1. Spirit Fanfics >
  2. Adolescente em crise - Vondy >
  3. Capitulo 128 segunda temporada

História Adolescente em crise - Vondy - Capítulo 128


Escrita por:


Capítulo 128 - Capitulo 128 segunda temporada


Não demorou pra amanhecer, bem pra quem conseguiu dormi não demorou, já pra mim que não preguei o olho foi até lento demais. Passei a noite olhando a janela de Dulce, as luzes ficaram acesas a noite toda, o que me leva a crer que ela também não conseguiu dormi. Me remexo na cama e quando mudo a posição vejo Mai parada no meio do meu quarto, com uma expressão de tristeza em seu rosto.

 

" você já sabe " conclui, a cara dela não negava

 

Ela suspira " fui visitar Dulce hoje cedo, ela não quis me vê então a tia Blanca me contou tudo " comenta " como esta se sentindo ? "

 

" péssimo " respondo

 

Minha irmã se senta na cama e acaricia meu rosto "  não tem por que se sentir assim Christopher, você escondeu tudo dela por que a ama, fez pensando no bem dela, ela vai te perdoar, assim como vai perdoar a mim e aos outros também"

 

" não, não é só isso Mai " tampo o rosto com o cobertor " foi a pior conversa da minha vida, eu nunca pensei que pudesse me sentir tão mal assim "

 

" Christopher ... "

 

" não a nada que você diga que vai melhorar o que estou sentindo " digo a interrompendo

 

Ela suspira " não pode se torturar assim por esconder algo pensando na saúde dela " ela insiste

 

" não é só por esconder isso dela, é por vê a confusão no olhar dela a cada coisa que eu detalhava. Eu estava aqui na frente dela dizendo todos nossos momentos felizes, os melhores momentos que tivemos e a cada palavra que saia da minha boca parecia que a dor no olhar dela crescia mais e mais, como se tudo que passamos juntos fosse algo doloroso pra ela "

 

" você tem que entender que ela não se lembra de nada disso, e essa dor e confusão que você viu no rosto dela foi justamente por não se lembrar de nada que você dizia, era como se você detalhasse pra ela a história de outra pessoa, foi isso que a deixou assim  " minha irmã argumenta tirando o cobertor do meu rosto

 

" pode ser mas, isso não quer dizer que eu não fique mal " comento

 

Ela se deita sobre mim e me abraça " eu sei maninho, eu sei "

 

Ouvimos duas batidas na porta " podemos entrar ? " era a voz de Annie, ah não.

 

Gemo, e faço uma careta " não acredito que chamou eles "

 

Mai dá de ombros se levantando " são nossos amigos, precisamos deles nesses momentos, eles vieram ajudar " comenta, apenas reviro os olhos " podem entrar "

 

" olá cara " Christian entra acompanhado de Annie e Poncho " soubemos o que houve, como você esta ? "

 

" como acha que estou gênio? " pergunto irônico

 

Poncho ri " pelo o que vemos bem humorado " comenta irônico

 

" eu estava pensando, podíamos ir no shopping assim passa o seu mau humor, o que acha ? " Annie pergunta

 

Encaro Mai " sério, como acha que isso pode me ajudar ? " pergunto apontando pros três

 

Mai ri " são loucos mas, são divertidos também " comenta

 

Annie se joga sobre mim " não finja que não gosta de ser o centro das atenções " ela diz apertando minhas bochechas " vamos pro shopping  e rapidinho você sai dessa foça  " diz dando uma piscadela

 

Christian passa a mão na barriga " eu topo ir no shopping desde que a gente vá na praça de alimentação primeiro  "

 

" que guloso, acabamos de comer cara " Poncho diz revirando os olhos

 

" estou em crescimento imbecil " Christian rebate 

 

Mai bufa " só se for pros lados " 

 

Christian a olha com indignação " até você contra mim amor ? Que decepção "

 

" será que podem parar ? O foco aqui é o Christopher e não a barriga do Christian " eles se calam e Annie deita a cabeça em minha barriga " ouça bebê, foi bom ela saber de toda a verdade, vai ser ponto pra você garanhão, por que agora ela sabe que vocês tem uma história "

 

" história essa que ela não lembra " comento desanimado

 

" mas, vocês tem é o que importa " ela ergue a cabeça e dá um sorriso " anda me dê aquele seu sorriso sedutor que tanto amo e vamos nos divertir um pouquinho " pede

 

Poncho faz carranca " que história é essa de sorriso sedutor ? Não Uckermann, não dê sorriso nenhum pra minha namorada "

 

" deixa de ser chato Alfonso " Annie rebate, eu acabo dando uma risada " muito bem, gosto de vê você assim sorrindo, feliz, contente, alegre, feste ... "

 

" já entendemos Annie " Mai a interrompe

 

Suspiro " não quero me divertir sabendo que ela esta mal "

 

" você não vai poder fazer nada cara, eu acho que o Dulce precisa agora é de um tempo pra pensar, foi muita informação é normal ela estar confusa " Poncho argumenta

 

Christian acena com a cabeça " sim, Poncho esta certo, nada vai mudar se você se trancar no quarto "

 

" assim que ela quiser me receber vou contar sobre nossos amigos, acho que já chega de esconder as coisas dela, ela merece a verdade " Mai comenta dando um meio sorriso

 

Sorrio " esta certa maninha " olho meus amigos " obrigado por estarem aqui, vocês são demais "

 

" que isso cara, não precisa agradecer, fizemos um pacto não ? Amigos pra sempre " Christian diz sorridente

 

Annie bate na testa " oh deus, vocês se lembram disso ? " pergunta, todos assentem " que orgulho " diz fazendo todos nós rimos

 

" brincadeiras a parte, estamos aqui pra te animar Uckermann, então levante já essa bunda gorda daí vá se arrumar por que o shopping nos espera " Poncho diz puxando meu cobertor

 

Annie estreita os olhos " e que bunda gorda em " comenta

 

" Anahí " Ponho pega meu travesseiro e joga em cima dela

 

" ei, eu só fiz uma observação " ela se defende rindo

 

Sorri sedutor pra ela " fique a vontade pra admirar "

 

Poncho fecha cara " para com essa brincadeira idiota cara, se não juro que te jogo dessa janela " ameaça

 

Annie se levanta e vai até ele " não precisa ter ciúmes meu amor, nenhuma bunda exuberante supera seus lindos olhos verdes "  dá um selinho nele que logo sorri

 

" ta já acabaram com a ceninha ? " Christian coloca as mãos na cintura " eu estou com fome "

 

Reviro os olhos me levantando da cama " eu queria saber quando você não está com fome cunhadinho "

 

" essa é fácil, não estou com fome quando estou dormindo ou comendo " ele responde fazendo a gente ri de novo " ai, por que me bateu amor ? "

 

" pra parar de falar bobagens " Mai revira os olhos " anda, vamos deixar o Christopher se arrumar a menos que queiram vê a exuberante bunda dele " comenta irônica

 

Annie coloca a mão no queixo " bem, eu poderia ... "

 

" vamos Anahí " Poncho a segura pelo braço e sai a puxando, Christian segura o riso saindo com Mai, eu acabo rindo quando fecho a porta. Eles todos podiam ser loucos mas, ainda assim, eram os melhores amigos que eu poderia ter.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...