1. Spirit Fanfics >
  2. Adolescente em crise - Vondy >
  3. Capitulo 85

História Adolescente em crise - Vondy - Capítulo 85


Escrita por:


Capítulo 85 - Capitulo 85


Eu, Mai e meu bebê seguíamos em silêncio pra casa. Era uma das poucas vezes que íamos caminhando, o que significava que estávamos um pouco chateados, e era óbvio que era por que dentro de poucos dias não poderíamos fazer mais isso, não iríamos voltar juntos pra casa.

 

" então, vocês viram a Belinda hoje ? " Mai pergunta quebrando o silêncio

 

Nego com a cabeça, Christopher ri " eu vi, ela veio com umas conversas esquisitas pro meu lado,  não estava falando coisa com coisa, só o que entendi é que estava sendo injustiçada  " comenta

 

" é muita cara de pau, depois de tudo que aprontou esse ano, e de ter quase feito a senhora Peine perder o emprego ela vem querer dá uma de vítima " Mai diz parecendo revoltada

 

Dei de ombros " vamos deixar ela pra lá, estamos dando ibope demais e é isso que ela quer "

 

Mai assente " tem razão " ela sorri " bom, eu vou pra casa, tenho que me arrumar o Christian vai passar aqui de noite e eu quero estar linda, nos vemos depois ? "

 

" sim, nos vemos " eu digo, ela me abraça e depois segue pra sua casa " então bebê, o que acha de um filminho agora ? "

 

Ele me abraça pela cintura " minha sogra não vai se incomodar ? "

 

" não amor, ela nem esta ai, foi pro hospital e só volta mais tarde " respondo

 

Christopher dá um sorriso " então, eu vou adorar vê um filminho com minha ilustre namorada " ele beija minha testa de forma carinhosa

 

Seguimos até minha casa, enquanto ele fica na sala escolhendo o filme eu subo pro meu quarto pra trocar de roupa, quando desço o encontro sentado no sofá, com o controle remeto nas mãos, todo largado. Me aproximou devagarinho e tampo seus olhos com minhas mãos.

 

" adivinhe quem é " peço, sussurrando em seu ouvindo

 

Ele coloca sua mão sobre as minhas " hmmm pela maciez dessas mãozinhas, eu chutaria que é minha namorada pundizinho " ele diz

 

Dou uma risada " pundizinho ? Por que você sempre me chama de pundinzinho ? "

 

" por que é doce e é minha sobremesa preferida " ele responde " então, eu acertei, é meu pundizinho ? "

 

Ainda sem tirar as mãos do rosto dele, eu pulei no sofá e sentei em seu colo " vou te dar mais uma prova, e então você poderá vê se acertou ou não " ele apenas acena com a cabeça

 

Aproximo meu rosto do dela, e roço levemente meus lábios aos dele, e dou um sorriso quando ele geme baixo. Como uma das mãos eu ainda tampava seus olhos então, usei a outra pra acariciar seu rosto. Grudei meus lábios ao dele e o beijei finalmente, o beijo foi ficando mais intenso e mais quente.

 

Me separei dele ofegante " então ? " perguntei

 

Ele deu um belo sorriso " sem dúvida, é meu pundizinho, o gosto do beijo é irreconhecível "

 

" gosto ? De que gosto é meu beijo ? " destampo o olhos dele

 

Ele me encara com seus olhos brilhantes e sinto meu corpo tremer " gosto de Dulce " ele responde

 

Agarro seu rosto " o seu beijo tem gosto de céu " comento

 

Christopher sorri me puxando pra outro beijo, me arrumo em seu colo colocando minha perna cada uma ao lado de sua cintura. Ele me puxa e me deita no sofá ficando sobre mim, dou um sorriso que dura pouco por que novamente os lábios dele estavam sobre os meus. Nossos lábios se separam e eu tiro a camisa dele, enquanto beijo seu tórax ele tira minha blusa e meu sutiã.

 

Seus olhos brilham enquanto ele olhava meus seios exposto " lindos " ele sussurra abaixando a cabeça e dando um beijo delicado em cada um

 

Gemi baixo " amor, por favor " imploro

 

Ele sorri " tenha calma amor, eu quero te aproveitar um pouco " ele me dá um selinho depois volta a atenção pros meus seios, chupa um e acariciava o outro e depois alternava entre os dois

 

Abaixo sua calça e felizmente sua cueca vem junto, toco sua ereção e ele fecha os olhos dando um suspiro " gostoso " mordisco seus lábios enquanto começava a masturba-lo.

 

Christopher abaixa minha saia e invadi dois dedos dentro de mim, arfo jogando a  cabeça pra trás " esta gostoso ? Hum ? Me diz princesa "

 

" sim " respondo ofegante " por favor mais, eu preciso de mais "

 

" nossa, como minha nenê é gulosa " ele retira os dedos de dentro de mim e os chupa " nossa, você é tão doce, tão gostosa "

 

Isso é o bastante pra me levar a loucura, agarro seu ombro e o puxo pra cima de mim, o beijo com loucura o pau dele estava roçando em minha boceta e isso estava me enlouquecendo. Eu o beijei como se não tivesse amanhã, dei leves puxões em seu cabelo.

 

" por favor " imploro com a voz entrecortada " me fode "

 

Ele afasta o rosto e sorri malicioso, logo sinto seu pau entrar dentro de mim e gemo alto " isso meu amor, geme, eu quero ouvir você gritar enquanto te fodo " ele diz começando a se movimentar violentamente dentro de mim

 

" ah Chris ... Isso mais rápido, por favor, mete com força " eu implorava feito uma louca enquanto davam arranhões nas costas dele.

 

" que vadiazinha você se tornou em " ele diz bombeando com mais força " estou quase princesa, se segure por favor, quero que goze comigo " ele diz

 

Aceno com a cabeça, incapaz de dizer mais nada naquele momento, ele dá mais duas estocadas profundos e eu grito, havia chegado no clímax, ele geme em meu ouvido e sinto seu corpo tremer, pouco depois seu peso descansa sobre o meu. Estávamos cansados e saciados.

 

" é ... Hum, isso foi ... "

 

" maravilhoso " ele diz me interrompendo, ele ergue o rosto me encarando " o que deu em você ? Estava tão selvagem "

 

Coro violentamente, meu deus, eu me portei como uma puta " é, me desculpa eu não sei o que aconteceu "

 

" não, não se desculpa, eu adorei, adorei mesmo " ele diz dando um grande sorriso " pode ser assim sempre que quiser, sempre "

 

" seu safado " dou um leve tapa em seu braço, e ele ri " eu te amo "

 

" eu também te amo minha leoa " ele diz me deixando com vergonha " então, acho que é uma boa a gente levantar colocar uma roupa e assistir o tal filme não é ? Antes que minha sogra chegue e nos veja assim"

 

" sim, é uma boa " aceno com a cabeça, ele sai de dentro de mim e eu dou um suspiro, me sento no sofá " você esta bem ? "

 

Christopher que recolhia sua roupa ergue a cabeça e me dá um sorriso " depois do que fizemos ? Não poderia estar melhor, e você ? "

 

O olho dos pés a cabeça, ele estava nu com suas roupas na mão, e a visão da sua bunda era fascinante, mordo os lábios " com essa linda visão ? Não poderia estar melhor " comento

 

Ele ri e se abaixa me dando um beijo " sua safada " diz me fazendo corar



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...