História Academy Immunitas - Capítulo 4


Escrita por: e Im_Scared

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Academia Immunitas, Interativa, Sobrenatural
Visualizações 36
Palavras 1.577
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


PRU PRUU PARA VOCÊS LEITORES
Estou aqui para pedir desculpas já que eu estou a mais de um mês sem postar nada, sem dar um sinal de vida (Muitos trabalhos e provas), então agora tentarei postar mais frequente!!

Estou aqui com o primeiro capítulo e dessa vez coloquei o nome por cima, para vocês verem quem estão a falar e se conhecer, espero que se divirtam.

A cada um que mandou sua ficha, sinto o maior prazer para falar que estou imensamente feliz por quererem participar e entrar como um aluno ou como um professor, foi realmente em algumas vezes uma boa experiência mais eu só pode aceitar alguns, só alguns que estavam a chamar minha grande atenção!!!

Pãozinhos quentinhos saindo do forno para vocês e BOA LEITURA!!!

Capítulo 4 - Capítulo Um


"Primeiro dia de Aula"

Aileen

Estava uma brisa gelada, uma manhã tão calorosa mais ainda sim com um frio que deixava qualquer pé quentinho gelado,  qualquer pessoa que estava acabando de acordar com frio.

Pelo frio dessa manhã calorosa, eu diria que são seis e meia da manhã,  um ótimo horário para ficar dormindo e aproveitar enquanto ainda tem tempo para ficar em casa, pena que a gente não teve essa sorte. Quem teve a porcaria da idéia de acordar todos os alunos seis e meia da manhã para ir na quadra, dava para ver o céu tomando as cores do nascer do sol, estava uma cena tão bonita e encantadora, se não fosse pelo meu ódio do ser não humano que me acordou.

_Bom dia alunos - Um homem falou entrando na quadra, o corpo másculo e em forma poderia excitar qualquer mulher, com a regata vermelha com a palavra "Noxus" em preto, ele parecia estar se divertindo com a desgraça de alguns  alunos - Meu nome é Darius o novo professor de Educação Física!

_Olá professor Darius - Alguns alunos decidiram responder em respeito ao professor, eu fiquei com minha boca selada, ele era o culpado de eu acordar tão sedo.

_Chega dessa falsa bondade, vocês são os primeiros alunos a formarem a sala especial! A diretora repartiu os alunos novos em pelo menos duas salas especiais!! - Falou forçando um sorriso vendo os alunos ficarem felizes e animados, tinham alunos do terceiro, segundo é primeiro ano misturado - A diretora deixou que eu desse a primeiro aula para vocês hoje!

_O senhor vai passar futebol para os meninos? - Um aluno perguntou, sua mão estava levantada e ele parecia estar um pouco feliz, o professor fechou sua cara, seu sorriso forçado piorou e seus olhos avermelhados mostrava ódio por aquela pergunta.

_Que bom que perguntou, todos vocês ganharam meu poder da multiplicação, formem dois grupos, o primeiro irá dar vinte voltas pela quadra e o segundo grupo ficará fazendo trinta flexões!! - Darius sorriu de um jeito malvado e seus olhos não mostravam piedade, corri para algum grupo e percebi que estava no segundo grupo, odeio flexões, eu iria sair para correr mais não deu tempo - Depois vocês iram trocar quando um acabar..

Começou o sofrimento, mal me abaixei e já via alguns alunos no quinze, eles devem estar usando macumba para terem tanta energia logo de manhã, eu praticamente me deitei no chão e comecei a fazer as flexões, um, dois, três.. desisto, fiquei me apoiando e olhando, procurando alguém da minha idade para ver se eu conseguiria me socializar, me aproximei de uma garota ruiva, ela tinha sardas e era muito fofa, ela parecia ser tímida já que ficou um pouco surpresa quando eu cheguei perto.

_Oie, eu sou a Aileen e você? - me apresentei sorrindo, ela parou as flexões e me olhou envergonhada.

_Eu sou a Luana - Ela falou sorrindo e continuou a fazer suas flexões.

_Como você consegue fazer as flexões sem se cansar? - perguntei sorrindo, ela acabou soltando uma gargalhada fofa.

_Fácil, tente controlar sua respiração e seu peso - Luana falou descendo o seu corpo mais uma vez ao chão - Você consegue!!

_Sua animação me encanta Luana - Falei sorrindo e ela começou a rir da minha cara, acabei me juntando a ela.




Professor Theodore

Entrei na sala dos professores, havia terminado minha aula com alguma sala não tão importante, cheguei perto da máquina de café, peguei um copo e o enchi de café puro, tomei um gole e vê dois professores entrando, um era aquele professor de educação física,  Darius, o outro era o professor de história, Mu,  chego perto deles para ouvir o que estavam a conversar, provavelmente era sobre a primeira aula que eles tiveram.

_Eu fiz meus alunos acordarem de manhãzinha e ainda fizeram flexões e umas corridas - Darius falou, seu sorriso malvado era mais que evidente.

_Vocês estão competindo quem deu a melhor aula para os alunos? - Perguntei sorrindo e entrando na conversa.

_Sim, até agora o Darius está ganhando - Mu falou em tom irônico, como se ele perde-se todas as vezes.

_Coloca aquela aluna que entrou faz pouco tempo na sala dele - Falei rindo e bebendo um gole do meu café.

_Que aluna? - Darius parecia curioso, nem ele sabia da existência da garota.

_Aquela que parece um coelho, tem cabelos verdes-

_Já até sei quem é.. - Falei olhando para Darius que estava com cara de bunda, tentando lembrar quem é que estávamos falando.

_Qual é o nome dela mesmo? Use? Uria? 

_Acho que o nome dela é Usagi! - Falei, Darius fez a melhor cara possível,  parecia uma cara de medo com uma cara sofrida, foi hilário.

_NÃO FALE DESSA LOUCA!! - Darius gritou enquanto eu e Mu ficávamos rindo da cara de tacho dele.

Continuamos a rir e a conversar sobre algumas aulas e alguns momentos engraçados até uma aluna entrar pela porta,  seus cabelos eram curtos e brancos, não só seus cabelos ela toda era um tanto pálida, ela parecia uma aluna nova, ela usava a roupa japonesa da escola, estava a segurar alguns cadernos, ela sorriu e veio na direção da gente.

_Estou procurando o professor Theodore, tenho algumas perguntar para ele - Ela falou sorrindo, eu olho para ela e dou um último gole com o café.

_Depois eu falo com vocês - Falei e levei a aluna para fora da sala dos professores - Qual é a sua dúvida.. ?

_Rayla! 

_Okay.. qual é a sua dúvida Rayla? - Perguntei para ela sorrindo, ela me olhou um pouco curiosa.

_Eu queria saber como é para fazer o trabalho que o senhor passou - Rayla falou sorrindo meio nervosa, cheguei mais perto e tentei explicar para ela.

_Você irá fazer um desenho mostrando algo de bom ou ruim que já aconteceu em sua vida - Falei sorrindo, ela ouvia atentamente, parecia que estava a memorizar cada palavra minha - E só um trabalho para socializar vocês!

_Está bem, já entendi, muito obrigada - Ela falou e parecia que iria andar de volta para seu dormitório, desfiz meu sorriso e levantei uma das mãos e comecei a acenar.

_De nada, tchau - falo olhando ela sair da minha vista, quando ia voltar para sala sou surpreendido por uma cabeleira azul pulando em cima de mim.

_Oie professor Theo! - Juh falou sorrindo, enquanto saia das minhas costas, que coisa estranha de se fazer numa academia.

_Oi Juh! Pediu para seu professor se podia sair da sala de aula?

_Puuff.. claro que não - Juh falou rindo, era uma risada nervosa já que ela percebia que estava a fazer uma coisa errada, passei a mão em meu cabelo é olhei para ela um pouco desapontado - Mais eu vim conversar sobre outra coisa!!

_Pode contar




Jason

Okay, intervalo, chega de inferno por hoje, já basta a primeira aula que era de educação física, parecia que os alunos estavam se socializando pouco, ver aquela grande árvore no centro do pátio sem ninguém se divertindo ou conversando era de dar aquela raiva passageira, fui em busca de uma bola, procurei por cada sala que estava por perto, e só no final achei uma, pequena e vermelha, parecia aquelas de queimada.

_Pronto.. agora é só achar minhas primeiras vítimas - Sussurrei para que só eu pode-se ouvir, sai da sala e comecei a procurar alguns alunos que não pareciam ser sociáveis, cheguei perto de um garoto, cabelos lisos e branco, ele parecia o mais calado - Oi! Qual é o seu nome?

_William - Ele falou e me olhou desinteressado, sem um pingo de animação como eu havia imaginado.

_Meu nome é Jason, você poderia me ajudar?

_Com o que? - William me perguntou, parecia ter um pouco de interesse no que eu queria fazer.

_Fazer uma grande brincadeira, por favor, eu não irei te irritar mais se você aceitar - Falei implorando enquanto mostrava meu sorriso mais convincente, ele se ajeitou e se levantou rapidamente.

_Esta bem - William veio comigo para, literalmente, o centro do pátio.

Comecei a jogar a pequena bola para William e ficamos nesse bate e rebate por um curto tempo até que em minha vez joguei a bola para alguém que passava, esse garoto se assustou mais jogou a bola para mim e eu o mandei para ele de volta, e ficou desse jeito por um tempo,  a cada vez que acertavamos alguém que estava a passar ela literalmente entrava na brincadeira, desse jeito se fez uma grande roda em volta. Eu estava com a bola novamente e iria jogar a bola para alguém desconhecido de novo, só que acertou uma das representantes, a azulada, que sem se importar pela bolada na cabeça entrou na brincadeira.

Estava tudo divertido com todos aqueles alunos de diferentes anos jogando, estava realmente ficando grande, percebi o olhar da diretora sobre todos nós, parecia que estávamos fazendo algo que não se esperava, deve ter passado um bom tempo para a diretora ter gostado mais aquele momento boma juntar iria se acabar quando o sinal tocou, a bola caiu no chão e todos pareciam mais alegres. Cheguei perto da bola e a peguei, iria guardar ela em seu devido lugar antes de agradecer William por ter me ajudado a começar essa grande "Socialização".

_Hey!! William!! - gritei chegando perto dele, ele parou e se virou para mim, ele parecia estar do mesmo jeito que antes só que um pouco mais feliz? - Obrigada por ter me ajudado antes!

_De nada, foi até que divertido - William falou enquanto seu tom parecia mudar um pouco, variando entre "pessoa seria" e "pessoa legal".

_Não foi só divertido, foi demais!!




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...