História Adeus. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 387
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Adeus. - Único


Querida,


Eu não queria ter ido para guerra, mas não foi um escolha minha, você sabe, eu fui obrigado.

As coisas aqui estão ficando cada vez piores, então achei melhor escrever logo essa carta, antes que algo ruim me aconteça.

Não iria querer que você me visse do agora, estou quebrado fisicamente e mentalmente. Eu vejo um céu vermelho todos os dias, sinto um peso no coração toda vez que sou obrigado a tirar a vida de alguém. É como uma prisão.

Eu estou cansado, meu coração está em pedaços e eu não aguento mais tudo isso. Gostaria de simplesmente desistir de tudo, mas sigo firme, com a esperança de te ver de novo. Agradeço a Deus por você estar em casa, segura. Eu detestaria te ver aqui.

Agora, eu te deixo por escrito, os meus sentimentos, nos quais talvez eu nunca tinha demonstrado pessoalmente.

Eu nem sei por onde começar, há tanta coisa que eu devia ter te dito desde o início, mas meu orgulho nunca permitiu. Sinto que tenho que deixar tudo detalhado agora, sem orgulho.

Lembra de quando éramos crianças? Desde aquela época, eu sentia meu coração acelerar, toda vez que te via. Não está sendo fácil para mim, saber que talvez, eu não possa te ver nunca mais.

Eu nunca te falei abertamente sobre o que você é para mim. Mesmo assim, você nunca me deixou sozinho, eu te agradeço muito por isso, por não ter ido embora mesmo que eu quase nunca demonstrasse meu amor por ti. Obrigado.

Algo me diz que eu não deveria estar estar te protegendo dessa maneira indireta, na guerra. Mas deveria estar aí, ao seu lado te dando todo o carinho e amor que você merece. Porém, mesmo que eu não esteja contigo, me contento em ter passado muito tempo contigo e de ter desfrutado o amor que você me deu, o amor que eu nunca recebi de ninguém, o verdadeiro amor.

Essa é provavelmente, a última carta que eu te escrevo. Estou escrevendo agora por que quero te dizer adeus, isso é tudo o que me resta agora. Bom, me desculpe por prometer que iria voltar para casa vivo e bem, mas dessa vez, eu não consegui cumprir. Me perdoe, eu sinto muito.

Você ainda tem uma longa jornada pela frente, então siga adiante, nunca desista dos seus sonhos, você vai conseguir. E eu te amo, querida.

Adeus. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...