1. Spirit Fanfics >
  2. Addicted - Markson >
  3. Hepatite B - Capítulo Dezessete

História Addicted - Markson - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Bom, aqui está! Vejo vocês na sexta e espero que estejam gostando. A fic está acabando, terá no total “26” capítulos.
Bom, desculpe qualquer erro e espero que gostem! 🙃❤️

Capítulo 17 - Hepatite B - Capítulo Dezessete


Hepatite B - Capítulo Dezessete


Era dia de comemoração. Jackson havia voltado e como agradecimento, estava dando presentes para cada um da mesa. Ele havia dado uma cadeira tão relaxante para a vó de Mark, ela não poderia recusar, seria ótimo para sua coluna. Ele olhou para o pai de Mark e lembrou que ele queria reformar o banheiro. Logo, o homem sorriu, após ouvir as palavras generosas do garoto 

“Eu já contratei uma empresa, eles são baratos. Basta esperar eles virem” 

Todos não sabiam como agradecer, não eram coisas baratas, mesmo que Jackson dizia que sim. 

“Tia, seu filho está começando a estudar, certo?” A mulher concordou e ele tirou uma caixa debaixo da mesa, relevando para ela um computador. 


Bom, vocês conhecem o Mark, já supõem que ele não estava na mesa e odiava ouvir as pessoas agradecendo por tantos presentes. 


...


— Vou te ajudar, essa cola é muito pegajosa, se colar errado já era - disse o garoto, interrompendo Mark, que passava a cola no tênis 

— Não preciso da sua ajuda, vaza - respondeu Mark, rude

— Certo — disse o garoto — Você não precisa ir mais no hospital pegar remédio para sua vó — Jackson diz, se esticando — Eu entrei em contato com o hospital e eles vão entregar os remédios aqui — Jackson diz — Basta só ligar 

— Eu não quero, prefiro ir lá do que incomodar outras pessoas - diz Mark, focando em seu tênis 

— Não está incomodando ninguém, é o trabalho deles. Mesmo se não ligar para eles, eles vão ligar - afirma o chinês 

— Já te disse, não passe por alguém da família - Mark diz, fazendo o garoto soltar uma risada sarcástica 

— Você notou? - ele pergunta 

— Qualquer idiota notaria - respondeu, terminando de colar seu tênis e o guardando. 


[...]


— Uma sala de exames - JK conversava com um aluno, sendo informado 


O garoto pensou, olhando para trás, cutucando o americano (que dormia, obviamente) 

— Mark, Mark - disse ele

— Eu ouvi que vamos ter que tirar nossas roupas para o exame médico amanhã — afirma JK — E haverá uns 20 caras na mesma sala - ele termina, voltando seu olhar para frente, deixando Mark confuso. 


Ele estava aflito, não queria ser visto por Jackson, não agora, talvez nem nunca. Ele se levantou e seguiu até um garoto, chamando a atenção dele. 


— Por favor, nos exames, não coloque eu e Jackson na mesma sessão - insiste Mark

— Por que? Vocês não são próximos? - pergunta o garoto

— Não me pergunte, só não me coloque no mesmo grupo que ele — responde o garoto, frustrado


[...]


— Hey, vamos para o exame médico - disse Jackson, acordando Mark 

— Eu não estou nesse grupo, eu vou ficar aqui - disse o garoto

— Não há lições, vamos juntos. É chato ficar na sala sozinho - afirmou Jackson 

— Estou com sono, vou dormir - disse o garoto, bocejando.


Jackson se retirou e Mark o espiou de canto, vendo o garoto sair. Depois de alguns minutos, o tutor chamou os alunos, dizendo que já poderiam ir fazer os exames. Os exames eram para ver suas genitais, se estavam em boa forma e sem nenhum risco de vida. 

Mark subiu as escadas, sendo o primeiro da fila. Ao chegar lá, viu Jackson ainda esperando. Ele parou e fingiu bocejar, com medo de ser o próximo da fila. Jackson entrou e ele andou até a frente, ficando na fila. De repente, alguns começaram a sair correndo das salas, envergonhados. 


— Hey, por que estão correndo? - perguntou Jk

— Jackson...ele — diz o garoto, gaguejando — Eu não consigo tirar o meu... - disse o garoto, saindo correndo. 

— Por que tantas pessoas estão fugindo do grupo? — Pergunta o médico — Vamos  ver, você, você, você e você, venha comigo — disse o homem, apontando nos garotos. Mas ainda via todos parados, pois Mark estava na frente e não queria se mover — Estou chamando vocês, andem logo! - disse o homem, entrando para dentro. 


... 


Finalmente ja estavam todos enfileirados. Jackson ao lado de Mark, um garoto desconhecido do lado do americano e JK atrás de Mark. Jackson olhava para Mark com um sorriso, não via a hora de ser a vez do americano baixar as calças. O médico chegou até ele e pediu que abaixasse as calças. Feito isso, ele abaixou, recebendo olhares de Jackson e Jungkook. Mark logo deu um tapa em Jackson, bravo por ele olhar seu membro. 


— Bom corpo, pode até se tornar piloto - disse o médico, batendo no ombro de Mark. 


Agora era a vez de Jackson, que ainda estava com um sorriso malicioso. O médico pediu que ele tirasse e ficou sem reação. Não disse nada, apenas prosseguiu pro próximo paciente. Agora sabia o motivo por todos se assustaram e sairem correndo, não era pequeno, nem um pouco. 


[...]


— Mark - alguém chamou a atenção do garoto, olhando se para ele 

— Bom, vou direto ao ponto - disse o garoto — Não é confirmado, mas é suspeita - deixando Mark confuso e frustrado — Os resultados dos exames saíram e seu resultado deu “Hepatite B” - a expressão de Mark mudou na hora, com um olhar aterrorizante, com medo e confusão 

— Isso é impossível - disse Mark, olhando o papel — Meus resultados do ano passado estavam limpos 

— Você deve saber que Hepatite B é transmissível, você pode ter pegado depois - respondeu o garoto

— Mais eu sou vacinado - disse Mark, indignado 

— A vacina não funciona sempre — afirmou o garoto — Temos mais dois estudantes com o mesmo resultado, acho melhor ir no hospital - o garoto diz, saindo e deixando Mark ali, congelado. 


[...]


Medo e tensão dominavam sua cabeça e ele só pensava o quanto isso iria trazer discórdia e tristeza pra família e amigos. Estava sentado, em frente a quadra, com as mãos congelando. 


— O que foi? - pergunta Jackson, aparecendo e se sentando ao lado dele. Talvez ele tenha percebido a tensão e cara de medo do garoto 

— Nada — ele responde, secamente — Eu só quero ficar aqui agora - ele diz, fazendo Jackson soltar uma risada leve 

— Você está bravo por que eu olhei suas “partes” hoje? - Jackson pergunta 

— Sai fora! - responde Mark, voltando a pensar 

— Vamos, está frio aqui, você pode voltar pra casa comigo - disse Jackson, se levantando

— Eu não quero voltar - responde Mark, já se irritando 

— Por que não quer voltar? — Jackson pergunta, agachando em sua frente, preocupado — Pode conversar comigo 

— Não posso - ele responde

— Você não pode ficar aqui para sempre — afirma Jackson — Vamos, venha comigo - ele diz, levantando Mark e o guiando até em casa. 


[...]


— Os bolinhos estão prontos — Jackson soa la da cozinha, trazendo um prato com a refeição, sorrindo — Vamos comer — ele diz, sentando se na mesa, mas não recebendo uma resposta — O que foi? — ele pergunta novamente, sendo ignorado — Você quer que eu te de comida na boa? Tá bom - disse Jackson, guiando o talher até ele 

— Eu tenho hepatite B - Mark diz, empurrando o talher 

— Quem te disse? - Pergunta o garoto, confuso

— O tutor disse que os resultados saíram e minhas enzimas hepáticas estão fora do normal - assume o garoto 

— Não acredite nessas bobeiras, ele é muito mentiroso - Jackson diz, se referindo ao garoto 

— Você não é sincero também — diz Mark, recusando os bolinhos — Eu te disse que tenho Hepatite B e você quer usar o mesmo hashi — disse o garoto, irritado — Você quer morrer? — Jackson ignora, tentando dar o bolinho na boca do pequeno novamente — Jackson! Vale a pena ir tão longe por mim? - Mark questiona, se levantando 

— A questão não é se vale a pena ou não — Jackson diz, colocando o hashi na mesa — É que é impossível você ter essa doença - diz Jackson 

— Eu tenho! — o garoto responde, irritado — Eu disse que tenho porque tenho - ele grita

— Tá bom, você tem — Jackson concorda, pois era o unico jeito — Então tente transmitir ela para mim hoje — disse Jackson, vendo o garoto se sentar novamente — Faça o seu melhor, tá bom? - ele diz

— Você é tão idiota 

— Sim, eu sou idiota — ele afirma — Mas sabe de uma coisa, mesmo sendo um idiota, posso ver claramente que você não tem Hepatite B - diz o garoto, colocando um bolinho na boca e beijando Mark. 


Logo, ele foi empurrado por Mark, se levantando e saindo de perto de Jackson. 


“Como pude esquecer, ele é persuadido pela razão, e não pela força” pensou Jackson, correndo até Mark e o pegando por trás levemente 


— Não precisa ter medo, vamos ao hospital juntos no sábado —  disse o chinês — Nada vai acontecer 

— Você pode garantir? - Mark pergunta, virando se de frente para ele 

— Claro que garanto! — Jackson responde, sorrindo — Não se preocupe, se eu disse que nada vai te acontecer, é porque nada vai acontecer - ele afirma 

— Então não me toque hoje, só por precaução - Mark diz, tirando os braços de Jackson em volta de seu pescoço 

— Ok! Vamos - ele diz, levando Mark para mesa novamente, tentando desta vez conseguir comer. 


“Continua...”





Notas Finais


Hm..o que será que Mark tem?
Comentem ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...