1. Spirit Fanfics >
  2. Adolescente em crise - Vondy >
  3. Capitulo 115 segunda temporada

História Adolescente em crise - Vondy - Capítulo 115


Escrita por:


Capítulo 115 - Capitulo 115 segunda temporada


" O QUE ? " berro chamando a atenção dos demais 

 

Mai revira os olhos " não grita, você esta louco ? "

 

" oh deus " Annie tampa o rosto " estão olhando pra nós, se perguntarem eu não conheço vocês, estou na mesma mesa por que faltaram lugares " sussurra

 

Nego com a cabeça " Dulce não pode fazer isso, ela não pode beijar aquele palherma "

 

" não fala assim do Pablo, ele é gente boa " Poncho diz

 

" o que ? Ele contagiou vocês também é ? Que merda é essa ? " pergunto impaciente

 

Poncho ergue os olhos pra mim " o que ? "

 

" o que pergunto eu, vocês nem ao menos convivem com esse cara, por que agora o acham o maioral ? " pergunto

 

Christian toma um gole do seu suco " o irmão dele estuda na mesma faculdade que a gente, ele sempre esta lá o visitando, e eu vou te dizer Christopher, que irmãos legais, se eu fosse mulher pegaria ou ele ou o irmão, com certeza "

 

" isso só pode ser brincadeira, você esta brincando comigo, fizeram um acordo ? Querem me fazer ter um ataque ou o que ? " pergunto

 

Annie revira os olhos " quanto drama, você não disse que conseguiu um pontinho com a Dulce  na noite passada? Então, por que todo esse ciúme do Pablo ? "

 

" esse cara está roubando não só minha namorada como também meus amigos e minha irmã " decreto

 

Mai bufa " para de ser exagerado Christopher, além do mais é só um musical, eles vão se beijar no palco nada pessoal apenas profissional " argumenta

 

" profissional ? Eu queria vê se você estaria assim calminha se fosse o Christian no lugar da Dulce " retruco

 

Ela ri " com certeza eu estaria possessa por ser ele a beijar o Pablo e não eu " comenta

 

Christian ri " não posso ficar com raiva, eu mesmo amaria beija-lo "

 

Me estico na mesa pego o copo de suco de Christian e jogo na cara dele " seu idiota " o xingo

 

Ele me encara boquiaberto, assim como os outros " o que deu em você ? " passa a mão pelo rosto

 

" parem, parem de ficar elogiando esse babaca do Pablo certo ? Parem " peço impaciente

 

Poncho entrega o guardanapo pra Christian se enxugar " cara, você esta exagerando, estávamos apenas brincando com você "

 

" é que pra mim isso não é uma brincadeira Poncho, é importante. Eu amo a Dulce e estou longe dela, não posso beijá-la, não posso dizer que é minha namorada e que a amo, e esse cara esta lá, ele tem vantagem, ela se lembra de todos os momentos que teve com ele durante esses meses enquanto de mim " suspiro " todas as lembranças boas se foram entendem ? E talvez nunca voltem, eu não posso perdê-la, se acontecer eu não sei o que faço. Me ajudem certo ? Parem de elogiar ele, parem por favor, eu preciso da minha namorada de volta e vocês não estão me ajudando com esses comentários " desabafo

 

 Annie coloca a mão sobre a minha " estamos com você, vamos te ajudar " garante

 

" sim, missão Dulce de volta esta em ação " Mai comenta batendo as mãos

 

Poncho respira fundo " certo, então, o que fazemos pra melar o beijo do musical ? " pergunta

 

Coloco a mão sobre o queixo enquanto penso " tenho a ideia perfeita " digo abrindo um sorriso " e preciso de vocês duas " anuncio sorrindo pra Mai e Annie.

 

Os corredores estavam vazios, o que era bom pra mim e pras meninas por que passamos sem problemas. Corri atrás delas pra dentro do auditório. Os alunos estavam todos lá observando os ensaios do tal musical. Esse musical seria apresentado no último dia de aulas, no dia da festa, logo após todo estariam de férias, até ai tudo em, o ruim é que Dulce foi escolhida pra ser a mocinha e óbvio que o tal Pablo era o mocinho. Qual a moral da história ? Teria beijo no fim, ah mais não teria mesmo!

 

" entra, entra " Annie faz sinal pra eu passar, eu me agacho e entro no camarim improvisado " pronto, é aqui que ele vai se preparar antes de ir pro ensaio "

 

Reviro os olhos " quem se prepara antes de ir pra ensaio ? O ensaio é justamente pra se preparar pro musical " coloco as mãos na cintura e estreito os olhos " vocês não acham esse cara estranho ? Pra mim ele é estranho " resmungo

 

" deixa de ficar prestando atenção no que não deve e faz logo o que quer fazer " Mai diz impaciente

 

" calma, calma, nervosinha " sigo até a mesa e pego a água " certo, Annie você trouxe o que pedi ? " pergunto

 

Ela se aproxima e me estende a sacola, Mai se aproxima curiosa " o que pediu pra ela ? "

 

" ele me pediu pra trazer molho de alho, e suco de cebola " Annie responde

 

Minha irmã me olha incrédula " suco de cebola ? "

 

" é só bater um pedacinhos no liquidificador " dou de ombros

 

" Christopher, não esta pensando em colocar isso tudo na água dele esta ? "

 

Reviro os olhos " claro que não Maite " ela parece aliviada " vou colocar o molho de alho na comida e o suco de cebola na água "

 

" o que ? Christopher tadinho "

 

" não me venha com essa de tadinho, esse cara quer beijar minha namorada certo ? Isso é traição não dá " argumento

 

Annie estreita os olhos " se pensarmos bem não é traição sim ? Até por que Dulce não se lembra que é sua namorada, então, não estaria te traindo "

 

" do que esta falando ? Claro que é traição Anahí  "digo entre os dentes

 

" ela não se lembra que é sua namorada Christopher " insiste

 

" mas eu sim lembro " rebato " agora para de falar besteira e me ajuda aqui, anda Annie, antes que alguém entre " ela começa a me ajudar contrariada, pegamos o suquinho de cebola e colocamos na água, ela chacoalha bem, eu pego o molho de alho e espalho na comida, na salada, em tudo. " prontinho, agora ... Oh, alguém esta entrando " digo

 

" rápido Annie, vem se esconde " Mai puxa Annie pra atrás do grande espelho

 

" esperem e eu ? Eu tenho que me ... " me calo quando a porta se abre e Dulce aparece na minha frente, arregalo os olhos

 

Ela estava surpresa por me vê aqui " Christopher, o que faz aqui ? "

 

 " eu vim procurar minha irmã e me disseram que ela estava aqui ensaiando pra um musical ai " dou de ombros, e desvio o olhar " e você, o que faz aqui ? "

 

Ela ri " faço parte do musical, sou a protagonista "

 

Finjo surpresa " sério ? Parte do musical ? " ela assente " e você vai mesmo cantar na frente de todo mundo ? Quero estar na primeira fila pra vê isso acontecer "

 

Dulce abaixa o olhar e morde os lábios " bem sim mas, com você falando assim eu fico super nervosa "

 

Me aproximo e paro em sua frente, seus olhos pairam sobre os meus " não fique, tenho certeza que você vai arrasar Dulce, sua voz é como a de um anjo, você canta maravilhosamente bem "

 

" e como sabe ? "

 

" o que ? "

 

" como sabe que canto tão bem assim ? " ela volta a perguntar

 

Coço a nuca " é que, aquele dia, sim claro, aquele dia você cantou uma música minha " digo nervoso, as vezes eu deixava escapar coisas demais

 

" ah claro, foi mesmo " ela sorri " obrigado Christopher, foi muito gentil tudo que disse sobre minha voz e tal "

 

" eu só disse a verdade " sussurro, ela me dá mais um de seus sorrisos " então, o ensaio não vai começar ? Talvez devêssemos sair não é ? Esse é o camarim do Pablo e ele deve querer se preparar antes "

 

Ela olha pros lados e então volta a me encarar " não, esse não é o camarim dele, é o meu " declara

 

Pigarreio " o que ? "

 

" sim, é o meu, por que ? "

 

Olho discretamente pra Mai e Annie que ainda estavam escondidas " vou matá-las " gesticulo com os lábios, elas entendem por que arregalam os olhos " Dulce acho melhor irmos, você não pode se atrasar pro ensaio, é a protagonista não ? Vamos " tento a empurrar pra saída.

 

Ela me afasta " não, eu vou ficar, vou tomar uma água e esperar passar o nervosismo "

 

" é só um ensaio Dul " relembro

 

" eu sei é só que, eu nunca fiz isso antes Christopher " ela rebate e, então pega a garrafa de água e a abre levando a boca

 

"NÃO " berro, ela afasta a garrafa da boca e me olha " não fique nervosa, vai dar tudo certo " forço um sorriso

 

Ela sorri " obrigado Christopher, a verdade é que ouvir você dizer idsi me acalma muito " ela toma um gole da água e faz careta " nossa que horrível " começa a tossir " que horror, é cebola, tem gosto de cebola " ela coloca a garrafa na mesa

 

" que horror não ? É melhor irmos e ... "

 

Ela tosse me interrompendo " não, eu vou comer algo pra tirar esse gosto horrível "

 

" não, não Dulce, melhor irmos, essas comidas são péssimas, são péssimas " digo tentando a afastar da mesa, ela me esquiva e vai até a mesa novamente " Dulce não come" peço

 

" é só pra sair esse gosto ruim e ai eu vou ... " ela pega a salada e come, em seguida faz outra careta " esta tudo horrível aqui, quem fez essas comidas e mandou essa água ? Será algum trote ? "

 

" isso, é um trote, aquela coisa de ser novata num musical, esses caras são bestas não acha ? " coloco a mão na cintura " vamos indo e ... " sou interrompido por um estrondo, fecho os olhos com força já sabendo do que se tratava

 

" eu disse pra você que se ficássemos escoradas cairíamos " Annie resmunga se levantando

 

 Mai se levanta em seguida " desculpa eu pensei que fossem mais .. " ela se cala olhando Dulce e eu " resistentes, olá amiga " força um sorriso

 

O olhar de Dulce para sobre o pote nas mãos de Annie, e o outro nos de Mai e depois em mim " não acredito, vocês fizeram isso, vocês três fizeram isso com minha água e minha comida, por que ? " pergunta

 

" escuta Dulce, foi um acidente sim ? Não era pra acontecer ... Eu ... "

 

Ela pega a água e joga na minha cara " seu idiota, eu pensei que fosse diferente Christopher mas, me enganei "

 

" não, escuta por favor, não era pra você " tento argumentar

 

Ela arregala os olhos " era pro Pablo " ela fecha a cara e nega com a cabeça " você é pior do que imaginei Uckermann, e você Mai, nunc pensei que se prestaria a isso com essa ai e seu irmão "

 

" ei, eu estava na minha esta bem ? Não me ofenda " Annie protesta

 

" vocês são todos loucos " Dulce se vira e sai

 

Mai bufa " você é um idiota Christopher " e depois sai atrás de Dulce

 

" game over bebê " Annie diz negando com a cabeça

 

" isso não acabou está certo ? Eu não vou desistir, vou lutar por ela, e vou tê-la de volta " digo sério

 

Annie se aproxima e dá um fungada no meu pescoço " é, lute mas antes tome um banho esta bem ? A coisa ai ta feia " ela faz uma careta  e tampa o nariz

 

" sai Annie, sai " mando

 

" tecnicamente, quem tem que sair é você, eu estou na minha escola e você não estuda mais aqui" ela argumenta dando um sorriso

 

Bufo " eu te odeio " declaro indo até a porta

 

" vai embora gambazinho " ela zomba, saio batendo a porta com força, eu não dou uma dentro, meu deus, agora Dulce voltou a me odiar, paciência Uckermann, paciência.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...