História Accomplice of a passion - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Neymar, Philippe Coutinho
Personagens Neymar, Personagens Originais, Philippe Coutinho
Tags Romance, Traição
Visualizações 55
Palavras 371
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Segura!

Capítulo 7 - Six



Chegando no meu quarto, me joguei na cama e acabei chorando. Chorando sem ao menos saber a causa. Acabei lembrando de algumas coisas do passado, sobre como eu e o Gilmar começamos. Quando a gente só ficava, ele tava comigo, ficava com outra, ele sempre foi assim. Ele é alguns anos mais velho que eu, já teve outros relacionamentos e que não deram certo. Mas esse é meu primeiro relacionamento, nunca tive nada sério e demorei pra ter. A verdade é que eu to cometendo um erro que sempre tive medo que ocorresse comigo: traição. Bom, o Gilmar não é um santo, mas ele mudou em relação ao nosso namoro, conheço ele e não é de hoje. Nosso namoro foi diferente dos outros que ele já teve, onde ele sempre fazia merda. E agora me peguei pensando sobre isso. Mas atualmente confio nele e sei que ele não fez nada, ainda não. Eu não sei como ele reagiria se eu contasse, afinal ele já traiu ele sabe um lado da história.

No meio de todos meus pensamentos peguei no sono por horas, despertei e já estava anoitecendo. Tomei um banho, coloquei um macaquinho rose e desci para tomar café da noite no restaurante do hotel. Assim que cheguei olhei ao meu e tinha muitas pessoas ali, mas somente uma mesa me chamou atenção, que era onde o Coutinho estava com uns amigos aparentemente, sua mulher e sua filha. Todos que estavam em volta dele riam e conversavam muito, mas ele parecia estar em outro mundo. Com o celular na mão e olhos fixos no mesmo, parecendo querer esconder um certo nervosismo. Uma vontade de chegar ali e contar tudo veio a tona, mas não iria ganhar nada com isso. E nem vou. Voltei pra realidade quando me peguei com lágrimas nos olhos ainda olhando pra ele e foi nesse momento que o mesmo me olhou, desviei o olhar e acabei saindo dali. Fui até a beira do mar, peguei meu celular e mandei uma mensagem pro Ney:


"Maninho, promete que vai ta comigo em qualquer momento?"

"Ney: Você sabe que eu tô aqui, pra tudo, pra sempre. Seja como seu irmão, como seu amigo e agora seu cúmplice.. Amo você, se cuida"


Notas Finais


Spoiler: Ponto de vista do Phil no próximo..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...