1. Spirit Fanfics >
  2. Adolescente em crise - Vondy >
  3. Capitulo 118 segunda temporada

História Adolescente em crise - Vondy - Capítulo 118


Escrita por:


Capítulo 118 - Capitulo 118 segunda temporada


Sábado finalmente chegou, eu estava eufórico. Ajudei Poncho e Christian em tudo, decoração, som, bebidas, tudo tinha que estar perfeito. Quando era umas 20 horas a festa já estava lotada, Annie dançava com Mai entre as meninas, Poncho mexia no barril que estava repleto de gelo e cerveja e Christian estava em pé do meu lado, bem, eu olhava de estante em estante pro relógio, e pra porta e nada de Dulce. Será que ela havia desistido ?

 

" calma cara, ela vai chegar " Christian diz tentando me acalmar

 

Suspiro " estou com medo que ela tenha desistido " comento

 

" deixa de coisa, se ela disse que vem é por que ela ... " ele se cala e sorri " olha ai, ela chegou " anuncia

 

Me viro ansioso e sorriu ao vê-la, ela estava bem simples, em seu rosto não havia maquiagem nenhuma, apenas um gloss em seus lábios, tão linda. Caminho em sua direção " você veio "

 

Ela sorri tímida " eu disse que viria " ela começa a mexer no vestido, acho que estava nervosa

 

" você quer algo pra beber ? " pergunto

 

" claro, desde que seja sem álcool " isso é tão Dulce, sorriu e assinto cominho entre as pessoas e ela me segue " uau, seu amigo sabe mesmo dá festas esse lugar esta lotado "

 

Entrego  um copo de ponche sem álcool pra ela " pode apostar, metade das pessoas que estão aqui, ele nem ao menos conhece " comento, ela dá uma risadinha dando um gole em seu ponche " gostou ? "

 

" muito, nossa, é uma delícia "

 

" Annie que fez, ela é ótima com esse tipo de bebida, vem eu quero muito te apresentar a ela "

 

Dulce passa a mão em sua franja " já nos conhecemos Christopher "

 

" não formalmente, vem " a puxo até Annie e Mai " olha quem chegou meninas "

 

Mai abre um sorriso e abraça " amiga, que bom que veio já estava na hora de você se enturmar em, se deixasse mais um pouco iria criar raízes em casa "

 

Suas bochechas coram " deixa de exagero Mai " ela diz tímida

 

" Dulce, essa é a Annie, sei que vocês são da mesma sala e estudam juntas mas, também sei que quase não se falam então, pensei que poderíamos mudar isso hoje " eu digo puxando Annie pra perto de Dulce

 

" então, posso garantir que sou muito mais legal do que aparento Dulce, além de ser bem mais bonita não acha ? " Annie pergunta

 

Reviro os olhos " e super modesta também " comento, fazendo as três riem

 

" é um prazer Anahí, e parabéns pelo ponche, está uma delícia " Dulce diz sorridente, ótimo, ela finalmente estava se soltando

 

Annie dá seus pulinhos alegres " ah super obrigado, e pode me chamar de Annie é como meus amigos chamam " Dulce de primeiro se surpreende e depois acena com a cabeça

 

" amor amor " Poncho se aproxima junto a Christian " quem são as pessoas que estão subindo na mesa da cozinha dos meus pais  ?" pergunta, ele já estava visivelmente bêbado

 

" sabe esse moreno gostoso ? É meu namorado, dê um olá a Dulce querido " Annie diz o abraçando pela cintura

 

Poncho sorri " é bom te vê Dulce, espero que se divirta "

 

" obrigado Poncho, sua festa esta demais " ela diz dando um meio sorriso

 

" isso por que eu organizei " Christian se mete no meio " você já me conhece Dulce, sou namorado da sua amiga e espero ser seu também "

 

" o que ? " eu e Mai dissemos juntos, Dulce fica completamente vermelha

 

" amigo, espero ser seu amigo " Christian se corrige " desculpa, acho que exagerei na cerveja " ela soluça e depois ri  " é, eu estou bêbado " comenta

 

" desculpa gente, vou levar ele pro banheiro e jogar uma água no rosto, já voltamos " Mai o abraça de lado e sai o levando.

 

Annie ri " esses homens, não sabem mesmo beber, bom, vamos vê quem são essas tal pessoas na cozinha, já voltamos casal " ela sai puxando Poncho pela mão

 

Dulce me encara e sorri " ela nos chamou de casal " comenta

 

Dou de ombros " Annie é meio maluque-te, você vai perceber isso conforme for se aproximando dela " ela assente " esta gostando ? " pergunto

 

" bastante " ela responde, sorriu ao ouvir sua resposta

 

" ora ora ora, quem encontro aqui, Dulce e Christopher o casal do momento " a voz enjoada de Fernanda nos chama a atenção " até que durou mais que eu esperava "

 

Gemo como se sentisse dor " o que faz aqui ? "

 

" vim curti uma festinha, por que ? Não posso ? " pergunta irônica

 

" você não foi convidada Fernanda " falo entre os dentes

 

Ela ri " metade das pessoas que estão aqui não foram, não seja bobinho Christopher " rebate " e você, esta feliz com a vida que deveria ser da minha amiga ? " pergunta encarando Dulce

 

Dulce me olha confusa " do que ela esta falando ? " 

 

" nada, ela não está falando de nada  " respondo

 

" ah mais é muita cara de pau de vocês " Fernanda nega com a cabeça " eu vou fazer o que Belinda não pode " ela vira o copo com bebida em cima de Dulce " aproveitem a festa "  e sai rebolando 

 

" maldita " grito, penso em ir atrás dela mas, logo descarto quando vejo a cara desolada de Dulce " Dul, isso ... "

 

Ela olha em volta e vê todos a encarando, seus olhos se enchem de lágrimas e ela sai correndo, não penso duas vezes e corro atrás dela. Ela saiu de casa de Poncho e correu pra rua. Dulce corria como se não houvesse amanhã, só notei que estávamos longe o suficiente da festa quando não pude mais ouvir o som.

 

" por favor, espera Dulce, por favor " ouço uma trovoada e faço careta parando de correr " Dulce por favor "

 

Ela para e se vira, ela estava chorando " pra isso me chamou ? Pra que sua amiguinha pudesse me humilhar na frente de todos ? "

 

" o que ? Claro que não Dulce, Fernanda não é nem ao menos minha amiga, por favor não pense isso de mim "  peço

 

Ela nega com a cabeça dando passos pra trás a cada tentativa de aproximação minha " fique longe de mim, eu não quero falar com você Christopher, me deixe em paz "

 

" não, isso de novo não " resmungo olhando pro céu encizentado, iria chover " não peça pra eu ficar longe, eu não posso "

 

Dulce enxuga as lágrimas " por que faz isso comigo ? Por que fica brincando assim Christopher ? Eu sou algum tipo de desafio pra você ou o que ?  "

 

Me aproximo dela e agarro seu rosto entre minhas mãos " eu nunca brincaria com você Dul, nunca " garanto, coloco minha testa junta a dela e respiro fundo " eu não aguento mais guardar isso pra mim, não aguento mais ter que esconder o que sinto por você, eu quero poder gritar pro mundo o quanto eu te amo, e o quanto eu preciso de você comigo "

 

Ela arregala os olhos, e sua respiração fica ofegante " o que disse ? "

 

" eu disse que te amo Dulce, e é verdade. Eu te amo e por isso tenho agido estranho, quando te vi com o Pablo eu morri de ciúmes, eu nem pude imaginar ele te beijando por isso eu tentei sabotar ele, não foi maldade foi apenas ciúmes, eu não poderia suportar a ideia dele te beijar meu amor, não poderia " fecho os olhos com força " me desculpa por tudo, eu fui um idiota eu deveria ter dito isso pra você, eu deveria ter sido sincero desde o início " admito, começa a chuviscar mas, quem se importa ? Eu não

 

Ela engole a seco, seus olhos ainda estavam arregalados " esta falando sério? Realmente esta sendo sincero ? " ela pergunta

 

Abro os olhos e a encaro " sim meu amor, nunca fui tão sincero em toda minha vida, eu te amo, te amo e te amo Dulce Maria  " me declaro  

 

Desço os olhos pra sua boca que estava entreaberta, e não penso duas vezes. Esmago meus lábios sobre os dela, no início ela não corresponde por estar surpresa com meu ato mas, no momento seguinte esta tão entregue ao beijo quando eu. Meio tímida ela envolveu seus braços em volta do meu pescoço foi nesse momento que a chuva aumentou mas, nenhum de nós dois se importou, continuamos nos beijando enquanto a chuva caia sobre nós e tornava tudo ainda mais perfeito.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...