1. Spirit Fanfics >
  2. Adultério - Jeon jungkook >
  3. Prólogo

História Adultério - Jeon jungkook - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Alguns avisos antes de começar

-ambos os personagens são maiores de idade

- não apoio de forma alguma o adultério ou muita das coisas que irei citar aqui, tudo é apenas FICÇÃO

- irá conter capítulos com algumas cenas íntimas, se não gosta é só pular, elas de qualquer forma não são relevantes ao desenvolvimento da história

-irei avisar no começo quando houver capítulos desse tipo

- você tem 18 anos
-Jungkook tem 33

Boa leitura ❤️

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Adultério - Jeon jungkook - Capítulo 1 - Prólogo

Sempre fui uma garota normal na tão famosa sociedade, não era uma grande artista ou modelo, era apenas....eu, nunca fui chegada a coisas de "garotinhas" pelo contrário, minha infância se resumiu em jogar bola e brincar de carrinho, pega pega ou qualquer outra brincadeira sem ter medo de me ralar ou qualquer coisa do tipo, acho que por conta disso hoje não sou a primeira opção de amizades para as demais garotas, eu não me importava nem um pouco com o fato delas não conversarem comigo pelo meu jeito mais despojado e "relaxado" de ser, se fosse para escolher entre vestidos que incomodam e maquiagens de mais na cara eu com certeza não iria pensar em nenhuma dessas alternativas, pego minhas calças e tênis junto com meus maravilhosos moletons e saía dali, eu odiava usar coisas apertadas ou que chamavam antenção, eu odeio olhares sobre mim e agradeço sempre por quase ninguém perceber minha existência, era mais fácil assim.

Sempre foi assim até ter que me mudar para um país completamente diferente do meu, a tão amada Coréia do Sul, eu preferia mil vezes o Brasil ao invés da Coréia, mas por conta da oportunidade de emprego que meus pais receberam tivemos que vir para cá, aqui foi muito mais pior que no Brasil, as pessoas me olhavam como se eu fosse um tipo de alienígena ali, me mediam de cima a baixo olhando cada centímetro de meu corpo e rosto, coisa que eu odiei com todas minhas forças, até ficava para baixo com os olhares de nojo sobre mim mas logo em seguida me reerguia, eu não tinha a pele branquinha como todos os coreanos daqui, pelo contrário, eu era a típica garota brasileira morena ou como alguns dizem, pele bronzeada, eu não sentia nojo de mim mesma por conta do que falavam, eu amava a cor de minha pele e não era quaisquer comentários e olhares que iriam me fazer sentir nojo de minha cor, isso é uma coisa que nunca aconteceria. Acabei sofrendo aqui por conta de ser diferente, ter um corpo mais curvilíneo e pele mais morena juntos de olhos mais grandes e boca carnuda era como se fosse a pior coisa que a sociedade coreana já havia visto, eu senti nojo, não nojo de mim mas sim nojo dessas pessoas que não aceitam o diferente, esse fora um dos motivos pelo qual odeio a Coréia mas no final das contas aqui não acabou sendo tão ruim quando conheci minha melhor amiga, Jeon Haneul foi sem sombras de dúvidas a melhor pessoa que entrou em minha vida junto de Lisa, Jennie e Jisoo, éramos inseparáveis, fazíamos tudo juntas e compartilhavamos todos nossos segredos sem esconder nada uma das outras, eu amava muito aquelas garotas e seria capaz de dar minha vida por elas.

Lisa era a mais retardada do grupo, era animada ao extremo além de ser muito safada, era uma boa pessoa e tinha um sorriso lindo, Jennie era a mais séria e madura de nós, mas isso não muda o fato de ser um amor com todas nós, seus conselhos eram os melhores e nos faziam refletir por horas, Haneul era tímida e um amor de pessoa, era fofa e adorável, simplesmente uma bonequinha, Jisoo era uma das mais barraqueiras do grupo, adorava uma briga e confusão, ela e Lisa eram as que ponhavam fogo na fogueira e deixava tudo queimar enquanto via de camarote, e tinha eu ali, era a mais fechada e séria, fazia pouco caso de quase tudo a minha volta, além de 100% das coisas que eu falo 99% era cinismo sarcasmo e principalmente deboche, eu não perdia a chance de responder curta e grossa,digamos que eu era a mais explosiva dali, praticamente tudo me deixava com raiva e sem paciência, as garotas até me chamavam de estressadinha, oque realmente era verdade, mas apesar desse gênio forte eu era realmente bem tímida e fechada com pessoas que acabo de conhecer, demoro meses ou até mesmo anos para ficar a vontade com alguém e mostrar meus sentimentos, as meninas até mesmo diziam que sou manhosa mas isso está fora de cogitação.

-S/N CARALHO

Desperto de meus pensamentos com Lisa gritando em meu ouvido e logo a olho séria com meu olhar de desinteresse, era espontâneo essa minha cara de tédio.

-que é

-você ouviu a Haneul falando?

Reviro os olhos e volto meu olhar para a mesma

-não

-mais o menina do caralho

E novamente reviro os olhos ouvindo o drama de Lisa falando o quanto sou desligada e não ligo para o que elas falam.

-tá chega Lisa desenrola

- vamos na minha casa depois da aula para fazer logo aquele trabalho de matemática

Haneul fala e logo a olho concordando com a cabeça

-sua mãe deixou?

Jisoo pergunta enquanto caminhavamos até nossas sala assim que ouvimos o sinal bater.

-por incrível que pareça, sim

Olho para o lado vendo todas as meninas com os olhos arregalados, minha mãe nunca me deixou ir na casa de nenhuma seja para trabalho ou qualquer coisa do tipo, sempre fazíamos os trabalhos e outras coisas em casa, minha mãe tinha muito medo de me deixar ir pra casa das meninas, ela falava que no caminho eu poderia ser estrupada e morta. É ela realmente é estranha.

-não tô acreditando que sua mãe deixou

-nem eu

Todas falam juntas e rio logo voltando meu olhar para frente até Lisa se pronunciar

-seu pai gostosão vai estar lá?

Olho para Lisa e logo reviro os olhos, as meninas falavam que sempre quando iam na casa de Haneul e o pai dela estava lá, Lisa praticamente babava no homem.

-sim hoje ele está de folga

Haneul fala e logo Jisoo se pronuncia

-foram rara as vezes que vimos ele, mas devo admitir Haneul, seu pai é um gato

Suspiro alto já cheia de toda aquela conversa e olho para as mesmas

-parem com isso, ele nem deve ser grande coisa assim

Todas viram o olhar para mim e vejo Haneul com um sorriso divertido no rosto

-Como assim! O cara é um gostoso!

Lisa fala indignada e logo rio

-para vai, é só um cara, aliás só um cara que é o pai da sua melhor amiga que ressaltando É C.A.S.A.D.O.

-eu não tenho ciúmes

Escuto a mais velha resmungar e logo rio

-Mas falando sério ele é gato

Jisoo fala e mais uma vez reviro os olhos, o coisa chata

-devo concordar com a Jisoo e a Lisa, ele realmente é muito bonito e jovem para a idade

Jennie se pronuncia pela primeira vez e a olho indignada

-até você Jennie?!

Falo indignada vendo todas rirem e Lisa se pronunciar novamente

-você irá ver, vai cair de amores pelo senhor Jeon

-tá, que seja

Reviro os olhos e entro na sala de aula, ainda brava pelo que Lisa havia dito

Eu cair de amores por um velho? Não! Coisa ridícula. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...