1. Spirit Fanfics >
  2. Adolescente em crise - Vondy >
  3. Capitulo 126 segunda temporada

História Adolescente em crise - Vondy - Capítulo 126


Escrita por:


Capítulo 126 - Capitulo 126 segunda temporada


Depois que Mai saiu do meu quarto, eu resolvi tomar um bom banho. No momento em que entrei debaixo do chuveiro fechei os olhos e suspirei. Passei a mão por meus cabelos e me recostei na parede fria enquanto deixava a água descer por meu rosto e meu corpo. A der repente a imagem de Dulce surgiu na minha mente, ela corria em direção ao mar enquanto eu corria atrás dela, foi na viagem da escola, estávamos tão felizes. O modo como os cabelos dela voavam com o vento me tiravam o fôlego.

 

Desligo o chuveiro, pego minha toalha e me seco logo em seguida a amarro na cintura, paro em frente ao espelho e olho meu reflexo. Mais uma vez a imagem dela surge, ela sorria pra mim daquele jeito que só ela fazia, seus olhinhos brilhavam e ela estava mais linda do que nunca. Olhei a pulseira em meu pulso, e contive a vontade de chorar.

 

" para olvidarte de mi, para olvidarte de mi " cantarolo saindo do banheiro, arregalo os olhos quando me deparo com Dulce " o-o-oque faz aqui Dul ? " gaguejo

 

Ela ergue o rosto, esteve chorando eu notei ao vê seus olhos vermelhos " preciso que seja sincero comigo Christopher "

 

" o que houve ? Você esteve chorando ? " pergunto preocupado, eu dou um passo em sua direção e ela dá dois pra trás se afastando de mim " o que foi Dulce ? " pergunto temeroso

 

Ela funga, vê-la assim me corta o coração " promete que vai ser sincero " pede

 

" eu prometo, prometo o que quiser só me diz o que esta acontecendo " eu peço em agonia

 

Dulce abre seu caderno e estende pra mim " o que significa isso ? " pergunta

 

Olho atentamente pras palavras escritas, oh não " é uma dedicatória " respondo

 

" sim, uma dedicatória minha pra você, onde ficou claro que eu te dei o meu caderno com essas músicas e que ficou ainda mais evidente que eu não te tratava como um amigo, eu te tratava como algo a mais " ela diz com sua voz entrecortada

 

Engulo a seco " Dul, isso não é nada demais " me esforço pra dizer

 

Ela nega com a cabeça " chega de mentiras, por favor, eu mereço saber o que houve, eu mereço conhecer a verdade " ela limpa as lágrimas e se aproxima de mim parando em minha frente

 

" eu estou sendo sincero " me esforço pra dizer

 

" quando os encontramos na rua aquela noite em que você chegou de viagem você me deu um beijo ... " ela sussurra 

 

" eu estava meio bêbado " minto a interrompendo

 

Ela ignora meu comentário " você disse que me amava e que estava com saudades, não pareceu estar bêbado muito pelo contrário, você parecia muito lúcido " ela insiste

 

Fecho os olhos com força, e passo por ela indo pro outro lado do quarto " Dul por favor " imploro 

 

Dulce se vira e me encara, seus olhos estavam marejados " eu pensei que as coisas que senti quando você me beijou fossem maluquices da minha cabeça Christopher"

 

" eu não devia ter feito aquilo, me perdoa " peço

 

" mas fez, e fez por uma razão "  ela sussurra, meus olhos já estavam ardendo " agora entendo, agora entendo tudo "

 

" entende tudo o que ? " pergunto num fio de voz

 

Ela nega com a cabeça " toda vez que estava perto de você eu não me reconhecia, eu simplesmente não entedia o por que mas, meus sentimentos ficavam uma bagunça Christopher, foi do seu lado que o vazio que eu sentia sumiu, eu senti amor, carinho, segurança, eu me ... " ela se cala e respira fundo " eu me senti em casa, eu senti que encontrei meu lugar, isso não iria acontecer com um estranho iria ? Não, isso só aconteceria se eu sentisse algo forte pela pessoa, se eu até mesmo amasse essa pessoa " conclui 

 

Fecho os olhos e sinto as lágrimas escorrerem em meu rosto, ela vem em minha direção " você ... Você esta confundindo tudo "

 

" eu estava, eu estava sim confundido tudo agora não, agora esta tudo tão claro pra mim " ela abaixa a cabeça

 

" não, você esta confusa com tudo isso de perder as lembranças e agora deve estar tentando procurar a todo custo algo que tenha acontecido nesses 2 anos mas, eu te garanto Dulce, não aconteceu nada do que esta pensando " tento contornar tudo

 

Ela fica um tempo calada então, me olha " sua pulseira "

 

Oh merda, ela viu a pulseira " é apenas uma pulseira Dul, não tem nada demais " falo nervoso

 

" é igual a minha " ela diz séria, então ergue o pulso e vejo sua pulseira " eu nunca pude me desfazer dela, mesmo não sabendo se eu tinha comprado ou se alguém tinha me dado, eu só não podia pensar em perde-la e já ficava louca Christopher, essa pulseira é uma das coisas que tenho de mais importante " ela admiti

 

Sinto uma emoção ao ouvir ela falar assim da pulseira que eu a dei " olha, eu ... "

 

" é o mesmo com o colar, eu o protejo como se fosse um tesouro e também não sei como o consegui, eu não lembro " ela passa a mão no rosto " foi você não foi ? Você me deu essas coisas ? "  

 

Respiro fundo " tudo isso é uma loucura sem tamanho, eu e você ... "

 

" eu e você " ela me interrompe com a voz embargada  " existe um eu e você Christopher, eu agora consigo vê, é por isso que escrevi aquelas músicas lindas, eu estava apaixonada " ela ergue os olhos pra mim " eu estava apaixonada por você."

 

" Dulce ... "

 

" éramos namorados ? " ela pergunta me interrompendo " éramos namorados Christopher ? Você me amava, eu te amava, nos dois fomos felizes ?  Eu preciso que seja sincero comigo, preciso que me conte, por favor " implora, suspiro e então me permito chorar, não havia outro jeito, ela merecia a verdade e era isso que eu daria a ela.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...