1. Spirit Fanfics >
  2. Adrien Virou um Bebê?! >
  3. Opala

História Adrien Virou um Bebê?! - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura~

Capítulo 11 - Opala


Fanfic / Fanfiction Adrien Virou um Bebê?! - Capítulo 11 - Opala

... 

Esse é o seu fim e o meu recomeço pequena joaninha. - Gabriel sorria enquanto suas mãos envolviam o pescoço de ladybug. Seus lábios secos com sangue se contorciam procurando ar, suas mãos o batiam para a solta- lá. 

Chloe olhava caida no chão não conseguia se mexer seu corpo estava cheios de pequenos cacos de vídros, seus olhos sofriam vendo ladybug e sem ajudá-la com apenas um "não" Mudo que saía de sua boca. Sua inimiga já estava acabada, porém a luta foi exaustante, Luka estava sobre as pernas de Chloe adormecido, enquanto a mesma chorava. 

-La-lady! -Alya mancava em direção a marinette, mas acaba tropeçando em seus pés pela falta de força, suas lágrimas não param e se desespera ainda mais ao ver Nino desmaiado e totalmente ferido. A mesma rasteja até ele e deita em seu peito. Rezando para que tudo fique bem.

Adrien, corria desperado pulando em Gabriel que possuía os miraculous da abelha, tartaruga e raposa e atualmente o da borboleta além do gato de cat noir. Que em luta conseguiram perder. O único que havia sido salvo era de Luka, mas o kwami do mesmo estava exausto.

-Então... É assim que deve ser. -Hawk Moth sorria enquanto colocava o anel de cat noite, seu sorriso doentio, e assim que o mesmo pos os brincos, uma forte luz roxa o envolveu o transformando-o.

-Marinette!! Adrien corre até ela que tossida no chão fraca e ferida.

-Esta tudo bem... Vai dar certo. -Adrien faz uma careta enquanto marinette sorri com seu rosto cheio de arranhões. 

Gabriel, que andava sobre o manto roxo de luz poderosa, se encaminhava a sua Amanda adormecida, que assim que tocou seu rosto. A pele pálida e sem vida foi ficando rubra, seus olhos parados, começavam a se abrir, emile estava de volta.

Adrien, apertava marinette nós braços desesperado, tudo aquilo era loucura, desde quando o mesmo havia se tornado um bebê, até este dia.

Gabriel da a mão a emile que ainda zonza se levanta com ajuda dele, seu sorriso é de alegria e o abraça, então logo se beijam. Mas, emile sai do círculo em que estava anestesiada e vê oque acontecia ao seu redor, e assim que seus olhos pararam em Adrien, seu olhar de pavor se alastrou.

-Oque você fez? -. Sua voz era baixa e rouca, em passos curtos ela se afastava de Gabriel abaixando seu olhar enquanto balança a cabeça decepcionada. 

-M-mãe?-. A voz de Adrien chama Emilie, que o olha e vai até ele o abraçando forte. 

-Me Desculpe meu filho, me perdoe eu sinto tanto... Seu pai passou dos limites.

-Hawk moth você não entende? -. Marinette se levanta pondo força em suas pernas. -Você só trouxe tristeza e dor... Muito dor a todos e a você principalmente! Veja! Nem Emilie consegue olhar para você! Você é uma decepção... 

As palavras de Marinette socaram Fortemente Gabriel o fazendo vacilar em um passo pra trás seus olhos estavam atormentados. 

-Eu-Eu fiz tudo oque pude pra ter minha família, minha mulher! Queria tudo como era antes... Por quê, por quê isso? 

Mestre fu sorria enquanto sentia a chuva cair sobre sua pele. Era um dia te renovação, um dia de tristeza, um dia de se arrepender e mudar. Mesmo que em seu peito a vontade de estar ali na luta fosse grande, sua idade já não o permitia. Apenas observar era oque podia sobre aquela chuva que acabará de começar.

Marinette chorava sentindo seu coração se rasgar em dor, os kwamis que se encontravam ali presente apenas olhava tudo em um silêncio mortal. 

Adrien estava machucado e com hentomas leves sobre o corpo. Chloé estava um pouco mais fraca por ter recebido vários ataques tentando ao máximo cobrir seus companheiros. Nino agora estava acordado sentado no chão ao lado de alya que olhavam quietos enquanto suas feridas eram lavadas na chuva. Luka que ainda estava com Chloe compartilhava o silêncio com os outros. Gabriel olhava tudo horrorizado enquanto Emilie ia em sua direção. 

-Tudo foi inútil... Inútil como minhas lágrimas nessa chuva. -Gabriel se joga de joelhos perante emile que corre em sua direção e o abraço. Ambos choravam angustiados e decepcionados. 

-Passou... Esta tudo bem agora. -Era ouvido a voz dela o acalmando, enquanto ele apenas processava tudo a abraçando forte. Emile retirava os miraculous cuidadosamente dele, e ele ia voltando a sua aparecia normal. 

Emile sorrir ainda com os olhos cheios de lágrimas e se afasta, anda com Gabriel ao seu lado e assim que para em frente a marinette pega suas mãos suavemente e entra os miraculous.

-Por favor, converte o erro de meu marido. Ele só estava desesperado. -Ela continua a sorrir triste, enquanto Gabriel continuava de cabeça baixa chorando como uma criança. Adrien toca o ombro de marinette e diz:

-Esta na hora, use seu luck charme. 

... 

-Quarto 206? -Adrien dizia sem ar, seu rosto estava branco e desesperado. 

-Oh, boa tarde... Marinette dupain-chang? -A atendente sorri levantando pra rosto colocando a prancheta de lado. 

-Sim... -Diz atordoado. 

-Bem, aqui seu crachá de vista. É só me acompanhar. -Entrega se virando para que o mesmo a seguisse.

Autora off~

Marinette on~

O hospital pra mim sempre foi um lugar gostoso, não sei o por quê Mas gosto do cheiro de álcool e Esparadrapo que ecoa no lugar. O chão gelado e as paredes também. A pouca iluminação... É tão agradável. Talvez por me lembrar de minha infância talvez... 

-Marinette? -Adrien aparece ansioso abrindo a porta, sorriso de volta acenando com a cabeça para que ele pudesse se aproximar. 

-Venha conhecer nossa filha. 

Os olhos de Adrien se enchem de lágrimas, era uma alegria sem fim, após de tantas turbulências, tantas aventuras, uma nova chegou. Mesmo que os anos tenham passados proteger Paris e começar um casamento e agora um filho, com certeza faz parte de uma aventura. 

-Ela não se parece com você? -Digo sorridente, enquanto ele sorri Alegre. 

-Não me lembre de quando eu era assim, você me torturava.

Quando engravidei, Adrien ficou com meu miraculous e se encarregou de Paris até que eu pudesse voltar. Mesmo que tenhamos uma filha, nosso dever nunca se perdera, por que por ela lutaremos por um futuro melhor.

Nino se casou com alya, Luka se tornou um grande musicista e é disputado entre Chloe é Kagami, layla nunca mais apareceu alguns dizem que se casou com um príncipe turco é vive como princesa outros que esta infiltrada mais marfia e segue como líder de um grupo perigoso no Japão. Não se sabe muito sobre, todos encontraram sei caminho sendo bons ou não. 

-Posso entrar? -Gabriel e Emile entram no quarto tímidos com uma grande cesta de presente e balões. 

-Venham vê sua neta. -Digo ainda sorridente, enquanto Adrien segura a maozinha da neném. 

-Oh, ela é a cara de Adrien quando pequeno! -Emile sorri eufórica. 

-Sem dúvidas uma pela memória. -Gabriel sorri. 

Humonos, somos frágeis é não vivemos muito, então eternizamos em momentos, é passamos uma semente nossa a diante como metade de nós. Esse é o nosso legado sobre o mundo. Nosso miraculouso ato de herói, viver aventuras e se orgulhar delas. 

Fim. 


Notas Finais


Fim, finalmente terminei.
Eu me perdi um tempo e quase esqueci essa fic, mas consegui terminar.
Já reparam que cada capítulo tem um nome se uma pedra? Kkk eu gostei.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...