História Acabados - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jungkook Taehyung Vkook
Visualizações 8
Palavras 1.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Sente sua falta


Fanfic / Fanfiction Acabados - Capítulo 7 - Sente sua falta

  -Jungkook acorde em três..... dois...... um!

  Baekhyun trouxe Jungkook de volta de mais uma sessão de hipnose. O mais novo deu um salto na poltrona quando acordou, ofegante e suado, assim como das demais vezes que fizera.

  -Hoje tivemos um bom progresso Jeon, você se lembra de alguma coisa?

O moreno com o coração acelerado concordou com a cabeça. Era sempre assim quando fazia as sessões, ficava exausto e assustado com tudo que reviveu do seu passado, da sua infância. A pouco mais de cinco meses começou o tratamento, que agora se encaminhava para a parte final das hipnoses, depois faria somente as consultas de reconstrução de memórias.

-Sim... Eu..... Eu vi meu pai indo embora...... Abandonando minha mãe e a mim.

  Disse depois de finalmente conseguir se acalmar. Seus “sonhos” como poderia chamar eram sempre recheados de muita emoção, lhe trazendo as memórias que foram causadoras de seu trauma, o que ocasionou sua atual situação com Taehyung, seu amado Taehyung.

  -E você pode me falar sobre isso?

O doutor perguntou, pronto para anotar tudo que Jungkook iria dizer. O mais novo respirou fundo, e fechou os olhos para lembrando do que acabou de passar na sua mente a minutos atrás.

-Meu pai e minha mãe tiveram mais uma briga, só que desta vez porque ele estava arrumando suas malas, iria embora com sua amante..... Mamãe o pedia para não nos abandonar, mas ele somente a insultava...... Eu estava escondido atrás da porta, ouvindo toda a discussão......

Jeon sentiu um arrepio lhe passar pelo corpo, assim que as memórias sombrias passavam em sua mente.

-Se quiser parar aqui, está tudo bem.

-Não, vou continuar..... Depois que papai foi embora, passamos por muitas dificuldades, mamãe chorava todos os dias, e eu o esperava no portão de casa, achando que ele poderia se arrepender e voltar a qualquer momento para nossa família..... Mas isso jamais aconteceu.

Jungkook falava ainda com os olhos fechados, sentia seu coração batendo forte no peito, lembrar de tudo o que aconteceu era muito doloroso, sua mente ficou traumatizada por esses fatos, então o pequeno Jeon que passou por isso acabou por esquecer as memórias, mas não o medo e a falta que o pai fazia em sua vida.

-E o que você passou a sentir depois desse trauma Jungkook?

O mais velho perguntou, ainda anotando tudo que o mais novo dizia.

-Eu me sentia abandonado...... e fiquei com muito medo de perder as pessoas que amo, e não somente pela morte delas, mas sim por um abandono, assim como o meu pai..... Toda vez que me sinto amando por alguém esse medo toma conta de mim...... acho que é por isso que evito fazer contato com novas pessoas, e também por isso que meu relacionamento chegou nessa crise..... eu sinto medo de ser deixado mais uma vez.

Jungkook olhou fixamente para um ponto através da  janela que dava para uma rua com um parque florido, e uma lágrima desceu por seus olhos castanhos pingando em sua camisa vermelha. Jeon se sentia muito triste, pois ele era culpado, e ao mesmo tempo não era, de seu relacionamento com Taehyung ter acabado assim.

-Eu irei lhe liberar por hoje Jeon. Semana que vem faremos a última sessão de hipnose, então começamos o tratamento psicológico.

-Hoje foi realmente difícil.

Jeon lhe disse triste, com o olhar baixo.

-Você sabe que poderia trazer um acompanhante Jungkook.

-Eu sei, mas tenho que enfrentar isso sozinho, e também, não tenho ninguém para vir comigo.

-Bom, estou aqui sempre que precisar de algo.

Baekhyun disse gentil, guiando Jungkook até a saída.

 -Baekhyun obrigado por tudo. Até semana que vem.

O mais novo se despediu com um abraço como era de costume desde que conheceu Baekhyun. Os dois não eram do tipo melhores amigos, já que tinham uma relação de médico e paciente, porém, eram muito próximos, pois Baek contou a Jungkook uma experiência parecida com a que teve com seu ex, tentando assim o instruir da melhor forma nessa situação.

 Jungkook não havia mais contatado Taehyung desde então, o moreno queria se recuperar totalmente de seu trauma, que como dizia o médico, “não era uma escolha sua ter passado por isso”. Somente então iria voltar para seu amado. .........

Taehyung vivia uma vida que jamais imaginou ao lado de Jeon, ele estava livre sim, mas ainda tinha seus melhores amigos sempre ao seu lado, e agora também um homem que o encantava a cada dia que se passava, ambos viviam a liberdade juntos.

Ainda era tudo recente, o término com Jungkook não foi nenhum pouco fácil, principalmente depois que o mais novo foi embora definitivamente. O Kim teve todo apoio possível, e também o espaço e respeito de Bogum durante esse período. Assim, Tae se recuperou e passou a aproveitar a vida de um modo diferente do normal.

 A relação dele com Bogum não teve nenhuma definição até o momento, porém eles aos poucos estavam se entregando um ao outro, criando boas memórias. Taehyung não o escondia que ainda pensava em Jungkook, mas que esses pensamentos estavam se tornando cada vez mais raros.

Depois que Jeon foi embora, Tae buscou seus pertences no apartamento, e se mudou para outro no mesmo bairro de Namjoon e Hoseok. O castanho trabalhava o dia todo na cafeteria junto de Namjoon e Hoseok, e a noite ia para a faculdade, onde encontrava Bogum.

Taehyung estudava Artes e Bogum Enfermagem. Tae sempre lhe dizia que daria um ótimo enfermeiro, o que fazia o outro corar muito.

-Não teve mais nenhuma noticia de Jungkook, Tae?

Hoseok perguntou, enquanto o castanho preparava um almoço em sua casa, era Sábado, e os três combinaram de almoçar juntos.

-Não..... eu até pensei que ele entraria em contato, mas pelo visto estava enganado.

Murmurou a última parte, não querendo transparecer seu incomodo.  

-Eu falei com Seokjin ontem, ele estava na cafeteria.

Namjoon disse curioso pela reação do amigo. Apesar de querer sempre o bem de Taehyung, Namjoon e Hoseok sabiam que o mais novo não estava feliz sem Jeon, mesmo tentando não demosntrar.

-E o que ele disse?

Perguntou Hoseok, entrando na onda do Kim.

-Disse que Jeon está indo bem no tratamento, e que sente muito a falta de você, Taehyung.

Nesse momento, o Kim mais novo que cortava a carne, acabou cortando seu dedo pela surpresa ao ouvir as palavras do amigo.

Que sente muito a falta de você, Taehyung.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...