1. Spirit Fanfics >
  2. Adolescente em crise - Vondy >
  3. Capitulo 110 segunda temporada

História Adolescente em crise - Vondy - Capítulo 110


Escrita por:


Capítulo 110 - Capitulo 110 segunda temporada


No dia seguinte em me levantei cedo, tinha que por algumas coisas em prática e pra isso precisava de Mai, por isso assim que tomei um banho, desci, achei um bilhete de mamãe e papai na geladeira, eles ficariam o dia todo fora, perfeito, só precisava me livrar agora de Mai então, corri pro quarto dela. Minha linda irmãzinha ainda estava dormindo, me aproximei lentamente e me sentei na ponta da cama.

 

" Mai ? " a cutuco " Mai acorda por favor, preciso que faça uma coisa pra mim " ela dá uns resmungos se remexendo " por favor, preciso que me ajude " imploro

 

Ela bufa " o que quer Christopher ? "

 

" eu cheguei a conclusão de que não vou aguentar ficar longe da Dulce ...  "

 

" não me diga " ela resmunga me interrompendo

 

Bufo " pode por favor me levar a sério ? " pergunto impaciente

 

Ela abre os olhos " o que precisa de mim ? "

 

" preciso que ligue pra Dulce e peça ela pra vim aqui, não me importa o que diga, pode falar que precisa da ajuda dela em alguma matéria, tanto faz " dou de ombros

 

Ela suspira " ela vai estanhar, eu sou ótima em todas as matérias "

 

Reviro os olhos " inventa qualquer coisa Mai, só preciso que ela apareça aqui em casa, o resto eu já estou resolvendo "

 

" o que esta tramando ? "

 

" um bom pedido de desculpas " respondo já me levantando

 

Mai se ajeita na cama ficando sentada " não acha que você esta tendo que pedir desculpas demais não ? "

 

Suspiro, passo a mão no rosto " eu sei ta bom ? É que eu acho que me precipitei um pouco, o que tenho que fazer é conquistar a confiança dela, entende ? Fazer ela se sentir a vontade comigo, só assim vou conseguir algo "

 

Minha irmã sorri " finalmente entendeu "

 

" sim ,finalmente entendi " concordo " então, vai me ajudar ? "

 

" só vou precisar chamar ela pra vim aqui em casa ? "

 

" isso e depois terá que sumir daqui " ela faz uma careta " estou falando sério Mai, preciso de desapareça "

 

 " e pra onde vou ? "

 

" não me interessa, vai pra casa do Cristian ou sei lá " dou de ombros " só a chame e saia, e por favor seja cautelosa, não quero que ela te veja saindo se não vai ficar tudo muito na cara "

 

Mai suspira " o que eu não faço pelo meu casal predileto " comenta

 

Dou uma risada " é por isso que te amo maninha "

 

" e nossos pais ? Já intimou eles a saírem de casa também ? "  ela pergunta coçando os olhos e depois bocejando 

 

" eles saíram, foram na casa da nossa tia e deixaram um bilhete dizendo que ficariam o dia fora " respondo, ela apenas assente " o que esta esperando ? Liga logo pra Dulce " peço

 

" ei ei calma, primeiro deixa eu tomar um banho, comer alguma coisa e ai eu ligo pra ela, você ta apressado demais " ela boceja novamente e se levanta " sai do meu quarto Christopher, anda " ela me empurra pra fora.

 

Aproveitei que Mai ainda ia tomar café e fui até o mercado, comprei tudo que precisava. Quando cheguei em casa notei que estava tudo vazio, com certeza minha irmã já tinha saído então, comecei a organizar tudo. Enchi bolas vermelhas, arrisquei fazer os tacos da minha mãe, só espero que eu tenha acertado, eles pareciam meio pretos mas, o cheiro estava bom.

 

A campainha toca e eu dou um pulo " oh meu deus, só pode ser ela " respiro fundo e sigo até a porta, a abro e sorriu " olá Dulce "

 

Ela ergue os olhos e acena com a cabeça " oi Christopher "

 

" entra por favor " dou espaço pra ela que passa por mim de cabeça abaixada

 

Ela engole a seco e mexe em sua franja, eu já estava amando sua nova mania " pode chamar a Mai pra mim ? Ela me ligou e pediu pra eu vim aqui, disse que precisava conversar comigo sobre algumas dúvidas da prova de sexta "

 

" então, a Mai não esta em casa "

 

" como assim ? Ela acabou de me ligar Christopher " ela diz confusa

 

" é que, eu meio que pedi pra ela te ligar e te chamar pra vim aqui " admito

 

Dulce nega com a cabeça " e por que ? " pergunta

 

" eu queria me desculpar por ontem a noite, eu fui mais uma vez um completo idiota, não quero que pense que sou um maníaco doido ou algo assim, eu só estava tentando ser seu amigo "

 

Ela suspira " esta tudo bem, eu te perdoou se era só isso ... "

 

" não, não " fico em sua frente " eu preparei um pedido de desculpas bem elaborado " ela estreita os olhos, eu seguro sua mão " vem comigo " a puxo até meu quarto e paramos em frente a porta " espero que me perdoe realmente, e que isso ajude no processo " abro a porta e dou passagem pra ela entrar, entro logo atrás, seu rosto demonstrava o quanto ela ficou surpresa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...