História After Genocide - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Personagens Originais
Tags Undertale
Visualizações 5
Palavras 329
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Luta, Magia, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Minha primeira fanfic, espero que gostem

Capítulo 1 - Lembranças


- Frisk!

Chara berra em meio à escuridão, esperando ser socorrida pela irmã, enquanto se debate na cama, rapidamente, duas sombras correm em sua direção a acordando e acalmando

- Chara, você está bem? O que foi, por que me chamou!?

- Maninha, teve um pesadelo?

Chara se senta confortável na cama e solta um longo suspiro

- Sim... Acho que foi isso...

Ela percebe que está corada, e olha levemente para o lado afim de disfarçar, esquecendo que está no escuro

- Mana, quer acender a luz? 

- Ou quem sabe, um copo de água, Chara?

- Não, não, estou bem,  já vou voltar a dormir, voltem para suas camas!

Os dois irmãos, ainda meio assustados com tudo, obedecem a irmã que se vira para a parede e parece voltar para seu sono profundo... Na verdade, só parece...

Pov. Chara Dreemurr

É a segunda vez que tenho este sonho, a rota genocida... 

Olho disfarçadamente para Frisk e Asriel... Eles estão dormindo...

Fico de barriga para cima olhando para a cama de Frisk ao meu lado com canto de olho, ela é tão serena ao dormir... Olho para Asriel e mal consigo disfarçar uma risadinha abafada ao ver suas orelhas mexendo e sua cara engraçada ao dormir, deve estar sonhando com campos floridos...

Volto a minha posição de antes e aos meus pensamentos

Ela parecia que nunca iria fazer a rota genocida... Felizmente, só eu lembro disso... Ah, e Sans, o saco de ossos... Mas, ele jurou guardar segredo... De qualquer forma... Confio nele 

Pego meu relicário em formato de coração, o abro e olho para a foto de nossa família junta na frente da casinha das Ruínas, não deixo de sorrir com aquilo e viro o pingente, passando o dedo devagar pelas palavras em alto relevo... "Melhores amigos para sempre"...

Sinto algo escorrer pelo meu braço e o abaixo quase que imediatamente, levantando a manga do pijama e encarando o vermelho vivo do sange caindo de meus cortes... Eles abriram novamente... Droga...

Limpei o sange na camiseta e voltei a olhar para cima, adormecendo











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...