1. Spirit Fanfics >
  2. Acidente Perfeito - Fillie >
  3. Capítulo 38

História Acidente Perfeito - Fillie - Capítulo 38


Escrita por:


Capítulo 38 - Capítulo 38


                        Dias Depois    

                               Finn

Os dias havia se passado como em um piscar de olhos, e aqui estou eu, fazendo a última prova do terno que irei usar no meu casamento amanhã. "Eu vou me casar". Tudo isso ainda parece surreal, e apesar da minha razão entender que ficar com Íris é o certo a se fazer, meu coração tolo continua a disparar por outra mulher. Durante essa semana mal havia visto Millie, e mesmo tentando acreditar que tal afastamento era devido a galeria, não conseguia controlar a angustia que sentia ao imaginar que a distância entre nós foi causada por mim mesmo.

 A amizade da Millie é tudo o que tenho, e se não posso ter o seu amor, eu me contento somente estar próximo dela e de nossa filha. Sadie ainda é pequena para entender meu casamento com Íris, mas tenho certeza que daqui a algum tempo minha filha irá começar a questionar o motivo dos seus pais não estarem juntos como a maioria dos casais. Quando soube que Millie estava grávida meus sentimentos ainda estavam confusos, mas lembro de imaginar uma vida inteira tendo minha melhor amiga como esposa, e nossa filha em nossos braços. 

Com o tempo eu aprendi a amar Íris, mas sei que por mais que eu tente, nem a minha futura esposa será capaz de ocupar o lugar exclusivo de Millie em meu coração.

- Alô? Terra chamando Finn! Cara, você está aí? 

                         Narradora

Wolfhard desperta de seus pensamentos ao ouvir a voz de seu padrinho chegar aos seus ouvidos, o trazendo de volta ao mundo real.

- A-Ahn?

- Estava pensando nela, né?! 

Noah questiona com os braços cruzados, não demorando a ouvir um longo suspiro do amigo.

- Eu já dei a minha opinião sobre o assunto, mas e você? Acha mesmo certo casar com uma mulher enquanto ainda pensa em outra? 

Sentindo as palavras do amigo lhe atingirem em cheio, Finn desfaz o nó da gravada que usava, não demorando a trocar de roupa no provador.

- O que não é certo é largar a Íris no altar por alguém que não me ama da mesma forma que eu. Você sabe muito bem o quanto a Íris é importante pra mim, o quanto me ajudou e me apoiou, não posso desistir de tudo agora, ela não merece isso. A Millie está com o Jacob, eles tem uma história juntos, e apesar de ainda odiar aquele babaca estou começando a achar que ele realmente mudou. Millie tem razão, já é tarde demais.

- Eu realmente espero que você não se arrependa dessa decisão, meu amigo! 

Noah sussura cansado daquela situação, e após terminarem de se arrumar, ambos saem da loja com os ternos já embrulhados. Por mais que tentasse não pensar mais naquele assunto, as palavras de Noah não saiam de sua cabeça, e antes que o moreno pudesse voltar a se concentrar no caminho que fazia até seu carro, um corpo masculino se choca ao seu, o fazendo despertar.

- Desculpa, cara, eu estava distraíd...Você?! 

Finn é pego de surpresa ao ver que havia esbarrado justamente em Jacob, sentindo sua expressão se tornar séria ao ouvir a voz do homem que tanto detestava.

- Acredite em mim, Wolfhard, também não sou seu maior fã!

- Como pode perceber, estou com pressa e não estou nem um pouco disposto a perder o meu tempo com você. 

Finn se vira para ir embora, mas antes que pudesse se afastar ainda mais, a voz de Jacob volta a impedi-lo de continuar a andar.

- A Mills já te contou a nossa grande novidade? 

Sentindo seu sangue gelar, o cacheado volta a encarar Sartorius seriamente enquanto sentia a curiosidade tomar conta de si.

- Do que você está falando?

- Eu fiz um pedido muito importante para a nossa garota, e bom...

Totalmente controlado pela angustia e pelo ciúme, Finn começa a andar a passos largos até Jacob, sendo impedido de continuar ao sentir as mãos de Noah o segurarem.

- Cara, se acalma, deixa isso pra lá!

- Não, agora eu quero saber! Me diz, seu desgraçado, do que você está falando?

- Não sou obrigado a te falar nada, se quer mesmo saber o que aconteceu entre a Mills e eu, é melhor perguntar a ela! Ah, mas vou logo te dizendo que não sei se ela vai querer contar os detalhes da nossa noite pra você, sabe como é, as coisas podem esquentar depois de um pedido de namoro...

Jacob provoca com um tom de voz malicioso, sorrindo ao ver a expressão transtornada no rosto de Wolfhard. Não queria estar dizendo tudo aquilo, mas após se encontrar por acaso com Finn na rua, havia visto ali uma boa oportunidade de fazer o moreno despertar para os sentimentos que obviamente nutria pela pintora. 

Sartorius de fato destesva o jogador de futebol, mas queria ver Millie feliz, e se pra isso fosse necessário dar uma pequeno "impurãozinho" no rival, assim faria.

- E-ELA ACEITOU?

- Como já disse antes, você vai ter que perguntar isso a ela! 

Sentindo que já havia feito sua parte, Jacob vira as costas e continua seu caminho, deixando para trás um Finn carregado de ciúmes. Em um movimento rápido o moreno consegue escapar das mãos de Noah, não demorando a entrar em seu carro.

- Você vai atrás dela, não é?

- Vou, e não adianta tentar me impedir! 

Wolfhard exclama de forma agressiva, sendo pego de surpresa ao ver Noah gargalhar alegremente.

- Vai lá, amigão! Boa sorte! 

Mesmo estranhando o sorriso do amigo, Finn arranca com seu carro, seguindo o caminho até o apartamento de Millie.  

                               [...]

                             Millie

Aconchego Sadie em sua caminha, e deposito um beijo em sua testa, sorrindo ao ver o quanto seu sono era pesado. Volto a caminhar até a sala e fecho os olhos ao sentir o calor de um raio solar ultrapassar as grandes janelas do meu apartamento até acariciar meu rosto. 

O dia hoje está lindo, mas diferente do sol que brilha lá fora, dentro de mim há uma tempestade sem fim. Eu havia passado toda a minha infância e adolescência ao lado do Finn sem me dar conta de que ele é o amor da minha vida, e agora estou aqui, esperando o dia seguinte chegar para perdê-lo definitivamente. 

Desperto dos meus pensamentos ao ouvir a campainha tocar, e mesmo sem ânimo caminho até a porta, sentindo meu coração falhar uma batida ao ver quem estava na minha frente.

- F-Finn...

- Você aceitou? 

                        Narradora

Em um movimento rápido Wolfhard invade a sala e se vira para Millie, tentando controlar as batidas aceleradas do seu coração ao ver uma expressão confusa no rosto da morena.

- Do que você está falando?

- Você aceitou, não aceitou? Meu Deus, como você pode ser tão ingênua, Millie?! Aquele imbecil te traiu durante um ano e meio, e agora você simplesmente esquece de tudo isso e volta a namorar com ele?!

- Finn...

- Não, você vai me escutar! Como você pôde fazer isso? Para mim já deu, não quero aquele cafajeste perto de você novamente, me entendeu?! 

Finn declara totalmente fora de si, fazendo toda a frustração e a dor de Millie explodirem em forma de indignação.

- COMO É QUE É? VOCÊ NÃO MANDA EM MIM! JÁ CONVERSAMOS SOBRE ISSO E VOCÊ NÃO TEM O DIREITO DE ME IMPEDIR DE SEGUIR EM FRENTE E ESQUECER ESSE SENTIMENTO QUE PARECE QUE IRÁ ME MATAR A QUALQUER MOMENTO! VOCÊ VAI SE CASAR AMANHÃ, FINN, ENTÃO ME DIZ O MOTIVO DISSO TUDO! POR QUE VOCÊ FICA ASSIM TODA VEZ QUE EU ESTOU PERTO DO JACOB? POR QUE EU NÃO POSSO NAMORAR COM ELE? POR QUE...

Antes que a morena pudesse terminar de falar Finn explode completamente, gritando de uma vez por todas o sentimento que tanto havia escondido.

- PORQUE EU ESTOU COM CIÚMES! É ESSE O MOTIVO! EU SINTO CIÚMES QUANDO VEJO ELE TOCAR EM VOCÊ, SINTO CIÚMES QUANDO VOCÊ FALA DELE, E ATÉ MESMO QUANDO ME LEMBRO QUE ESTÃO VOLTANDO A FICAR JUNTOS DE NOVO. SINTO CIÚME DO VENTO QUE ACARICIA O SEU ROSTO, SINTO CIÚME DA ÁGUA QUANDO DESLIZA PELA SUA PELE, E ATÉ DO BATOM QUE TOCA NOS SEUS LÁBIOS. SINTO CIÚMES DE TUDO O QUE ME FAZ LEMBRAR QUE NUNCA MAIS TEREI VOCÊ DA FORMA QUE EU QUERO, PORQUE EU TE AMO DE UMA FORMA TÃO DESESPERADA QUE CHEGA ATÉ A ME ASSUSTAR. EU TENTEI ESCONDER ISSO DE TODAS AS FORMAS, ME OBRIGUEI A SEGUIR EM FRENTE QUANDO VOCÊ ME DISSE "NÃO" DENTRO DAQUELE CARRO, COMECEI A NAMORAR COM A ÍRIS PARA TENTAR TE ESQUECER, MAS NÃO HÁ MAIS O QUE FAZER PARA TE ARRANCAR DO MEU CORAÇÃO, POIS PODE TER CERTEZA DE UMA COISA, MILLIE, EU TENTEI DE TUDO. 

Brown se encontrava completamente paralisada. Seu coração batia acelerado e as lágrimas já banhavam todo o seu rosto. Tudo aquilo parecia ser um sonho, havia sofrido durante tanto tempo, e agora tinha ali em sua frente a prova de que seus sentimentos sempre haviam sido correspondidos. 

As palavras pareciam fugir dos lábios da morena, mas lutando para conseguir reagir à aquele momento, Millie respira fundo, finalmente conseguindo fazer com que seu sussurro fraco ecoasse pela sala.

- E-eu disse não!

A pintora expõe a resposta que havia dado ao pedido de Jacob, e começando a encontrar a coragem guardada dentro de si, Brown dá um passo em direção a Finn, fazendo o coração do moreno disparar ao ouvir Millie continuar a falar.

- E-eu disse não porque não posso mais estar com o Jacob, quando na verdade sei que o meu coração sempre vai ser seu. No dia em que a Sadie morreu eu ia me declarar para você, ia dizer o quanto eu te amo, e o quanto me arrependia de ter me entregado ao medo de adimitir o que eu realmente sentia. E então as coisas foram acontecendo, e a nossa vida virou uma completa bagunça. E até hoje as coisas estão bagunçadas, porque amanhã à essa hora você vai estar casado com a Íris, e eu vou ter que viver o resto da minha vida tentando enterrar esse amor que eu sinto para ninguém perceber a verdade. E a verdade é que eu te amo, Finn, eu amo tanto que...

Antes que a morena pudesse terminar de falar as mãos grandes de Finn a puxam para perto, terminando de roubar todo o ar de seus pulmões. Suas testas se encontravam unidas e mesmo com os olhos fechados ambos podiam sentir suas respirações ofegantes se misturarem. 

Ambos podiam ouvir as batidas aceleradas de seus coraçãos, e totalmente desesperados para unirem seus corpos ainda mais, Finn e Millie se abraçam fortemente sentindo o desejo de nunca mais se afastarem arder fortemente em suas almas.

- Eu te amo, te amo, te amo infinitamente mais!

- Eu te amo, Finnie, sempre amei! 

O casal sussura em meio as lágrimas e em um movimento rápido Wolfhard volta a depositar diversos beijos pelo rosto da pintora, parando a centímetros dos lábios da morena. Haviam perdido as contas de quantas vezes haviam sonhado com aquele momento, e sentindo seu coração continuar a bater acelerado Finn acaricia o rosto da jovem, decido a deixar o seu amor por Brown falar mais alto que sua razão daquela vez.

- Então vamos jogar tudo para o alto, Mills. Vamos esquecer o casamento, os problemas, as consequências dos nossos atos, e vamos ser uma família de verdade, eu, você e a nossa filha. Basta só uma palavra sua para eu largar tudo, meu coração está nas suas mãos, meu amor. Vamos largar tudo para trás e começar uma vida nova juntos. Foge comigo, Millie!



Notas Finais


😍😍😱😱😱 Continuo com 50 comentáriooooos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...