História Adeus, irmãozinho. Te odeio. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias ThunderCats
Personagens Personagens Originais
Tags Cheetara, Claudus, Lion O, Panthro, Rainha De Thundera, Rainha Leona, Rei Claudus, Snarf, Thundercats, Thundercats 2011, Tygra, Vilão Tygra, Villain Tygra, Willykat, Willykit
Visualizações 7
Palavras 994
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Magia, Sci-Fi, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Tudo começou quando fui trazido à Thundera por um balão. Incrível como o balão que me transportava ainda com poucos dias de idade caiu justamente em Thundera. E justamente quem me adotou...foi leões. Um rei e uma rainha de leões que estavam desesperados por um herdeiro porque a rainha não engravidava. Vim para os braços deles apenas com um nome e um bracelete que hoje em dia uso ele sempre nas batalhas*.

Minha vida com eles era linda. Eu era amado, elogiado, mimado sempre, toda a atenção deles era para mim. Nunca me senti um filhote tão feliz e bem-tratado. Até...até você....ATÉ VOCÊ CHEGAR, ESTORVO ASSASSINO!!

Mamãe estava grávida como ela sempre sonhou estar. Finalmente teria um filho sangue do seu sangue. Um filho biológico para papai. UM LEÃO SANGUE PURO PARA TOMAR TUDO O QUE É MEU!!

Eu não era o "lindo príncipe" da mamãe. Era apenas....o "querido". Eu sabia que com ela grávida ela não teria mais muito tempo para mim. Fico feliz por ela estar grávida como quer mas...o pior era o que aconteceu depois.

O QUE ACONTECEU DEPOIS QUE VOCÊ NASCEU!!

NOSSA MÃE MORREU!! SEU NASCIMENTO FOI UMA DESGRAÇA!! VOCÊ MATOU A NOSSA MÃE!!

De acordo com nosso pai, o parto teve complicações. Que os deuses chamaram nossa mãe. Mas que deram o futuro rei de Thundera: Lion-O.

Que os deuses que ela tanto orou a eles chamaram nossa mãe. ESSES MALDITOS!!

Com aquela idade eu só pude chorar. Eu tinha apenas três anos. Mas a medida que você crescia, eu crescia também assim como meu ódio por você. Tornei a sua vida um inferno porque é o que você merecia por ter tirado tudo de mim. Seu nascimento foi uma praga para Thundera. Eu devia ser o herdeiro e não você. Você tem essa sorte por ser um leão, por carregar uma linhagem de cinco mil anos. Tirou meu trono, e depois minha mãe. Papai mais cobra coisa de você e às vezes te treina. Eu é que queria treinar com papai, mas eu aqui estou com Grune. Alguém que entende o que sinto, alguém que sabe que esse trono devia ser meu. As coisas foram mais boas para mim quando resolvi te desafiar a atravessar o tronco das ruínas proibidas. Sim, eu quebrei aquele tronco porque eu quis dar um fim a sua vida como você deu fim a vida de nossa mãe.

Mas depois pensei: E se nosso pai procurasse por você? Porque pra ele você era importante, o herdeiro não pode morrer. Então contra minha vontade fui chamar ele. Estava assustado porque se acontecesse algo de ruim a culpa seria minha.

Sabe, enquanto você so ficava fissurado nessas histórias e tecnologia, eu era fissurado em mostrar meu valor para nosso pai. Queria que ele reconsiderasse a idéia do herdeiro. Que o passasse para mim.

Mas aí chegou Cheetara. Não sei se era a puberdade de que eu tinha treze anos e ela doze mas...acho que me apaixonei por ela.

Então larguei minha ambição de mão por ela. Tendo ela na minha vida era tudo que importava. O trono passou a ficar em segundo lugar na minha vida.

E você sabe como agora termina né? Thundera é atacada, vejo Cheetara já crescida depois de anos sem vê-la direito a não ser por aqueles trajes clericais que tapavam seu corpo e rosto, Thundera cai e agora somos vagabundos na Terceira Terra. Até foi meio divertido competirmos pela Cheetara, mas no fundo eu queria que Cheetara me escolhesse depois de toda a gentileza que fiz por ela quando filhotes. Porque...ela parecia mais perto de você, mais intima com você e aquilo me corroía.

Eu estava certo das minhas palavras quando vi vocês dois aos beijos.

Cheetara? Porque fez isso? Depois de tudo que fiz por você? Depois de todas as vezes que deixei de implicar com meu irmão por sua causa? VOCÊ É INGRATA, ASSIM COMO TODOS VOCÊS!!

Tudo bem que em Thundera tinha pessoas que me queriam como rei, eu tinha garotas para acasalar a vontade com elas. Mas quem escolhia o rei era nosso pai, os olhos que mais fitavam você com nostalgias de nossa mãe era os olhos de nosso pai. Você realmente tirou tudo de mim, Lion-O: o trono, a espada, nossa mãe, nosso pai....e agora Cheetara. Você tem tudo o que eu queria, mesmo que você tenha dito várias vezes que não queria ser rei, nada tirará o fato de que papai escolheu você ao invés de mim que sou mais velho e experiente. E sabe o que fiz? Eu fugi e me aliei ao Mumm-ra depois de ver aquele beijo.

E aqui estou eu, pisando em seu corpo morto depois de te matar a sangue frio com minhas garras. Foi tão bom enterrar minha mão no seu coração e ver o sangue jorrando no mesmo vermelho de seus cabelos.

Cheetara olhava você chorando paralisada. Eu enfim tenho a espada. Mas vejo Panthro que tinha lágrimas em seus olhos furioso partindo pra cima de mim. Os gêmeos e Snarf me olhavam furiosos. Esse bichinho de quatro patas pulgento achando que ele desse tamanho tem força contra mim. HAHAHAHA!!

Quanto ao Panthro, eu consegui derrubar ele.

Panthro Panthro...triste porque matei Lion-O, que era alguém que você tratava como se fosse seu filho, que você junto do papai treinaram ele para assumir o trono desde filhote enquanto Grune era responsável por mim.

Tentei oferecer para vocês a chance de estar ao meu lado, mas vocês negam. Então como vão recuperar Thundera sem um rei? Ahh sim...Cheetara está grávida de um filhote seu, irmãozinho. Jogada esperta a sua, previu sua própria morte e engravidou cheetara para garantir a próxima geração de leões. Mas...sinto que Willykit estava tão furiosa comigo, que agora estou aqui, morto, após ela me matar a sangue frio com suas garras diminutas. Mas...nesses momentos só digo uma coisa...

Adeus, irmãozinho. Eu te odeio...do fundo do meu coração.




FIM


Notas Finais


Me desculpem por escrever essa monstruosidade T.T

* - No episódio 17 chamado O Filho da Terra (The Native Son), junto do balão do Tygra bebê a gente vê um bracelete prateado estranho junto com o papel do nome. E esse mesmo bracelete, se for reparar bem em um dos braços do Tygra, ele o usa. Juro que tive que pausar um dos episódios pra procurar o bracelete do braço dele e...achei.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...