História After Him - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias A cinco passos de você, Alexandra Daddario, Bebe Rexha, Blake Lively, Candice Accola, Candice Swanepoel, Chase Atlantic, Chris Evans, Claire Holt, Dakota Johnson, Debby Ryan, Emeraude Toubia, G-Eazy, Halston Sage, Histórias Originais, Jamie Dornan, Lana Del Rey, Machine Gun Kelly, Matthew Daddario, Rita Ora, Vanessa Hudgens
Personagens Alexandra Daddario, Blake Lively, Bleta "Bebe" Rexha, Candice Accola, Candice Swanepoel, Chris Evans, Claire Holt, Dakota Johnson, Debby Ryan, Emeraude Toubia, G-Eazy, Halston Sage, Jamie Dornan, Lana Del Rey, Machine Gun Kelly "MGK", Matthew Daddario, Personagens Originais, Rita Ora, Stella Grant, Vanessa Hudgens
Tags 50 Tons De Cinza, Adultério, Alec Lightwood, Alexandra Daddario, Amor, Bebidas, Black, Blake Lively, Blue, Candice King, Caroline Forbes, Chris Evans, Cinza, Crimes, Dakota Johnson, Debby Ryan, Drama, Drogas, Emeraude Toubia, Família, Fantasia, Feminina, Ficção, Ficção Adolescente, Gossip Girl, Haley Lu Richardson, Hot, Isabelle Lightwood, Jamie Dornan, Lana Del Rey, Literatura Feminina, Matthew Daddario, Mistério, Obsessão, Originais, Poesia, Policial, Red, Revelaçoes, Romance, Segredos, Shadowhunters, Somo, Songfic, Suspense, Terror, Violencia
Visualizações 15
Palavras 1.214
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Lírica, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Mornin' Baby


        
                                Nova Iorque, Julho de 2013

 

   Acordei com Emeraude me sacudindo levemente empolgada...abri os olhos vagarosamente e por incrível que pareça já estava extremamente cansada...

—Bom dia dorminhoca!!

—Bom dia! -Falo me espreguiçando- Que horas são? 

—São 19:30 -Fala olhando as horas em seu relógio-

—Troquei o dia pela noite...eu acho...

—Sono estranho...O que deu naqueles exames que você fez? -Ela pergunta em um tom de preocupação- 

—Deu tudo normal... -Digo me sentando na cama-  Algo pra fazer hoje? 

—Hoje...tem uma festa...todo mundo vai! Quer ir? 

—Claro! -Levanto e caminho até o banheiro- 

Depois do término do interrogatório...Emeraude sai me deixando sozinha, tomo um banho rápido, e me enxugo, Vou em direção á pia, abro uma das gavetas e encaro os comprimidos por alguns minutos pensando se isso é realmente o que deveria fazer...
Pego um dos frascos e o abro pegando dois comprimidos, "engulo" eles e em poucos minutos começo a sentir o efeito em meu corpo...Me sentindo um pouco eufórica vou para meu quarto me vestir...
Estava me arrumando quando Lindsay entrou no quarto:

—E aí gata -Fala abraçando Elizabeth- 

—E aí -Sorrio retribuindo seu abraço...- 

—Vai na festa hoje? -Fala se jogando na cama- 

—Sim Lind! Inclusive preciso de sua ajuda pra escolher uma roupa 

     Lindsay era uma garota incrível! Meio mimada ás vezes mas  era a melhor amiga que alguém poderia ter!  Ela me ajudou a escolher uma roupa e escuto Emeraude bater na porta, ela entra toda animada...Mas meu cérebro estava começando a ficar um pouco lento...
Lind ajudou a fechar o zíper de meu vestido, e fomos nos maquiar no banheiro 

—Vocês devem ir á essa festa valendo 1 milhão de dólares okay? -Falo passando meu batom- 

—Só meio milhão já está bom -ela gargalha se sentando na cuba já pronta- 

—Usem camisinha por favor -rio, fecho o batom e o coloco encima da cuba- 

—O mesmo vale para você senhorita -Ela fala passando rímel- 

O telefone de Emeraude toca com uma mensagem de Sam; 

"Cadê vcs? Já são quase nove! 

"Estamos quase prontas" 

"Estão se arrumando para a festa ou um casamento???????" 

—Estou pronta! -Diz fechando o rímel- 

—Eu também!!! -Desce da cuba e caminha até a porta- 

—Vamos descendo! Não demora Lizzy, por favor!!!! 

—Ok patroa! Já estou indo! 

Elas saem rindo...termino de me arrumar, e vou para meu quarto....Injeto heroína direto em minha veia, descarto a seringa e pego minha bolsa para descer
Desço as escadas empolgada, não prestei muita atenção no que as meninas estavam falando! Só queria chegar nessa festa sóbria...Mas acho que não foi dessa vez!
Sam buzina e saímos...Ele percebeu o quanto eu estava "Feliz" mas sinceramente: Não ligo para o que ele vai pensar disso! 
Chegamos na festa...Era a casa de alguém que eu não fazia a mínima ideia de quem era, mas ao passar pela cozinha já peguei uma garrafa de vodka


—vem cá Lizzy quero te apresentar umas pessoas 

—Ok -Falo virando a garrafa e o acompanho até a piscina- 

—Essa aqui é a Jules, mas algumas pessoas chamam ela de Blue, Blue essa é a Elizabeth, mas pode chamar ela de Lizzy

—É um prazer te conhecer Lizzy 

—O prazer é todo meu Blue! 

Eu estava voltando ao normal, e a Vodka ia demorar um pouco pra me deixar doida... Blue foi dançar e Sam me arrastou pra dentro da casa...mais especificamente a sala; 

—Aonde tá me levando? Posso saber? 

—Conhecer o dono da festa ué -Ele dá de ombros- 

Chegamos na sala que tinha dois enormes sofás, e muitos caras...muitos mesmo! Inclusive eram bem gatinhos... Mas tinha um em específico...Ele aparentava ser alto, costas e ombros largos, cabelos pretos, olhos escuros...No geral ele era bem sexy... Sam disparou 

—Lizzy esse é o Joseph 

           E logo o moreno olhou para cima segurando seu cigarro, não sei se estava muito chapada ou ele era gato mesmo, Sam me chamou pra realidade mas eu não sabia o que dizer, até que ele quebra o "silêncio" 

—É um prazer te conhecer Elizabeth! Sam fala muito de você...

—Digo o mesmo Joseph! -Dou um leve sorriso- Pera aí! Fala de mim pros seus amigos? -Encaro Sam- 

—Um pouco... -Ele ri- 

Joseph me encara, deixando o clima um pouco mais tenso, O miserável do Sam, foi procurar as meninas me deixando lá sozinha

—Sente-se aqui Elizabeth 

        Me sentindo um pouco "leve" foi o que fiz me sentei ao seu lado e  fiquei encarando por alguns minutos aquela imensidão escura... 

—Você fuma? 

—Sim...   

           Ele se aproximou de mim e colocou seu cigarro em minha boca

—Bonitos olhos -Falou se afastando-  

—Obrigada -Respondo "soltando" a fumaça do cigarro-

Ao terminar o cigarro o coloco no cinzeiro e pego uma das garrafas de Hennessy que tinham encima da mesa, e tomo de uma vez
Sam e Emeraude chegaram e se sentaram longe de mim....Ao passar por mim Emeraude me desejou "boa sorte" 
...

Estava ficando difícil estar ali...Todo mundo estava usando...Não gosto de ficar chapada perto dos outros, às vezes   Fico meio grudenta...
Me levantei e fui para fora, acendi um cigarro e notei que Lindsay também estava ali

—Pegou o boy gato que você estava conversando? 

—Digamos que...Ele não curte muita proximidade

—Coisa de cantor... 

—Ele canta!? 

—Sim Lizzy, meu deus por quanto tempo você dormiu? -Ela ri- 

—Por um longo tempo Lind...

Conversei com Lindsay por um bom tempo, dancei com várias pessoas diferentes, inclusive Blue...Que logo depois se jogou na piscina... 
Voltei para dentro a procura de Sam... 

—Sam preciso falar com você 

—Pera aí Lizzy 

—Agora! É sério! 

Arrastei Sam, e Joseph resmungou alguma coisa que não entendi... 

—Que porra é aquela que 'tão' usando? 

—Sei lá Lizzy! Acho que é LSD, você não tá pensando em usar!? 

—Estou! O que o seu amigo resmungou? 

—"gosto das mandonas"  -Ele revira os olhos- 

          Essas são umas das últimas coisas que me lembro...Discuti com Sam...E voltei pra lá...Emeraude estava muito bêbada (e eu também) 
Peguei um já enrolado e me sentei em um lugar onde a luz estava mais baixa...porém ainda bem azul parecia uma boate, 

 

Eu estava no auge...quando Joseph sentou-se ao meu lado 

—Você está bem? 

—Eu estou feliz...Eu acho... 

—Usou o quê? 

—Olha...Eu não tenho a mínima ideia -falo olhando para o 'cigarro' em minha mão- Misturei muitas coisas hoje...Aliás não sei porquê estou falando isso pra você 

—Confie em mim Elizabeth...  -Fala calmamente pegando o cigarro da minha mão- 


Okay...Sou trouxa de confiar em um desconhecido...Bebemos juntos, fumamos juntos, e basicamente nos entupimos de drogas...E eu tirei uma conclusão: Quando ele está chapado ele fica um pouco irritado e odeia companhia... estávamos ouvindo música...e então elas começaram a ficar um pouco distantes...E quando eu acordei senti um peso encima de mim

—Bom dia baby...


Tire seu nariz do meu teclado
Por que você está me incomodando? 
Tem uma sala cheia de cantores
Por que você está me seguindo? 
Isto não é a porra de um "cante junto" 
Garota, pra que você está cantando? 
Por que nós estamos explodindo como uma bomba 
A minha gangue inteira tá explodindo como uma bomba...
(Crew Love| The trilogy medley)


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...