História Acho que amo ele - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, EXO, Mamamoo, Pentagon (PTG)
Personagens Hwasa, Kai, Kino, Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Amor, Hwasa, Sequestro, Swasa, Yoongi
Visualizações 21
Palavras 610
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura celumaninhus <3

Espero que gostem do capítulo tanto quanto eu.

Capítulo 9 - Quem é você?


Fanfic / Fanfiction Acho que amo ele - Capítulo 9 - Quem é você?

Acho que amo ele

Capítulo IX |•| Quem é você?

Peguei potes, leite, panelas, ovos, farinha, talheres e comecei a cozinhar.

— Tomara que não morra intoxicado.

Coloquei algumas panelas no fogo e comecei a cozinhar enquanto cantava.

— Maeilgachi yeonghwa sogeseona

Chaek sogeseona deurama sogeseo sarangeul neukkyeo

Mmm sarangeul baeweo

Nae ilcheoreom jakku gaseumi ttwieo

Dugeundugeungeoryeo seolleime bupureo olla

Mmm gunggeumhaeseo michil geonman gata

Ri de mim mesma.

— Um dia eu vou conseguir fazer as coisas sem cantar.

— Faz isso não... Eu adoro a sua voz.

Yoongi apareceu do nada me assustando como de costume. Fico durante alguns segundos meio ofegante, mas logo volto a minha respiração normal.

Mas então noto a presença de Yoongi, e lembro que não quero que o mesmo saiba o que estou fazendo aqui.

Então o empurro com cuidado para o cômodo ao lado.

— Não pode ficar aqui, tem que ir embora.

O empurrei com carinho, o guiando e fiz ele cair sentado no sofá da sala.

— Não se aproxime da cozinha.

Fui para cozinha e voltei a fazer o que eu estava fazendo.

— Ué... porquê? O quê está fazendo que eu não possa ver?

Gritou o mesmo da sala. E então eu o respondi gritando da mesma forma.

— Não sei... Talvez veneno, ou uma bomba nuclear. Posso estar fazendo até ácido fólico. Quem sabe...

Terminei de bater a mistura e a coloquei na geladeira.

— Vai me envenenar com certeza.

Ele riu e eu o acompanhei.

— É bem provável que morra intoxicado mesmo.

Passou-se o tempo necessário e o que estava na geladeira ficou pronto. Coloquei a mesa e fui até Yoongi na sala.

Tapei os olhos do mesmo com as minhas mão, e fui o guiando até a cozinha. Quando chegamos na cozinha, libertei a visão de seus olhos, o deixando olhar para um projeto de pavê que estava a mesa.

— Surpresa!

— Uau... Eu posso comer?

Ele disse se sentando a mesa.

— Claro! Eu fiz pra você em agradecimento. Você tem sido tão gentil...

Sorri.

— Eu tinha que agradecê-lo de alguma forma.

Me sentei na cadeira.

— Apenas tome cuidado para não morrer intoxicado, eu não sei cozinhar muito bem.

Lembrei-me de minha vida anterior...

Quem cozinhava para mim, eram os cozinheiros dos meus pais. E quando eles morreram, eu demiti eles e passei a comer comida na rua.

Me servi com um pouco do pavê.

— Mas enfim... Está dando para engolir?

Ele pegou a colher, pegou um pedaço do pavê e colocou na boca, e quando terminou de engolir me respondeu.

— Está muito bom! Nem eu faço tão bom assim...

Falou dando mais uma colherada.

Então eu sorri. Ele parece feliz, é bom vê-lo assim.

— Fico feliz que tenha gostado.

•✗• Quebra de tempo •✗•

Terminei de comer e fui até a pia lavar a louça.

— Então Yoongi, me conte mais sobre você.

— Acho que não é seguro saber muito sobre mim... Sou só um cara que gosta de dormir, e que é bipolar.

Ri de seu resumo si próprio.

— Você é realmente assim, mas com certeza você não é apenas isso. Você é muito mais que apenas um dorminhoco bipolar.

Me sentei na cadeira ao lado da dele.

— Então, quem é você Yoongi?

Ele olhou para ela confuso, ele não conseguia entender... A alguns dias atrás, ela gritava que o odiava, mas agora ela quer saber mais sobre ele.

— Eu te sequestrei e você t...

E por nenhum motivo aparente, ele ficou muito irritado.

— Quer saber, esquece... Pode ir... Está livre...

Ele disse e se retirou da cozinha, desaparecendo na imensa casa. 


Notas Finais


Esse é o último capítulo do dia.

Até mais celumaninhus, beijinhos ^3^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...