História Acho que te amo - Namjin - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook, Namjin, Taeyoonseok, Vhope
Visualizações 71
Palavras 328
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola pessoinhas, eh quero pedir desculpas por ter sumido, mas estou com bloqueios de idéias, e não estou conseguindo escrever direito, ainda mais com tantas coisas que aconteceram nesses tempos.
Mas não vou abandonar essa história assim, essa eh uma promessa que fiz q mim mesmo.
Mas enfim, o capítulo não esta uma beleza, e esta pequenino, mas espero que gostem. Desculpem qualquer coisa.

Capítulo 30 - Será que as coisas vão se explicar?


NJ - Pai, oque faz aqui? Mamãe esta preocupada atrás do senhor.

- Eu.. Filho, tenho que te contar, eu tenho uma doença e ...

NJ - Eu sei, minha irmã, que acabei de descobrir que tenho uma acabou de me contar. Eu achei um absurdo, você abandonar sua familia, só porque está doente. E ao invés de contar a verdade, deixa apenas uma carta que nem conta a verdade.

- Se você me conhecesse de verdade filho, saberia que eu não contaria isso a sua mãe, pois ela ficará triste quando eu morrer.

NJ - Isso não justifica, eu iria ficar achando que meu pai estava por ai, enquanto ele estaria morto. Literalmente, não te conheço mesmo, você não é a pessoa que eu achava ser, você é alguem desconhecido pra mim.

- Filho, não fale assim.

NJ - E porque? Te magoa? Imagine para mim, descobrir que meu pai some porque esta morrendo, e ainda descobri que tenho uma irmã. - Namjoon levantou, e saiu do bar, vagando pela rua, para sair o máximo possível de perto de onde seu pai estava.

....

- Achei você. - Namjoon levou um susto ao ver sua irmã se sentar ao seu lado.

- Oi, oque veio fazer aqui?

- Vim te procurar, ver se você esta bem.

- Lourença, estava pensando, se meu pai..., quero dizer, se nosso pai esta doente, eu posso não estar, isso pode ser um diagnóstico falso.

- Claro, porque não pensamos nisso antes.

- Preciso voltar pra casa.

- Espera, já está tarde, fique em casa, amanha você vai.

- Mas, não vou ficar perto do nosso pai.

- Não precisa falar com ele, você pode ficar com o meu quarto, eu durmo na sala.

- Nada disso, a casa eh sua, eu fico na sala.

- Então ficamos nós dois, oque acha?

- Eu topo. - e assim, os dois voltaram para casa de Lourença para descansar desse dia corrido com muitas surpresas.


Notas Finais


Desculpem qualquer coisa, e prometo que o próximo vai ser melhor.
Beijos e até mais.
Desculpe os erros.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...