1. Spirit Fanfics >
  2. Adolescente em crise - Vondy >
  3. Capitulo 120 segunda temporada

História Adolescente em crise - Vondy - Capítulo 120


Escrita por:


Capítulo 120 - Capitulo 120 segunda temporada


Eu a beijei, foi um beijo terno calmo e carinhoso. Quando me afastei acariciei seu rosto e olhei bem em seus olhos, ela sorriu e mordeu levemente seus lábios, lhe dei um selinho e ergui os olhos pro céu, estava amanhecendo. A abracei de lado e ela deitou a cabeça em meu ombro.

 

" é lindo " ela sussurra

 

Sorri " sim, é lindo " comento ao vê o nascer do sol " não sabe quantas vezes imaginei te ter assim pertinho de mim "

 

Ela me olha com seus olhos arregalados " você imaginou isso ? "

 

" muitas e muitas vezes " respondo, dou uma risadinha " você esta bem ? " pergunto, não sei por que mais tenho a necessidade de saber disso de segundos em segundos

 

Ela dá uma risada e é som mais lindo do mundo " nunca estive melhor, já disse "

 

Acaricio seu rosto e mecho em sua franja " eu gostei da franja, ficou diferente " comento

 

Ela morde os lábios" você acha ? Eu fiz pra esconder a cicatriz que o acidente deixou "

 

A olho surpreso, eu não sabia disso " uma cicatriz ? "

 

" sim, bem na minha testa " diz fazendo uma leve careta

 

" será que eu posso vê ? "

 

Ela acena com a cabeça e retira a franja da testa, vejo um corte bem no meio de sua testa " é horrível não é ? " pergunta

 

Me sento mais próximo dela, e aproximo seu rosto do seu, beijo sua bochecha, seu nariz, seus lábios e por fim sua cicatriz " não, é lindo sabe por que ? " ela nega " por que é a marca registrada de que você sobreviveu. E eu a amo por isso, amo sua cicatriz como amo o fato de você esta aqui na minha frente, viva e linda como sempre " respondo

 

Ela volta arruma a franja e toca meu rosto com suas mãozinhas delicadas " por onde você estava Christopher? Por onde esse Christopher que esta na minha frente estava todo esse tempo ? " sua pergunta soa melancólica

 

" longe meu amor, mas agora estou aqui e é isso que importa não ? " ela assente " eu te amo " declaro novamente

 

Dulce abaixa a cabeça " desculpa por não poder dizer o mesmo, esta tudo uma confusão "

 

" eu sei, eu entendo, pra você isso está indo rápido demais é normal estar confusa " falo compreensivo

 

Ela estreita os olhos " e pra você não esta ? Quer dizer, você descobriu que gosta de mim a o que, uns dias ? " pergunta

 

Suspiro " não é de agora Dulce, eu sempre gostei de você "

 

" e por que nunca disse ? Por que Christopher ? Você simplesmente passou a me ignorar completamente por isso tudo isso pra mim agora é surreal "

 

Reviro os olhos " eu era um babaca, hoje estou diferente e vou te provar meu amor "

 

Dulce sorri brevemente " eu tinha uma queda por você, sabe quando éramos menores " admiti, suas bochechas ficam vermelhinha

 

Dou uma risada " pois saiba que no fundo eu também tinha uma quedinha por você "

 

" sério ? " diz surpresa 

 

" claro, você sempre foi maravilhosa, eu só era burro demais pra admitir o quanto me deixava louco " admito, ela fica ainda mais vermelha " você fica linda vermelhinha "

 

" Christopher " ela tampa o rosto e ri, apenas a puxo pra um abraço.

 

Depois de assistirmos o por do sol juntos, fomos pra casa de mãos dadas, nos despedimos com um beijo e um sorriso. Quando abri os olhos, olhei o relógio e já era 12:00 . Me levantei, tomei um bom banho, me arrumei e desci . Encontrei meus pais na cozinha almoçando.

 

" bom dia mãe, bom dia pai " os cumprimento alegre 

 

Meu pai me encara " olha Alexandra, pelo primeira vez desde que chegou de viagem nosso filho esta alegre " comenta

 

Minha mãe sorri " você tem razão querido, então filho, qual é o motivo de tanta felicidade  ? " pergunta, em seguida toma um gole de suco

 

" acho que me acertei com Dulce " declaro

 

" até que em fim Christopher, ela se lembrou de tudo então ? " meu pai pergunta

 

Faço uma breve careta " não pai, ela ainda não se lembra de nada mas, admitiu ontem a noite que sente coisas por mim, estive com ela até o amanhecer e estou com esperanças de que daqui a muito pouco tempo voltaremos a namorar " digo otimista

 

" oh meu filho, não sabe como fico feliz ouvindo isso, Dulce é uma menina maravilhosa, sempre foi e esse namoro de vocês só te fez bem " minha mãe diz alegre

 

" espera, como assim voltam a namorar ? Vocês chegaram a terminar antes ? "

 

Me sento a mesa " não pai, não terminamos tecnicamente somos namorados mas, ela ainda não se lembra, então, esse namoro ela lembraria entende ? "

 

Ele faz uma careta " isso é uma grande confusão " sua cara me faz ri

 

" bem, o que importa realmente Victor é que eles estarão juntos novamente " minha mãe diz

 

" sim, é isso ai mãe, é só o que importa agora " eu digo dando um sorriso

 

Ela se levanta " vou colocar seu almoço " dá uma piscadela pra mim e sai

 

Meu pai pigarreia chamando minha atenção " estou muito feliz por você filho, não só por estar conseguindo trazer sua namorada pra junto de si mas, também por não ter desistido, é assim que conseguimos as coisas filho, lutando "

 

Sorrio " eu sei pai, obrigado " ele acena com a cabeça, olho em volta a sinto falta de algo, ou melhor alguém " onde esta Mai ? " pergunto

 

" sua irmã resolveu dormi na casa da Annie, ela nos mandou mensagem ontem a noite avisando, eu achei melhor assim ela não precisou voltar tarde da festa " meu pai responde

 

Dou uma risada discreta, tenho certeza que Mai estava com Christian " sabe se ela ia pro colégio de lá ? "

 

" sim, ela foi "

 

" ótimo, quando terminar de almoçar vou dar uma passada lá " comento, ele apenas acena com a cabeça.

 

Minha mãe entra com o prato em mãos " aqui esta, fiz um bife com batata frita por que sei que você ama "

 

Fechos os olhos e suspiro, ao sentir o cheirinho " oh mamãe eu te amo " ela ri



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...