História Admirador Secreto (PETER PARKER) - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Homem-Aranha, Tom Holland, Zendaya
Personagens May Parker, Personagens Originais, Peter Parker (Homem-Aranha)
Tags Admirador Secreto
Visualizações 14
Palavras 1.551
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Misticismo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 33 - Surtos e um positivo


P.O.V. THOMAS M.

Megan estava impaciente e eu sabia que quando ela descobrisse quem era ela iria surta ent resolvi chamar Peter para me dá um apoio, não que eu precise mas Megan vai ficar irada e não vai querer falar cmg, ent Peter era minha melhor escolha

Não sabia que o Peter iria com a gente - Escuto Susan falar e nos viramos para ela

- Não, não, não msm - Megan fala assim que a vê

- Ér, bom, ela é a garota - falo e Megan e Peter me olham surpresos

- O porra viu Thomas, o porra em - Megan diz saindo andando e Peter vai atrás dela

- Megan me deixa explicar - digo e ela para de andar e se vira pra mim

- Explicar oq? Que vc está transando com uma das pessoas que eu mais detesto na vida? Vc tem noção de o quanto essa garota já me fez mal? E agr tenho que aceitar que meu irmão está namorando com ela e para piorar vai ter um filho - Ela diz dando uma risada sarcástica

- Primeiro eu só vim descobrir sobre isso dps, segundo nós só transavamos, no passado, nunca tive nd com ela e terceiro nem sabemos se é vdd ou se é meu - Falo e Megan vem pra cima de mim só que Peter a segura impedido ela

Depois de uns minutos ela se acalma e olha para Susan e eu que estávamos sem dizer uma palavra

- Vamos logo fzr esses exames pq eu tenho mais oq fzr - Ela diz parando de vez e respirando fundo com certa dificuldade - E vc pode ter certeza, que se essa gravidez for uma mentira eu não vou pensar duas em acabar com a tua raça - ela diz apontando para Susan e depois começando a andar

O caminho até o hospital foi em completo silêncio, a cor azul dos olhos de Megan não voltou depois que ela se "acalmou" mostrando que de calma ela não tinha nd, quando chegamos não demorou mto e Susan entrou na sala para coletar o material do exame, depois de uns 10 minutos ela voltou e se sentou do meu lado. Megan já havia ido para sua consulta e ent só estava Peter, Susan e eu naquela sala de espera

- Para onde ela foi? - Susan se virou para mim perguntando

- Ela tem consulta - digo sem a olhar e Peter só me encarava como se dissesse para eu não falar da terapia

- Consulta de que? - Ela insiste em perguntar

- Assunto pessoal - Digo seco e a msm se encosta na cadeira dnv

Um tempo depois vejo alguns enfermeiros correndo em direção a sala onde a Megan estava, imediatamente olhei para Peter que tbm não gostou disso, nos levantamos e fomos em direção a sala, chegando lá encontramos ela totalmente fora de controle, atacando qualquer um que se aproximava dela, a Dra. Hensel estava em um canto tentando ajudar um enfermeiro caído.

Peter tenta se aproximar dela mas ela o empurra com brutalidade, logo vou eu tentar

- Megan me escuta pfvr, não precisa disso - Digo tentando me aproximar e a msm arremessa um pedaço de mármore que costumava ser uma mesa

Caio no chão com o peso em meu peito e quando retiro vejo seu olhar assustado, ela ia fzr algo mas Peter a abraça por trás fzd os dois caírem de joelhos no chão, ela tentava de tds as formas se soltar mas ele a segurava com bastante força, Susan apenas olhava tudo da porta incrédula e sem acreditar 

Ele estava falando algo em seu ouvido e aos poucos ela foi se acalmando, o choro dela era a única coisa que se escutava naquele ambiente

P.O.V. PETER P.

Quando vejo a Megan daquele jeito meu coração se desespera, ela tinha uma força imensa que possibilitou a queda de 5 enfermeiros grandes, quando tentei chegar perto dela ela me arremessou longe e depois arremessou um pedaço de mármore no Thomas, como isso?

Rapidamente vou até ela e a abraço por trás, ela tenta se soltar mas eu não deixo

- Calma meu amor, fica calma, vc não é assim, vc não quer machucar ninguém, vc não quer me machucar - Vejo que ela parou de tentar se soltar - Eu te amo, te amo mto e eu vou te ajudar, se vc permitir, fique calma e se concentra só no som da minha voz, pfvr, só escuta a minha voz - Digo e ela fecha os olhos - Eu te amo tanto Megzinha - Digo e dou um beijo no alto da sua cabeça e a msm amoleceu

Ela começa a chorar, um choro que me doía escutar, olho para porta e vejo a mãe dela e a Susan paradas observando, a Dra. Hensel tentar se aproximar dela mas isso só serviu para o choro aumentar e ela se apertar nos meus braços, ela se vira para mim e se encolhe nos meus braços e eu a abraço com força

- Desculpa - Ela diz entre os soluços do choro

- Vai ficar tudo bem - Digo passando a mão em seus cabelos

As pessoas que estavam ali naquela sala começaram a se levantar e sair e escutando um obrigada da Dra. Hensel e da Mãe de Megan, logo a mãe se aproxima e Megan se encolhe nos meus braços

- Filha, seu braço está cortado - Ela diz e eu vejo um corte um pouco fundo em seu braço esquerdo - Vamos com a mamãe que eu vou dar alguns pontos e depois o Peter e o Thomas te levam para casa - Ela diz e Megan a olha, ela reluta mas começa a se levantar e quase caí dnv no chão só que eu a seguro

Ela começa a tossir e coloca a mão na boca, quando a tira vejo respingos de sangue em sua mão e sua mãe a olha assustada

- O que foi isso? - Ela pergunta e Megan me olha sem saber oq dizer

- No último treino ela se machucou e acho que quebrou a costela, deve ter piorado - Digo e Megan me fusila com os olhos

- Dnv filha, vamos que eu vou tirar um raio-x para podermos ver se dessa vez o estrago foi grande, nem vai demorar - Ela diz pegando na mão da menina e eu a ajudo a levantar

Me levanto tbm e vou na direção do Thomas que estava com Susan e a Dra. Hensel

- Mas oq foi isso? - Escuto Susan perguntar assim que me aproximo

- Um surto de raiva - A Dra. diz simples

- Tipo que nem louco? - Ela diz e recebe um olhar negativo do Thomas

- Não, ela acaba guardando dentro de si mtos sentimentos ruins por medo de expor e magoar alguém que ela gosta, é como um balão, uma HR ele estoura, sendo cutucado com uma agulha ou por estar cheio demais - Ela diz e Susan não liga mto

- Vc provocou isso ent? - Pergunto e ela afirma - Pq? - Digo sem entender

- Ela precisava, nem os azuis dos seus olhos estavam mais lá, uma HR ou outra ela iria explodir e imagina se fosse no local errado - Ela diz e até que faz sentido

- Vdd, pq a cor dos olhos dela mudam? - Susan tira as palavras da minha boca

- Erro genético - Ela diz simples

- E da onde vem essa força? - pergunto me virando para Thomas que estava de cabeça baixa

- Vamos dizer que a raiva nos sega e nos deixa no extremo, possibilitando assim ela tirar forças da onde não tem - A Dra. Explica porém não achei mto convincente

- Essa menina é louca e deveria ser internada - Assim que Susan diz isso Thomas a segura pelo braço e a encara sério

- Nunca, nunca mais repita isso está me entendendo! E se vc comentar sobre isso com alguma das suas galinhas eu... - Susan o interrompe

- Vc não teria coragem de me bater - Ela diz convencida

- Eu não, mas conheço pessoas que sim - Ele diz frio e percebo o medo brotar no olhar dela

Voltamos para sala de espera e pouco tempo depois Megan apareceu com um envelope na mão e o braço esquerdo enfaixado 

- Saiu o resultado - Ela diz e entrega o envelope para Susan a msm hesitou em abrir

- Abre logo - Thomas disse e tomou o envelope da mão de Susan abrindo o msm - Positivo - Ele diz e Megan e eu nós entre olhamos

- E agr? - Falo e Megan tbm tem a msm pergunta

- Como vou falar para minha mãe? - Susan fala em completo desespero

Fomos embora e o caminho foi um completo silêncio, Thomas foi para a mecânica enquanto os outros no caso, Susan, Megan e eu fomos para a casa dela fzr o bendito trabalho

- Vc está bem? - Pergunto me aproximando de Megan

- Estou e desculpa por fzr te passa por isso - ela diz e abaixa a cabeça

- Não precisa se desculpar eu vou estar do seu lado para oq der e vier - Digo e dou um selinho demorado na msm recebendo um pigarro de Susan



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...