História Adeus: O desencontro de almas - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Alma Gemea, Romance
Visualizações 18
Palavras 683
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 35 - Capítulo trinta e cinco


Fanfic / Fanfiction Adeus: O desencontro de almas - Capítulo 35 - Capítulo trinta e cinco

Meses se passaram e quando Emma se viu, já estava para conhecer seus filhos. A saudade apertava todos os dias, como estaria Emmanuelle e o Matteo? Sua companhia diária estava visivelmente exausto e largado na poltrona ao seu lado. 

Como tudo pôde mudar tanto. Seus planos e sentimentos, uma verdadeira reviravolta. Para ela, tudo acabaria bem e no fim daquilo tudo eles poderão viver seus felizes para sempre. Mas, como sabem, nem todos tem essa sorte. 

Há alguns meses, Nicolas descobriu está com uma doença, que lhe rederia apenas alguns meses de vida se não fizesse um longo tratamento. Mesmo com todos esses percalços, ele demonstrava está firme e forte e acompanha sua amada quando pode. 

Mike, sentia-se um nada por ver o marido de seu grande amor enfrentar tudo para continua ao seu lado. Isso só o fazia mal. Mas dessa vez ele prometeu para si mesmo que continuaria alí, faria por ela o que nunca fez. 

- Eu te perdoo, Mike. - Ele a ouviu dizer. - Tive tanto tempo para pensar sobre isso e... não é justo que fiquemos assim. É o pai dos meus filhos e agora, um grande amigo. - Ouvir aquilo foi bom. Ao menos isso ele tinha. Uma oportunidade de não sair da vida dela. 

- Obrigado, Emma. Você é uma boa pessoa. - Ela se assustou com a resposta dele, pensou que ele dormia. 

Claro, em ambos,  havia resquício de um amor que não esfriou. Mike fora para ela algo diferente, sua saída do conforto, foi o impulso confortável, a louca aventura, ele sempre será seu verdadeiro amor. Já para ele, Emma foi a calmaria após a tempestade, a única dentre milhões, a felicidade, a paz que ele nunca imaginou buscar. 

- Estou sentindo algo, pode chamar alguma enfermeira? - Ele correu pelo corredor a procura, assim que informou o que estava acontecendo, foram até o quarto e já havia uma equipe avaliando. 

Ele ligou para o Nicolas, mas o celular estava desligado. 

- Ela entrou em trabalho de parto. Pode trocar de roupa para acompanhar sua esposa? - Ele olhou para os lados, o celular e de volta para o médico. 

- Claro! 

Tudo foi rápido, quando percebeu, estava ao lado de Emma na sala de parto. Sua mão contornava a dela, seus olhos fixados em seu lindo rosto coberto de suor e lágrimas. 

- Nasceu! - Uma menina. A enfermeira a colocou em seus braços e aquele sentimento de paternidade o tomou, assim como o ressentimento. Ele sabia que sempre se arrependeria de ter perdido tanta coisa. 

- Um menino. Parabéns aos pais! - Ele colocou a menina mais próxima a ela. 

- Minha menina. - Por um milésimo de segundo, ela o encarou, afastou seus pensamentos antes deles tomarem conta de tudo. Ela equilibrou os dois em seus braços. - Meu menino. Olá, sou a mãe de vocês. Emma, não faço ideia de seus nomes ainda, mas eu amo vocês. Obrigada por estarem aqui. - Ele afastou um pouco. Limpou as lágrimas escondidas e saiu.  

                        *  *  *

Nicolas, assim que se recompôs, foi em direção ao quarto de Emma. Encontrou Mike sentado na porta, seu rosto estava vermelho.

- O que aconteceu, cara? 

- Emma... tentei te ligar e... eles já estarão no quarto em breve. Parabéns, você tem filhos lindos. 

- Sério?! 

- Um menino e uma menina. - Naquele momento, sentiu está curado. Seu sorriso de orelha a orelha. 

Assim que Mike foi embora visitar as crianças e Emma voltou para o quarto. Viu que, apesar de transbordar de felicidade. Havia algo de errado com seu esposo. 

- Eu já sei o nome da nossa menina... - Ele se aproximou e segurou sua mão. - ... Nicole. Em homenagem ao melhor pai que ela pode ter. 

- Ahh, meu amor! Emma... - Plantou diversos beijos por todo o rosto de sua amada. 

- Você pode escolher o nome dele. 

- Você, meu filho, se chamará Ethan. 

- Lindo nome, meu amor! 

- Senhora Emma. Amanhã pela manhã terá alta. - Nick estava decidido em contar tudo assim qie chegassem em casa. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...