1. Spirit Fanfics >
  2. Acidente Perfeito - Fillie >
  3. Capítulo 17

História Acidente Perfeito - Fillie - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - Capítulo 17



                       Narradora


Ainda surpresa, Millie coloca as mãos sobre o coração acelerado, não demorando a ver Sadie e Noah entrarem em sua nova galeria. 



A ruiva tinha uma expressão séria no rosto, enquando Noah tentava conter o pequeno sorriso malicioso que ameaçava crescer em seus lábios. 



- Acho que sim, Sadie...nós com certeza interrompemos algo! 



Noah declara divertido, recebendo o olhar de repreensão de Finn. Mesmo com as bochechas coradas Millie sorri, sentindo a animação voltar a crescer dentro de si, e afastando mais uma vez todo o constrangimento de ser quase pega no flagra com o amigo novamente.



- C-claro que não interromperam nada, e além do mais , a nova dona desse estabelecimento acaba de declarar que vocês tem passe livre para entrar aqui! 



Brown afirma animada, estendendo as chaves da galeria para o alto.



- Ahhh meu Deus! Parabéns, amiga! 



Sentindo uma alegria sem tamanho tomar conta de si, Sadie corre até a amiga, não demorando a envolvê-la em um forte abraço, que logo é completado por Noah e Finn. 



Sadie e Noah sabiam o que Wolfhard estava planejando, e ver a alegria no rosto de Millie tornava aquele momento ainda melhor. 



E lá estavam os 4 unidos como sempre...


Aquela amizade havia nascido há muitos anos atrás, e apesar das dificuldades que enfrentaram e ainda enfrentariam, todos ali sabia que sempre estariam daquele jeito...



Unidos!



                      Dias Depois


                       Narradora



- VAIIII, FINN! 



Millie grita animada enquanto observava o amigo se aproximar do gol com a bola mais uma vez. Aquele jogo era sem sombra de dúvidas um dos mais importantes para a carreira de Wolfhard, e apesar de todo o nervosismo, ter o apoio dos amigos fazia seu coração bater feliz. 



Alguns dias haviam se passado e as coisas continuam a andar perfeitamene bem. Sadie e Millie haviam passado a maior parte do tempo juntando idéias para a reforma da futura galeria, enquando Finn e Noah treinava incansavelmente para o jogo. 



Sadie grita irritada ao ver um dos jogadores do time rival empurrar Noah, enquando Millie xingava o homem intensidade. 



Todos os jogos eram do mesmo jeito, eram os meninos que suavam a camisa, mas a emoção toda parecia pertencer somente à elas.



- BEM FEITO!


- ISSO MESMO, TIRA ESSE BABACA DAÍ! 



A dupla de amigas grita ao ver o jogador ser expulso e rapidamente voltam a se concentrar no jogo.



 A bola começava a se aproximar do gol do time dos meninos, até que em um movimento rápido Finn recupera a bola e começa a correr a todo o vapor.



- ISSO, ISSO, ISSO! VAIIIII, AMOR! VAIII, FINN! 


Millie volta a grita animada sem perceber o que havia dito enquando sentia seu coração bater acelerado. 



Percebendo que seria bloqueado, Finn passa a bola para Noah e corre ainda mais rápido, parando perto do gol. Vendo que o amigo estava livre, Noah volta a tocar a bola para Finn, e antes que percebesse a torcida inteira já comemorava o incrível gol do cacheado.



- GOLLLLLLL!


- AHHH MEU DEUS! VOCÊ VIU O QUE ELES FIZERAM? É GOLLLLL! 



Brown vibrava intensamente, e como se de forma mágica pudesse ouvir a voz da amiga, Finn se vira na direção da morena após comemorar o gol com Noah. 



O jogador observa o sorriso enorme no rosto da pintora, e antes que pudesse pensar em suas ações, seu corpo forte já corria em direção a arquibancada. Pegando todos de surpresa, Wolfhard invade o local da torcida e corre em direção a Millie, não demorando à tirá-la do chão com um abraço apertado, enquando ouviam o apito que sinalizava o final do jogo finalmente soar. 



Brown gargalhava surpresa e orgulhosa enquando o jogador à rodopiava no ar, não demorando a ver o moreno se ajoelhar em sua frente e beijar sua barriga.



- O papai fez esse gol para você, minha princesinha! Te amo! 



Wolfhard sussurra ainda ofegante, e sem conseguir conter a emoção, Millie sente as lágrimas banharem seu rosto.



- VOCÊ FOI INCRÍVEL! E AQUELE GOL...MEU DEUS! VOCÊ DEVIA ESTAR COMEMORANDO COM OS MENINOS AGORA, PORQUE PODE TER CERTEZA QUE EU...



Millie falava sem parar, mas antes que pudesse concluir sua frase as mãos grandes de Finn seguram seus cabelos no exato momento em que o jogador finalmente une seus lábios.



 Talvez fosse pela animação do momento ou pelo desejo que tanto havia tentado enterrar, mas naquele momento nada mais parecia importar a não ser o encaixe perfeito de suas bocas. Millie ainda se encontrava completamente surpresa, sabia que aquilo era uma loucura, eram melhores amigos e....



Que se dane tudo! 



Em um movimento rápido a morena envolve o pescoço de Finn com os braços, sentindo o aperto em sua cintura aumentar ainda mais. Suas línguas pareciam dançar intensamente enquando seus corações batiam de forma descontrolada. 



Todos estavam surpresos com a cena, mas naquele momento a opinião das pessoas era sem sombra de dúvidas a última preocupação do casal. A falta de ar começa a se fazer presente no beijo, e mesmo a contragosto Finn e Millie unem suas testas enquando um sorriso bobo brincava em seus lábios. 



Tudo aquilo parecia ser um sonho, mas finalmente voltando a realidade, Millie guia seu olhar até o do amigo. Sadie havia sumido e os torcedores animados com a vitória do time começavam a sair do estádio.



 Wolfhard permite que seus olhos deslizassem por todo o rosto da morena, enquando uma de suas mãos acariciavam a barriga da pintora de forma automática. Finn havia perdido muitas noites pensando e sonhando com aquele momento. 



Havia tentado evitar que aquele sentimento crescesse, afinal eram melhores amigos, mas as batidas aceleradas de seu coração não o deixam negar. 



Estava completamente apaixonado por sua melhor amiga!



                              [...]


                             Finn


Estaciono o carro em frente ao apartamento da Millie e respiro fundo tentando criar coragem para falar logo.



 Após o nosso beijo no estádio, trocamos pouquíssimas palavras, e mesmo com ela insistindo para que eu fosse para a comemoração com o time, eu sabia que precisávamos conversar o quanto antes. 



Meu coração ainda batia forte ao lembrar do gosto de seus lábios, e a cada segundo que se passava, controlar o desejo de beijâ-la novamente se tornava uma missão ainda mais difícil. Eu havia tentado evitar, havia tentando me convencer de que tudo que sentia por ela era amizade, mas não era, e eu não podia mais negar. 



Eu me apaixonei pelo seu sorriso, pelo seu olhar, pela forma como ela vibra por mim em cada jogo, e como aperta minhas mãos quando vamos as consultas da nossa bebê. Tudo em Millie me apaixonava ainda mais, e mesmo sabendo que tudo isso pode ser um risco a nossa amizade, eu estou pronto para ariscar.



 - A-ahm...e-eu acho que está na hora de eu subir! A mocinha aqui dentro está cansada do jogo, então é melhor eu...

                   

                        Narradora

 

Brown volta a falar descontroladamente enquanto tentava manter a calma. A pintora tinha a mania de falar demais quando estava nervosa, e sabendo disso, Finn segura uma de suas mãos, fazendo Millie paralisar.



- Precisamos conversar...



O moreno sussura olhando no fundo dos olhos castanhos da amiga, enquando sentia seu coração voltar a acelerar. 



Com Millie não era diferente, um misto de sentimentos transbordava de dentro da mesma, e um arrepio intenso tomava conta de seu corpo diante de um simples toque de Wolfhard. 



Respirando fundo Millie confirma com a cabeça, sem imaginar que aquela conversa mudaria tudo, e que uma escolha errada poderia partir seu coração.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...