1. Spirit Fanfics >
  2. About Us ... >
  3. Capítulo 4

História About Us ... - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Demorou, mas finalmente consegui ...
obs: escrever sobre o Ezequiel, foi muito difícil para mim ....
mas, vamos la e boa leitura!

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction About Us ... - Capítulo 4 - Capítulo 4

                                                                              Capitulo 4

Pov Jen

“obs : gostaria de ter sido um dos travesseiros”

Aquilo ficava se repetindo na minha cabeça, e eu não sei porque. Olhei para a conversa dela mais uma vez e sorri de novo (o que é bem raro, eu sorrir). Ainda com o celular na mão, sai do WhatsApp e fui escrever no meu diário virtual.

Algumas pessoas acham que desabafar é algo sem sentido, porque de nada adianta falar e tudo continuar a mesma coisa, para outras, é algo bom, é tipo “se livrar de um peso”, mas, para mim, eu nem consigo conversar com algum por muito tempo e varias perguntas surgem na minha cabeça, tais como :

- Porque eu falaria sobre meu dia ou sobre como estou me sentindo?

-E se a pessoa nem quiser ouvir?

- Porque eu confiaria em alguém para contar sobre minha vida, e se a pessoa venha fazer algo usando isso contra mim?

-As pessoas devem ter mais oque fazer e eu atrapalhando com esses assuntos

Entre outras coisas ...

Já deu para perceber que sou insegura ne?  Francamente ser insegura, é um saco! Sem contar que a minha cabeça, parece uma guerra sem fim, pois meus pensamentos não param por um minuto, e eu queria que tudo isso parasse, mas nunca é como a gente quer.

O fato de ter um diário virtual, é que eu consigo escrever oque estou sentindo, e tem como eu apagar, xingar alguém ou falar mal, que não corro o perigo de ser “pega”. Isso pode parecer estranho, mas talvez eu não seja tão anormal assim, a questão é: eu me dou melhor com palavras do que com pessoas.

Mas não escrevo todos os dias, apenas quando não aguento mais guardar para mim, e isso é um dos meus grandes defeitos: guardar tudo para mim.

                                                            

                                                                   Diário On

Bom, o meu dia hoje foi normal e muito louco depois. Acordei com os gritos de Ezequiel, o marido da minha mãe, eu não sei o motivo dos gritos, mas me lembro das palavras: desgraça, galinhas e Lucyara.

Sinceramente, eu não entendo como ela ainda está com ele, depois de tudo oque ele fez com ela e comigo ainda.

Existe certas coisas, que não somos capazes de superar, mas com o passar do tempo, aprendemos a conviver, e por mais que chegue a doer, você aprende a suportar, mesmo estando super machucada por dentro.

Fui para a cozinha ajudar minha mae, estávamos fazendo o almoço e esta tudo bem, ate ele entrar sem camisa (com aqueles pelos molhados, ai que coisa nojenta) e com as mão molhadas e meio sujas de terra, me lembro de tomar muita agua e olhado para qualquer lado, menos para ele, e porque ? Eu ainda não consigo falar sobre isso, digitar no caso.  Mas a sensação de nojo e de vomito se estalou dentro de mim, a ponto de não conseguir comer perto dele.

E do almoço, eu fui para meu covil (meu quarto, no caso), é o único lugar na qual me sinto segura, e fui estudar, porque vou prestar a prova para um curso técnico de enfermagem.

 A depressão que eu tenho, é um tanto quanto bem forte, a ponto de eu ficar deitada o dia todo, e não ter forças para absolutamente nada. Ela acaba me impedindo de fazer muitas coisas

E novamente, eu não consegui estudar, porque nada entra na minha cabeça e eu acabei ficando bem nervosa e fiz um corte profundo na minha barriga, como se fosse minha punição. Toda vez que eu olhava para os livros, o pensamento vinha: vai fazer isso para que sua burra? não vai passar mesmo. E novamente essa voz venceu e eu fiquei deitada no chão olhando o teto e me culpando mentalmente por ter falhado novamente, parece que quanto mais eu tento, pior fica.

Por volta das 17:30, minha mãe avisou que iriamos a igreja, e eu não tenho escolha de “não ir” se não a própria Fera, vulgo minha mãe, inventa inúmeros argumentos, e por mais que eu seja contra, não tenho forças para debater com ela, e ela iria pregar hoje, então, eu era mais que obrigada a ir.

No meio do caminho, Abner, o filho do marido da minha mãe, de 11 anos, faz questão de ficar me incomodando, e ele é o único na faça da Terra, capaz de me fazer sentir um ódio surreal, eu não suporto ele! 

Quando chegamos a igreja, minha mãe subiu para o púlpito, Abner nem sei para onde essa criança foi, e eu me sentei no fundo, como sempre e quando minha mãe começou a pregar, sobre amor, me levantei para tomar agua e fiquei enrolando embaixo um pouco porque estava um tedio lá em cima, não aguentava mais ouvir : GLORIA A DEUS.

E quando estava chegando ao meu lugar, eu a vi e tudo ao meu redor parece que sumiu e conseguia enxergar apenas ela. Cabelos escuros, de calça jeans e um tênis da vans, com uma blusa branca com o arco íris na frente, ela é linda, e percebi que uma das obreiras ia falar com ela e eu fui mais rápida e cheguei ate ela e eu peguei na mão dela e levei ela para sentar comigo!

SIM, EU PEGUEI NA MÃO DE ALGUEM, EU P-E-G-U-E-I  N-A  M-Ã-O  D-E-L-A.

E foi uma das melhores sensações do mundo, senti uma corrente elétrica percorrer todo meu corpo, eu me senti viva.

Mas, eu acabei estragando tudo, na verdade, tive uma crise de pânico, e bom ... não seria eu se não tivesse passado essa vergonha e estragado tudo, mas ao mesmo temo eu não entendi, ela ficou o tempo todo ao meu lado e conseguiu me acalmar falando sobre a lua e que ela seria  o meu novo remédio e eu estava queimando de vergonha, mas ela ficou, ELA FICOU! e depois ela pediu meu numero de uma forma tão fofa e sem jeito, e detalhe ela me abraçou e beijou minha bochecha, e em todo esse momento em que fiquei ao lado dela, não tive forças para nada, nada mesmo, mas tudo bem já passou e ela nem vai lembrar de mim daqui uns dias.

E quando eu voltei para dentro da igreja, segui em direção a minha mae e pedi a chave do carro, porque ela sempre demora para ir embora.

O engraçado foi que ela me mandou mensagens e conversou um pouco comigo, e pela primeira vez fiquei me perguntando o motivo dela demorar me responder, parece que eu queria a atenção dela apenas para mim, isso foi estranho.

Agora, ela já deve estar dormindo, mas não, NÃO POSSO CRIAR EXPECTATIVAS, em alguém que nem conheço ... será que ela vai se lembrar de mim amanhã?

                                                                        Diário off

É estranho, mas depois de escrever no meu diário, não consigo tirar o sorriso do rosto.

Abri meu WhatsApp novamente e vi que tinha mensagens da minha melhor amiga, na verdade, minha irmã de outra mãe.

WhatsApp on : Manu cabulosa

M:- Eu tô assistindo a barraca do beijo de novo – 01:15

M:- Eu vou chorar – 01:15

M:- Que tristeza – 01:17

M:- Porque assisto essas coisas ???? ☹ - 01:20

M:- Socorro 01:20

M:- Cadê você? – 01:30

J: Não acredito que está assistindo isso de novo kkkkk meu deus, porque? – 01:33

J: e estou aqui, e preciso te contar uma coisa louca ... – 01:33

M: é lindo – 01:34

M: É um romance - 01:34

M: que eu nunca vou ter – 01:34

M: por isso eu vejo e choro as vezes. – 01:35

(Uma das coisas que acho incrível na minha amizade com ela, é o fato de que 90% dos nossos assuntos, é sobre homens e amor, como se eu entendesse alguma coisa sobre isso)

J: Mas mulher, você sabe que isso não existe na vida real, é apenas serie ... o amor, não funciona assim e você sabe – 01:36

M: Eu sei – 01:36

M: mas é tão fofo – 01:36

M: eu só queria um homem desse na minha vida, ou um Noah Centineo – 01:37

J: a nossa, só isso? kkkkk SÓ ISSO? – 01:37

J: Eu quero te contar uma coisa ... – 01:37

M: Deixa os homens para la - 01:38

M: Não que eles não sejam importantes, mas você custa me contar algo – 01:38

M: então, tô aqui! – 01:39

(Está bem, eu confesso sou uma pessoa bem fechada)

J: Eu conheci uma moça hoje, que se chama Camila, e ... e ela me ajudou a sair de uma crise de pânico... – 01:39

(Será que eu devo contar isso a ela? e se eu estiver enchendo? já esta tarde, talvez ela queira ir dormir e eu falando essas coisas)

M: HUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUMMMMMMM, CAMILA -01:40

M: ME CONTA MAIS – 01:40

J: Mas esta tarde, não estou te enchendo com isso? - 01:41

M: Jennifer, a gente se conhece desde 2016, e se você me contou 5 coisas suas foi muito – 01:42

M: Você nunca me encheu – 01:42

M: Pelo contrário, eu sempre quero saber sobre você, e tentar te ajudar – 01:42

J: Eu fui na igreja com minha mãe hoje, e o culto foi passando te que fui beber agua e quando estava voltando para o meu lugar, eu vi ela e vi que uma das obreiras iriam barrar ela ... e você não vai acreditar, eu peguei na mão dela e levei ela para se sentar ao meu lado – 01:45

M: AI MEU DEUS – 01:45

M: VOCÊ PEGOU NA MÃO DELA? EU LI DIREITO??? – 01:45

J: Sim, peguei na mão dela e eu me senti segura ao lado dela e não conseguia soltar e dava para perceber que nem ela queria soltar e teve uma hora que a gente teve que levantar e a altura dela ia apenas até minha clavícula, até que eu senti minhas pernas começarem a dormir e meu coração ... meu coração estava muito acelerado, e eu soltei a mão dela e sai correndo para fora, mas ela me seguiu e ficou lá comigo. – 01:48

M: AI MEU DEUS, VOU CHORAR - 01:48

M: ME CONTA MAAIS!!! – 01:48

J: Ela conseguiu me acalmou e nem mesmo sei como isso foi possível, ela me mostrou a lua e disse que a lua também era apaixonada por mim e que eu não precisava ter medo porque ela estaria ali comigo, e que de agora em diante ela seria meu remédio de crise, e toda vez que nossos olhares se encontraram, eu me sentia diferente .... mas, ela teve que ir embora, mas antes, ela pediu para me abraçar e me deu um beijo na bochecha – 01:51

M: É O QUE? ELA PEDIU? AAA QUE FOFO – 01:52

M: estou começando a shippar vocês s2s2s2s2 – 01:52

J: Ela pediu meu numero e eu passei, e depois trocamos algumas mensagens ... e ela demorou um pouco para responder e isso meio que me deixou incomodada .... mas, a ultima mensagem dela me deixou confusa .... disse a ela que minha companhia era os travesseiros e ela mandou assim:

 obs: gostaria de ter sido um dos travesseiros.  – 01:53

M: Huum, já chegaram nessa parte? huumm – 01:53

J: claro, aqui o bagulho é “crazy” kkkk, não sua doida! Ela me mandou isso e foi dormir ... mas ela não sai da minha cabeça – 01:54

M: Mas claro, ela te ajudou né – 01:54

M: é meio que normal ficar pensando nela – 01:55

M: mesmo porque ela te ajudou em uma crise – 01:55

J: acha que ela vai lembrar de mim amanhã, ou, talvez ela apenas foi gentil e nem vai mais falar comigo – 01:56

M: Ela vai falar, tenho certeza – 01:56

M: pelo o que me contou, ela também gostou de você – 01:56

J: Não sei, talvez esteja certa - 01:57

(sinceramente, não sei oque pensar sobre isso e também não quero pensar, estou amando apenas sentir isso, essa confusão boa)

M: claro que estou certo, eu hein – 01:58

J: Obrigada por me ouvir, ler no caso rsrsrs – 01:58

M: eu sou sua irmãzinha de outra mae, claro que vou te ouvir 01:59

M: mas NÃO SOME – 02:00

M: eu vou dormir agora, mas qualquer coisinha pode me chamar ou me ligar que eu venho – 02:00

J: ta bom, você também ... estou aqui ... tenha uma boa madrugada.  – 02:02

M: para você também e sonhe com a Camila, beijos s2s2 – 02:02

WhatsApp off

A minha amizade com ela, é algo totalmente louco e começou do nada e do nada ela se tornou uma irmã para mim, sei que se eu matasse alguém, ela seria a primeira para quem eu ligaria pedindo ajuda para esconder o corpo.

Pela primeira vez em muito tempo, acho que finalmente, hoje, acho que vou vencer minha insônia, e ao mesmo tempo me sinto leve.

Espero não ter nenhum pesadelo, como sempre.

 

                                                                               /-/-/-/-/-/    

Acordei assustada e meio desesperada pelo fato do Ezequiel (marido da minha mãe) estar xingando.

-MAS QUE DESGRAÇA, INFERNO!

Senti meu coração disparar ao ouvir de alguma coisa quebrando, e isso sempre me deixa muito assustada. Deve ser por conta do barulho.

Moro com eles já tem um tempo, e, bom nunca foi legal acordar na base de gritos ou coisas quebrando. Com os gritos ainda da para “deixar” de lado, mas o barulho de coisas quebrando chega arrepiar ate minha alma de tanto medo.

As vezes fico pensando se isso algum dia terá fim, ou, vai levar ao meu fim.

Fiquei olhando para o teto por alguns instantes e cheguei à conclusão de que não estou acordada ainda, aqui esta apenas o bagaço do meu corpo.

Com muito custo sai da cama e fui para o banheiro que tem no meu quarto e fiz minha higiene matinal. Abri meu guarda roupa e peguei um sutiã e uma blusa de mangas cumpridas, e, provavelmente vou ficar com minha calça de moletom. As vesti.

Hoje está ensolarado e eu com essas roupas de frio, mas a verdade é: eu não uso shorts com o Ezequiel em casa e nem blusas que mostram os braços, sempre escondo meu corpo (e também é um corpo feio e gordo, cheio de cicatrizes e machucados).  

Iria sair do quarto quando ouvi o som de notificação do meu celular, o que foi estranho pois quase nunca recebo mensagens (sim, sou uma pessoa bem solitária e quase não mexo muito em mensagens).

WhatsApp On Camila

C: Oii, bom dia – 06:01

C: Espero que você tenha dormido bem, ops, dormindo bem e sem crises – 06:02

C: Aa você não acordou ainda ne .... – 08:15

(e não é que ela realmente mandou mensagem, meu Deus, porque estou sorrindo somente por ver essas mensagens?)

J: Oi, bom dia – 09:10

J: Então, eu estava dormindo sim. Não tenho costume de acordar as 6 da manhã em um sábado boba, e se eu pudesse dormiria uns três dias seguidos hahahaha – 09:11

WhatsApp off

Travei o celular e sai do quarto com um sorriso bobo no rosto, mas logo o mesmo desapareceu quando vi minha mãe chorando e passando a vassoura para juntar os cacos de vidro, das coisas que o marido dela quebrou.

Uma das coisas que me deixa super irritada, é o fato de ela fazer tudo para ele e para o filho dele, como se ela fosse uma submissa a eles.  

- Deixa mãe, eu faço isso só pega a lixeira la fora para mim.

Ela apenas assentiu com a cabeça e saiu, e foi no mesmo momento que o Ezequiel entrou na cozinha e foi beber água, o mesmo estava de calça e sem blusa com um chapéu na cabeça, dava para ver as gotas da agua escorrendo sobre o tórax dele. Respirei fundo, e, senti meu estomago embrulhar, ver ele me dá nojo.  

Abaixei e cabeça e continue juntando os cacos (mesmo minha vontade sendo de quebrar o cabo da vassoura na cara dele). Ouvi ele dizendo: a que água gostosa. Respirei fundo novamente e apertei o cabo da vassoura, e lembrei de acontecimentos horríveis.

É incrível como apenas uma pessoa, pode estragar todo o dia. 

Terminei de limpar os cacos e os afastei para um canto e fui para fora procurar a lixeira, já que minha mãe sumiu. Olhei para o lado e vi a minha mãe sentada num banquinho debaixo das arvores, e ver ela daquele jeito me deixava muito triste. Tudo bem que passamos por muitas coisas, e não somos tão próximas, mas ninguém merece ouvir gritos e ver suas coisas sendo quebradas.  

Peguei a lixeira e voltei para jogar na mesma os cacos de vidro.

O problema é que os gritos dele e o barulho das coisas quebrando, fica ecoando na minha cabeça, e, a minha vontade era de fazer alguma coisa (alguma coisa, estilo ao filme Doce vingança).

Voltei para o meu quarto, sentei na beira da cama e respirei bem fundo. O dia mal começou e não tenho energia para nada, ele destrói tudo e acaba com a energia de qualquer um.

Olhei para o lado e peguei meu celular e vi que tinha mensagens dela.

Ela parece ser totalmente o oposto de mim.

WhatsApp On Camila:

C: Meu pai me faz ir para o tribunal cedo, para fazer memorizar cada parte e as vezes estudar, eu tenho que ser a melhor como diz o mesmo.- 09:25

C: E como você está? dormiu bem? esta melhor? Pensei em você a manha toda...- 09:26

(QUE? Ela pensou em mim ...  MAS O QUE?)

 J: Nossa, justo no sábado? eu pensei que o tribunal não abria finais de semana, mas não sei quase nada desses assuntos rsrsrs ...-09:27

J: Eu estou bem, fica tranquila vaso ruim não quebra! E essas crises, acontecem com certa frequência, e você ainda viu a “mais fraca”- 09:27

J: E por incrível que pareça dormi bem, o que é extremamente raro para mim, eu só não acordei de um modo legal.- 09:28

J: A você pensou o que? Rsrsrs - 09:30

J: E você está bem? - 09:30

C: O tribunal é aberto, mas somente para quem pode entrar (exemplo: advogados, juízes, promotores etc...), é as vezes corre reuniões também.  Meu pai me faz vir desde quando eu estava na faculdade, as vezes é super chato. </3 - 09:31

C: Na verdade, eu fiquei preocupada e como a mensagem não tinha duas setinhas e você não ficava online, achei que tinha acontecido algo.- 09:32

C: e eu estou melhor agora conversando com você <3 - 09:33

(omg! Olhe para os lados para ver se não tinha ninguém me vendo com um sorriso no rosto. Isso é sério mesmo produção ou eu que estou sonhando? É a segunda vez que sorrio hoje, apenas ao ler as mensagens dela).

J: Calma o coração, eu estou aqui e está tudo bem!- 09:33

C: O que você está fazendo de bom? eu poderia te ligar por vídeo chamada? - 09: 34

(AGORA FUDEU, como vou explicar para ela que estão em casa e que todos são chatos e que minha mãe iria ficar em cima para depois dizer que o inimigo está tentando contra minha vida? ... Me sinto em uma prova de fogo).

J: Podemos tentar, se for rápido por conta da minha mãe ... só vou pegar meu fone de ouvido.- 09:35

C: A, não quero atrapalhar, vamos deixar para depois.- 09:37

J: Não, eu quero ver você ...- 09:38

(Parece que o jogo está virando, Camila. Pensei comigo)

(Espera, eu aceitei á vídeo chamada, sendo que eu ainda estou de pijama e caramba! Devo estar parecendo o esboço de um capiroto, MEU DEUS DO CÉU! Que porra eu fiz? Ela vai acabar se assustando comigo).  

                                   Recebendo vídeo chamada de Camila....

 


Notas Finais


E aí ? será que vamos ter essa vídeo chamada ?
Beijos e ate o próximo capitulo ....
obs : Fique em casa, e beba água :p


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...