História Accidentally in Love - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V)
Tags Acidente, Amor, Bangtan Boys, Bighit, Bts, Passeios, Romance, Saudade, Segredos, Taehyung
Visualizações 113
Palavras 1.918
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


(Os votos são somados aos votos dados no Facebook. A opção mais votada foi a nº 1 - ir direto para o apartamento, chorar até desidratar)

Capítulo 10 - Os bilhetes


Fanfic / Fanfiction Accidentally in Love - Capítulo 10 - Os bilhetes

Sem rumo pelas ruas de Seul S/N decidiu que a única coisa que havia a fazer era ir para casa, chorar até desidratar e acabou chorando até adormecer.
Uma semana havia se passado desde que tudo tinha acontecido, S/N já tinha perdido a conta de quantas vezes havia ligado e de quantas mensagens com “me perdoe” “eu não queria ter magoado você” ela tinha enviado, todas sem nenhum retorno. Tudo o que ela tinha feito foi ficar no apartamento se culpando por tudo, tentou sair para curtir seus últimos dias em Seul mas não adiantou, o vazio permanecia em seu peito.
Abriu o Kakao Talk mais uma vez e ficou olhando para a tela do celular por exatos 7 minutos.
Respirou fundo e começou a escrever a mensagem.
16h34 - Hot Girl ;)
Tae, estou morrendo de sdds,por fa |

“Não...não…ficar choramingando não vai adiantar, estou tentando fazê-lo me desculpar a dias”
16h34 - Hot Girl ;)
Tae, estou mor|
Tae, est|
Tae|

[...]
Apagou tudo.
Ficou pensando no que escrever por mais alguns minutos. Ela já havia chorado e se lamentado demais, sim tinha mentido, foi errado. Mas não se arrependeu disso em nenhum momento, se não fosse por essa mentira eles jamais teriam chegado aonde chegaram e foi nisso que ela se apegou e precisava dar um jeito de fazer Taehyung entender isso também. 
Quando teve uma idéia...
(7 dias para voltar ao Brasil)
*1 bilhete*
Chocolate quente
Ass: Hot Girl

“Espero que dê certo...” ela pensou depois de deixar o envelope na portaria do condomínio de Taehyung. S/N só tinha mais uma semana para voltar ao Brasil, seu visto iria vencer. Depois de tanto pedir desculpas ela quis mudar sua estratégia, ficar repetindo o mesmo discurso arrependido não iria adiantar, por isso decidiu começar a deixar bilhetes com palavras chaves à Tae, apenas coisas que despertassem nele alguma lembrança e que resgatasse o sentimento que já tinha existido.
(6 dias para voltar ao Brasil)
*3 bilhetes*
Camiseta
Perfume
Ass: Hot Girl

Ela espirrou sua fragrância no bilhete.
COEX Aquarium
Ass: Hot Girl

(5 dias para voltar ao Brasil)
Ela rodou por Seul procurando por um mercado brasileiro, quando encontrou comprou todas as paçocas que conseguiu. Depois seguiu para o condomínio e deixou o pacote com as paçocas na portaria para que fosse entregue à Kim Taehyung, dentro estava o bilhete escrito “Jeito brasileiro” com um beijo marcado de batom.
“Isso precisa funcionar…”
(4 dias para voltar ao Brasil)
*3 bilhetes*
Pepero Game
Ass: Hot Girl

Com um pacote de Pepero
Beijo???
Blackout
Ass: Hot Girl

(3 dias para voltar ao Brasil)
*2 bilhetes*
Anime
Dormir no sofá
Acordar ao seu lado s2
Ass: Hot Girl


Andar de mãos dadas
Seoul Sky
Ass: Hot Girl

(2 dias para voltar ao Brasil)
*2 bilhetes*
Ponte Banpo
1°BEIJO
Ass: Hot Girl


Conversas de madrugada
Ass: Hot Girl

O tempo estava passando e S/N já até tinha feito amizade com o porteiro que recepcionava seus envelopes, mas ela permanecia sem nenhuma resposta de Taehyung.
Faltava apenas 1 dia para ela voltar, só teria mais 24h e então chegaria seu último dia em Seul, ela não sabia mais o que escrever, foi até a portaria deu um “oi” triste ao seu novo amigo, deixou o último bilhete e foi embora, sem esperanças, já havia se passado quase mais uma semana e nada. “Vai ver eu me superestimei, achei que ele estivesse mesmo apaixonado por mim quando na verdade já até me esqueceu”.
Naquele dia Taehyung ficou bem ocupado, ficou na BigHit praticamente o dia todo, não via a hora de ir pra casa. 
Quando chegou com os meninos no condomínio a primeira coisa que fez foi perguntar ao porteiro:
- Boa noite, chegou mais alguma coisa pra mim?
- Sim, aqui está. – respondeu o porteiro entregando o envelope para Tae.
- É só um envelope hoje? – ele perguntou estranhando.
O porteiro assentiu com a cabeça.
Taehyung já tinha se acostumado a chegar todos os dias e receber aqueles bilhetes, no começo sentiu raiva mas assim que leu “Chocolate Quente” ameaçou um sorriso se lembrando de como tudo aquilo tinha começado, tentou ignorar e seguir como se já tivesse superado mas no dia seguinte lá estavam esperando por ele, mais envelopes.
Os dias foram passando e ele se habituou a pegar os bilhetes, lia cada um deles e foi se lembrando de cada pedaço daquela história meio louca, pouco a pouco os sentimentos que ele estava se esforçando tanto para ignorar foram se atrevendo a perturbá-lo novamente.
Chegou em casa, entrou no quarto e sentou na cama.
Abriu o envelope que tinha acabado de pegar e o leu.
Quase no mesmo instante deu um pulo, pegou o casaco, uma caixinha que estava na escrivaninha e saiu correndo com as palavras que tinha lido ainda soando em sua mente.
Amanhã é meu último dia em Seul :(
Ass: Hot Girl
Era tarde da noite quando começou a chover. 
“Parece que o tempo está refletindo o meu humor” S/N pensou colocando seu ramen para cozinhar.
Estava um pouco frio, ela tinha colocado seu pijama de moletom e pantufas do RJ, do BT21.
Estava pegando seus hashis quando a campainha tocou.
“Eu avisei ao proprietário que devolveria a chave do apartamento amanhã. O que ele quer aqui a essa hora?”
Abriu a porta e sentiu o coração bater acelerado de um jeito que não batia há exatos 13 dias. Taehyung estava ali.
Assim que leu o bilhete Tae saiu correndo e pegou um táxi para ir ao apartamento.
No caminho se lembrou do dia em que descobriu tudo, lembrou de como chegou bravo em casa e ficou trancado no quarto tentando entender o que tinha acontecido. Até que os meninos o chamaram para conversar, como de costume quando surgia algum problema. Ele contou tudo a eles, desde o acidente no estacionamento até o momento em que encontrou S/N na sala com Jimin.
Jimin também se explicou e pediu desculpas por ter guardado aquele segredo por tanto tempo, ele tinha certeza que S/N iria contar e não queria se intrometer principalmente pelo fato de ver como Tae estava feliz com ela.
Cada um dos membros deu sua opinião sobre o ocorrido e a conclusão foi unânime, independente de qualquer coisa a situação tomou um rumo que infelizmente acabou afetando a parte profissional deles, o ideal seria dar um tempo para que as coisas se acalmassem entre os staffs, manager e Bang PD, que estavam ainda receosos de que alguma notícia vazasse.
Tae pediu perdão a todos na BigHit e se desculpou também com os meninos em casa, ele jamais teria colocado tudo o que eles haviam conquistado em risco dessa forma por causa de uma garota, nesse momento Namjoon o olhou e disse:
- Calma, também não é assim. Somos BTS e vivemos nosso sonho, mas você também é Kim Taehyung, o cara que se apaixonou e isso também tem valor. Percebemos o quanto ela era importante pra você.
E foi pensando nisso que ele desceu do elevador, tocou a campainha e quando S/N abriu a porta, sentiu o frio na barriga que não sentia há exatos 13 dias.
- Oi... – Tae falou baixinho.
S/N o olhou surpresa.
- ...oi. – respondeu. “Ele está mesmo aqui!” – Olha, eu sei que...
- Deixa eu falar primeiro – ele a interrompeu. – Você já falou o suficiente com todas suas mensagens e bilhetinhos, agora é a minha vez.
S/N engoliu seco e se preparou para ouvir..
- Você mentiu e isso acabou comigo. Fiquei realmente muito triste e muito bravo, desejei nunca ter te conhecido e nunca mais te ver e conforme o tempo foi passando parei de sentir raiva de você e comecei a ficar bravo comigo mesmo, por sentir sua falta, por ficar lembrando de como você me olha e por querer a sua presença ao meu lado. Cada vez que via suas mensagens no Kakao pedindo para que eu te desculpasse, uma parte de mim queria perdoar mas a outra ficava me lembrando o motivo que eu estava bravo e assim os dias foram passando, eu e minha briga interna entre a razão e o coração. Até o dia em que eu li o primeiro bilhete, e o segundo e assim por diante. – ele suspirou e passou a mão no cabelo que estava úmido por causa da chuva. – Jimin foi ao meu quarto e me explicou direito como descobriu e a sua reação, ele falou “ela parece gostar mesmo de você, deu para notar nos olhos dela e só por isso eu dei a chance á ela para te contar”; aquilo me fez pensar ainda mais e hoje você me fala isso. – ele tirou o bilhete do bolso e mostrou á ela – Como assim amanhã é o seu último dia aqui? Você tem noção do desespero que eu senti quando li isso? Do aperto que deu no meu coração...
S/N ouvia tudo calada, absorvendo cada palavra e não percebeu quando as lágrimas começaram a rolar.
Tae não parava:
- Em um clique eu me lembrei de que tinha feito a minha avó gastar o salário dela para me comprar uma jaqueta de marca no meu primeiro dia na BigHit, apenas para que não me achassem “inferior”, porque eu queria omitir que era pobre? Para me sentir mais seguro? Para ser aceito? Enfim, assim como tive meus motivos acredito que suas razões para ter me escondido a verdade também são válidas, afinal é como eu disse “São imprevistos que fazem os melhores momentos da vida”. – ele deu um passo á frente se aproximando mais de S/N – E você, com certeza, foi a melhor coisa que me aconteceu.
Ele tomou o rosto dela entre as mãos e secou suas lágrimas se abaixou lentamente e lhe deu um beijo na testa sussurrando:
- Saranghae...
Beijou sua bochecha e sussurrou novamente:
- I purple you...
Encostou a testa na dela e disse em português:
- Eu te amo.
Então a beijou.
S/N gostaria de ter lhe falado como estava arrependida e que sentia muito, mas aquilo podia esperar a urgência daquele beijo era prioridade naquele momento.
Ao beijá-la Tae a empurrou para dentro e fechou a porta com o pé, passou a mão sob suas costas, descendo até a cintura.
S/N afundou os dedos em seus cabelos e o puxou para ainda mais perto, como se aquilo fosse possível. Tae a pegou no colo e passou suas pernas em sua cintura e sem parar de beijá-la a levou para o quarto, onde eles poderiam ter a melhor despedida de todas.
Durante a madrugada Tae estava deitado no ombro de S/N enquanto ela acariciava seu cabelo.
- Sabe, minha intenção nunca foi atrapalhar vocês ou seu trabalho. – ela tentava explicar. – É engraçado como uma coisa leva a outra, mas no final o que importa não é o caminho e sim o que se encontra no final dele.
Ela se ajeitou ao lado dele e o abraçou, olhou em seus olhos.
- Você é o que está no final do meu caminho? A minha luz no fim do túnel. – ela riu dando-lhe um beijo no nariz.
Ele fez uma careta.
- Obrigado por acreditar em mim. – S/N deu um beijo na testa dele – Eu te amo.
Beijou sua bochecha.
- I purple you.
Ele lhe deu aquele sorriso quadrado com olhos preguiçosos.
- Saranghae... – ela beijou seus lábios.
Na manhã seguinte eles...
            1. decidiram passar seu dia juntos em um último passeio por Seul

2. decidiram passar seu último dia juntos no apartamento.


Notas Finais


Vote nos comentários o número da opção desejada ou vote pelo Facebook no grupo: https://www.facebook.com/groups/218304985391089/
Os votos são somados para atualização da história.
**A atualização das fics são ás terças e sábados**


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...