1. Spirit Fanfics >
  2. Abram seus olhos isso é uma guerra..... >
  3. Raiva...

História Abram seus olhos isso é uma guerra..... - Capítulo 24


Escrita por:


Notas do Autor


Quem é vivo sempre aparece não é?

EAE CLÃ!! TUDO BELEZA?! ESPERO DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO QUE SIM!!
Que saudade de começar o capítulo com essa animação! Então, provavelmente vocês já devem estar sabendo que minha faculdade voltou, e isso comeu muito o meu tempo.
E esses dias eu estava com nenhuma animação e ideias para continuar com a fic, e esses dias foram um pouco complicado pro meu lado pessoal...
Mas esta tudo bem! eu estou bem melhor em questão de animação e ideais!
Mas chega de enrolação e partiu capítulo!

Capítulo 24 - Raiva...


Fanfic / Fanfiction Abram seus olhos isso é uma guerra..... - Capítulo 24 - Raiva...

P.O.V Braixen.

Meu Arceus, eles estão aqui oque que eles vão fazer comigo e com o Greninja?!

 -BONITO EM DONA BRAIXEN GOSTEI DA SUA ATITUDE EM! DESOBEDECEU MINHAS REGRAS, E AINDA VEIO PARA O FESTIVAL QUE EU PROIBI DE VOCÊ IR?!! – Meu pai grita, já era eu e Greninja. -Eu não quero mais saber a desculpa que você vai me dar!! Minhas regras foram feitas para te fazer uma dama de verdade, e não virar uma puta que anda pelas ruas! E ainda beijou esse sapo!! E VOCÊ SEU SAPO DESGRAÇADO OQUE TEM A DIZER EM SUA DEFESA?! PRIMEIR0 APARECE EM MINHA CASA E AINDA BEIJA MINHA FILHA?! – Meu pai gritando é a pior coisa para mim, ele é muito chato e controlador, eu não posso ser uma adolescente de 17 anos normal, mas, se meu pai falar mal mais uma vez e encostar no meu namorad... quero dizer Greninja eu vou revidar!

-E-eu gosto da sua filha senhor, e não é a minha intenção fazer ela virar essa palavra que você falou... e... – Greninja fica gaguejando, mas meu pai o interrompe

 -CALA SUA BOCA QUANDO A QUESTÃO É O DESTINO DA MINHA FILHA E AGORA ELA PODE VIRAR UMA VAGABUNDA, PIRANHA QUE FICA DANDO E BEIJANDO POR AI!! – Eu não estou acreditando que meu pai falou isso... esse foi o meu primeiro beijo que eu dei na minha vida... eu acabei de dar o meu primeiro beijo em um homem, e esse foi o Greninja... mas...

 -TEM COMO VOCÊ PARAR DE CHAMAR A BRAIXEN COM ESSAS PALAVRAS?! ELA NUNCA VAI SER ASSIM!! – Greninja grita com raiva, meu Arceus eu sei que isso não vai dar certo, meu pai vai querer matar o Greninja, mas o Greninja me defendeu e ainda por cima esta me defendendo de novo... ele é um Pokémon de tão bom coração...

 -EU CHAMO MINHA FILHA DO JEITO QUE EU QUERO, E ELA VAI VIRAR UMA PUTA POR SUA CULPA!!! – Meu pai grita quase indo pra cima do Greninja, porque que ele me chama assim...? eu sempre fiz de tudo para poder ser a princesinha dele... mas acho... que nunca funcionou...

Não aguento e começo a chorar... todo mundo ficou olhando para mim, principalmente Greninja e pude ver que ele fechou seu punho com raiva e dá um soco no rosto do meu pai.

P.O.V Narrador.

 -SEU DESGRAÇADO OLHA OQUE VOCÊ FEZ!! AGORA A BRAIXEN ESTA CHORANDO POR SUA CULPA!!  VOCÊ É NOJENTO!! – Greninja grita com uma raiva descomunal, mas o pai dela não deixa barato e também dá um soco no rosto de Greninja, que acaba sendo levado para trás por conta da potencia do soco, os amigos de Greninja viram que todos os Pokémons estavam correndo para fora do festival, oque deixou eles confusos e foram para ver oque estava acontecendo.

 -Hey! Oque esta acontecendo por aqui?! -Lucario pergunta curioso, enquanto todos olhavam para Greninja que estava com seu olhar para o chão.

Todo mundo estava ainda olhando para Greninja que estava de cabeça abaixada, até que ele levanta sua cabeça e todos viram que os olhos dele estava totalmente vermelhos.

Nesse momento Lucario e Scizor sabiam que aquilo não era coisa boa, não deu nem tempo de alguem falar alguma coisa que Greninja já estava indo pra cima do pai de Braixen, Greninja no momento de raiva dava combo de socos, Lucario foi tentar separar a luta mas Greninja o olha de lado com seus olhos vermelho bem sérios, aquilo arrepiou o corpo de Lucario, e acabou sendo levado por conta da potencia do “ataque”.

 -Mas oque?! – Lucario acabou batendo suas costas com tudo em um poste que acabou rachando por conta da força do impacto, fazendo assim o poste começar a cair no início lentamente, mas começou a cair muito mais rápido.

 -Mas que merda! – Blaziken foi rápido o suficiente antes que o poste caia em cima dos cidadãos.

 -Fiquem para trás. -Scizor diz enquanto foi rapidamente para frente de Braixen e sua mãe, pedindo que elas fiquem longe de Greninja.

 -MAS E O MEU MARIDO?! – Grita desesperada a Delphox.

 -A gente precisa parar o Greninja o mais rápido possível! – Grita Lucario, que concentra sua aura para poder ter mais resistência aos golpes de Greninja.

 -Estou pronto. -Diz Scizor colocando mais força em seus punhos.

 -Vamos lá. – Blaziken diz preparado enquanto seus punho ficavam rodeados por suas chamas.

Lucario avança junto de Scizor e Blaziken, fazendo Greninja parar de espancar o Delphox, Greninja não ficou preocupado com aqueles três, ele desvia de todos os combos de Lucario, Scizor e Blaziken, o pai de Braixen não perde tempo e fica longe de Greninja.

 -Não vai dar certo os nossos ataques! Precisamos fazer a consciência dele voltar ao normal! – Grita Lucario enquanto ainda tentava acertar todos os combos que via em sua cabeça.

 -Ok! -Compreende Scizor que recua na mesma hora -E eu sei muito bem quem vai conseguir fazer ele voltar ao normal! – Scizor vai para perto de Braixen e aponta para ela.

 -Eu?! – Ela pergunta assustada.

 -Vamos lá! Precisamos de você, na verdade... o Greninja precisa de você! – Scizor diz tentando convencer ela, quando Braixen ouviu as palavras de Scizor ela se lembrou das palavras de Greninja.

 - “Eu apenas quero que você seja feliz...” – Ela paralisa e sussurra as palavras de Greninja, enquanto diversas lágrimas escorriam pelo seu rosto.

 Greninja perde mais ainda seu controle, e consegue dar um chute nos queixos de Lucario e Blaziken que estavam tentando segurar ele.

 -Merda! – Scizor reclama quando vê que Greninja conseguiu se soltar.

Scizor avança e tenta acertar socos em Greninja que desvia todos e apenas dá um chute na costela de Scizor, oque foi capaz de levar Scizor para longe.

Greninja olha fixamente nos olhos do pai de Braixen, e caminha até ele.

 -Braixen... pare ele... pare o Greninja... – Pede Lucario já sem forças para se levantar.

Greninja estava preparado para poder jogar uma grande shuriken que estava em sua mão, aquele ataque poderia ser fatal quando ele fosse jogar no pai de Braixen.

Braixen não sabia oque fazer estava paralisada, ela ainda pensava nas palavras do verdadeiro Greninja.

 -Greninja... – Braixen sussurra com a intenção de chamar a atenção de Greninja, mas não consegue.

 -Greninja... – Ela tenta novamente mas também não funciona.

Greninja já estava muito perto do pai de Braixen, Greninja iria ataca-lo mas antes que todos pudessem ver alguma coisa, Braixen impediu o sapo de atacar com um abraço bem forte, Greninja ficou sem reação.

 -Greninja para por favor... eu quero que você volte ao normal... o Greninja que eu conheço é doce, gentil, companheiro, amigo, bom de coração e que me salvou depois daquela noite... para com isso Greninja... volte ao normal por favor...! -Braixen fala com uma voz chorosa enquanto desabava no choro, o corpo de Greninja onde Braixen abraçava já estava todo molhado, Greninja ainda não dava nenhuma reação.

Aquele momento já não estava muito agradável mas uma chuva fez questão de aparecer, Braixen não deixava o abraço, todos estavam olhando um pouco surpresos como que a Braixen estava lidando com o Greninja.

 -Greninja... eu apenas quero que você seja... – Braixen ia falar a frase que Greninja disse o que ficou marcado na mente de Braixen, até que ela sente alguem levantar sua cabeça e ela fica surpresa.

 -Feliz! – Greninja diz com uma voz carinhosa e um sorriso amável.

 -Greninja você voltou! – os amigos de Greninja dizem bem felizes! Greninja olhou ao redor e viu que ninguém mais estava no festival, oque lhe deixou cabisbaixo.

 -Hey galera! deixe-me ajudar vocês ajudar vocês a se levantarem. – Diz Greninja meio sem graça enquanto se separava do abraço da Braixen com cuidado.

Greninja ajuda seus amigos que agradecem com um aperto de mão, até que Greninja olha para os pais de Braixen, o pai de Braixen estava com fogo nos olhos de tanta raiva.

 -Você quer me deixar com mais raiva ainda não é sapo?! – O pai de Braixen diz muito irritado até que ele lembra de uma coisa.

 -Espera... eu acho que conheci você a um bom tempo atrás... meu antigo parceiro de equipe era seu pai, aquele maluco. – O mais velho se lembra, quando ele termina de dizer Greninja fica um pouco espantado e meio irritado. -Pena que aquele pacto tirou a pobre vida dele, mas para mim ele nunca foi um Pokémon normal, ele sempre dizia que um dia uma guerra ia se formar, mas até agora nada de guerra.- Greninja fica irritado com oque ele disse e decide o responder.

 -Vai ter uma guerra sim seu idiota! A Equipe Elite tem uma coisa estranha que eles estão tramando! E eles... – Greninja foi interrompido pelo pai de Braixen que deu um soco em seu rosto.

 -Cale a boca! Uma guerra, Essa é boa! Vamos vocês duas, preciso me limpar depois disso. – O mais velho diz irritado enquanto dá as costas para todo mundo.

Greninja estava morrendo de raiva ao ouvir as palavras do pai de Braixen, a vontade de dar um soco bem forte era grande mas se segurou, até que Greninja viu que os pais de Braixen estavam indo para casa e Braixen não estava.

 -Braixen não vá por favor! Seu pai é nojento. – Greninja pega no braço de Braixen oque dá um susto na mesma, mas até que o Pai da raposa ouviu aquilo e olhou para o sapo, que ainda estava agarrando o braço de Braixen.

 -Eu sou oque seu filho da puta?! – o pai de Braixen grita irritado.

 -Escroto, nojento, idiota, e ainda por cima um péssimo pai!! – Greninja solta apenas um pouco do ódio que tinha do pai de Braixen, mas o ais velho não deixou barato ao ouvir tudo que Greninja tinha dito ele solta um lança chamar bem grande, oque preencheu quase toda a área oque deu um susto em todos, Greninja rapidamente usa seu ataque “hidropamp” (acho que é assim que se escreve ;-;) para poder revidar, oque deu certo deu certo.

Mas o ataque quase que foi parar em um prédio, mas Blaziken foi rápido o bastante para poder ir correndo e revidar o ataque com um chute com bastante potência.

 -OLHE AQUI SAPO!! Eu quero que minha filha seja alguem na vida! Então saia de perto dela! E nunca mais olhe no meu rosto ou do da minha filha! Ou melhor, nunca chegue perto da minha família! – O pai de Braixen grita enquanto agarrava os braços de sua filha e de sua esposa e sai caminhado com raiva enquanto elas iam atrás. Braixen olha para trás e vê Greninja com um olhar choroso, Braixen começa a chorar baixinho e segue o caminho que seu pai estava fazendo para casa Greninja estava pra explodir de tanta raiva que ele tinha naquele momento. Greninja, ele fecha seu punho e tenta ir atrás do pai de Braixen mas Lucario segura seu braço e balança sua cabeça fazendo um sinal de “não vale a pena”.

 -Greninja desiste... hoje foi um dia cheio. – Lucario diz enquanto soltava o braço de Greninja que abaixa sua cabeça decepcionado por ter perdido a Braixen.

 -Vamos logo gente, ates que alguem venha tirar satisfação com a gente... -Scizor diz com preguiça até perceber que tinha vários policiais em volta do lado de fora do festival destruído.

 -Fudeu... – Scizor diz com uma voz de “a gente tá fudido”.

 -Vambora fugir!! – Blaziken grita enquanto corria e pulava em árvore em árvore com Lucario e Scizor atrás mas Greninja estava parado ainda em choque após perde sua amiga, Lucario olhou para trás e bufou e deu a volta para poder fazer Greninja poder acordar daquele “transe”.

 -Greninja anda logo! Precisamos correr desses policiais! – Lucario passa sua mão na frente da visão de Greninja mas ele não reagiu. -Merda! – Lucario diz irritado daquele momento, os policiais estavam entrando já, pois eles avisaram diversas vezes para eles saírem de dentro do festival.

 -Greninja anda logo! – Lucario cansa de chama-lo e dá um soco, Greninja finalmente acorda e vê que os policiais estavam já dentro do local correndo na direção deles, oque o assustou e saiu correndo com Lucario.

 -Mas oque que estava acontecendo ali?! – Greninja pergunta muito confuso enquanto corria e pulava em galho em galho, junto de Lucario que fazia a mesma coisa que Greninja fazia.

 -Vamos logo! Precisamos fugir desses policiais! – Lucario diz enquanto corria.

Lucario inventou de olhar para trás e viu que um pidgeot policial estava indo atrás deles MUITO rápido, oque assustou o lobo que passou correr muito mais rápido.

 -AAAHH!! – Lucario grita com desespero enquanto corria muito mais rápido deixando Greninja um pouco pra trás, oque deixa o sapo confuso.

 -Que foi Lucario? – Greninja diz confuso correndo mais rápido para poder alcançar Lucario.

 -O PASSARO QUE QUASE TODO MUNDO AMA QUE FICA EM KANTO TÁ ATRÁS DE NOIS!!!!!! – Lucario diz desesperado enquanto corria o mais rápido possível.

Greninja fica confuso e olha para trás e vê que realmente tinha um pidgeot atrás deles, mas, já era tarde demais para o Greninja pidgeot usa “Brave Bird” e acerta as costas de Greninja cheio oque machuca seriamente as costas do sapo que não aguenta e acaba desmaiando, e o pidgeot para o ataque e chama reforços dos seus 10 amigos policiais pokémons que estavam chegando rapidamente.

 -Merda! Scizor! Galinha! – Lucario chama os dois que estavam mais a frente, e chama o Blaziken do apelido que Lucario lhe deu, oque deixa Blaziken irritado.

 -Greninja?! Vamos ajudar ele Blaziken! – Scizor diz avançando para cima do pidgeot e o enche de socos mas não faz muito efeito no mesmo.

 Blaziken também avança e usa o ataque “fire punch” no queixo de pidgeot que acaba recuando, os parceiros de Pidgeot chegam e cercam eles.

 -Mãos para o alto!! – um furfrou ordena eles levantarem seus braços na altura de suas cabeças, e Blaziken e Scizor obedecem menos Lucario.

 -E você Pokémon aura, não vai fazer o mesmo que seus amigos fizeram?! – O furfrou pergunta irritado fazendo o Lucario dar um sorriso meio malandro e dar uma risada fraca.

 -Eu obedecer as regras dos meus inimigos? Hehe vai sonhando. -Lucario diz ainda com o sorriso, e eleva sua aura fazendo que sua aura na cor azul bem clarinha cobrir bem um pouco seu corpo inteiro.

 -Oque você vai fazer? – Diz um acanine ameaçando Lucario de soltar um “lança-chamas” (eu vou intercalando no inglês, português ou no espanhol, já que eu jogava os jogos mais com as legendas em espanhol :D).

-Você acha que esse ataque vai ser capaz de poder fazer cosquinha em mim? – Lucario pergunta com uma voz de deboche, oque irrita arcanine.

 -Ora seu!! Vamos imobilizar eles e leva-los a delegacia, pegue o sapo e leve ele para a delegacia! – Arcanine ordena com raiva enquanto os um polícia pegava Greninja no colo e coloca o na corcunda, e segue para a delegacia rapidamente, enquanto os outros polícias avançavam para cima de Scizor, Blaziken e Lucario.

 -Parem com essa baboseira galera! Vamos atacar esses filhos da puta! – Lucario diz confiante enquanto mostrava suas garras, (eu acho que lucarios tem garras ;-;) até que Scizor vê que um dos policiais estavam levando Greninja desmaiado para a delegacia.

 -Precisamos ajudar o Greninja!  Diz Blaziken, oque faz Lucario ficar com a cara meio preocupado.

 -Merda! Vocês dois acabam com a raça desses idiotas, que eu vou lá ajudar o Greninja. – Lucario diz dando as ordens com confiança, enquanto vai correndo atrás do Pokémon que estava carregando o Greninja para a delegacia.

 -Sinceramente, acho que vocês contra nós dois não vai dar certo. – Scizor diz com uma cara de sono -Pelo simples fato que a gente vai acabar com vocês bem rápido. – Diz Scizor bocejando e ao terminar de bocejar faz um sorriso meio de lado.

 -MAS QUE AUDAUCIA!!!! SEU... – Arcanine grita com uma imensa raiva, enquanto vai pra cima junto de seus parceiros do Scizor e do Blaziken.

 -Bora? – Pergunta Scizor olhando para Blaziken com um sorriso se lado.

-Bora! – Blaziken diz também com um sorriso de lado, e os dois partem pra cima dos polícias.

 

 Com o Lucario:

Lucario estava correndo bastante velocidade para poder alcançar o cara que estava levando Greninja para a delegacia.

 -Desgraçado... – Lucario sussurra com raiva pela rapidez do Pokémon que carregava o Greninja para a delegacia.

 -Aaarrgh!! – Lucario consegue ficar perto o suficiente do Pokémon que era um jolteon bem maior do que o tamanho padrão. para conseguir ataca-lo, mas, Jolteon não deixou barato e começou a correr mais rápido ainda, oque fez Lucario atacar o vento.

 -Merda! Tinha que ser um Jolteon?! – Lucario indaga irritado.

 -Isso vai me dar trabalho. – Lucario sussurra para si mesmo irritado, e continua correndo.

 

 Com Blaziken e Scizor:

Naquele exato momento Blaziken leva um “Hidropamp” bem no local onde seu estômago estava localizado, oque faz o mesmo ser levado pra longe oque assusta Scizor.

 -Merda... bem um dos ataques mais efetivos em Pokémon do tipo fogo... – Blaziken se levanta com bastante dificuldades, mas quando Blaziken consegue se levantar ele não resiste e acaba caindo no chão com tudo.

 -Blaziken! – Scizor vai correndo para verificar o estado de seu amigo. -Merda ele foi derrotado... Parece que vai ser só eu e vocês! – Scizor diz olhando para seus inimigos que não eram poucos.

 -Vamos acabar com você desgraçado! – Arcanine diz com um sorriso meio mal – vaporeon, preciso que você vá para perto do Blaziken, enquanto eu batalho com o Scizor. -   Arcanine sussurra para o Vaporeon que obedece.

Vaporeon espera Arcanine atacar Scizor com o “lança chamas”, mas Scizor desvia com facilidade e avança para cima de Arcanine que morde o braço de Scizor, Vaporeon aproveitou a chance para pegar o Blaziken e vai correndo para leva-lo para a delegacia.

 Voltando para o Lucario:

 

Lucario já estava cansado de correr atrás do Jolteon, mas já era tarde demais, Jolteon já tinha chegado na delegacia, oque deixa Lucario preocupado com oque iriam fazer com o Greninja, mas o maior perigo seria se o Greninja despertasse aquele poder misterioso de novo já que aquilo poderia matar todos que estariam na delegacia.

 -Eu preciso chegar lá... mas já vai ser tarde demais... eu sei... – Mas Lucario viu que tinha um Vaporeon correndo com muita dificuldades com um Blaziken nas costas, até que o Lucario percebe que era o Blaziken que faz parte do grupo, oque faz o Lucario avançar pra cima do Vaporeon oque faz o mesmo ser levado pra longe.

 -Desgraçado... você derrotou o Blaziken? Você não tem cara de ser um Pokémon muito forte. – Lucario diz dando uma risada sarcástica, oque irrita o Vaporeon.

 -Cala a boca! Eu derrotei ele com o meu “HIdropamp” e vai ser você que vai ser derrotado! – Vaporeon diz grita irritado preparando seu “hidropamp” e em seguida atira o ataque em Lucario, que desvia com um pouco de dificuldade por estar bem cansado de ter corrido muito.

 -Minha vez!! – Aparece atrás do Vaporeon por conta de tanta velocidade, e o ataca com o “thunder punch” que por conta da força ele foi levado pra bem longe.

 -Melhor eu deixar esse cara de lado, preciso ajudar o Greninja, a galinha e o Scizor. – Lucario diz pegando o Blaziken e o colocando em suas costas.

 -Eu não acredito que estou fazendo isso com quem eu odeio, mas, eu tenho que ajuda-lo! – Lucario diz confiante e vai correndo ajudar o Greninja.

 

Com o Scizor:

 

 -Merda... Aaaaarrgh!! – Scizor estava ajoelhado no chão cheio de feridas, até que arcanine pressiona sua pata na cabeça de Scizor que grita de dor.

 -Me diga! que você desiste!  - Arcanine grita irritado com a persistência de Scizor.

 -Não!! – Scizor grita mais irritado ainda e agarra a pata de Arcanine e o joga para longe.

 -Já chega!!!!!!!!!!!!!!!! – Arcanine dá um grito ESTRONDOSO. – “FIRE BLAST”!!!!!!!!  - Arcanine grita e solta um “fire blast” GIGANTE em Scizor que tenta desviar, mas foi acertado em cheio.

 -Agora... eu acho que finalmente acabei com você! – Arcanine diz cansado com um sorriso mal, enquanto chegava perto de Scizor que estava desmaiado no chão, mas Arcanine viu direito e ele estava  cheio de queimaduras.

 -Hum... vocês ae, peguem ele e leve para o hospital, ele esta muito mal. – Arcanine ordena seus aliados, e eles obedeceram na hora.

 -Humph... Esse trabalho não é muito meu tipo... – Arcanine suspira e vai correndo para a delegacia.

Voltando para o Lucario:

 -Agora oque eu faço? eu não posso entrar na delegacia, se eu entrar aí dentro eles vão me prender e a galinha vai junto... se bem com a galinha não vai ser tão ruim assim... mas enfim, eu preciso achar outra forma de entrar aí dentro. – Lucario sussurra para si mesmo escondido embaixo de uma árvore.

 -Galinha fica aí, eu preciso resgatar o Greninja. – Lucario deixa Blaziken desmaiado em um galho bem escondido.

Lucario vai correndo para a delegacia e procura um lugar para entrar. Até que ele ouve umas risadas um pouco perto dele, oque o assuta fazendo ele ir para perto de uma lata de lixo, e ficando atrás das latas.

 -Você viu aquele grito que o inseto deu?! Hahahah!!! – um Herdier policial gargalhava enquanto um machoke carregava o Scizor, mas o Lucario demorou 4 segundos pra perceber que era o Scizor que ele conhece.

 -Espera, o chefinho falou que era pra levar ele no hospital primeiro. – Diz um Houndur.

 -Aé, vamos levar ele logo. – Eles mudam de direção e vão caminhando para o hospital.

 -Merda oque eu faço?! Ou eu vou ajudar o Greninja ou eu vou ver como o estado do Scizor esta. -Lucario se pergunta.

 -Já sei, eu vou ir no....

 

 

 

 

 

Continua...

                                                                                                                      


Notas Finais


Eae de novo! Provavelmente o capítulo esta uma merda, mas tá valendo.
Então... eu vou demorar pra poder postar o proximo capítulo, mas paciência meu pequeno gafanhoto.
Me desculpa se tiver erros ortográficos, eu não revisei muito bem esse capítulo. Mas obrigado por ter chegado até o final! E.... FAAAAAAALLLOOOOOOWWWWW!!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...