História Abraço. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Neymar, Philippe Coutinho, Thiago Silva
Personagens Thiago Silva
Tags Alisson Becker, Brasil, Futebol!, Neytinho, Selecao, Thiago Silva, Thialisson
Visualizações 469
Palavras 583
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Ficção, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Três.


- Que não se afaste depois de tudo que eu falar.

- Você tá me deixando com medo, Thi. - Alisson confessou, rindo de nervoso enquanto coçava a nuca envergonhado, Thiago suspirou.

- Me promete? - olhou nos olhos azuis de Alisson, quase se perdendo na imensidão azul, mas concentrando-se nas suas palavras. 

- Claro, Thi, eu nunca me afastaria de você. - essas palavras fizeram a garganta de Silva secar, e ele respirou fundo. - Agora me diz.

- Eu...eu acho que estou me...- Thiago ficou nervoso, gaguejando e quase desistindo de falar, remexendo as mãos no colo nervosamente, enquanto olhava para o chão evitando os olhos de Alisson.

- O quê? - o goleiro segurou as mãos do mais baixo, e esse o olhou nos olhos, dando uma longa respirada funda.

- Eu acho que estou me apaix- a frase do moreno foi cortada pelo barulho da porta sendo aberta desesperadamente, e os dois se viraram para ela, se afastando rapidamente. Filipe Luis e Fagner estavam lá, suados, com os olhos arregalados e as respirações entrecortadas.

- O que foi? - Alisson perguntou, com a raiva dominando seu tom de voz.

- O Neymar e o Coutinho brigaram, Marcelo foi tentar separa-los e levou um soco, agora o casal ta quase se matando lá, e ninguém consegue para-los. - Fagner disse tudo de uma vez, tentando arrumar sua respiração.

Thiago e Alisson se encararam, e foram junto com os dois jogadores até o casal que brigava.

Chegando lá, os dois estavam quase se matando, com Marquinhos e Miranda tentando separa-los, Marcelo no chão segurando o nariz que sangrava, e Casemiro ao seu lado. O zagueiro e o goleiro foram até eles, e Thiago segurou Neymar pela cintura, o puxando para longe. Alisson repetiu esse ato com Coutinho.

- Me solta! - Neymar gritou, debatendo-se e tentando se soltar do aperto do outro. - Eu vou acabar com ele!

- Por quê? - perguntou, percebendo a raiva no tom de voz do outro, que continuava com o olhar vidrado no homem do outro lado do lugar.

- Esse imbecil, teve a coragem de me comparar com a ex dele! - gritou alto, ficando com mais raiva ainda.

- Meu Deus, que drama. - Thiago revirou os olhos, e percebeu que Neymar parava de se mexer, para encara-lo seriamente.

- Olha, se você não tem coragem de falar pro Alisson que ama ele, o problema é seu. Mas não se mete na minha vida! - despejou em cima do outro, gritando as palavras com raiva. Thiago e os outros arregalaram os olhos surpresos, e o zagueiro soltou o camisa 10, saindo correndo de lá.

O silêncio reinou no local, e todos encararam Neymar com raiva, principalmente Alisson, que soltou Coutinho e caminhou até o camisa 10.

- Sério, se vocês tão com problema, resolvam! Mas não fiquem descontando em quem só tava tentando ajudar! - disse com ódio, e Neymar por um momento sentiu medo, mas o álcool ingerido o deixou mais atrevido.

- Eu também to tentando ajudar, vocês dois são muito lerdos, agora eu dei um empurrãozinho em vocês, de nada. - sorriu cínico para o mais alto, que apertou os punhos e olhou no fundo dos olhos do mais baixo.

- Se a gente se ama ou não, se somos lerdos ou não, você não tem o direito de se meter nisso. - deixou claro, apontando o dedo na cara de Neymar, e em seguida, saiu do lugar pisando fundo fundo e bufando de raiva.

- Idiota. - todos os jogadores disseram para Neymar, que abaixou a cabeça envergonhado.


Notas Finais


;-; ficou uma bosta foi mal gente


ate


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...