1. Spirit Fanfics >
  2. Acompanhante de luxo - Supercorp >
  3. Plano

História Acompanhante de luxo - Supercorp - Capítulo 8


Escrita por: tutilovers

Notas do Autor


Espero que gostem, beijos!💞

Capítulo 8 - Plano


Fanfic / Fanfiction Acompanhante de luxo - Supercorp - Capítulo 8 - Plano

Lena POV

Observo como Kara estava tímida, ela olhava o local, também batia os dedos nervosamente sobre a mesa.

_Você quer ser feliz, mas o que está te impedindo?- Pergunto e ela me olha agora.

_Acho que eu tenho medo.- Diz e ouço seu suspiro._As vezes eu penso que é minha culpa.- Fala e eu nego com a cabeça._Você disse que foi traída e como você lidou com isso?- Pergunta e eu suspiro.

_Quando eu estava noiva de Andrea, ela era minha melhor amiga, um dia eu cheguei na sua casa e ela estava com nossa amiga da faculdade, em sua cama, eu perguntei a quanto tempo aquilo acontecia e foi por um ano, elas estavam juntas a um ano.- Digo e vejo Kara prestar atenção em mim._A diferença é que eu não escolhi ficar, nem me culpar por aquilo, você deveria fazer o mesmo Kara, se está te machucando então apenas saia disso.- Digo e vejo ela concordar.

_Parece tão fácil com você falando.- Diz e eu sorrio.

_Ele te ameaça, não é?- Pergunto observando ela.

_Ele fala coisas, não sei se podem ser chamadas de ameaças.- Diz e eu pego sua mão sobre a mesa.

_Você se sente ameaçada? Se ele em algum momento fez com que você não se sentisse segura, então sim, foi ameaça.- Falo e ela aperta minha mão.

_Eu preciso ir.- Sua mão se afasta da minha, vejo ela se levantar, pegar suas coisas.

_Eu pago a conta.- Digo me levantando também, pego minha bolsa, largo algumas notas na mesa, saio do local com Kara ao meu lado.

_Lena?- Me chama, paramos na calçada e percebo suas bochechas coradas._Eu gostei da nossa noite, eu nunca tinha me sentido daquele jeito.- Diz e eu sorrio, me aproximo dela.

_Excitada?- Sussurro a pergunta com a boca próxima ao seu ouvido.

_Desejada.- Diz, pego sua mão, puxo ela para uma rua vazia, a coloco contra a parede.

_Você tem razão, eu te desejo, eu quero você e estou apaixonada.- Digo e ela arregala os olhos.

_Apaixonada?- Pergunta e eu concordo com a cabeça, aproximo nossos rostos, fecho meus olhos, passo minha boca por cima da dela, suas mãos agarram minha cintura, me puxando para ela, puxo seu lábio inferior, junto nossos lábios, passo minha mão para sua nuca, puxando de leve seus cabelos e sinto ela suspirar em meus lábios. Afasto lhe dando um selinho, passou meu nariz pelo seu e sorrio.

_Eu vou contar tudo sobre mim quando você se separar dele e estiver segura.- Digo e ela concorda com a cabeça._Eu quero que seja feliz!- Sussurro e sinto ela me dar mais um selinho.

_Eu preciso ir.- Diz, separo nossos corpos, antes de ir, ela acaricia meu rosto, sorrindo em minha direção, então ela vira e saí, me deixando sozinha.

(...)

Dia seguinte

No escritório, Ava havia convocado uma reunião com alguns dos seus agentes, entre eles eu estava, sentanda em uma das cadeiras, quando minha melhor amiga entra, se direcionando para a frente de todos que estavam ali.

_Bom, convoquei essa reunião por conta do caso de tráficos de arma, o assunto ficou mais delicado, o objetivo é prender Mike Mathews, mas a questão delicada de tudo é sua esposa Kara Danvers, por incrível que pareça, a mulher não sabe sobre o que o marido anda fazendo, o que significa que ela é uma vítima dentro de toda essa história.- Ava diz e eu abro o arquivo que haviam me dado._Nós temos que proteger ela, porque ele provavelmente tentará  a machucar para uma possível distração, ou até mesmo sequestrar ela, então eu preciso que vocês estejam atentos aos movimentos dele.- Diz e então eu observava os agentes._Agente Luthor, estará encarregada de chegar até a vítima e a proteger.- Diz e eu concordo com a cabeça.

_Como vamos fazer?- James pergunta e Ava liga o monitor, mostrando no quadro a planta da casa de Mike e Kara.

_Iremos cercar o lugar, enquanto Lena entrará pela janela lateral, onde fica o quarto do casal, tente não ser pega, estaremos levando armamentos pesados, não sabemos o que ele guarda em casa, vamos anunciar a prisão dele, não podemos invadir para a segurança de Kara.- Ava diz e todos concordam._Vamos fazer tudo durante a noite, as ruas estarão fechadas, não esqueçam de manter a comunicação entre o grupo.- Fala e então desliga o monitor novamente._Quero todos prontos as oito da noite.- Diz e então ela apenas sai da sala.

_Como essa mulher pode ser tão idiota de não perceber?- James pergunta rindo de Kara.

_Não fale assim dela!- Digo irritada.

_Que foi Lena? Se prostituiu e ficou apaixonada?- Ele diz rindo e eu mostro o meu dedo do meio.

_Vai se fuder seu idiota!- Digo me levantando e saindo dali.

Kara POV

Ouço o barulho do carro de Mike, solto um suspiro, sabendo que ele provavelmente estaria irritado.

_Kara?- Ouço ele me chamar da sala, saio do quarto e ando até ele.

_O que houve?- Pergunto vendo o rosto irritado do mesmo.

_Acha que eu não sei? Que você foi se encontrar com aquela vadia?- Ele grita e eu me assusto._Você é uma vagabunda, só o que me faltava gostar de mulher agora, espero que saiba que nunca mais irá sair dessa casa.- Ele empurra meu ombros me fazendo cambalear para trás.

_Eu não fiz nada!- Falo assutada, sinto meu rosto arder, então percebo que ele havia me dado um tapa.

_Mentirosa!- Minhas costas batem na parede e então fico encurralada entre ele e a parede.

_Eu juro que não fiz nada.- Digo e então recebo mais um tapa, desta vez as lágrimas molham meus rosto e posso sentir o gosto de sangue em minha boca.

_Eu vou matar você, mas não irá ficar com ninguém alem de mim.- Aquilo me assusta ainda mais, sinto suas mãos apertarem meus braços, enquanto ele batia meu corpo contra a parede com agressividade.

_Ta me machucando!- Grito e sinto minha cabeça bater, me fazendo tontear.

_Eu vou matar você e essa criança na sua barriga!- Ele grita e eu o olho assustada.

_Como assim?- Pergunto com os olhos arregalados.

_Eu vi aquele teste de gravidez no banheiro, eu que você está escondendo de mim e agora eu sei que provavelmente esse filho não é meu.- Ele fala e eu soluço entre o choro.

_É nosso filho Mike.- Digo e ele nega com a cabeça.

_Você deve ter me traído com algum idiota.- Diz segurando minhas bochechas com força.

_Por favor não me machuca!- Digo chorando e então me solta, me jogando contra o chão.

Vejo ele sair andando e sair pela porta, me deixando ali como se eu não fosse nada, levo a mão para meu ventre e sinto meu rosto doer assim como minha cabeça.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, beijos!💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...