1. Spirit Fanfics >
  2. Adolescente em crise - Vondy >
  3. Capitulo 152 segunda temporada

História Adolescente em crise - Vondy - Capítulo 152


Escrita por:


Capítulo 152 - Capitulo 152 segunda temporada


Eu estava super nervoso mas, por que ? eu já conhecia os pais dela e me dava super bem com o Luís, por que então estava quase tendo um infarto só por jantar com eles ? Arrumei meu terno mais bonito, tomei um banho, o vesti e penteei meus cabelos pro lado. Me encarei no espelho, eu parecia uma mauricinho, é estava pronto!

 

“ mãe, pai ? “ os chamo enquanto desço correndo as escadas“ mãe, pai ? “

 

“ estamos na cozinha filho “ minha mãe grita

 

Corro até a cozinha “ preciso da opinião de vocês, como estou ? “ pergunto dando uma voltinha

 

Minha mãe é a primeira a levantar o olhar pra mim, ela me encara boquiaberta “ meu filho, você esta lindo “

 

Meu pai estreita os olhos “ vai a algum casamento ? “ pergunta

 

Reviro os olhos “ não pai, eu vou a um jantar com os pais da Dulce e o Luís “ respondo

 

“ certo, e por isso esta tão arrumado ? “ ele volta a perguntar

 

“ quero causar uma boa impressão pro Tio Fernando, a última vez que ele me viu eu estava usando uma jaqueta de couro idiota e tinha acabado de pintar meu cabelo de azul “ faço careta, aquela foi uma fase complicada da minha adolescência

 

Minha mãe nega com a cabeça “ nem me lembre querido, foi a sua pior fase, você vivia pra cima e pra baixo com aquela coisa no nariz e achava que estava arrasando “  comenta

 

“  se chama Piercing e pra mim era estiloso “ rebato

 

 Ela volta a negar com a cabeça “ não quando se parece um boi, são bois que usam aquilo no nariz não pessoas “

 

Reviro os olhos “ esta bem mãe, esquece isso já passou “

 

Ela sorri “ graças ao bom Deus “

 

Mai entra na cozinha e vai até a geladeira “ nossa, onde vai todo produzido assim ? “ pergunta, ela abre a geladeira e pega a garrafa de água

 

“ tenho um jantar com os pais de Dulce e o Luís, por favor não zoe meu cabelo “ já me adianto em dizer, Mai tem o grade dom de sempre zoar algo em mim

 

Ela me analisa de cima a baixo “ oh, parece que uma vaca lambeu seu cabelo, quanto de gel você usou ? se tiver sorte não vai escorrer e cair na sua comida “

 

A olho incrédulo “ você por acaso ouviu alguma coisa do que eu disse ? “

 

Ela enche seu copo de água “ eu nunca ouço o que você diz Christopher “ ela leva o copo a boca

 

“ Maite não zoe seu irmão, ele esta apenas querendo causar uma boa impressão, oh filho não sabe como fico contente em vê que esta feliz novamente “ minha mãe diz

 

Sorriu “ obrigado mãe, eu realmente estou muito feliz “ digo

 

“ estava brincando com você, você esta lindo, vai arrasar nesse jantar “ Mai me dá um abraço rápido “ boa sorte “ deseja saindo em seguida

 

Olho o relógio na parede da cozinha “ bem, esta na hora “ por que minhas mãos estão suando?  “ talvez eu chegue tarde e ... “

 

“ esta tudo bem filho, qualquer coisa nos ligue “ meu pai diz me interrompendo

 

Aceno com a cabeça, minha mãe se aproxima e me abraça “ bom jantar querido, espero que se divirta “ eu sorrio pra ela.

 

Já estava um pouco  mais calmo quando cheguei ao restaurante, pude vê Dulce conversar com o Tio Fernando, ele estava tão diferente, em seu rosto haviam algumas pequenas cicatrizes com certeza por causa do acidente, ao seu lado estava Luís, e a tia Blan, eles conversavam entre si. Respirei fundo e caminhei até eles.

 

“ boa noite “ os cumprimentei

 

Dulce se levantou e me abraçou “ amor “ ela diz me apertando contra ela “ que bom que realmente veio, estávamos te esperando “ diz animada

 

Tia Blan sorri “ boa noite querido, sente-se “ diz pra mim

 

Sorriu e então me sento, Dulce se senta ao meu lado “ Tio Fernando, é bom revê o senhor “

 

“ quanto tempo rapaz, nossa, você esta tão diferente “ ele sorri “  soube que fez o possível pra voltar com minha menina, você deve amá-la muito em “ ele comenta

 

Dulce cora “ papai “ diz em tom de censura

 

Dou uma risada “ esta tudo bem amor, sim tio Fernando, eu amo muito a sua filha “ declaro, Dulce sorri abertamente pra mim “

 

“ olá Christopher, é bom te vê também “ Luís diz brincalhão

 

Todos na mesa riem “ me desculpa Luís, é bom te vê “ respondo

 

“ bem, já que nosso último convidado chegou podemos pedir não ? “ Fernando diz, e todos concordamos, pedimos e não demorou muito pra nossas comidas serem postas a mesa “ nossa, esse camarão esta uma delícia, por isso amo esse restaurante “ ele comenta depois de um tempo

 

“ tenho que concordar, esta bom demais “ Tia Blanca diz, então me encara “ me diga Christopher, você e Dulce se acertaram realmente ? “

 

“ já podemos te chamar de genro novamente ? “ Tio Fernando pergunta rindo

 

Dou um sorriso “ bem, sim senhor eu e Dulce voltamos a namorar “

 

“ por isso chamei ele pra vim com a gente, queria apresentar ele como meu namorado a vocês de um modo mais formal “ Dulce explica me dando um beijo na bochecha

 

“ oh, que maravilha, não acha meu amor ? “ Luís assente “ vocês formam um casal lindo, eu sempre fiz gosto nesse namoro “ Tia Blan sorri 

 

Tio Fernando acena com a cabeça “ eu também, fiquei triste por que não pude participar do primeiro jantar que vocês oficializaram mas, estou feliz por estar nesse “ diz sorrindo, ele encara Luís “ e você Luís, será que já tem algum genro ? “

 

Luís sorri, ele tinha uma filha que morava fora do país, pouco a mencionava mas, dava pra vê o quanto a amava “ sim, tenho, eles fazem faculdade juntos e até dividem um apartamento “ ele explica

 

“ eu não sabia disso querido “ Tia Blanca diz surpresa

 

“ é que eles se mudaram a pouco tempo, eu devo ter esquecido de te dize amor “ ele explica “ mas, sim eu tenho um genro e gosto muito dele por sinal “ comenta

 

“ um dia Christopher e eu iremos morar juntos “ Dulce diz sorrindo

 

Dou um sorriso e lhe dou um selinho rápido “ mas antes casaremos e teremos nossos 8 filhos “ anuncio ao me lembrar da conversa que tivemos a um tempo atrás sobre filhos.

 

É o bastante pro caos começar, tio Fernando se engasga com seu vinho e começa uma tosse desenfreada, Tia Blanca fica entalada com a lagosta, Luís a levanta e aperta sua barriga, enquanto eu dava tapinhas em tio Fernando, o pedaço da lagosta voa da boca da Tia Blanca e cai em cima de Dulce, que por sua vez num gesto impensado dá um grito e se levanta levantando junto a toalha da mesa, com isso todos os nossos pratos, os copos e as comidas vão ao chão.

 

Eles encaram o desastre e depois seus olhos focam em mim , eu ergo a taça de vinho que tinha nas mãos “  mais vinho ? “ pergunto, eles ainda estavam tão chocados com o pequeno caos que nem responderam, Dulce toma a taça da minha mão e acaba com tudo em um gole “ estava com sede em “ comento

 

Ela sorri sem graça “ as vezes se tem que beber pra fugir de uma situação embaraçosa “ responde, eu apenas concordo, desejando ter uma garrafa de vinho pra fugir dessa situação super embaraçosa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...