1. Spirit Fanfics >
  2. Adolescente em crise - Vondy >
  3. Capitulo 122 segunda temporada

História Adolescente em crise - Vondy - Capítulo 122


Escrita por:


Capítulo 122 - Capitulo 122 segunda temporada


De noite eu estava inspirado. Aquela saída com meus amigos com a presença de Dulce, vê o quanto ela estava finalmente se abrindo pra nossa aproximação, tudo isso me deixou feliz, me deu inspiração e principalmente esperança mas, isso não quer dizer que eu tenha que apartar a missão de conquistar ela. Essa missão eu sempre teria que cumprir.

 

" Me duele, lo siento, se que algo me fallo. Por eso, regreso para volver a ti . " ergo os olhos pra sua janela  e continuo a minha serenata "  Y solo asi perderme en tu mirada Y solo asi si estas conmigo puedo ser feliz. " Dulce aparece na janela e quando nota o que estou fazendo arregala os olhos "  Sueles volver en mis sueños Como un recuerdo Pero despierto y te pierdo Estas tan lejos " essa era nossa música, eu havia feito quando estava na Inglaterra pensando nela, toco meu violão e diversas vezes ergo a cabeça pra vê sua reação "  Hoy quiero tenerte, sin miedo equivocarme

 

Faltan tus besos, que vuelvas junto a mi Y solo asi perderme en tu mirada Y solo asi, si estas conmigo puedo ser feliz " ela já chorava, e estava tão linda, seus olhinhos brilhavam " Sueles volver en mis sueños Como un recuerdo Pero despierto y te pierdo Estas tan lejos " Dulce sai da janela.

 

Quando eu vejo que ela saiu da janela, paro de tocar. Será que ela odiou ? É quando eu ouço o barulho da porta e corro pra frente, ela sai usando seu pijama lindo, seus olhos ainda estavam repletos de lágrimas, ela me olha e dá o sorriso mais lindo do mundo, arrumo meu violão e volto a cantar de onde parei enquanto me aproximava dela.

 

" Me hace falta respirar Ver tu cuerpo y no pensar Olvidar mi soledad, sin ti no puedo Quiero verte una vez mas Solo pienso en regresar a ti.... Sueles volver en mis sueños... " paro em sua frente ainda cantando e tocando " Sueles volver en mis sueños Como un recuerdo Pero despierto y te pierdo Estas tan lejos, Sueles volver en mis sueños Como un recuerdo Pero despierto y te pierdo Estas tan lejos " ela sorri novamente, e limpa as lágrimas " Sueles volver en mis sueños Como un recuerdo Pero despierto y te pierdo " paro de tocar e ergo minha mão tocando seu rosto "  Estas tan lejos " canto

 

Ela olha em meus olhos " não Christopher, eu não estou, na verdade longe é tudo que e não estou agora  " responde, é só o que preciso pra atacar seus lábios num beijo. Ela segura meu rosto e se entrega ao beijo, nos afastamos com vários selinhos " eu amei, amei a música, amei a serenata, você é tão perfeito " ela diz

 

Sorrio " você que é perfeita, completamente " sussurro

 

Ela morde os lábios " quer subir ? " arregalo os olhos " não, não pense besteira, é só pra vermos um filme, eu fiz uma pipoca e ...  Bom, enfim, não é outra coisa, não pense que ... "

 

" eu entendi não se preocupe " falo a interrompendo

 

Ela cora e desvia o olhar " se não quiser não tem problema "

 

" não, não,  eu quero sim " me apresso em dizer, ela sorri assentindo, eu coloco o violão nas costas e a sigo até sua casa " esta tudo tão silencioso " comento enquanto subia até seu quarto

 

" é por que  minha mãe esta no Luis " ela diz pegando a vasilha com pipoca sobre sua cama" senta, eu estava assistindo os vingadores "

 

Me sento ao seu lado " os vingadores ? E você gosta deles ? "

 

" é o que temos pra hoje " dá de ombros " quer ? " me oferece pipoca

 

Tiro meu violão e o coloco de lado " quero sim, nossa colocou sazon ? " pergunto depois de comer algumas

 

" coloquei, você não gosta ? "

 

Sorrio " eu adoro " respondo, ela sorri acenando com a cabeça

 

Ela sorri de volta " eu também adoro " ela comenta, sem nem se dar conta ela deita a cabeça sobre meu peito ainda com os olhos vidrados na TV " até que o filme é legal "

 

" sim, é sim " respondo meio inerte

 

Ela suspira "  eu adorei a serenata " 

 

" você já disse isso "

 

Ela ri " é que, ainda estou meio anestesiada " admiti, o que me faz ri " por que faz tudo isso Christopher ? " ela ergue o rosto pra me encarar

 

Beijo sua testa " por que te amo " respondo, ela sorri e aproxima seu rosto beijando minha bochecha, só precisa disso pra eu ficar com um sorriso besta no rosto

 

" quer refri ? " ela pergunta

 

" quero sim, pensei que nunca iria oferecer, agora vai pegar pra mim  " mando

 

Ela fica boquiaberta e depois ri "que mandão , eu posso até pegar mas, depois você vai me ajudar na louça  " ela se levanta

 

A olho fingindo indignação " ajudar ? Eu sou o convidado aqui, que absurdo  " retruco

 

" vai ajudar sim, seu bobão " ela joga pipoca em cima de mim

 

" ei, ei assim não vale, você vai vê " pego um pouco de pipoca e jogo nela, ela revida. Esse foi o resumo da minha noite perfeita com ela, uma pequena guerrinha de pipoca no quarto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...