História After Dawn - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Elle Fanning, Emma Watson, The Walking Dead
Personagens Beth Greene, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Glenn Rhee, Hershel Greene, Maggie Greene, Michonne, Personagens Originais, Rick Grimes
Tags Daryl Dixon, Romance, Survival, The Walking Dead
Visualizações 39
Palavras 2.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Survival, Suspense
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIII, eu voltei, e agora é pra ficaaar...

Capítulo 12 - Partida


APÓS O DIA 312 DO APOCALIPSE - NOITE 

Michonne mostrou como entrar na comunidade e levou a gente pra onde ela tinha sido interrogada, mas não havia nada ali, não dava pra sair por aí procurando prédio por prédio, não com tanta gente armada por aqui, quando entramos em uma das casas um homem entrou, ele tinha visto a gente, não demorou muito e ele foi rendido, Rick o pressiona mas ele nega que saiba sobre Glenn e Maggie, Daryl acaba apagando o homem.

Então ouvimos tiros, meu coração dispara, o medo de que esses tiros tenham sido a execução de Glenn e Maggie, usamos a noite a nosso favor, encontramos um tipo de galpão, olhamos pelas janelas, Glenn e Maggie estão com as cabeças cobertas, estava na hora, usamos bombas de fumaças para distração, atiramos em quem entra na nossa frente, está tudo uma confusão, mas conseguimos tirar Maggie e Glenn, ouço algo sobre alguém chamado Merle, e descobri ali que Daryl tem um irmão, a comunidade está um caos, Michonne sumiu e Glenn mal se aguenta em pé, temos que sair e só lutando vamos conseguir.

-Tenho que procurar meu irmão - Daryl está decidido a fazer isso.

-Preciso de você! está comigo? - Posso ver a confusão e a angústia que assola Daryl, mas a frase de Rick tem força sobre ele, precisávamos sair dali mas com Glenn daquele jeito seria difícil, o sumiço de Michonne me preocupa mas sei que ela foi buscar sua vingança.

Nos reunimos perto da porta e Daryl soltas todas as bombas de fumaça de uma vez, e usamos elas para se esconder e corremos atirando , era loucura fazer isso, não tínhamos proteção alguma,atiro em um cara que aparece na minha frente, vejo Daryl acertar um cara que estava sobre alguns pneus, mau conseguia ver as coisas na minha frente, gritavamos uns pelos outros, chegamos no muro Oscar ajuda Glenn antes de levar um tiro, Maggie tenta ajudá-lo mas não consegue e grita por Rick mas não à o que fazer e ela tira na cabeça dele e impede que ele volte como uma daquelas coisas, em tão percebo que Daryl sumiu.

-DARYL?...DARYL?, Rick ele sumiu - Rick olha em volta,nada.

-Temos que ir -OQUE?

-Não.

-Ellie nós temos que ir, ele sabe se cuidar - Rick tenta me puxar mas me debato, me livro dele e corro.

-ELLIE..

Me escondo no que sobrou da fumaça, olho pra todos os lado, vejo uma confusão, Daryl tenta se livrar de dois caras mas é levado, passo por uma casa e vejo um casaco pendurado, pego e me cubro e tento esconder a sniper, vejo várias pessoas passando, elas vão todas na mesma direção, sigo tentando não ser vista, chegamos em um tipo de arena, vejo Daryl ser levado para o centro dela o capuz que cobre seu rosto tirado, sinto raiva e desespero, o homem que aparece e faz um discurso de ódio sobre meu grupo, Governador, ele nos pinta como terroristas perigosos, assassinos, as pessoas a minha volta gritam e clamam por justiça , me dá medo, eu sei o que um homem pode fazer com uma multidão enraivecida, vi isso varias vezes na guerra, então Merle surge e é posto na arena junto com Daryl, o Governador diz que para Merle provar sua fidelidade terá que lutar com o irmão até a morte , Marle jura fidelidade a sua comunidade, aquilo me deixa furiosa, ele vai lutar mesmo com o irmão?

Os dois começam a trocar socos, sinto uma mão tocar meu braço, segura minha faca, antes que eu puxe vejo que é Rick e ele traz com sigo Maggie, ele me pede silêncio, me volta aos dois irmãos, inesperavelmente o show muda e vejo os dois lutarem contras os zumbis trazidos para apimentar o show, fico me perguntando quando Rick fará alguma coisa, vejo um zumbi chegar perto de Daryl, e não posso esperar mais, pego a sniper e atiro, Maggie se junta, Rick atira as bombas de fumaça, pulamos para dentro da arena.

-Daryl - Rick grita a meu lado, então ele surge com a besta em mãos, nos olhamos quero correr e abraçar e bater nele mas não era o lugar e nem a hora, vamos sair e sobreviver e só então eu matarei ele.

Sair não foi nada fácil, Merle guiava a gente pela floresta, ele e Rick não paravam de discutir sobre ele ir ou não com a gente, era quase de manhã e estava muito frio, a noite tinha sido muito conturbada, existia uma tensão quase palpável entre nós, saber que o cara que entregou Glenn e Maggie estava entre nós, mas Merle teve que escolher e ele escolheu o irmão, então por mim tudo bem, claro que ele teria minha confiança cem por cento, vemos as estrada e o carro.

-Glenn - Rick grita por ele.

-Rick, graças a Deus.

-Preciso que fique calmo, temos um problema aqui - E que problema assim que Glenn e Michonne vem Merle uma confusão se instala.

-O que ele faz aqui - Glenn e Michonne apontam armas para Merle.

-Ei, ei calma ai.

-Espera, abaixa isso - Daryl entrou no meio - Abaixa a espada.

-Ele tentou me matar - Michonne ainda mantinha a espada levantada.

-Estamos nisso por causa del - Maggie entra na conversa.

-Ele nos ajudou a sair de lá - Daryl tentava desesperadamente convencer a todos.

-Te ajudou depois de te dar uma surra - Glenn rebate Daryl.

-Aquilo foi uns tapinhas - Merle responde cínico.

-Sem palhaçadas - Daryl diz ao irmão - Quer tirar isso da minha cara - Daryl se cansa da arma de Glenn apontada para ele.

-Parece um primitivo - Merle o provoca, ele não dá mesmo um passo para paz.

-E você? se juntou com aqueles caras - Daryl enfrenta Marle.

-O cara sabe como ser encantador - Marle diz - Esta trasando sua namorada Andrea - Agora ele se dirige a Michonne, isso me surpreende.

-Andrea está em Woodbury?

-Conhece Andrea? - Era a primeira vez que eu dizia alguma coisa até agora.

-Ela conhecia sim, as duas passaram o inverno todas juntas, a princesa Núbia aqui tinha dois zumbis de estimação, ela arrancou os braços e as mandíbulas e os levava acorrentados - Merle explica - Irônico!

-Cala boca Merle - Daryl exige do irmão

As coisa piora Merle começa a lançar veneno deixando todos irritados, Rick dá uma coronhada nele que apaga, Michonne abaixa a espada e encosta no carro, todos começam a deliberar e decidir o que vão fazer.

-Não vai dar certo.

-Tem que dar - Daryl firma.

-Vai perturbar as coisas.

-Vivemos em um mundo perturbado, só vamos de uma vez - Digo já cansada disso.

-O Governador está a caminha da prisão, Merle é útil. - Daryl está desesperado, é horrível para mim vê lo assim.

-Não o quero na prisão - Maggie diz, Aquilo já estava me irritando.

-Quase nos matou - Glenn avisa, ele estava cheio de ódio - Quer vê lo no mesmo bloco que a Ellie que a Dakota?

-Minha filha e eu sabemos muito bem como nos proteger - Aviso Glenn.

-Ele não é um estuprador - Daryl parecia irritado já.

-Ele não, mas os amigos dele sim - Glenn diz deixando todos surpresos, Maggie lança um olhar irritado a Glenn, como se ele estivesse exagerando.

-Ele não tem mais amigos, não depois de ontem - Daryl ainda tenta.

-Merle não vai, não tem como viver com ele  - Rick agora se comporta como líder, mas eu lembro que nos últimos dias não é ele quem vem tomando as rédeas.

-E a última samurai vai com a gente ? - Daryl pergunta e agora ele é que me deixa irritada.

-Não ela também não vai.

-Ela não fez nada e está ferida - Maggie protege Michonne, isso é irônico, Merle quase morreu pra ajudar a nos tirar de lá.

-Não sabemos quem ela é, e Merle é da família - Daryl diz a todos, parecia sua última cartada.

-Merle é sua família, a minha é essa é a que ficou na prisão - Glenn era irredutível.

-E você é parte dela - Rick diz a ele, é como se o obriga-se a escolher, eu estava no meu limite.

-Vocês não sabem - Daryl estava magoado, dava para ver isso - Está bem, a gente se vira. - Aquilo foi como um tiro, atravessou meu peito.

-Oque? - digo tão baixo que ninguém ouve.

-Sem Merle sem mim - Daryl, está descido, Merle desperta.

-Vai cair na estrada de novo, depois do inverno que passamos? - Rick o pergunta.

-Oque? - Desta vez eu digo mais alto, Daryl me olha, parece que lembrou que eu existo - O que disse? ir?...vai embora?

-Ellie…

-Você ajudou a limpar aquele lugar, tem tanto direito quanto qualquer um de nós e vai embora?, Protegeu todo mundo, cuidou da filha dele - aponto pra Rick - enquanto ele bancava o viúvo estérico fugindo de seus fantasmas, e agora vai embora?...me prometeu que nunca ia.

-Ellie ele...

-Ele o que? - O interrompo antes que consiga falar - Ele é seu irmão certo...mas Dakota e eu somos o que?....O que vou dizer pra ela?, o que você vai dizer pra mim?...não devia ter deixado você entrar - digo apontando pro meu peito, sinto meu rosto molhado, eu estou chorando...eu nunca choro… - Quer saber vai, mas não volte - Dou as costas a todos.

-Ellie - Daryl me segura pelo braço - Eu…

-Eu nunca devia ter confiado em você - Digo olhando em seus olhos, e vejo o quanto minhas palavras o atingem, não me importo, me livro de seu aperto e vou pro carro, abro a porta e entro, aperto minha coxa tentando não chorar, ouço as portas abrirem, e vejo que ele não veio, isso me faz fraquejar.

-Ellie - Maggie tenta me tocar mas fujo, ela me olha triste mas não tenta mais me tocar, sinto o olhar de todos sobre mim, então o carro anda, olho pelo retrovisor mas Daryl e nem o irmão estão ali, ele se foi.

Nos aproximávamos da prisão quando a manhã se mostrava presente, Carl abriu o portão, vejo Dakota correr para nós assim que o portão se fecha, meus peito aperta, oque vou fazer?, quando descemos do carro Dakota está ali sorrindo mas o mesmo se desfaz quando ela vê que ele não desceu.

-A onde ele está? - Dakota me pergunta se aproximando - Mãe?

-Dakota…

-Ele?... - Dakota começa a respirar com mais força.

-Não - digo apressada - Ele… ele foi embora.

-Embora?, como assim?

-Daryl encontrou o irmão e foi embora, quando não aceitaram o irmão dele.

-Porque não aceitaram ele?, porque ele foi , ele prometeu ele...

-DAKOTA JÁ CHEGA, ele se foi...então supere - Eu sei que fui dura demais com ela, mas ela terá que superar, Dakota chora e corre para dentro, respiro fundo, aperto minhas unhas contra a palma da minha mão, levanto o rosto e percebo que todos olham pra mim, ando em direção ao bloco de celas, enquanto subia as escadas eu escutas o choro, Dakota chorava de soluçar, quando entro na cela Dakota está no canto do beliche chorando abraçada a mochila dele , uma irritação toma conta de mim, mocho em sua direção e tento arrancar a mochila dela.

-Me dê isso - Tento puxar a mochila mas ela nega.

-Não - Ela puxa de volta.

-ME DÊ A MOCHILA AGORA. - Ficamos nesse cabo de guerra.

-NÃO NÃO.

-ELLIE - Olho pra porta Hershel estava ali parado olhando pra mim como se não estivesse acreditando no que estava fazendo, então eu me toco, largo a mochila na hora, Dakota a aperta mais - Ellie temos que conversar - Hershel sai e eu o sigo, ele desce as escadas e vai até a sua cela, entro na mesma, ele está em pé olha pra mim e pra cama, ente e me sento na mesma.

-Oque pensa que estava fazendo? - Ele estava irritado.

-Eu...eu..eu não sei.

-Ellie, você precisa manter a calma com ela, pessoas têm formas diferentes de agir em momentos como esses - Ele estava certo - E você não precisa ser forte sempre - Dito isso eu começo a chorar na hora, Hershel se senta ao meu lado.

-Oque eu...eu vou fazer...eu...ela.. -Eu chorava copiosamente, Hershel passa um dos braços pelo meu ombro - Ele prometeu….ele…

-Se ele prometeu então ele voltará - Olho pro bom velhinho - Uma coisa que eu aprendi sobre Daryl nesse tempo em que vivemos juntos é que ele sempre faz ou tenta aquilo que promete...Ele ama vocês, e sei que ele vai voltar - Acabei me tornando dependente dele, e o que Hershel diz, desperta uma esperança em mim, e me agarro à suas palavras.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, tentei escrever esses dias, mas anda tão frio aqui em São Paulo , e pra escrever tenho que tirar as mão de debaixo do cobertor , e tá quase impossível.
Comentem e favoritem.
Bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...