1. Spirit Fanfics >
  2. Acidentalmente te amar >
  3. Não me provoque

História Acidentalmente te amar - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


(づ。◕‿‿◕。)づ

Capítulo 15 - Não me provoque


Fanfic / Fanfiction Acidentalmente te amar - Capítulo 15 - Não me provoque

SASUKE ON

Eu, Sakura, Itachi e Naruto estávamos esperando meus pais no aeroporto, Sakura nervosa, Itachi e eu anciosos e Naruto animado como sempre - relaxem, vocês três, os pais de Sasuke vão gostar de você Saky - Naruto falou segurando os ombros de Sakura, vimos eles se aproximando e eu me levantei e dei um sorriso para os mesmos, saí correndo até ele e os abracei - senti saudades - falei sentinho a descarga de beijos da minha mãe em mim - também sentimos filho - meu pai falou agora - e eu não ganho beijo mamãe - Itachi falou dramático com a mão na testa - aawn, meus dois bebês estão tão grandes - minha mãe disse e beijou Itachi também - tio Fugaku, tia Mikoto - Naruto e Sakura se aproximaram - oi Naruto - os dois falaram em uníssono - olá menina, você é a namorada do Naruto? - Fugaku perguntou e eu corei - n-não, na verdade eu sou - falei anciosa, mas fui cortada, sentindo minha pressão baixar de nervosismo - Não, ela é MINHA namorada - Sasuke colocou a mão em eu ombro me dando um apoio, eu me sentia melhor até ver o rosto do senhor Fugaku, será que ele não gostou de mim? - paga os cinquenta, eu avisei pra você Fufu, nosso nenê desencalhou - Mikoto cantarolou e estendeu a mão esperando algo - vocês apostaram de novo ? Fizeram o mesmo comigo e Izumi - Itachi perguntou e eu olhei entendendo a situação - ah - disse baixo e dei um risinho - Itachi, seu pai dúvida que eu saiba das coisas, assim que Sasuke começou a gostar de alguém eu já sentia isso mesmo sem estar aqui, eu sou a mãe de vocês e - Mikoto falou e foi cortada - ela acha que tem poderes mediúnicos só porque foi criada com uma tia vidente - agora Fugaku falou - você é médica não é? - Mikoto falou e eu me assustei - como você sabe? - perguntei curiosa - suas unhas são tão cortadinhas e limpas - ela disse, ela adivinhou minha profissão só pelas minhas unhas, que loucura - para mãe, tá assustando ela, vamos pra casa - Itachi falou e todos assentimos indo em direção ao carro, eu ia no carro do Sasuke com ele, enquanto os outros iam no de Itachi - então, o que achou deles? - Sasuke me perguntou prestando atenção enquanto dirigia - seu pai é mais fechado né, mas sua mãe é bem simpática - falei sorrindo pra ele - é uma pena - Sasuke falou e eu não entendi - o que ? - perguntei - a gente não vai poder transar por um tempinho, mas pelo menos você vai ter companhia enquanto eu trabalho - Sasuke falou e eu olhei envergonhada e me encolhi no banco, chegamos em nossa casa e logo ouvi Sayu miando em direção a dona Mikoto - owwn, você tem uma gatinha Sasuke? - ela pegou Sayu fazendo carinho - não, ela é da Sakura né? - a mesma se corrigiu - sim - Sasuke confirmou entrando em casa - pai, tem comida pronta ali na cozinha, vocês devem estar com fome - Sasuke falou e o pai dele assentiu - voce é a filha que não tivemos Sasuke - o senhor Fugaku falou indo em direção a cozinha e todos rimos, menos Sasuke que olhava neutro - tá até deixando o cabelo crescer - Naruto falou entrando com as malas da dona Mikoto - ah Sasuke, você tá lindo com o cabelo assim, mas não quero dois filhos iguais, mais tarde eu vou dar uma cortadinhas no seu cabelo, que NÃO É DE MENINA  meu amor, não liga pro naruto - dona Mikoto falou acariciando os cabelos de Sasuke - valeu mãe - Sasuke deu um sorriso fechado mas sincero - FUGAKU, você não me esperou pra comer homem - Mikoto falou correndo até a cozinha e Sasuke riu, parecia tão feliz, eu amava ver ele assim - vou ajudar a pôr lá em cima - falei pegando uma mala com Sasuke, e fomos lá em cima no quarto de hóspedes.

....

SAKURA ON

Era de noite, íamos sair eu, Sasuke, seus pais, Itachi, Izumi e Naruto para jantar.

- Sakura, querida, posso entrar? - Mikoto perguntou - pode sim - eu estava arrumando o cabelo com uma toalha em volta - te trouxe um presente - ela falou entrando com uma roupa - ele é bem básico, mas muito elegante , tem uns detalhes bonitos - ela disse me mostrando o vestido - é muito bonito, obrigada - falei pegando o vestido, era preto, tinha um decote em V no colo, ia até um pouco acima dos joelhos e tinha mangas transparente soltas - é meu número exato - falei aliviada por ela ter escolhido o tamanho certo - eu sei querida - ela falou saindo do quarto e eu olhei meio assustada - tá bemmm..- eu coloquei um salto preto da cor do vestido, e passei uma maquiagem básica, coloquei apenas uma correntinha de ouro que minha mãe tinha me dado quando era pequena ela tinha um flor de Sakura no pingente, era especial pra mim, peguei minha bolsa de mão e passei meu perfume, desci e parece que Sasuke havia gostado do vestido, estava deslumbrado me olhando, entrelacei meu braço no dele - vamos ? - perguntei dando um sorriso fechado - só temos que esperar minha mãe terminar - ele disse ainda olhando pra mim - vamos esperar lá fora então - ele falou me puxando, estávamos a sós enquanto o resto esperava dentro de casa, fitei a cerejeira que Sasuke tinha em seu jardim e sorri olhando pra ele - você gostou do meu vestido né? - perguntei - na verdade, você ficou bem sexy nele - ele falou e deu uma risadinha - mas esse vestido não tem nada de indecente - falei olhando pro vestido pra ver se estava curto ou era muito decotado, mas não - é que eu te acho sexy em qualquer coisa, ficou muito bonito e elegante em você - ele falou e eu senti seus braços na minha cintura, eu o abracei e sorri pra ele em seguida enquanto o mesmo beijava minha testa - e você estrelinha, onde vai todo lindo desse jeito? Assim todas as mulheres que estiverem lá vão olhar pra você - falei e fiz uma carinha dramática - hum, do que adianta elas olharem pra mim se eu só tenho olhos pra você? Se eu só tenho olfato para o seu perfume? Se eu só tenho ouvidos para sua voz ou se eu só tenho tato para tocar o seu corpo? - ele terminou de falar e se aproximou do meu pescoço, afastou um pouco o tecido que o cobria e começou a beijar, muito lento, droga ele sabia meus pontos fracos e se aproveitava de mim, foi descendo pra perto do meu seio o beijando e arrumou meu vestido de volta - você sabe que não pode fazer nada com seus pais em casa né? - falei maliciosa - eu sei, você também não - ele falou malicioso tadinho, apontei pra sua calça e ele não tinha percebido que estava duro, dei uma risada alta saindo dali - fica aí até se acalmar, vou trazer algo pra você, falei e ri mais um pouco, fui até a cozinha e peguei uma garrafinha de água e uma maçã e voltei até Sasuke - sua mãe já tá pronta, já vamos ir - falei entrando a maçã e fui em direção a casa, senti uma mão apertando minha bunda e logo em seguida um tapa e paralizei ali - valeu pela água - Sasuke falou e me ultrapassou entrando primeiro, ele vai me pagar quando chegar a hora, coloquei comida pra Sayu antes de sair e ela correu pro Sasuke - que bela traição - falei indo em direção a porta, fomos em dois carros, apenas eu e Sasuke no dele e os outros no de Itachi, Sasuke estava dirigindo e olhava pela janela, a estrada estava limpa e a lua muito bonita, Sasuke colocou a mão na minha perna procurando a minha mão, mas eu ia me vingar shannaro!, Peguei sua mão e conduzi até minha calcinha, era pequena e com tecido bem fino, me aproximei pra ele sentir melhor como havia me deixado - para Sakura, eu tô dirigindo - ele falou e tirei sua mão dali e a coloquei de volta no volante, as minhas por outro lado foram até meus seios, comecei a brincar com eles falando umas sacanagens pra Sasuke - Sakura, alguém pode ver, para com isso, olha meu estado, não vou poder sair do carro assim - ele falou e eu olhei pra ele e vi como estava, dei um sorriso malicioso - não tem ninguém no meu apartamento, se você quiser ir lá no horário de almoço amanhã eu vou também - falei e voltei a observar a rua, Sasuke estava tão lindo quanto o céu estrelado, só não o elogiava direito pois sabia que seu ego ia inflar rsrs, eu amo ele, será que isso vai ser pra sempre? Será que vamos casar um dia? Ter filhos? Rsrs, sorri com meus pensamentos e observei a paisagem até chegarmos a pizzaria onde íamos comer.

Pedimos as pizzas que queríamos e esperamos na mesa conversando - então Sakura, o que você pretende fazer na sua vida ainda? Tipo viajar ou realizar um sonho - Izumi perguntou - eu não sei bem, meus pais e avós já morreram, a única parente que tenho é Tsunade, eu não tenho quem visitar ou viajar além de Sasuke e ela, sempre quis viajar pro Canadá, dizem que lá faz bastante frio, eu sempre gostei e um sonho? Bem, eu queria aprender a pilotar helicóptero - falei e ouvi risadas no final - mas é sério gente, imaginem eu pilotando um helicóptero, seria o máximo - ri junto a eles - e você Sasuke? - Izumi perguntou - é um pouco difícil eu querer realizar algo, é estranho sair da minha rotina, mas eu queria ir pra suíça, dizem que eles tem os melhores chocolates não é? - Sasuke respondeu - Itachi e você tem que se cuidar, vocês ainda comem muitos doces isso não vai fazer bem pra vocês no futuro - Mikoto se pronunciou - e olha quem fala - Fugaku insinuou - como é? - Mikoto deu um olhar feroz para seu marido - nada nada hehe - todos rimos e conversamos até acabar as pizzas, pedimos umas coisas pra tomar e pagamos a conta, fomos para casa, dessa vez os pais de Sasuke foram no mesmo carro que nós e Itachi levou Naruto até sua casa.

...

Tomei uma ducha quente e tirei toda maquiagem, me deitei e senti Sasuke me abraçar, dormimos o resto da noite.


.......

- Sakura? - ouvi Sasuke me chamar - Sakura! - ele falou - oi amor, o que foi hein? - falei sonolenta sem abrir os olhos - eu amo você - ele disse e eu abri os olhos - também amo você - falei e dei um sorriso - que horas são Sasuke? -perguntei - são 6 da manhã, pode dormir mais um pouco, eu vou né arrumar pro trabalho, já estou novinho em folha - ele falou apontando pra cicatriz perto de seu estômago, me aproximei e o beijei até meu corpo cair de sono de novo - pode dormir amor, minha mãe só levanta as 8h - ele falou e eu não escutei, só sabia que tinha que levantar daqui a duas horas, comecei a fechar os olhos tendo a visão do Uchiha saindo pela porta com aquela farda de sempre, será que ele voltaria pra casa? Voltei a dormir.


SASUKE ON

Deixei um bilhete pra Sakura e saí para o trabalho, já estava com saudade da delegacia, estacionei o carro e entrei ouvindo Naruto gritar algo - sasuuuukeeeeeeee, você voltou - ele disse pulando em mim e me abraçando - também senti saudade Dobe - falei me desprendendo dele, Jiraya fez sinal pra mim e foi pra sua sala, eu fiz o mesmo, a verdade é que eu trabalhava em uma divisória no canto da sala junto com outros investigadores, só que eu sempre estava fazendo algo, então só ia lá se realmente fosse necessário, para estudar um caso ou mexer em arquivos.

... 

Deu o horário de almoço, e eu liguei pra Sakura me buscar pra irmos comer ou talvez ir no apartamento dela, peguei meu celular e coloquei um casaco, prendi meu cabelo já que minha mãe ainda não tinha cortado, estava andando no corredor até que senti um braço me puxando pra uma sala e me trancado na mesma, tinha um vidro com uma cortina cobrindo, Meu estava vestindo uma roupa provocativa, tentando me seduzir, ela começou a tentar me beijar, tentei empurra-la mas ela foi mais forte e me jogou no chão indo em direção a porta e me trancando sozinho lá, não deu tempo de sair,  ouvi a voz de Sakura e tentei abrir a cortina da janela ao lado da porta até que consegui bati no vidro chamando Sakura mas elas estavam brigando, enquanto Naruto e Karin assistiam as puxadas de cabelo comendo amendoim, sem fazer nada a respeito, vi Itachi aparecer e bati no vidro pra chamar sua atenção.


SAKURA ON

Sasuke tinha deixado um bilhete na mesinha ao lado, eram 7:30 da manhã e eu comecei a ler 

 minha mãe se levanta as oito ou nove horas, tem bolo no forno, faz café e ajuda ela no que precisar, ela vai entender se você não souber, mas também vai valorizar se você tentar, eu amo você, me traz a bolsa que tá arrumada em cima da mesinha do outro lado quando for me ver no almoço, diga a mamãe que eu amo ela ”

Fiz minha higiene e me arrumei, coloquei uma camiseta e uma calça de moletom, desci e fui fazer um café, fiz algumas torradas e uma vitamina, a mesma que saúde fazia pra mim, liguei o forno para o bolo ficar quentinho e esperei os pais de Sasuke descerem para tomar café

Tomamos café e o senhor e a senhora Uchiha foram ver TV, eu limpei tudo e fui pra cima arrumar os quartos, sei que não era necessário, mas queria agrada-los de alguma forma, arrumei o meu e de Sasuke e fui arrumar o da Mikoto e Fugaku, na verdade nem precisei, a única coisa que fiz foi passar um pano no chão e no corredor dos quartos, pois eles já tinham arrumado a cama e seus pertences.

...

Deu 10:30 e eu fui fazer o almoço, estava pensando em fazer algo elaborado, mas saudável, pensava em fazer arroz, cozinhar alguns legumes mas o que seria o prato principal? Eu poderia fazer um curry na verdade, então seria isso, estava preparando o almoço, cortando batatas e alguns cogumelos e outras coisas, ouvi a Dona Mikoto adentrar a cozinha - você precisa de ajuda Saky ? - ela perguntou simpática, mas nem esperou e começou a fazer o arroz - obrigada, é muito gentil da sua parte, não sou muito boa, geralmente eu como no hospital, já que passava a maior parte do tempo lá e até dormia as vezes - falei me explicando - eu entendo querida, o Sasuke me explicou, acho que ele também não se recusou a cozinhar pra você não é? - ela falou e sorriu - não, ele diz que a comida dele é a melhor, é um exibido - falei rindo das vezes que ele fazia um prato novo pra mim - Sasuke sempre foi muito bom em aprender a fazer coisas, eu o ensinei quando era menor, ele adorava fazer bolinhos com cobertura por cima, o pai dele nunca gostou muito por ele ser menino mas hoje em dia fica todo feliz por Sasuke ter aprendido a cozinhar e até mesmo superar a mim - ela falava nostálgica - o Sasuke sempre teve amigos quando era criança ou era mais fechado? - comecei a perguntar sobre o passado dele puxando assunto - na verdade, ele escolhia quem eram seus amigos, sempre teve poucos mas bons amigos, Naruto é um exemplo disso, Sasuke estudou com ele do segundo ano até acabarem a escola, seguiram rumos diferentes claro, mas depois de um tempo voltaram a se falar e Sasuke e ele se tornaram melhores amigos de novo, nesse meio tempo Sasuke passou por... Muita coisa, minha criança passou por tudo sozinho - ela falou e vi uma lágrima cair de seu rosto - a senhora está bem? - falei indo até ela - estou querida, ele não te contou o que houve né? - ela falou me abraçando - eu sei que ele passou por algo, mas... Estou esperando a hora dele para me contar - falei com um semblante preocupado, Sasuke era difícil de se abrir tão profundamente e eu não iria pressiona-lo com isso - você é uma boa garota, Sasuke soube escolher bem como sempre - ela falou rindo - minha tia namora o chefe dele rsrs, assim nos conhecemos, além de termos amigos em comum, como Naruto, não sei como não o conheci antes, mas acredito que tudo acontece quando tem que acontecer- terminei de falar e continuamos a conversar até terminarmos o almoço.

...

Subi e me arrumei, coloquei uma calça preta social, fazia tempo que não a usava, coloquei uma camisa 3/4 branca, também social pra combinar e coloquei uma botinha baixa de couro, passei uma leve maquiagem, apenas um protetor com cor, um rímel e um hidratante labial, peguei minha bolsa e comecei a arrumar a mesma, celular, chaves, alguns documentos do carro e meus carteira e... Exitei um pouco mas guardei junto a arma que Sasuke havia me dado, peguei um casaco e a bolsa que Sasuke havia dito para levar e saí, peguei meu carro e fui até a delegacia buscar Sasuke para comer em algum lugar.

...

Cheguei na delegacia e cumprimentei Naruto, fui até a sala de Sasuke pra ver se o mesmo estava lá e vi uma mulher de cabelo castanho o puxando pra uma sala, e enraivecida fui até a sala e ouvi alguém caindo no chão, tentei abrir  mas estava trancada, a mulher saiu e trancou a porta por fora - tira ele daí - falei exaltada e puta com a mulher - e você queridinha? Quem é? - ela falou esnobe e me olhou de cima a baixo, larguei o que segurava e olhei pra ela - abre essa porta agora ou eu te mostro quem eu sou - vi Naruto e Karin se aproximarem comendo amendoins - ui - ela falou e eu tentei pegar a chave de sua mão, ela tentou me empurrar e me bater mas segurei seus braços e peguei a chave, ela puxou meu cabelo, me lembrei das aulas de arte marcial do Gai na juventude, consegui me soltar e a soquei no estômago enquanto Sasuke batia no vidro ao lado da porta, ela caiu e eu comecei socar ela, nesse momento já não sabia nem onde tinha caído a chave, só queria socar aquela piranha, vi Itachi abrir a porta e Sasuke e ele nos separaram - sua VAGABUNDA - ela gritava tentando se soltar de Itachi que segurava a risada - da próxima vez, vou te cobrir de tanta pancada que vai dormir de muleta - falei descontrolada também mas Sasuke pediu pra me acalmar e eu o fiz, peguei minhas coisas e a bolsa de Sasuke e o acompanhei até o carro, em silêncio, ainda puta, muito puta.

Sentei no banco do passageiro e entreguei as chaves do carro ao Sasuke, não estava em condições de dirigir, ficamos em silêncio até chegar em meu apartamento.

...

Sasuke e eu estávamos sentados na minha antiga cama encarando o chão - você se machucou ? - ele perguntou olhando os arranhões em meu rosto daquela puta - um pouco, mas não importa- Sasuke começou a limpar os arranhados com algumas coisas que tinham na bolsa - Você quer sair pra comer ? - ele perguntou e eu neguei com a cabeça - você tem alguma coisa com ela Sasuke? - perguntei ainda irada - não , eu juro por Deus, eu não te trairia nunca Sakura, você é única pra mim - ele respondeu quase chorando - eu sei, eu vi ela te puxando - aliviei minha expressão e senti suas mãos me abraçarem - você poderia ter chamado alguém pra ajudar você a me deixar sair - ele falou e eu me separei do abraço - nem pensar , aquela vaca te trancou com ela, ela tentou te beijar por acaso? - me exaltei - não Sakura- ele falou também exaltado -ela conseguiu por acaso? - falei e Sasuke ficou irritado - Sakura, esquece isso, eu não quero nada com ela já disse caralho - ele passou a mão no cabelo soltando os mesmos, nos fitamos com a expressão brava em nossos rostos, mas não aguentamos, Sasuke começou a me beijar compulsivamente e eu respondi ao seus beijos, tirei sua jaqueta e ele rasgou os botões da minha camisa,comecei a me despir e vi Sasuke fazendo o mesmo, estava sedenta por seu corpo, começamos as preliminares, Sasuke me chupava eu gemia seu nome alto ouvindo os tapas que ele me dava, o puxei pra cima e comecei a beijar ele sentindo meu próprio gosto, Sasuke se posicionou e começou a meter em mim ,meus gemidos saíam abafados pelos beijos, Sasuke me colocou de quatro e me estapeou até eu pedir por ele - Sa.su..ke, por fa..vor- senti ele entrando em mim mais uma vez, estava rápido e forte, ele me dava alguns tapas, não fortes mas precisos, gozei e senti ele fazer o mesmo, meu corpo se desmanchou na cama, e ele se deitou só meu lado ofegante - HAHAHA, Vai dormir de muleta - Sasuke falou rindo e eu corei ao me lembrar das coisas que havia dito na delegacia - cala boca idiota - me virei para o lado e comecei a rir da situação também, senti Sasuke me abraçar e beijar carinhosamente meu pescoço.


CONTINUA...






Notas Finais


🌸❤️ pessoal, eu não costumo revisar tanto os capítulos, então desculpem os erros


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...