História After Knowing Your Name - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Kimi no Na wa
Tags Kimi No Na Wa, Mitsuha, Taki, Your Name
Visualizações 31
Palavras 707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Literatura Feminina, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura💕

Capítulo 5 - - Apenas sem palavras


Fanfic / Fanfiction After Knowing Your Name - Capítulo 5 - - Apenas sem palavras

Minha vontade de matar a Okudera é imensa. O quê ela fez aaaaaa. Ela me deixa com muita muuuiita raiva. Sim, eu sou uma adulta, não devo mais agir como a ciumentinha de antes. Mas fala sério né? Que vontade de matar a Okuredera, qualquer ser humano com pelo menos um pingo de inteligência saberia que isso é a pior coisa a se fazer com o noivo de outra garota. Aff... ah espere! Você não sabe o que aconteceu certo? Hunph, ok. Voltemos a alguns minutos antes de agora, ou seja, antes de termos sido expulsos do restaurante. Certo, vamos lá.

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

- Ei Taki, o que veio escrito no seu biscoito da sorte? - eu disse

- Humm... nada não!

Ele estava fazendo aquela cara de mentiroso. Tive que ser mais clara pois desconfiava de algo nada bom:

- TAKI TACHIBANA! O QUE ESTÁ ESCRITO NESSA PORCARIA DE PAPELZINHO?!?!

O restaurante inteiro olhou para a nossa mesa, sim, eu me senti constrangida. Mas continuei pressionando o Taki.

- TACHIBANA TAKI! FALA LOGO SENHOR MENTIROSO! - gritei de novo porque divas gritadeiras como eu, gritam.

- Tá bom ô esquentadinha. Vem cá

Eis que você olha para aquele papelzinho e quer rasgar em pedaços de meio milímetro. Estou chocada. Desde quando uma pessoa faz isso(certo estou repetindo demais)?!

Ok. O que estava escrito era:

"Juro amor, só tenho uma vontade de empurrar sua noiva da ponte pra saber se a galinha voa, tá? Beijocas da sua verdadeira futura esposa!"

- TAKI TACHIBANA O SENHOR TAVA TENTANDO ESCONDER ISSO DE MIM? EU SOU UM SER HUMANO, SABIA? MAS A CULPADA É A SUA VERDADEIRA FUTURA ESPOSA, A OKUDERINHA! NÃO É? AAAAAAAAA FALA SÉRIO.

- Para Mitsuha você está nos envergonhando!

- QUEM DEVERIA ESTAR ENVERGONHADA ERA A SRTA. OKUDERA! EI VOCÊ MESMA! - Okudera estava saindo da cozinha para entregar o próximo prato. - TÚ VAI SE VÊ COMIGO! 

- Guardas! Levem ela! Deixe o Taki aqui.

Foi aí que dei o maior berro existente da Terra:

- TÚ VAI VIR COMIGO SIM TAKI! SAI DE PERTO DESSA SER BAKA AÍ! PODE VIR LOGO!

E esse é o manual para ser expulso de qualquer recinto.

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

O pior é que já tínhamos dado o convite para todos os antigos amigos de Taki e pra Okudera ou talvez chamarei ela de Srta. Baka. Precisa de outra língua pra entender? Então Srta. Gaesakki. Mais um problema. Lembra do lugar onde eu e Taki reservamos para nosso casamento? Então, pode ou não ter uma varanda onde a altura chega, huumm 40 metros! Aiai! Falta tão pouco tempo como vou poder me previnir!

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Certo apenas um mês para o casamento e ainda penso sobre a Okudera. Até que... pera! Recebi uma carta anônima, cof cof... Okudera, recebendo algumas pequenas, cof cof... pera, por qual motivo mentir? Grandes ameaças de quem sabe, varanda. Até que alguém me bate na porta. O carteiro, com uma encomenda maravilhosa! SÓ QUE NÃO. Era uma caixinha de corda. Fiquei longe porque sei onde isso já termina. Quando girei a corda a tampa abriu e "pulou" uma luva de boxe com um bilhete nela colado. E estava escrito: "prepare-se" aaaiii que medoooo!

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Finalmente chegou o dia do casamento, e para darmos uma iniciada fomos tirar fotos. Logo o fotógrafo nos pediu para tirarmos uma foto na varanda. E havia escutado um "seja bem-vinda!" Não vou mentir, me bateu aquele pavor.

"Mitsuha, 1998 - 2018" 

É isso que vejo para meu futuro recente. Tento dizer que não quero tirar a foto mas ele disse: "não questione os métodos do fotógrafo!"

Eu sei o método do soco na cara, serve? O Taki, inocente não sabia de nada. Sorte dele, ele leva seus problemas muuuiiito a sério. 

- Agora, Mitsuha, sente-se ali na borda para ficar artístico - disse o fotógrafo.

- O-okay então

Desequilibrada fui eu subir na porcaria da borda. Aí eu apenas penso: e agora?!

Não queria que nada piorasse, mas ei! Que sortuda eu sou! Barulho de passos! Maravilhoso! Até que quem chega até a varanda era

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Tchauzinho☁️💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...