1. Spirit Fanfics >
  2. Afinal, o que define o limite? JENSOO CHAELISA >
  3. Fifty Five

História Afinal, o que define o limite? JENSOO CHAELISA - Capítulo 55


Escrita por:


Capítulo 55 - Fifty Five


Jennie's POV

Uma coisa que percebi é que é impossível tirar um cochilo durante a tarde nessa casa porque Lisa e Jisoo estão sempre gritando e correndo atrás uma da outra. Hoje elas optaram pela gritaria.

Me levanto irritada e vou até a fonte do barulho e vejo Lisa em cima de Jisoo. Literalmente, completamente, em cima dela. Jisoo está rindo, mas aquele olhar no rosto de Lisa, sei muito bem qual é e o que ela está pensando.

- Há pessoas tentando dormir, vocês sabiam? - paro no meio do quarto para observar a bagunça de papelão e plástico espalhado pelo chão.

- Unnie! - Lisa parece assustada de repente.

- Desculpa, Jendeukie! - Jisoo continua deitada no chão.

- O que vocês estão fazendo?

- Unnie comprou uma TV e outro vídeo game para instalar aqui no quarto dela, estávamos tentando arrumar um lugar, mas acabamos nos perdendo.

- Outra TV? Outro vídeo game? - digo irritada.

- É, as vezes vocês querem ver TV enquanto estou jogando, então achei melhor comprar outra para não atrapalhar.

- Isso é ridículo! Você já fica vidrada na sala, não come e nem descansa, agora que vai colocar isso aqui, não quero nem pensar em como vai ficar. - respiro fundo tentando me acalmar e quando percebo, as duas me derrubaram no chão e estão me fazendo cócegas. - PAAAAAARA!

- Eu não preciso me preocupar com isso porque sei que você sempre vai cuidar de mim. - Jisoo pisca e sorri. Oh, isso fez meu coração bater rápido.

(...)

Depois de muito insistir e prometer fazer arroz com kimchi por uma semana, consigo convencer Jisoo a ir ao shopping comigo e isso foi uma das coisas que mais senti falta sobre ela. Ter ela por perto, a companhia, a forma como a gente sempre se entende nem que seja por um simples olhar, além da maneira fácil com que ela me faz rir.

Ela me estende uma casquinha e quando começo a comer, meu telefone começa a tocar. Olho no visor e vejo que é Irene.

- Irene? - digo e Jisoo me olha com a sobrancelha arqueada.

- Vocês até que ficam fofas tomando sorvete juntas como um casal. - ela ri e me viro para procura-la, até que a vejo do outro lado do corredor com Seulgi e começo a rir também. Puxo Jisoo e aponto para a direção das garotas. O sorriso dela fica enorme ao vê-las e reviro os olhos, antes que eu fale qualquer coisa, ela sai correndo e pula em cima de Seulgi.

- POR QUE VOCÊ NÃO ME LIGOU? - Jisoo aperta as bochechas de Seulgi.

- Eu te liguei, mas você não atende o celular, sua imbecil. - Seulgi ri e elas ainda estão abraçadas, até que Irene força uma tosse e me abraça.

- Como estão as coisas? - digo enquanto volto a tomar meu sorvete.

- Agora que estamos tendo um dia de folga e eu precisava fazer compras urgentemente. - Irene revira os olhos.

- Você mudou de perfume. - Jisoo diz a encarando enquanto coloca uma colher de sorvete na boca de Irene. Como ela percebeu isso? Se controle, Jennie!

- Gostou? - ela dá aquele sorriso malicioso.

- Não. - Jisoo diz e todas olhamos para ela boquiabertas. Ela começa a rir e Irene dá tapas nela.

- Idiota!

- Vamos comer, eu estou com fome, por favor. - Jisoo se vira para mim fazendo beicinho.

- Você é um bebezão mesmo. - reviro os olhos e começo a rir. - Vocês vão vir conosco também!

Depois de escolhermos um restaurante de rámen, porque Jisoo disse que merece rámen, nos acomodamos. Sentamos uma ao lado da outra e Irene está na minha frente. Estamos conversando sobre compras até que ouço Jisoo e Seulgi.

- Você não tem jogos novos? - Jisoo faz beicinho. Ela fica tão adorável assim.

- Não, eu já joguei todos e os que você me emprestou também.

- Espera, você também joga? - fico surpresa com essa revelação.

- Seulgi? Ela é uma doida por jogos, fica o dia todo sem comer e eu preciso puxar o computador da tomada para ela parar. - Irene dá um tapa em Seulgi.

- Aish! Não é assim também.

- Duvido, porque Jisoo é igual ou pior, mas nunca tinha pensado em puxar os cabos da tomada. - dou um sorriso meigo e ela me olha assustada.

- NÃO FAÇA ISSO, JENDEUKIE! - ela aumenta o tom e pega minha mão. - Por favor, não seja tão cruel quanto Irene, eu lhe imploro! - ela faz um beicinho maior ainda e reviro os olhos.

- Então vocês estão juntas de novo? - Irene arqueia a sobrancelha ao ver Jisoo ainda segurando minha mão.

- Sim. - Jisoo diz antes que eu fale qualquer coisa e eu engasgo com o refrigerante. Irene parece surpresa e Seulgi está sorrindo.

- E como se deu isso? - Seulgi se empolga.

- Você sabe como é, Jendeukie não resiste aos meus charmes. - Jisoo joga o cabelo para o lado e eu reviro os olhos.

- Em seus sonhos, dumbo. - digo e Irene gargalha.

- Vocês são hilárias!

- Obrigada por reconhecer meu talento. - Jisoo passa o braço em minha cintura e me puxa para mais perto de si, apoiando a cabeça em meu ombro e brincando com meus dedos. Sinto minhas bochechas esquentarem.

- Tem alguém corando. - Seulgi cantarola.

- Só está calor aqui. - balanço a cabeça e Jisoo ri.

- Está calor porque estou aqui, baby. - ela diz e me lembro que era assim que ela costumava chamar Irene, então a empurro e as outras riem alto.

(...)

Quando chegamos em casa, Chae está assistindo TV e nos olha de uma maneira diferente. Vou direto para meu quarto enquanto Jisoo se joga ao lado de Chae. Coloco as sacolas em cima da cama e vou para a cozinha pegar água.

- Eu trouxe chocolate para você. - ouço Jisoo dizer e as observo da cozinha.

- Sério? - Chae diz desconfiada.

- Sim, por que não seria? - Jisoo diz confusa. Céus, Chaeyoung está a fim dela e ela é muito sonsa para perceber.

- Não achei que fosse se lembrar de mim já que passou a tarde toda fora. - ela está com ciúmes e seguro o riso quando Lisa aparece, ficando ao meu lado.

- Eu te disse que ela gosta de unnie. - ela diz com um tom levemente magoado.

- Por que eu não me lembraria de você? Você está sempre na minha mente - Jisoo aperta a bochecha dela e entrega a caixa de bombons, dá pra ver que Chae fica com as bochechas rosadas - Vou testar meus jogos novos. - Jisoo se levanta e vai para o quarto.

- Unnie será que gosta de Chae? - Lisa diz baixinho, mas ainda consigo ouvir.

- Elas só são melhores amigas. - estou tentando me convencer ou convencer Lisa sobre isso?  

- Vocês também eram e, convenhamos, duvido que Chae pisaria na bola com ela como você fez. - Lisa suspira.

- Nossa, muito obrigada por jogar meus erros na minha cara. - digo irritada e vou até o quarto de Jisoo, entro sem bater e ela está de costas para mim.

- Jendeukie. - ela diz enquanto mexe no controle do vídeo game.

- Como você sabe que sou eu se você nem olhou para trás?

- Não sei, eu só sinto quando é você. É meio sinistro pra falar a verdade. - ouço o sorriso em sua voz e acabo sorrindo também.

- Posso te perguntar uma coisa? - me aproximo dela enquanto fico olhando para a tv.

- Isso já vale como uma pergunta? - ela ri baixinho.

- Idiota! - reviro os olhos - Por que disse para Irene que estávamos juntas? Por que agiu daquele jeito? - ela pausa o jogo e se vira para mim parecendo pensativa.

- Oh! - ela diz surpresa de repente - Desculpe, eu não deveria ter agido daquela maneira e te deixado com vergonha, eu só queria ver a reação de Irene. Ela fica engraçada quando está com ciúmes - ela ri e sufoco o suspiro. Ela só estava me usando para fazer ciúmes em Irene? É isso?

- Entendo, não sabia que você gostava dela dessa forma ainda. - forço um sorriso.

- O que? Não, eu não gosto dela, somos só amigas. - ela ri e balança a cabeça.

- Você gosta de Chaeyoung? - as palavras saem antes que eu consiga controlar minha boca e ela parece surpresa.

- É, não exatamente.

- Como assim? - arqueio a sobrancelha.

- Ela é muito doce, atenciosa, gentil, amável e está sempre presente. - ela diz com um pequeno sorriso nos lábios - Eu poderia gostar dela facilmente. - meu coração fica tão pequeno ao ouvi-la - E quanto a você e Lisa?

- O que tem? - digo sem entender.

- Estão bem? Como está o relacionamento de vocês?

- Do que você está falando? - me aproximo dela.

- Bem, vocês estão sempre flertando uma com a outra, em todos os lugares, fora a troca de carinhos. Até comentei com a esquilo que vocês estavam totalmente a fim uma da outra. - isso é ciúmes? Não, não pode ser, Jisoo não é de ficar calma quando se trata de ciúmes, ela só está desviando o assunto porque perguntei sobre Chaeyoung. - Acho que Chae gosta de Lisa. - ela dá de ombros e volta a jogar. Cega. Totalmente cega.

- JEN! - ouço Lisa gritar e Jisoo me dá um sorrisinho como se tivesse comprovado o que ela acabou de dizer sobre mim e Lisa.  

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...