História Afraid: One - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga)
Tags Ação, Bangtan, Bts, Min Yoongi, Morte, Suga, Universe
Visualizações 47
Palavras 806
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Postei no Face há alguns meses e sinto realmente muita falta de inspiração desde então T-T
Mas aqui volto eu <3 ç-ç

Capítulo 1 - Lobo Mal


Fanfic / Fanfiction Afraid: One - Capítulo 1 - Lobo Mal

O vento varreu os doces tons de laranja que aquela tarde de sexta-feira trouxera.

Yoongi estava mergulhado no universo magico de seu livro recomendado por Namjoon, que por algum motivo especial teve que sair mais cedo do ensaio depois do almoço. Era Halloween e ele amava muito esta época do ano. Doces, pessoas fantasiadas, travessuras, diversão de todos os tipos e para todos os gostos.

De uma certa forma, ele queria muito que este ano fosse diferente e que algo inédito acontecesse. Uma vez que ele tinha chegado em casa, passou a embebedar-se com as cervejas que há tempos envelheciam em sua geladeira. Quando os raios do luar e as estrelas começaram a flutuar no céu, Yoongi estava deitada no sofá com o livro no meio de suas pernas e várias garrafas ao redor da mesa de centro.

Ele não era de beber.

Mas tinha um motivo especial para isso.

-- Na noite de Terça-feira, exatamente, há duas semanas, Yoongi estava chegando de um dia cansativo de treinos e ensaios, ele estava exausto e pronto para uma calorosa noite ao lado de sua namorada, você.

Ele estava com tudo planejado. Levar-te para a praia ou ao parque, beber refrigerantes e falar sobre o dia de vocês e quando chegassem, teriam apenas você e ele, toques, caricias e tudo mais. Com tudo pronto, Yoongi foi até sua casinha modesta no fim de uma esquina movimentada e quando chegou, percebeu que havia uma estranha movimentação na casa.

Um silencio esquisito.

Por mais que você não fizesse o tipo “quieta”, a casa estava estranhamente silenciosa. Os sentidos do coreano foram aguçados para barulho estranhos, vindo de dentro de um dos quartos. O garoto sem esperar muito, empurrou os pés para dentro da casa e com passos lentos foi se aproximando do quarto.

Os barulhos de coisas quebrando e batendo se tornaram maiores e ele não ouvia sua voz, o que o assustava em grande quantidade. Ele esgueirou-se na porta do cômodo e permaneceu em silencio, enquanto tentava abrir a porta.

Ao abrir uma pequena brecha, viu algo que o paralisou e instantaneamente fez seu estomago revirar. Você, deitada na cama, com outro garoto, nua e com suor em ambos os rostos.

Se Yoongi fosse outra pessoa, ele teria entrado naquele quarto e tirado à força aquele cara de cima de você, mas inúmeras coisas o impediam até de mexer as mãos ou fazer quaisquer movimentos.

-- Duas semanas depois, ali estava ele, depois de uma turbulenta discussão com você, Yoongi realmente não queria mais ouvir a menção de seu nome, muito embora ainda o visse nas caixas postais, no aplicativo de mensagem do celular ou nas inúmeras fotografias espalhadas por sua casa.

Naquela noite de Halloween, ele acordou atordoado e caminhou em direção a porta da frente de sua casa, saindo da mesma. As pessoas vivendo suas tediosas vidas, as crianças pedindo doces nas casas, os adultos colocando aboboras brilhantes em seus quintais, nada que o surpreendesse muito.

Algumas quadras e ele estava de pé, na porta da frente de sua casa, totalmente fora de si e com os olhos indo para lá e para cá, perdidos em sua própria armadilha de álcool. Ele deu apenas uma batida.

E a porta foi aberta.

--

Em algum outro lugar da cidade, Park Jimin é acordado pelo barulho de seu telefone tocando. Quem o ligaria as três da manhã? Não saberia que ele estaria dormindo nesse horário? O coreano estendeu a mão até o telefone e atendeu.

- Alô?

- J-jimin! – a voz embargada de seu hyung fez o coreano suspirar.

- O que há, Yoongi-hyung?

- Eu... por favor, venha aqui.

- Hyung, você está bêbado, não é a primeira que você chor...

- JIMIN VENHA AQUI, EU PRECISO DE VOCÊ POR FAVOR!

Yoongi gritou no telefone, em extremo desespero. Jimin sabia que quando era assim, realmente algo havia acontecido com seu hyung e isso o deixaria preocupado.

- Eu já estou indo, Yoongi!

--

No momento em que o mais novo estacionou o carro, logo viu a porta da ex-namorada de Yoongi escancarada e a voz de Jungkook assim que entrou na casa.

...

A cena que Jimin presenciou o fez parar até de respirar por alguns segundos. Yoongi estava com os olhos cheios de lágrimas enquanto Jungkook estava agachado atrás dele. O coreano não ousou tocar no amigo em estado de choque evidente. O que houve?

- Jimin... – Jungkook o chamou.

O garoto foi até seu amigo e se agachou para ver... você, deitada no chão, com sangue espalhado por toda sua roupa, rosto e barriga. E do outro lado, estava o cara que havia se deitado com ela. Sua garganta furada com um enorme pedaço de vidro e sangue por toda extensão dos ombros e cabeça.

E assim...Naquela noite de Halloween, ele sujou as mãos. Que pena.


Notas Finais


Orgulhosa estou, orgulhosa estouuu, n posso me seguraaaar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...