História Abraço. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Neymar, Philippe Coutinho, Thiago Silva
Personagens Thiago Silva
Tags Alisson Becker, Brasil, Futebol!, Neytinho, Selecao, Thiago Silva, Thialisson
Visualizações 385
Palavras 671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Ficção, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O Alisson é maravilhoso né gente?que obra prima meu Jesus

boa leituraaaa

Capítulo 2 - Dois.


Fanfic / Fanfiction Abraço. - Capítulo 2 - Dois.

A comemoração da vitória contra o México foi no hotel em que os jogadores estavam instalados. A festa no salão enorme que la tinha, cheio de comida, bebidas, uma pista de dança enorme enquanto músicas de todos os gêneros tocavam no aleatório, com apenas as luzes coloridas iluminando o lugar.

Quase todos estavam dançando com um copo ou garrafa na mão, com alguns faltando. Neymar e Coutinho provavelmente estavam se pegando em algum canto, Willian já tinha desmaiado em uma cadeira perto da parede, Marquinhos e Marcelo estavam com Firmino no banheiro, enquanto esse vomitava tudo o que tinha em seu estômago. E tinha Thiago, que estava na área da piscina, observando as estrelas brilhantes no céu escuro, enquanto segurava uma garrafa de whisky meio vazia na mão. 

Estava inundado em pensamentos, relembrando todo o caminho até ali, os amistosos, treinos, comemorações, viagens, tudo. Seu pensamento parou no acontecimento do jogo passado, e seu coração disparou. O zagueiro pôs a mão em cima do peito, sentido as batidas rápidas, e rapidamente virou o resto da garrafa.

- Eita, afogando as mágoas? - ouviu atrás de si, e alguns segundos depois Gabriel Jesus sentava ao seu lado, cheirando a álcool com um copo na mão. - O que tá pegando?

- Nada. - respondeu seco, encarando a garrafa vazia em suas mãos, enquanto rodava seu dedo indicador no bico da garrafa. Gabriel tossiu, arqueando uma sobrancelha pro amigo.

- Então por quê não ta 'fritando' com a galera lá dentro? Eu sei que você gosta de dançar. - a respiração do outro parou, e ele suspirou alto, largando a garrafa e encostando a cabeça na grama.

- Eu só...não to afim. - procurou a resposta mais rápida, mas a mesma não convenceu o amigo, que deu um olhar duro.

- Você sabe que somos amigos, né? Você pode confiar em mim. - disse sincero, e recebeu um aceno positivo do zagueiro que pareceu pensar por alguns segundos.

- Eu a-acho que...eu...eu. - gaguejou não conseguindo terminar sua frase, se envergonhando quando ouviu a risada baixa do outro, que depositou a mão esquerda em suas costas.

- Ei... - o olhou nos olhos. - Eu te entendo, eu também sinto isso quando to perto do Sorrisão. - Silva espantou-se e arregalou os olhos, sentando-se novamente, aumentando o riso do outro.

- Como você...sabe? 

- Sério, Thi, todo mundo já percebeu, o único que não é o lerdo do Alisson. - riu do goleiro, e da cara surpresa do zagueiro, afagando suas costas. - Eu to passando pela mesma coisa, Neymar e o Coutinho passaram, se precisar desabafar ou de dicas, a gente tá ai, não precisa ter medo.

Com essas palavras de conforto, Gabriel saiu de lá, deixando o outro em pensamentos. 

Aquilo era muito para Thiago decifrar, Gabriel e Firmino? Como assim só Alisson não havia notado? Tava tão na cara assim? Com essas perguntas rondando sua cabeça, não percebeu quando outro alguém, dessa vez maior e mais alto, sentou ao seu lado, e ficou encarando a piscina que refletia a luz da lua.

- Você tá bem? - a voz de Alisson atingiu os ouvidos de Thiago, que pareceu despertar de um transe. - Quer dizer, não te vi lá dentro, e ninguém me sabia me dizer onde você tava.

- Ficou preocupado? - perguntou baixo, pensando que o goleiro não havia escutado.

- Fiquei. - ele encarou Thiago, que mordeu os lábios envergonhado, enquanto remexia as mãos no colo. - Depois do nosso abraço no campo você nem sequer olhou na minha cara. O que está acontecendo, Thi?

- Sinceramente, eu não sei. - suspirou, e sentiu a mão pesada e grande de Alisson pousar em suas costas, e ficou tenso. 

- Quer desabafar? - sugeriu, inclinando um pouco a cabeça para o lado, direcionando seus olhos claros para os escuros de Silva.

- Tudo bem. - fez uma pausa, inspirando uma longa lufada de ar, e a soltando pelo nariz. - Antes de tudo, você tem que me prometer algo, ok?

- O quê? 

- Que não se afaste depois de tudo que eu falar.


Notas Finais


iiiiiii

eai gente, tao gostando???

oque sera que o Thiago vai falar???

no próximo capítulo!!!
Até maissss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...