para Zelena que estava completamente fora de sí tirando a roupa em cima da mesa.

– Desce daí sua maluca. – Emma que era dura na bebida ainda estava lúcida e tirou a ruiva daquela situação.

A noite só havia começado, as mulheres se sentaram na mesa novamente, o relógio batia 01:00 da manhã, estava longe de tudo acabar.

– Vou ensinar aquele cara como se toca em um piano. – Falou a loira ao se levantar da mesa. – Zelena estava dormindo sobre a mesa, Regina apenas observou oque a loira iria fazer, ela também estava lúcida o bastante.

Emma foi até o homem que finalizava a canção sobre o instrumento e tomou lugar sobre o banco. – Agora vocês verão oque é música de verdade. – Falou a loira com a voz alterada, todos vibraram quando a loira começou a tocar.

You call me, all friendly
Tellin' me how much you miss me
That's funny, I guess you've heard my songs
Well, I'm too busy for your business
Go find a girl who wants to listen
'Cause if you think I was born yesterday
You have got me wrong

Você me liga, todo amigável
Dizendo o quanto sente minha falta
Engraçado, acho que você ouviu minhas músicas
Bem, estou ocupada demais pra você
Vá achar uma garota que queira te ouvir
Porque se você acha que eu nasci ontem
Você não me conhece

Suas mãos deslizavam como seda nas teclas no piano, a melódia era animada, a loira era acompanha por uma bateria e uma guitarra, sua voz afinada se fez presente e todos vibraram ao reconhecer a música que a mesma cantava.


So I cut you off!
I don't need your love
'Cause I already cried enough
I've been done!
I've been movin' on
Since we said goodbye
I cut you off!
I don't need your love
So you can try all you want
Your time is up, I'll tell you why

Então, eu te mando embora!
Não preciso do seu amor
Porque eu já chorei o bastante
Eu me cansei!
Estive seguindo em frente
Desde que dissemos adeus
Eu te mando embora!
Não preciso do seu amor
Então pode tentar o quanto quiser
Seu tempo acabou, vou te dizer por quê.

As pessoas cantavam junto com a loira que mesmo bebendo toda aquela tequila estava dando um show, Regina observava como Emma conseguia ser tão divertida e pervertida ao mesmo tempo, a loira continuava inabalável cantando aquela música que fazia todo o sentido para a mesma.


You say you're sorry, but it's too late now
So save it, get gone, shut up
'Cause if you think I care about you now
Well, boy, I don't give a fuck

Você diz estar arrependido, mas agora é tarde demais
Então pare, some daqui, cala a boca
Porque se você acha que eu me importo com você
Bem, garoto, eu estou pouco me fodendo.

As pessoas pareciam adorar a loira e toda a performance dela, não era para menos, ela era realmente boa no que fazia, e realmente deu um show no cara que toca anteriormente.


I remember that weekend
When my best friend caught you creepin'
You blamed it all on the alcohol
So, I made my decision
'Cause you made your bed, sleep in it
Play the victim and switch your position
I'm through, I'm done.

Me lembro daquele final de semana
Quando minha melhor amiga te pegou espiando
Você colocou a culpa na bebida
Então eu tomei minha decisão
Porque você tomou a sua, aproveite-a
Banque a vítima e mude sua atitude
Eu superei, eu me cansei.

Suas mãos batiam freneticamente sobre as teclas negras e alvas do instrumento, os sons eram repetitivos e gostoso de ouvir, Regina a observava minuciosamente, cada detalhe, a loira encarou a morena que permaneceu o olhar fixo sobre as órbitas verdes, a mais nova despia Regina com o olhar e sem nem mesmo olhar para as teclas tocava graciosamente como se tivesse tocado milhares de vezes.

So I cut you off!
I don't need your love
'Cause I already cried enough
I've been done!
I've been movin' on
Sinceridade we said goodbye
I cut you off!
I don't need your love
you can try all you want
Your time is up, I'll tell you why.

Então, eu te mando embora!
Não preciso do seu amor
Porque eu já chorei o bastante
Eu me cansei!
Estive seguindo em frente
Desde que dissemos adeus
Eu te mando embora!
Não preciso do seu amor
Então pode tentar o quanto quiser
Seu tempo acabou, vou te dizer por quê.

A loira quebrou a troca a conexão que estabelecia ambas e continuou a cantar.

You say you're sorry, but it's too late now
So save it, get gone, shut up
'Cause if you think I care about you now
Well, boy, I don't give a fuck

Você diz está arrependido, mas agora é tarde demais
Então pare, some daqui, cala a boca
Porque se você acha que eu me importo com você
Bem, garoto, eu estou poucvagarosamolhos,

I see you tryna get to me
I see you begging on your knees
Boy, I don't give a fuck
So stop tryna get to me (get to me)
Get up off your knees
'Cause boy, I don't give a fuck

Eu vejo você tentando chegar até mim
Eu vejo você implorando de joelhos
Garoto, eu estou pouco me fodendo
Então pare de tentar chegar até mim (chegar até mim)
Pode ir se levantando
Porque garoto, eu estou pouco me fodendo.

A música terminou com todos os instrumentos sincronizados, Emma deu os últimos acordes e foi aplaudida com euforia, A loira sorria satisfeita fazendo reverência as pessoas que a cercava, saiu de lá com um sorriso convencido e voltou para sua mesa.

– Não falei que iria arrasar. – Deu de ombros se gabando.

– É, você realmente é boa no que faz. – Regina estava sentada de frente para a loira, enquanto Zelena roncava ao lados de ambas.

– Sou boa em tudo que faço. – Deu uma piscadela para a morena que revirou os olhos com o convencimento da mais nova.

– Será mesmo Swan?

– Sim.

– Não acredito.

– Há não?

– Não!

– Há Regina, não cutuque a onça com vara curta. – Nessa altura ambas estavam de pé encarando uma a outra, Regina era cabeça dura e Emma muito pior.

– E se eu cutucar? – Provocou.

– Terá que aguentar as consciências. – A loira rebateu na hora.

– E quais seriam essas consequências? – Também rebateu a morena, cada segundo que passava, as duas se aproximavam ainda mais.

– Você terá que arriscar para descobrir. – As mulheres estavam tão próximas que ambas sentiam a respiração uma da outra, em olhares fixos permaneciam alí se entre olhando.

Emma aproximou seu rosto sutilmente do de Regina, observava cada centímetro minuciosamente, sua cicatriz, seu nariz empinado, seus olhos castanhos que para Emma eram como uma perdição.

– Se eu arriscasse oque eu descobriria? – Falou a morena engolindo a seco, olhando para as íris verdes intensas e penetrantes a sua frente.

– Regina, Regina... – A loira se aproximou ainda mais ficando a centímetros do rosto da mais velha que a encarava na mesma intensidade, a loira repousou as mãos na cintura afinada da morena e a puxou para sí em um movimento rápido, a fitou nos olhos e em seguida para a sua boca carnuda avermelhada.

Em um ato de atrevimento roçou os lábios no de Regina lentamente criando uma sensação gostosa proferiu: – Descobriria coisas que nunca imaginou provar e muito menos sentir. – Sussurrou no ouvido da morena.

– Interessante Swan. – Falou no mesmo tom que a mais nova.

A loira roçou seus lábios nos de Regina fazendo a mesma fechar os olhos, encaixou seus finos lábios no da mais velha lentamente, selou vagarosamente, à todo momento olhando as expressões da morena, sem pressa mordeu o lábio inferior e puxou gostosamente, Regina abriu os olhos e fitou a loira com fogos nos olhos, tamanha era a excitação naquele momento.

Não foi um beijo foi uma provocação da parte da mais nova, ela realmente era boa no que fazia.

– Isso foi só uma amostra. – Soltou os lábios da morena delicadamente, sussurrando no seu ouvido dando um sorriso de canto.

– Então que os jogos comecem Miss Swan.


Notas Finais


Link da música: IDGAF - Dua Lipa (ESCUTEM É ÓTIMA)
https://youtu.be/k1xvol1SCx8

XOXO 💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...