1. Spirit Fanfics >
  2. Adolescente em crise - Vondy >
  3. Capitulo 101 segunda temporada

História Adolescente em crise - Vondy - Capítulo 101


Escrita por:


Capítulo 101 - Capitulo 101 segunda temporada


Depois de 6 meses na Inglaterra, eu finalmente estava em solo mexicano, claro que não era pra ficar, eu iria passar apenas as férias mas, já estava valendo. Decidi não contar a ninguém sobre minha chegada, queria fazer uma surpresa pra todos, principalmente pra Dulce, que do nada sumiu.

 

Eu nunca pensei que iria me apaixonar dessa maneira. Sempre fui o menino que corria de compromissos sério, o que eu achava da Dulce ? Pra mim ela não passava de uma menina azarada, eu a evitava justamente por ela sempre derrubar algo em mim. Nunca quis ser grosseiro com ela, apesar de saber que fui diversas vezes. Naquela época meu pai brigava muito comigo por causa da minha música e eu vivia mau humorado, por isso algumas vezes descontei nela, e me arrependo tanto.

 

Quando começamos a nos aproximar, notei algo em seus olhos, um brilho especial que eu nunca tinha visto antes, o que não quer dizer que ele nunca estivesse estado lá. Eu sabia que estava, na verdade, sempre esteve, eu que fui burro e não enxerguei antes. Naquele estante algo gritou dentro de mim e eu soube que estava apaixonado mas, também sabia que não seria nada fácil conquista-la. Dulce sempre foi tão fechada, tão na dela, uma menina doce e envergonhada que nunca havia namorado. Fui persistente, consegui tê-la e ela me amou do mesmo modo que a amei. Em minha cabeça eu havia ganhado na loteria, ela era tudo que eu precisava, e se tornou muito mais do que eu merecia. No afastamos pelo meu sonho, mesmo assim ela garantiu estar comigo sempre mas então, por que sumiu ? Por que simplesmente não me ligou ? Por que desapareceu ? Por que não atendeu minhas ligações ? Por que ? 

 

" ei cara, chegamos no endereço" o motorista diz chamando minha atenção

 

Ergo os olhos pra casa ao lado, sorrio, finalmente eu estava em casa " certo cara, valeu " retiro o dinheiro do bolso e o entrego, pego minhas malas e saiu do carro. " lar doce lar " digo feliz, eu senti tanta falta daqui. Foi inevitável não olhar  a casa vizinha, parecia que não havia ninguém em casa, como eu queria vê-la, abraça-la e dizer que não deixei de pensar nela, nenhum minuto se quer. Olhei novamente pra minha casa  e segui até a porta. Toquei a campainha.

 

" ah claro, por que tudo sou eu nessa ... " Mai se cala e seus olhos se arregalam quando ela me vê " oh meu deus "

 

Reviro os olhos " depois de 6 meses sem me vê é só isso que você tem a dizer irmãzinha ? " pergunto irônico

 

Ela pula sobre mim, o que me faz cambalear um pouco pra trás " que saudade, eu não sabia que voltava hoje Christopher, você quer me matar do coração ? Por que não avisou ? Poderíamos ter te buscado no aeroporto " ela diz afobada

 

Dou uma risada " ei calma, eu quis fazer uma surpresa, consegui ? " pergunta

 

Ela ri " conseguiu seu idiota, anda entra. Nossos pais não vão acreditar quando te virem " ela me puxa pra dentro e fecha a porta atrás de si

 

Largo minha mala no canto da sala e olho atentamente o lugar, pouca coisa tinha mudado aqui " onde eles estão ? "

 

" papai esta na escritório e mamãe esta lá em cima resolvendo algumas coisas sobre a coleção " ela responde

 

Estreito os olhos " coleção ? "

 

" sim, coleção, sabe do que estou falando não sabe ? " nego com a cabeça, e ela bufa " eu te disse que Annie queria fazer um desfile no colégio e que mamãe estava ajudando "

 

" ah, foi mesmo " bato na minha testa fazendo uma careta " desculpa eu esqueci, eram tantas coisas lá na faculdade, eu fico tão sobrecarregado que esqueço algumas coisas " explico

 

Ela sorri " esta perdoado, me espera aqui que eu vou chamar eles " ela dá uma piscadela e sobe as escadas correndo.

 

Vou para janela e abro a cortina olhando a casa de Dulce. Tudo estava tão quieto, as janelas fechadas e as cortinas também, o que me leva a crer que ela realmente não estava casa. Remexo minhas mãos de movo nervoso, eu estou louco pra vê minha namorada e enchê-la de beijos, poder abraça-la, sentir seu perfume, amá-la era tudo que eu mais desejava.

 

" oh meu deus " ouço minha mãe dizer, me viro e sorriu pra ela " meu filho, é você mesmo?  " ela corre até mim e me abraça

 

" sim, mamãe, sou eu " respondo rindo

 

" por que não nos disse que chegava hoje ? Poderíamos ter te buscado no aeroporto " meu pai diz vindo me dar um abraço

 

Mai revira os olhos " foi o que eu disse pai " resmunga

 

" eu queria fazer uma surpresa pai " explico, ele apenas assente " eu morri de saudades de vocês "

 

Minha mãe sorri " eu que morri de saudades de você meu filho " diz do seu modo carinhoso

 

Me sento no sofá, minha mãe se senta ao meu lado me agarrando " então, me digam, como estão as coisas por aqui ? " pergunto

 

Meu pai se senta em minha frente " tudo como antes, as coisas não mudaram muito desde a ultima vez que você esteve aqui filho "

 

Ergo os olhos pra minha irmã " e nossos amigos ? E Dulce  ? " pergunto

 

Ela força um sorriso " estão todos bem. Por que não sobe, guarda suas coisas, toma um banho e depois damos uma volta ? " ela pergunta

 

" darmos uma volta ? E vamos pra onde ? " pergunto animado

 

" pra lugar nenhum " minha mãe diz " você deve estar cansado, é melhor dormi um pouco "

 

Reviro os olhos " não começa mãe, eu estou bem "

 

" nada disso, ouça sua mãe Christopher, essa viagem é muito cansativa, descanse e depois você sai com sua irmã " meu pai diz sério

 

Bufo " é, vai ter que ficar pra depois irmãzinha "

 

Mai sorri acenando com a cabeça " esta tudo bem, eles estão certos, descanse um pouco "

 

Assinto, me levanto e pego minha mala " mas, depois vamos dar aquela volta em " dou uma piscadela subindo as escadas. Quando entrei em meu quarto sorri, estava tudo exatamente do jeito que eu havia deixado. Coloquei minha mala sobre a minha cama e fui até a janela, as luzes do quarto dela estavam apagadas e a janela estava fechada, suspiro, parece que eu teria que ter paciência pra revê ela. Me deitei na cama e abri um sorriso, pelo menos agora faltava pouco pra tê-la comigo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...