História Acorrentados num só sentimento - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias 100%
Visualizações 19
Palavras 1.168
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Magia
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Quando um não deixa, o outro não faz


Fanfic / Fanfiction Acorrentados num só sentimento - Capítulo 5 - Quando um não deixa, o outro não faz

Ja se faziam três dias desde que estive com Daniel, e durante esse tempo ele não havia me mandado nenhuma mensagem, e nem eu a ele, hoje teremos ensaio no studio, e talvez lá possamos nos encontrar.
Silvio: Vamos Moinho, não podemos nos atrasar !
Sil: Vamos amor.
Assim que chegamos, a maioria dos músicos ja estava lá, e Paulinha tambem havia acabado de chegar. Então demorou pouco e damos inicio aos ensaios
Silvio: E Daniel ainda não chegou ?
Paulinha: Ah ele não vem, esqueci de avisar, quando estava saindo de casa recebi uma ligação dele, ele não ta muito bem de saúde, disse que ia ao médico
Silvio: Hum ... Ele nem me avisou
Paulinha: Pois é, mais avisou a mim, e pediu pra eu repassar a vocês.
Silvio: Tudo bem então, depois a gente ensaia com ele, né pessoal, agora vamos começar, tem umas músicas novas ai, e que não é tão fácil assim!
Eu achei estranho Dan avisar apenas a Paulinha que não vinha pro ensaio, ele sempre avisa a todos, nossa fiquei ate preocupada agora.
Sil: Abelinha ? Ele não disse o que tinha ?
Paulinha: não, mais acho que é a ritimia dele que deve ter atacado, mais ele falou pra não se preocupar, não era nada grave !
Sil: graças a Deus,
Paulinha: hum ... Ta preocupadinha com ele né ? Kkk
Sil: Deixa de ser besta Paulinha, ele é nosso companheiro, temos que ter preocupação mesmo
Paulinha: Ta, sei, mais a nossa preocupação é diferente da sua Patricinha kkk
Sil: ai, me erra vai, cuida, vai cantar logo !
Paulinha sempre foi assim, tirava onda comigo na maior cara de pau, porque sempre soube de tudo. Mais sempre é bom ter alguem em que se possa confiar e contar meus podres, e ela me ajudava bastante em meio a isso tudo. Durante o ensaio eu me sentia incompleta, e ate que não demorou muito porque os duetos não foram ensaiados, e assim que terminou chamei Moinho e fomos a um restaurante almoçar, Paula tambem foi conosco. Depois do almoço Paulinha saiu e eu e Moinho fomos pra casa. Chegamos e fomos direto pro quarto, Moinho disse que ia deitar-se um pouquinho porque logo mais ia sair, então resolvi deitar com ele e cochilamos. Quando meu amor se levantou eu acabei despertando tambem, e logo ele foi resolver uns assuntos da banda e eu fiquei sozinha em casa, não queria ir com ele porque quando ele sai assim demora muito, e eu fico entediada. Fui até a cozinha preparar um lanche pra mim, e logo a campanhia toca, e eu achei estranho porque eu não havia marcado com ninguem, e Moinho tambem não, fui em direção a porta pra atender e pra minha surpresa, sim, era Daniel.
Sil: Dan ... Você por aqui ?
Daniel: Pois é, desculpa vim sem avisar, é que eu estava passando por aqui, quando vi que Silvio estava de saída e você não estava com ele, ai resolvi tentar a sorte, vai que ela esteje em casa, e ai .... Você não vai me convidar pra entrar ?
Sil: Hã, claro, desculpa é que eu ... Ah deixa pra lá, bom sorte sua mesmo ter me encontrado aqui, e eu estar acordada, pq se eu tivesse dormindo, você teria dado viagem perdida kkkk
Daniel: Duvido que eu não iria te acordar, eu ia tocar a campanhia atéeee ...
Sil: Eu tambem duvido que você conseguiria, eu ia achar que era sininhos no meu sonho kkkk Vamos pra cozinha, estava preparando um café, e nem vou perguntar se você quer, porque eu sei que você não recusa o meu café
Daniel: Que bom que você sabe !
Sil: Esfomiado kkkk Vou até guardar minhas bolachas porque se não você vai comer tudinho
Daniel: e é kkkk deixa ai, eu vou
pegar só um pouquinho
Sil: Sei o seu pouquinho ... Pensa que me enrrola né ? Só pensa mesmo kkkk Mais diga Dan, o que te trouxe até aqui ?
Daniel: Rapaz, eu vim de carro Kkkkkkkkk
Sil: Meu pai do céu, que abestalhado, palhaço, fica tirando onda com a minha cara, um tapa tu não quer né criança ?
Daniel: kkkkkkkk desculpa, foi inevitavel kkkkk Mais eu vim aqui porque tava com saudades de você
Sil: Ram, saudades de mim? Ta doido oxe, eu achei até que você estava era com raiva de mim !
Daniel: Que besteira, não, não tava com raiva, só um pouco magoado, foi idiotice minha, ja passou.
Sil: Que bom que passou ! Eu tava preocupada com você, não foi pro ensaio porque tava mal, o que houve ?
Daniel: Ah não foi nada, só um mal estar mesmo, mais ja tô bem.
Sil: Vamos pra sala ?
Daniel: Sim
Fomos pra sala e nos acomodamos lá, e eu percebia que ele queria me falar alguma coisa, e que ele não tinha ido ali em vão, mais estavamos sem assunto.
Sil: Dan? Você esta estranho, quer me falar alguma coisa ?
Ele aproximou-se de mim.
Daniel: Quero, mais eu não consigo
Sil: tenta ...
Nesse momento ele passou sua mão no meu rosto e me beijou, e eu correspondi, ele foi jogando o seu corpo contra mim e o clima foi esquentando entre a gente, então ele percorreu sua mão pela minhas pernas, e logo subiu até meus braços, eu entendi o que ele estava querendo, mais eu logo parei.
Sil: Dan, para, para por favor !
Daniel: O que foi ? Não gostou ?
Sil: É que não dá, não consigo, não aqui, nem agora
Daniel: Hum .... Entendo, você não quer aqui na sala né, no sofá, na sua casa, e ta com medo do seu marido chegar né ?
Sil: Não é só por ele, é claro que eu não quero que ele chegue e encontre a gente nessa situação, mais tambem por ser aqui, na minha casa, na casa que eu e meu marido vivemos, e eu sei que você entende, porque você jamais levaria alguém pra ficar na sua casa, na cama que você divide com sua mulher, e eu tambem não quero fazer isso, não é porque não quero você, é porque não da mesmo!
Daniel: Você tem razão, eu me precipitei, está disposta a ir pra outro lugar ?
Sil: Com você meu amor, eu vou pra qualquer lugar, mais ja é quase noite, e meu marido não deve demorar muito, eu fico te devendo essa pode ser ?
Daniel: eita, que Silvânia Aquino me devendo uma, olha que eu cobro mesmo rsrs
Sil: Besta rsrsrs pode cobrar e eu não vou te decepcionar ! Agora acho melhor você ir, se não vai sobrar pra mim
Daniel: Tudo bem eu vou, mais eu vou contar os dias pra te ter em meus braços
Sil: Tudo bem 😏
Assim que Daniel foi embora, eu me sentia uma boba sorrindo sozinha e lembrando de nós dois, fui tomar banho e não demorou muito meu maridinho chegou.


Notas Finais


Gente eu tô ficando sem tempo 😭
Eu tô dando uma encurtada na história pq eu não vou poder me prolongar muito, desculpa a demora, mais daqui a uns dois, três cap encerro.
Boa Noite 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...