História Afrodite - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Albafica de Peixes, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Mascára da Morte de Câncer, Misty de Lagarto, Saga de Gêmeos, Saori Kido (Athena), Shaka de Virgem, Shun de Andrômeda
Tags Afrodite, Drama, Ikki X Shaka, Romance, Suspense
Visualizações 22
Palavras 1.498
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa tarde💓

Capítulo 2 - Angel


Fanfic / Fanfiction Afrodite - Capítulo 2 - Angel

" Entre o amor e o dinheiro, ele quer muito mais"

Afrodite entrou em seu quarto e se deitou em sua cama de solteiro, olhou perdidamente a parede e se perdeu em seus pensamentos, fechou os olhos e imaginou o amor de sua vida ali, o dono desses pensamentos, o dono de seus sonhos, seu homem.

-A Ikki, por que não é como tem que ser!?- suspirou triste tendo suas melhores lembranças, lembrou de quando Ikki o pediu em namoro, quando aconteceu o primeiro "eu te amo" quando finalmente tocou o corpo de Ikki; quando foi dele.

-Eu amo tanto ele!-Disse entre a dor e as lágrimas que rolavam; nesse momento, a mãe do garoto entrou no quarto e viu o sofrimento do seu menino

-Ai mamãe porque não bateu na porta? É feio entrar sem bater!-disse e levantou da cama limpando as lágrimas

-Esta chorando por ele não é Afrodite? - Rose, mãe de Afrodite o abraçou, sentindo o filho desabar em seus braços

-É mamãe eu amo ele!-Admitiu

-Meu filho,não a nada a perder!-A senhora limpou as lágrimas de Afrodite - você esta solteiro e Ikki também, fique com ele, eu vejo que ele te ama...

-Não mamãe, o amor não é suficiente, Ikki não passa de um taxista e eu quero mais, muito mais!-Sentou na cama e pegou a foto do irmão Albafica

-por Alba, eu devo sair dessa vila ter o nosso melhor, eu e ele sonhávamos em ter uma mansão, visitar a Europa, Paris... e eu vou sair daqui. dessa maldita vila pobre, não tem futuro aqui mamãe!

-Você não sabe o que fala Afrodite, você nasceu aqui, é daqui, não seja ridículo, se valoriza e valorize sua origem humilde! -Rose brandou irritada

-Eu to certo mamãe e você sabe muito bem que hoje eu não tenho meu irmãozinho aqui exatamente por isso, por sermos pobres, ele morreu porque não tivemos dinheiro para colaborar com a melhora dele.. Então mamãe, sim eu vou conseguir tudo o que queríamos! -Disse e saiu do próprio quarto, deixando a mãe assustada e preocupada

.

.

.

Shaka entrou em sua casa e foi direto para o escritório do pai, precisava contar do seu dia, e de como foi bom ter conhecido Ikki; deu leves batidas na porta e logo ouviu uma voz grave mandando-o entrar

-estou atrapalhando pai!?- Sorriu e sentou na cadeira frente o pai

-Você nunca atrapalha meu filho, como foi o dia com o Afrodite! ?- David, sorriu abertamente na presença do amado filho

-Foi bom, Afrodite está bem, superou rápido o que aconteceu na formatura, ele é muito, muito forte e eu admiro muito, ele é meu melhor amigo, e hoje eu conheci um cara que se chama Ikki e ele é lindo e eu acho que vou ver ele de novo amanhã assim que eu acordar! -Disse de uma vez, perdendo o fôlego

-Ikki? Parece muito interessado nesse rapaz, agora filho vai com calma, apenas o conheça mais, e claro to feliz por você!- sorriu, se divertindo com o largo sorriso de Shaka -Filho você ja decidiu oque vai fazer? Medicina? Ou advocacia! ?

-Eu amo o que você é, um grande médico; e eu tô dividido entre um e outro, posso pensar mais um pouquinho? -Levantou da cadeira e se aproximou do pai para abraça -lo

-Claro pense meu filho, em qualquer decisão, vou te apoiar!

-Daqui a pouco a noite chega e eu vou subir para meu quarto, te vejo no jantar pai!-Deu um beijo no rosto de David e saiu do escritório, deixando o pai contente

.

.

.

" TOC TOC TOC "

Afrodite deixou os pais na mesa, e correu para abrir a porta; e por um segundo perdeu o ar, se perdeu nas íris azuis que era a de Ikki, e novamente um turbilhão de sentimentos invadiu o belo, o fazendo dar um forte abraço no moreno

-Bom dia!-Ikki disse frio, e afastou o belo, mesmo o querendo mais perto

-Veio me ver Ikki?-Disse convencido

-Não, vim falar com teu pai, sobre o trabalho de taxista que ele queria! -Respirou fundo dando passos para trás, era perigoso demais ficar perto de Afrodite

-Não veio só por isso, tenho certeza que veio por mim.. principalmente...

Sorriu e lentamente se aproximou do amado,levando os lábios de encontro aos lábios de Ikki, o provocando, deixando o leonino louco

-Eu te amo tanto Afrodite! - Confessou e agarrou o belo pra si, o beijando apaixonadamente, matando as saudades do beijo que ele tanto sonhava, sempre como na primeira vez

-Eu também te amo Ikki! -Sorriu e afastou um pouco para assim olhar nos olhos de Ikki- estava morrendo de saudades

-Eu também....

-Afrodite precisamos conversar! -Saga apareceu para a surpresa de Afrodite, e o desespero de Ikki

Ikki sentiu o sangue ferver e quando iria virar para enxotar Saga ouviu a voz fria de Afrodite

-Ikki, não ouviu? Eu preciso conversar com Saga, meu pai esta na cozinha!-E novamente ocultou os sentimentos, era preciso - Nem pense que vai falar comigo dentro de casa Saga, vamos para fora!

.

Estavam no pátio da vila, um Afrodite ainda surpreso e Saga nervoso, não conseguia falar nada, sentia medo e o nervosismo estava o tomando por completo ; Afrodite apenas sorria diante da tolice do garoto, e esperava ouvir algo bom.

-Se não vai falar nada eu vou embora! -Afrodite ameaçou ir e foi impedido pelas mãos de Saga

-Não vai, quero que saiba que eu te amo e eu te aceito do jeito que você é! -disse de uma vez

-Como!?-Afrodite segurou o riso

-quero que me perdoe pelo o que fiz, eu te empurrei, eu tava descontrolado amor, estava me sentindo enganado! -Tentou se aproximar e Afrodite se afastou; evitando o contato com Saga 

-Impossível; Graças a minha madrinha Rosana eu consegui a bolsa na nomeada escola, e claro minha inteligência e força de vontade, eu estava diante de pessoas de alta classe, e eu me senti assustado; com medo, inseguro por isso eu acabei mentindo, acabei fingindo e no final o que mais eu temia aconteceu, fui humilhado, me deixaram mal...

-Eu to aqui meu amor, quero teu perdão... eu enfrentei minha mãe e eu vou perder tudo, ela disse que se eu voltar com você, ela tira todo meu dinheiro... e eu estou disposto a isso amor!-sorriu apaixonado, tocando a mão do belo a beijando - Eu te amo meu amor, e você? Ainda me ama?- o coração de Saga acalmou ao ver o sorriso de Afrodite

-O que você acha?- O sorriso de Afrodite sumiu - eu te odeio, odeio muito...

-Não fala isso meu amor; eu te amo..

-ISSO NÃO BASTA SAGA!-Riu debochado

-O que? Então.. Você nunca me amou não é? ...

- huum, vejamos, você dava o que quero, e exatamente por isso eu estava com você, você poderia me ter de verdade Saga.. teve sua chance e desperdiçou ao me humilhar com a Saori.. passo a passo eu vou me vingar... eu te odeio! -sua voz tinha um tom sarcástico, olhava nos olhos de Saga, estava se divertindo com a dor que estava causando.

-VOCÊ VAI ME AMAR DE QUALQUER JEITO, VOCÊ VAI ME AMAR!-Acabou se descontrolado e puxou Afrodite para seus braços- Me beija meu amor...

Afrodite virava o rosto tentava de todas as formas sair de perto de Saga, sentia raiva, ódio puro.

-Sai!-Empurrou o maior com todas as forças e logo tomou certa distante - não me toque novamente, você vai pagar caro Saga, caro!!-berrou e deixou o ex confuso e triste para trás

.

.

.

Shaka andava pelo pátio da vila, sorridente falou com as crianças, com algumas pessoas que ja conhecia, queria poder encontrar Ikki,talvez andar no taxi do moreno novamente, so queria ter sua companhia muito agradável.

-Ikki!?- se aproximou surpreso ao ver Ikki chorando e escorado na porta da casa do seu melhor amigo- O Afrodite, ou a mãe dele pode abrir a porta.. Você vai levar um tombo! -sorriu tocando o ombro do moreno o trazendo para perto e o afastando da porta.

- quando eu tô chorando.. bom eu costumo me aliviar com um sorvete! -Disse sem jeito; ikki respirou fundo e levou as mãos ao rosto escondendo as lágrimas

-Ah, mais aqui não tem sorvete!-Forçou um sorriso

-Vamos comprar, e eu não aceito "não" como resposta... Quero um sorvete, você precisa de um também e juntos vamos encontrar! -Disse com uma vozinha doce e meiga

Ikki limpou as lágrimas e tocou a mão do belo o arrastando para longe da vila; precisava conversar, desabafar 

" ele pode ser um estranho, mais é o único que me sinto a vontade de falar"

-Porque estava chorando Ikki!?

-Eu amo um cara que não me dar valor!-Vomitou tudo e uma vez

-Ah, eu entendo! -rapidamente Shaka largou a mão do moreno- se não te dar valor, obviamente você deve deixar esse cara de lado!

-Eu tento.. mais ele é.. bom.. diferente! Acredita que eu o amo des da infância! ?-Ikki disse e sorriu com as lembranças de Afrodite; Shaka ouvia tudo, cada palavra se decepcionava, se sentia triste, achava que Ikki era solteiro, sozinho..

" como sou burro, ele nunca vai se apaixonar por mim"

... continua ...

.


Notas Finais


Ja estou postando o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...