História Academy DarkWood - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 15
Palavras 1.048
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Mistério, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 15 - Capítulo 15


Já tínhamos começado a analisar a rotina dos guardas, na hora do almoço ficavam apenas 3 deles de vigília no refeitório, logo após iam para uma sala aonde trocavam de turno e descansavam e era nesse momento que tínhamos que começar uma confusão que distraísse os guardas para que pudéssemos sair pelos fundos da Academia, mas antes dois de nós teriamos que ir parar na cela já que Kyle disse que atrás das paredes daquela prisão não havia nada nos impedindo de fugir pela floresta, então precisávamos abrir uma passagem. Kyle e Zack já tinham conseguido algumas ferramentas para facilitar o nosso plano. Eu explicava tudo para eles sentada em um Puff no quarto deles, que ouviam atentamente.

- De Fato é um bom plano, mas como todos nós vamos para a cela sem sermos vistos. - Cody disse olhando pra mim ainda meio confuso.

- O guardas vão estar bem ocupados com a confusão no refeitório, precisamos causar isso e sumirmos antes que nós peguem...mas antes disso...precisamos fazer alguma coisa para irmos para a cela abrir a passagem e eu já sei bem como fazer isso - sorri.

Todos já estavam posicionados e prontos para a corrida matinal quando eu comecei a reclamar.

- Qual é? Pra que tudo isso? É tão inútil! - falei parando de braços cruzados me recusando a contínuar.

- Você está recusando as minhas ordens garota? 

- É...estou sim babaca, vai fazer oque? Me obrigar a correr? - sorri, ele parecia furioso, mas não podia tocar em mim.

- 3 DIAS NA CELA!!! - ele gritou me pegando pelo braço e seguindo para a diretoria.- O RESTO DE VOCÊS CONTINUEM O TREINAMENTO!

Ele me levou até a sala do diretor e abriu a porta, a sala era bem arrumada e rústica, o mesmo homem que tinha espancado Kyle e Zack estava sentado arrumando alguns papéis.

- Martins, essa garota estava causando problemas, se recusando a praticar o treinamento e me desrespeitando.

- Hmm... problemas? você sabe oque fazer Carl! - ele nem ao menos olhou pra gente. O treinador apenas assentiu e me tirou da sala me levando para o lugar aonde ficava a tal cela, era uma espécie de dispensa, entramos e havia uma pequena sala com vários caixas com objetos confiscados dos alunos em prateleiras, olhei em volta até ele abrir a  porta que levava pra uma espécie de porão, quando notei meu canivete suíço em uma das caixas, aproveitei a guarda baixa dele e peguei escondendo na cintura, assim que ele abriu a porta descemos para um corredor subterrâneo que continha várias celas com alguns alunos, era um lugar escuro e com apenas um guarda.

- Leve ela para uma das celas - ele disse me entregando para o guarda.- isso vai te ensinar a seguir ordens e parar de ser mal educada. 

- Vai se foder seu merda pau mandado! - sorri olhando pra ele que me deu um tapa no rosto, fazendo um pequeno corte no canto da minha boca. 

- não tem ninguém me impedindo de te dar uma correção aqui garota! - ele disse olhando pra mim.

- Vai pro inferno! - disse olhando pra ele o encarando, furioso ele me pegou pelo cabelo me levando para uma das celas e me jogando dentro dela. 

- 4 dias sem refeição! - ele disse olhando para o guarda que apenas assentiu e trancou a porta da cela. Sorri satisfeita, eu tinha conseguido, iríamos sair daqui. Olhei em volta e de fato atrás daquela janela não havia nada que nos impedisse de sair daquele lugar...analisei todo o lugar, que continha apenas uma privada e um pequeno colchão, fui até a privada e notei que estava parafusada na parede, peguei o canivete que por sorte tinha muita utilidade já que continua uma chave de fenda, sorri e comecei a trabalhar, tirando os parafusos, um por um... até a privada estar solta, a empurrei para o lado e uma passagem pequena se abriu, eu estava livre, eu podia sair daqui agora, mas não podia deixar Misha nem os outros nesse lugar...resolvi sair para olhar o perímetro da floresta, já que teria bastante tempo ali, a escola ficava de fato no meio do nada, eu marcava as árvores com o canivete enquanto se afastava e comia algumas frutas que achava no caminho já que não comeria nada nos próximos dias...continuei andando até achar um precipício aonde podia ver a cidade já que era bem alto. Já estava escurecendo então resolvi voltar, assim que entrei de novo na cela fechei a minha passagem de novo e guardei o canivete.

Os dias foram se passando e eu explicava um pouco todos os dias, assim que meu confinamento acabou eu já tinha informações suficientes para a fuga ser um sucesso, nada podia dar errado, e so teriamos uma chance. Quando o guarda por fim me libertou voltei para o meu quarto fingindo ainda estar debilitada e fraca para que ele não desconfiasse de nada.

- Lynn, oque houve? Fiquei sabendo que você foi mandada pra cela, está tudo bem?  - Mya disse assim que eu entrei no quarto.

- tá tudo ótimo - sorri...- a gente vai conseguir, vamos sair daqui essa noite! - disse olhando pras duas.

- você ainda não desistiu dessa loucura? - se isso der errado eu nem sei oque pode te acontecer...ela disse preocupa.

- tá tudo bem, não se preocupa comigo, hoje é um dia muito importante pra você, é a sua liberdade desse lugar horrível! - sorri olhando pra ela.

- é sim, eu acabei de arrumar tudo, já estou de saída. Sabe Lynn, eu adorei conhecer você, só me prometa que vai tomar cuidado com tudo isso, estou torcendo por você - ela sorriu me dando um abraço, eu estava sozinha agora, Sam tinha ido saído na semana anterior eu estava muito feliz por elas.

- Obrigada Mya por tudo - sorri retribuindo o abraço - boa sorte lá fora! 

- pra você também, se precisar de qualquer coisa me procure....- ela disse me entregando um papel com um endereço.

- pode deixar... Obrigada. - me despedi dela e logo ela saiu, Mya era uma pessoa incrível eu fico feliz em chama-la de amiga. Assim que ela saiu fui pro banheiro, tomei um banho rápido e fui para o quarto dos meninos contar o que eu tinha conseguido e dizer para executarmos o plano.



Notas Finais


Fim de mais um capítulo, espero que gostaram, por favor não sejam leitores fantasmas,comentem e digam o que acharam, ajuda muito e me dá mais inspiração para continuar a escrever, Obrigada !

- Cammy


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...