História Adeus - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adeus, Cartas, Relacionamento
Visualizações 4
Palavras 901
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá, tudo bem? Aqui conterá cartas de Cristian e Marilia e a visão deles do por quê o relacionamento acabou.

Boa leitura!

Capítulo 1 - É o fim


Marilia,

Após mais uma briga ontem, ao ficar sozinho no quarto escuro. Me questionei "o que aconteceu?" Você melhor do que eu sabe como se iniciou tudo. As trocas de olhares, as conversas na madrugada, os segredos confidentes trocados e o tão esperado primeiro beijo. Éramos perfeitos juntos, não é? Meu Deus! Todos a nossa volta podiam sentir as faíscas. Mal sabiam que essas mesmas faíscas causariam um incêndio e que nossa maior perda seria um perder-se do outro. Conhecer sua família foi como me sentir parte de algo maior que eu, maior que você... Tudo se encaixava tão bem. Seu sorriso, nas minhas piadas. Meu olhar bobo a sua meiguice e você a mim. Encaixes perfeitos. Meu coração tinha um vazio que por ironia do destino era exatamente do seu tamanho. Você veio para somar, para agregar, me moldar e transcender o sol. Você nasceu para ser minha, e eu nasci por sua causa. Mas, nossos passarinhos que outrora entoavam as mais belas melodias, bateram asas e voaram. O sol que aquecia nosso amor se escondeu atrás de grossas nuvens de insegurança e nossa paixão que nos atraía um para o outro, tornou-se amargura que expelia o meu toque na sua pele lisa.Onde foi que erramos? Como nos perdemos? Onde foi parar todo aquele amor, paixão e cumplicidade? De amiga para amante. De mulher da minha vida á desconhecida. Mesmo você e eu vendo que já não éramos os mesmos, fechamos os olhos e empurrávamos os dias com a barriga. Eu tentei mudar, você tentou se encaixar mas já não era nós. Já não era amor. Meu vazio passou a ser preenchido por momentos de solidão. Que logo, eu aprendi a transformar em solitude. Eu nunca tinha me amado tanto, até estava me sentindo mais bonito. Troquei de trabalho, inicie a faculdade de medicina e me encontrei no boxe. Onde você estava no meio de tudo isso? Não sei. Sinceramente. Você que não soube me acompanhar ou eu que não te dei espaço? Já não importa o motivo, a consequência foi você achar que eu estava te traindo. Já não nos víamos todos dias, as ligações e mensagens não eram tão constantes. Saudade? Como ter saudade daquilo que foi preenchido com outra coisa?

Ontem você disse que se sentia presa a mim, que eu estava voando e te mantendo presa em minhas garras. Você chorou... Eu te fiz chorar. É notório que você também mudou. Fisicamente, emocionalmente e psicologicamente. A menina deu espaço para uma linda mulher. Tenho tanto orgulho de ti. Talvez déssemos certo em outra vida, talvez o que hoje é um ponto final, em outra existência seria um ponto de continuação. Talvez o que hoje nos machuca e magoa, em outro universo iria nos fazer mais fortes como um casal. Você sabe que sempre fui um rapaz diferente. Nunca vi as mulheres como objeto. Algo que existe para estar em baixo dos meus pés. Você é pássaro, pássaro nasceu para voar. O seu lugar é em destaque nos picos mais altos. Mas, esse namoro te limitava. Suas asas a cada dia pedia pelos céus, nosso relacionamento gritava com ela humilhando-a dizendo que seu lugar era no chão. Você é pássaro, pássaro foi feito pra voar... Voa, meu amor. Conquiste sua liberdade. Namoro é teste pra casamento, o nosso claramente não acabaria bem. Talvez em homicídio? Bem provável. Qual a solução obvia? Dar um basta naquilo que não tem futuro. Bonito dizer, difícil fazer. Eu, estou sendo agora mais homem do que nunca. Você sabe disso, né? Até por que, você mesma me chamou de moleque egoísta. Não estava errada. Fui egoísta, te quis só pra mim. Te liguei hoje e você não atendeu. Mandei recado por Fernanda, a mesma que foi nosso cupido tempos atrás. Ela disse que você precisa de espaço. Realmente, precisa. Para abrir suas asas e voar. Você é pássaro, pássaro voa. Voa, meu amor. 

Estarei sempre aqui te mandando vibrações positivas. Em minhas lembranças só ficaram nossos momentos felizes. Nosso amor. Sua amiga me confessou que você estava em duvidas em relação a nós. Eu também estava. Já não estou mais. Essa decisão de lhe mandar uma carta foi o máximo que consegui extrair de minhas forças. Eu não teria folego para olhar pra ti e dizer que é o fim. Não me encare como um covarde, afinal ontem mesmos pensamos em terminar. Você pediu um tempo para pensar e saiu do quarto. Eu fique... Fique com a melancolia de ver que nossa história estava perto do fim. Hoje, vejo o quão perto o fim estava... Está. Com todo meu amor, gratidão e felicitações lhe desejo uma ótima vida. Você é pássaro, pássaro foi feito para voar. Voa, meu amor. Estarei trabalhando por meu futuro também. Você sonhadora, guerreira, mulher... Você pode tudo. Não se limite e nem deixe que um babaca faça isso. Seja feliz! Da sua maneira, com quem você quiser. Ame e seja amada. Alcance lugares cada vez mais altos. E nunca se esqueça que em mim sempre terá um amigo. Amigo que te ama mais do que tudo. Amigo que mesmo estando longe ficará feliz com cada vitória sua. Amigo que sabe que pássaro foi feito para voar, então voa. Voa para onde quiser, como quiser e com quem quiser. Voa e embeleze o mundo com a constelação que há dentro de ti. Voa, meu pássaro... Voa. 

Adeus,

Cristian.


Notas Finais


Postei essa fic também no meu perfil no whattpad: https://www.wattpad.com/user/Letras97
No próximo capitulo estará a carta resposta da Marilia, espero que quem esteja lendo consiga se conectar com ambos os personagens. Obrigada, só por ter lido já me incentiva.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...