História Acaso do Desastre! (Jungkook). - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Dreamcatcher, Got7
Personagens Handong, Jackson, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, SuA
Tags Anjos, Apocalipse Zumbi, Bruxos, Demonios, Elfos, Fadas, Jungkook, Lobos, Magia, Magos, Sereias, Tritões, Vampiros, Zumbis
Visualizações 105
Palavras 785
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Lírica, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie

Leiam as notas finais pfv 😫😢😭

Desculpem se ta curto

Capítulo 39 - Aceitar Esse Amor Vai Ser Doloroso Demais!!


- Adeus S/n. - Disse ele.

- Não Jungkook! Se você passar por aquela porta, eu juro que eu vou te odiar pra sempre!

- Você já me odiava antes e eu sobrevivi não é? Vou recomeçar minha vida e tentar te esquecer. Você deveria fazer o mesmo.

- Tudo bem... - Abaixo a cabeça.

- Eh... Posso fazer um último pedido?

- Pode. Qual seria?

- Um beijo.

-  U-Um beijo??

- Sim, um último beijo.

- M-Mas...

- Se não quiseres é só me dizer, não vou te forçar a nada.

- Não é isso... É que eu não quero trair o Jimin.

- Eu entendo. Tchau S/n!


Ele me olha uma última vez e me abraça. Retribuo o abraço e começo a chorar. Nos afastamos e ele vai embora. Me deito em minha cama e começo a pensar sobre tudo que está acontecendo. Depois de uns longos minutos, saio do quarto também a procura do mesmo mas antes, é claro, tranco a porta. Afinal, não encontrei Dae, ela deve estar com o Tae. Eu deveria ter dado aquele beijo. Corro em direção ao quarto dele e quando abro a porta não o vejo, apenas Tae e Dae estavam lá e ainda estavam dormindo abraçados. Se eu não estivesse apressada a procurar Jungkook, eu tiraria uma foto. Saio do quarto e corro em direção a saída do abrigo. O mesmo não estava lá. Corro em direção a parada de ônibus. Sinto que alguém está me seguindo. Não ligo pra esse pressentimento e continuo correndo até me cansar. Começo a andar por aquela mata escura. Continuo andando e logo avisto um rapaz de roupas totalmente pretas e confesso que senti um pouco de medo. Ele estava andando muito devagar. Ando um pouco mais rápido e passo por ele. Logo ouço alguém me chamar.


- S/n?


Viro-me e então me deparo com Jungkook tirando o capuz. Corro até ele o abraço.


- Eu pensei que já tivesse ido. - Disse eu o olhando e apertando mais o abraço.

- Como pode ver, estou indo embora né? O que veio fazer aqui?

- Eu vim... Te ver.

- Por quê?

- Porque...


Olho pra ele e o mesmo me encara. Aproximo meu rosto do seu e ele encara meus lábios. Olho pros dele e ele morde o lábio inferior. Nos aproximamos mais e eu peguei em sua nuca, o beijando. No começo, apenas nossos lábios se tocavam mas eu pedi passagem com a língua e ele logo cedeu. Enquanto nossas línguas "brigavam", ele jogou as malas dele no chão e agarrou minha cintura. Nos separamos pela falta de ar e eu logo o abraço novamente, dessa vez sendo retribuída. Afundo minha cabeça em seu peitoral e digo:


- Por favor não me deixa sozonha Jungkook! Não vai embora. - Falo com uma enorme vontade de chorar.

- Eu não vou te deixar sozinha. Você tem os outros e... - O interrompo.

- Eu quero você Jeon Jungkook! Apenas você! Não me deixa... - Encaro seus olhos. - Eu te amo!

- Eu também te amo. Mas isso vai ser mais doloroso. Aceitar esse amor vai ser doloroso demais, principalmente a você. - Ele pega as malas jogadas no chão. - Adeus S/n!

- Não diz isso...

- Tenho que ir.

- Pelo menos responde todas as mensagens que eu te mandar.

- Eu... Vou trocar de número

- Não Jungkook!

- Eu preciso ir. Tchau.


Ele beijou minha testa e saiu correndo. Pensei em correr atrás dele mas, acho que devo respeitar a decisão dele. Sinto pingos caindo em minha pele. Olho pro céu e percebo que haviam nuvens carregadas. Começo a caminhar de volta ao abrigo. Sinto o chuvisco que caia levemente sobre a mimha pele começar a engrossar. Não apressei meus passos pois eu podia tropeçar em algo e cair, já que apenas a luz da lua iluminava aquele lugar. Cada passo que eu dava, uma lágrima escorria por meu rosto e se camuflava com a a água pluvial que, assim como o ritmo das lágrimas, aumentavam a frequência. Aquela tempestade que havia se formado, eu sentia como se fosse Deus me castigando pelas minhas escolhas erradas. Eu estava perto das árvores e a cada momento caiam raios próximos, nem tanto, de onde eu estava.

Depois de longos minutos de caminhada, chego no abrigo. Minhas roupas estavam completamente encharcadas e meus sapatos cobertos de lama. Vou em direção do meu quarto. Chegando em frente a porta, coloco a chave na fechadura e a giro, abrindo a porta, tirando a chave e entrando logo em seguida fazendo o mesmo ritual, só que ao invés de destrancar a mesma, eu estava a trancando. O quarto estava escuro. Dae não está aqui? Vou até o interruptor e ascendo a luz. Ao me virar tomo um susto. Eu não imaginava que ele estaria aqui. Afinal, como ele entrou?




Notas Finais


Minha cabeça ta uma confusão por varias coisas

Uma delas é meu tio, ele tem câncer e ta na UTI em coma

Pfv quem crer em Deus, orem por ele

Amanhã vou visitá-lo mas n sei se vou aguentar

Vou falar com ele mesmo ele n me respondendo ou ouvindo

Sim eu sou doida mas é sempre bom pedir perdão

Orem por ele pq só um milagre pra ele conseguir sobreviver

Amanhã é o dia dos pais e ele vai passar longe das cinco filhas dele

Duas adultas, duas crianças pequenas e uma bebê q praticamente acabou d nascer

Espero q tenham gostado do cap

Beijoos 💋💋💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...