História Acompanhante de Luxo - Capítulo 74


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camrem, Lauren G!p, Ltops
Visualizações 1.819
Palavras 745
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


5/5
Boa leitura
Qualquer erro perdoem e me avisem nos comentários!

Capítulo 74 - Capítulo 74



-não é assim que funciona, Lauren. Não pode ir assim invadindo minha casa e dizendo que precisamos conversar com essa autoridade, como se eu fosse obrigada a obedecer. -falei secamente.

-não estou pedindo que obedeça. Precisamos conversar não só sobre o bebê, mas sobre o comercial que vi hoje, quando aquilo aconteceu? E que olhar foi aquele? -ela começou uma sessão de perguntas. 

-foi apenas um comercial, Lauren -respondi. 

-todo mundo que assistiu ao vídeo percebeu aquele olhar, que não era por causa do maldito comercial, mas porque ali tinha algo mais. -ela se aproximou, segurando na lateral dos meus braços. -você saiu com ele, Camila? -acusou, seus olhos estavam nos meus me fitando séria..  

-e se tiver saído? Qual o problema? -provoco

-você saiu ou não com ele? -sua mão direita apertava com força meu braço esquerdo, e me trouxe para mais próximo dela. Sua outra mão foi para minha cabeça e segurou meus cabelos. -porque se tiver saído, ele pagará caro por tocar em você. 

-pare com isso, Lauren. Está me machucando. -empurrei-a, mas de nada adiantou. A minha mão livre foi de encontro ao seu rosto e o barulho da bofetada em meio ao silêncio foi alto. -meu Deus! Desculpe. -falei baixinho. Ela fechou os olhos e os abriu, olhando-me como se eu fosse a presa e ela o predador. 

-você é minha! Ouviu bem? Unicamente minha! -ela sussurrou e sua boca se apossou da minha, segurando-me pela nuca. Esmurrei seu tórax com raiva, mas sua boca continuava sobre a minha. Perdi o pensamento e esqueci que estava com raiva dela quase que imediatamente, me rendendo, segurei seus cabelos pela nuca com força. Ela me suspendeu no ar, segurando-me com um braço, e prendi minhas pernas em volta dela. Lauren sorriu entre o beijo e enquanto andava pelo apartamento comigo em seus braços e nos beijando, derrubamos o abajur da sala, ela me jogou na parede do corredor e o quadro ao nosso lado caiu. Suas mãos desfizeram o nó do roupão e deixou meus seios à mostra. Sua boca desceu ao mesmo tempo em que sua mão segurava meu seio direito, ela sugou e eu gemi alto, completamente perdida, eu estava fodidamente perdida por causa daquela mulher, ela sorriu e me beijou de novo, ardentemente, mordendo meu lábio inferior, desceu por meu pescoço, e continuou andando pelo corredor até chegar ao quarto, abriu a porta com uma das mãos e fechou-a com o pé, o estrondo da porta batendo foi alto, mas eu não me importei, minhas mãos estavam em seus cabelos, ela me colocou sobre a cama enquanto se desfazia do paletó e abria o zíper da calça, e em segundos seu pau estava entrando em minha intimidade, os nossos gemidos eram como música para meus ouvidos, sua mão foi ao encontro do meu clitóris e acariciou meu ponto sensível, enquanto seu pau invadia minha vagina com tudo me deixando louca, sua outra mão acariciava meu seio esquerdo, seus dedos prenderam meu mamilo entre eles e apertou forte, gemi alto ante ao frenesi que passou pelo meu corpo com a dor.

-puta que pariu, Lauren -escutei sua risada enquanto meu corpo se perdia no prazer do gozo que ela me proporcionou. Estocava cada vez mais fundo, e a sensação de estar cheia e completa era indescritível, Lauren era minha naquele momento, assim como eu era dela. E eu havia esquecido todo e qualquer sentimento de raiva que existia, ela sorriu me olhando com olhos de puro desejo, estocou mais algumas vezes e me encheu com seu gozo, descansou respirando fundo, enquanto me olhava sorrindo. 

-você é minha! -ela repetiu saindo de dentro de mim e terminando de tirar sua roupa. 

-Lauren, o quê...

-shhhh... -levou o dedo à minha boca pedindo silêncio. -não discuta, apenas aprecie. -e ela deitou-se ao meu lado, acariciando meu cabelo, fazendo um cafuné, meus olhos ficaram pesados… e adormeci, acordei com o celular da Lauren chamando no meio da madrugada. Olhei no relógio: 4h da manhã. 

-Lauren, seu celular. -falei e ela gemeu. 

-volte a dormir, amanhã eu atendo. -falou ainda dormindo e me virei para o outro lado, tentando dormir novamente, sua mão veio sobre minha cintura e se fixou em meu ventre. Eu nem havia perdoado ela por ter me chamado de prostituta barata e ela já estava ali, na minha casa, dormindo em minha cama, como se o lugar fosse seu, como se eu tivesse esquecido o que ela disse, isso era errado, muito errado.


Notas Finais


Tapa na cara eu sei que vai doer, mas não doi mais do que perder você... 🎶😂

É.. agora Camilinha tem Lauren comendo na mãozinha linda dela.. até amanhã ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...