História About a girl... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Life Is Strange
Personagens Chloe Price, Rachel Amber
Tags Chloe, Diário, Life Is Strange
Visualizações 43
Palavras 967
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa é a minha primeira fanfic,então... Espero que gostem <3

Capítulo 1 - Melhor show do ano!


Fanfic / Fanfiction About a girl... - Capítulo 1 - Melhor show do ano!

Hey,eu sou a Chloe Price e...bem,esse é o meu diário.

Se você está lendo isso e você não sou eu,eu provavelmente estou morta ou você é um policial que está procurando por drogas na minha casa,e nesse caso,você não deveria estar lendo isso! Mas caso você não seja nenhum agente da lei ou a minha mãe, seja bem vindo(a).

Cara,essa noite foi incrível!

Vamos ver o que eu consigo me lembrar...Pra começar, eu estava nos trilhos do trem,perto do matagal q dá na entrada da antiga serraria,quando ouvi a música vindo de lá. Na hora eu não acreditei. "Caralho,o Firewalk tocando na antiga serraria?Nem fodendo que eu vou perder essa!".

Segui por uma trilha de terra pelo matagal,pulei uma cerca que dizia ''propriedade privada",e cheguei na entrada do lugar. E foi aí que meus problemas começaram...

Na porta da serraria tinha um brutamontes tatuado de guarda,uns caras quase se beijando perto de um trailer e umas motos fodonas(tirando uma que tinha umas estampas de florzinhas). Bom,eu n tinha muita escolha,já estava alí mesmo, resolvi tentar entrar..

-Pois não, senhorita?-Disse o segurança.

-Escuta cara,eu vou entrar.Veja não é falsa,pode conferir.-eu disse pro grandalhão,mostrando a minha identidade falsa pra casos de emergência,como por exemplo,um show do Firewalk!

-Bem,não é uma falsificação mal feita,mas terá que fazer melhor que isso pra me enganar mocinha!- Aí eu percebi que ia ter que apelar pro bate-boca.

- Qual foi cara? Porque não deixa de ser babaca e libera logo pra mim?-Aumentei um pouco o tom da voz pra tentar dar aquela intimidada básica.

-Sinto muito pirralha,mas a chefia mandou eu não deixar nenhum pivete entrar.- O saco de músculos falou dando uma risadinha. "Okay Maromba,você que pediu..."

-Quem é sua chefia?a sua mamãe?tá com medo de ficar de castigo grandalhão?

-Não é isso,é que lá dentro é muito barra pesada pra alguém com esse seu porte,e eu não posso te proteger lá.

-Acha que eu não aguento?acredite pinto pequeno, eu tenho muito mais bolas que você pra aguentar isso daí!

-Hahaha-A gargalhada do segurança ecoou.-Você é engraçada mocinha,mas sem chance,é melhor você voltar pra casa, não é a sua hora de dormir?-

-Awwn,então já está tarde pra você Bebezão?-

-Como você é fofa,mas dê meia volta,você não vai entrar!

-Fofa!?Eu tenho cara de fofa,ou eu tenho cara de quem vai acabar com você se não deixar eu entrar?

-Acha que pode me encarar pirralha?

-Sim-Eu disse,o mais confiante que consegui.

-E se eu tiver uma faca?-Ameaçou o segurança.

-Não ligo!

-Uma arma?

-Disponha.

-E se eu tiver..

-Você pode ter a porra de um lança chamas, um exército de ninjas robôs,e um puta dragão de estimação aí, e mesmo assim eu ainda acabaria com você!

-Okay pirralha,você venceu,pode entrar.-Disse o segurança rindo.

Ele abriu caminho e eu entrei.

"Puta merda,que lugar foda!" eu pensei,quando de repente,um rosnado e um latido me assustaram.

-Delia,junto!-Exclamou o homem que estava acompanhado da pitbull.

-Bela cadela.-Eu disse.

-Concordo-Ele disse,tomando um gole da cerveja que tinha na mão.

Abaixei-me pra alisar a cadela e ela começou à abanar o rabo.

-Ela não costuma gostar de gente.-Ele falou.

-É, eu também não...-E fui em direção ao balde com cervejas. Peguei a minha,abri a tampa na mesa,e fui tentar entrar no bate-cabeça,mas tinha muita gente, ía ser foda entrar lá. Daí desisti. Mas quando ía me afastando,fui empurrada,esbarrei num cara bem suspeito e derramei a cerveja na blusa dele.

-Ei,você tá legal?-Ele perguntou.

-É, tô bem.

-Ei,foi você que derramou minha cerveja esqueceu?-O babaca falou.

-Cara,foi mal,okay?

-Você não sabe quem eu sou,sabe?-Perguntou

-Não, e não dou a mínima-Respondi.

-Você vai se arrepender disso. Vadia.

Eu simpaticamente mostrei meu dedo do meio e fui embora.Vi a escadaria e fui subir quando alguém me chamou.

-Hey!-disse o cara loiro sentado numa poltrona.

-Chloe-Eu disse,tentando reconhecer o cara.

-Eu sei seu nome idiota, te vendi erva todo mês durante um ano.-Ele falou,e logo me lembrei dele.

-O que faz por aqui Price?-ele perguntou.

-Vim ver a banda.

-E como cê ficou sabendo dessa parada?

-Internet cara,não é óbvio?

-Sério?Maldita criançada...

-Então... Você conhece aquele cara que eu trombei?ele acha que eu devia saber quem ele é.-Perguntei.

-Ele trabalha pro Damon,um...amigo meu.

-Damon Merrick?

-Então você sabe quem ele é? Fique longe, gente barra pesada...-

-Okay...-Eu disse sem entender muito bem.-E quanto à essas escadarias Frank, você sabe onde vai dar?

-Eu acho que...em cima?

-Há há há, que engraçado Frank. Tô perguntando se dá pra ver o show lá de cima.

-E eu lá vou saber?Só sei que o piso tá fodido, ninguém sobe lá Price.

-Okay então. Até mais Frank.

-Tanto faz.-Disse ele.

Eu subi as escadarias de madeira meio podre e cheguei num camarote foda que dava pra ver os caras de boa e curtir à vontade.Mas minha alegria não durou muito. Logo depois os babacas da cerveja chegaram.

-Você derrubou minha cerveja,vadia!-disse o babaca de branco.

-Eu já pedi desculpa,okay?

-Não é o bastante.

-Vocês não acham que tão sendo dois idiotas fazendo ceninha por causa da porra de uma cerveja derramada?-Eu perguntei.

-Cara,eu acho que ela tá desafiando a gente.--Disse o babaca de boné.

-Ela tá sim.-respondeu o outro se aproximando de mim.

-Ei..é.. É melhor se afastarem!Vocês não querem me ver zangada,e..e...e eu tô ficando zangada!-Eu disse, tão nervosa que a voz começou à falhar.

O de branco pegou a garrafa de cerveja e a quebrou na coluna de madeira acima da minha cabeça.

-Vamos ensinar boas maneiras à essa vadia!-disse o de boné.Quando eu ouvi um grito...

-EI OTÁRIO!-Gritou uma garota que eu não consegui reconhecer.

Os babacas olharam pra trás, me dando tempo de chutar o saco do de branco,mas o outro acertou em cheio um soco no meu olho. Eu corri até a garota.

-Rachel?-Eu perguntei surpresa quando à reconheci.

-Chloe?-Ela perguntou de volta.

Meu Deus, como ela estava linda aquela noite...Voltando ao ocorrido,não demos sorte ao azar.Corri até ela e descemos a escada depressa.

Frank,ao ver que estávamos sendo perseguidas, segurou os caras e não deixou eles passarem.

-Porra Frank, deixa a gente passar!

-Não cara,se acalma!

Enquanto isso nós entramos no bate-cabeça exibindo nossos dedos do meio pros babacas.

A gente curtiu muito! A banda foi foda,a bebida foi foda, a Rachel foi foda...Esse,sem dúvida, foi o melhor show do ano!


Notas Finais


Isso é tudo por hoje,obrigado à quem leu até aqui ^^ <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...