1. Spirit Fanfics >
  2. About Us >
  3. Capitulo 20

História About Us - Capítulo 20


Escrita por:


Notas do Autor


AAAAAAA FINALMENTE UM CAPITULO TODINHO HOT PRA VOCESSSS <3

Capítulo 20 - Capitulo 20


Fanfic / Fanfiction About Us - Capítulo 20 - Capitulo 20

SKYLAR’S POV

“Não me canso de você Sky” sua voz rouca está mais profunda do que nunca, cheia de luxuria. Ele me apalpa por cima de calcinha e me puxa para mais perto, o máximo possível. Sinto sua ereção contra mim, seguro sua mão e a tiro da minha calcinha. Quando viro minha cabeça para olha-lo vejo sua testa franzida.

“Eu quero fazer algo pra você” murmuro lentamente e um pouco envergonhada.

Um sorriso surge em seu rosto e ele segura meu queixo entre os dedos, forçando-me a encara-lo.

“O que você quer fazer?” ele pergunta. Justin sabe exatamente do que estou falando, quero faze-lo perder o controle.

“Não sei.. o que você quer que eu faça?” sussurro ao pé do seu ouvido e lambo o lóbulo da sua orelha.

Justin pega minha mão e leva até o volume sob suas calças. “Queria muito essa sua boca gostosa em mim”

Sinto sem folego ao ouvir aquelas palavras e sinto uma pontada no meio das minhas pernas.

“É isso que você quer fazer?” ele pergunta, movendo minha mão em círculos sobre sua virilha. Seus olhos me observam atentamente à espera de uma reação.

Faço que sim com a cabeça e engulo em seco, em troca ganho um sorriso. Ele senta no vaso e me puxa para seu colo, o toque de seu celular soa alto no quarto e Justin solta no grunhido.

“Já volto” ela me tirou de seu colo e suspirei olhando pra cima.

A água quente do chuveiro já estava em contato com a minha pele quando Justin voltou para o banheiro e senti minhas bochechas coradas quando ele observou meu corpo.

Ele segura a barra da camiseta e a puxa pra cima. Consigo ver os músculos sob a pele dele. Justin olha novamente pra mim, percorrendo todo o meu corpo, assim como faço com o seu corpo nu.

Ele entra no chuveiro e observo seu peito longo e tatuado, brilhando com a água que desce por sua pele.

“Adoro como você fica tímida comigo” seu hálito está mais quente que a água que agora escorre contra meu corpo. Hesito quando suas mãos descem pelos meus braços lentamente. “Olha como sua pulsação aumenta...quase consigo ver suas veias através da sua pele delicada.” Justin coloca o indicador bem no ponto em que sinto a pulsação no meu pescoço.

Seus dedos percorrendo o meu corpo me fazem sentir-me cada vez mais molhada. Quando seus dedos envolvem meu quadril, eu me inclino para ele involuntariamente.

“Eu gosto de você Sky.  Você acredita em mim, não é?, ele pergunta.

Eu confirmo, tentando imaginar por que está me perguntando isso agora.

Eu o toco, pegando em seu pênis, e ele da um passo para trás, recostando-se na parede. Olha pra mim enquanto eu o masturbo lentamente.

“Sky” ele geme, encostando a cabeça na parede de azulejo.

Continuo com o movimento, esperando que Hardin solte mais um gemido. Adoro os sons que ele emite. Olho para baixo admirando o modo como a água nos molha, ajudando minha mão a descer e subir.

Seu olhar em mim faz com que eu me sinta um pouco nervosa, mas o modo como range os dentes e como revira os olhos, tentando mantê-los abertos, faz com que eu queira proporcionar mais prazer ainda. Passo o polegar pela cabeça do pênis dele, e Justin sussurra um palavrão.

Com um movimento fluido e delicado, Justin vira-me de barriga para a parede e de costas para seu corpo e encosta seu corpo ao meu, apoiando o peso do corpo em um dos braços apoiado na parede enquanto sua outra mão começa a descer.

Ele me da um apertão de leve na coxa e minha pele se arrepia em uma fração de segundo. Justin coloca a mão no meio das minhas pernas e começa a acariciar meu clitóris.

“Você já está toda molhadinha pra mim” Sua voz pareceu mais áspera que o normal.  “Fala comigo Sky, diz o quanto você quer” Ele da um sorriso malicioso e eu me contorço toda quando ele aplica mais pressão na minha região mais sensível.

Não consigo dizer nada porque meu corpo está inflamado pelo seu toque. Depois de mais alguns segundos, ele tira sua mão, e solto um resmungo em forma de protesto.

“Não para Justin” reclamo.

“Então fala”, pede Justin.

“Me fode Justin”

“Boa menina”, Justin diz em meu ouvido e deixa meu quadril se mover novamente enquanto me penetra com os dedos.

Justin sussurra indecências no meu ouvido, e as palavras me excitam de um jeito que não sei descrever. São sujas, mas deliciosas, e aperto os braços dele enquanto perco o controle com seu toque.

Sinto o pênis do Justin me preencher e rebolo levemente em seu pau, o fazendo gemer. Justin intensifica seus movimentos de vai e vem e uma de suas mãos segura meu seio.

“Você é tão gostosa linda” começo a mexer meu quadril e a ofegar, cubro minha boca com a mão, mordendo de leve minha própria pele para não fazer barulho.

Ele volta e entocar contra mim, com movimentos lentos e me puxa para trás pelos cabelos para beijar meu pescoço. A tensão cresce dentro de mim e seus movimentos vão ficando mais descontrolados.

“Caralho Sky” ele geme e sinto todas as veias do meu corpo pulsarem, ele solta outro grunhido enquanto mete em mim.

“Ai Justin” gemo, seu corpo magro e musculoso se encaixa perfeitamente entre minhas pernas, e o contato da sua pele quente contra a minha produz uma sensação divina. Penso em dizer alguma coisa para estimulá-lo com palavras obscenas do mesmo modo que ele faz comigo, mas estou completamente perdida nas ondas de prazer que continuava enviando pelo meu corpo com seu ataque incessante.

Me viro de frente para seu corpo e agarro às suas costas, arranhando sua pele com as unhas, e Justin revira os olhos. Adoro vê-lo assim, tão descontrolado, entregue a sensações primitivas. Ele ergue minhas coxas para que eu envolva sua cintura, aproximando ainda mais nossos corpos.

Sinto minhas pernas se contraindo em torno de suas costas e, em meio a gemidos, digo seu nome repetidas vezes.

“Isso Sky, goza pra mim” Ele continua com os movimentos de vai e vem e sua boca suga meu pescoço, “porra, como é bom foder você linda” sinto ele se contraindo dentro de mim, mas seus movimentos precisos prosseguem de forma lenta e com carinho.

Meu corpo está completamente relaxado e ele me abraça, ficamos em baixo do chuveiro em silencio, curtindo aquela proximidade e a massagem que a água proporcionava em nossos corpos.

“Sky” a voz do Justin chama a minha atenção e volto meu olhar para seu rosto, “eu queria que seu pai tivesse aceitado a minha proposta”

“Qual proposta Justin?” ele apenas me olhou e me envolveu em um beijo calmo e carinhoso, sua língua explorava cada centímetro da minha boca e se pudesse, não me separaria desses lábios nunca mais.

Era pra você ser minha namorada”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


GOSTARAM???

Querem que eu continue??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...