História After Sunset - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Personagens Originais
Tags Baekhyun, Byun Baekhyun, Imagine Baekhyun, Imagine Exo, Praia, Romance
Visualizações 19
Palavras 3.417
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Um pouco inesperado eu sei, mas eu qria postar logo pq no final tenho q pedir a opiniao de vcs ;3;
E a minha primeira fanfic com só 2 caps, trazendo um integrante q não é do BTS (Uau)
Na verdade, eu iria postar apenas quando Photograph acabasse, mas eu sou muito ansiosa e não consegui esperar.
Enfim, espero q gostem ;3;
Boa leitura e até as notas finais ;3
PS: Este capitulo inteiro é narrado pelo Baekhyun.

Capítulo 1 - Before Sunset



De verdade, como vai a sua vida? Está indo bem? Muitos ou poucos problemas? Está sabendo lidar com eles bem ou... Sei lá...?


Estranhou eu ter perguntado? Engraçado não? Desculpe, não era bem essa a minha intenção, não queria começar de um jeito estranho.

Mas sabe... As vezes é bom perguntar, não queria me sentir tão só...


Mas enfim, relevemos...

Minha linda e maravilhosa vida, não é cem  porcento das piores, tenho que confessar.


Tem coisas boas, óbvio!


O problema em si, pra eu não estar muito bem com ela no momento, são eles próprios.


Os problemas...


Quando falamos de problemas pensamos no que? Problemas e equações de matemática!


Brincadeira! Bem ruim essa, eu sei. Desculpe.


Problemas causam estresse, dependendo dos mesmos e dependendo do quanto você se importa com eles ou não.


No meu caso, eu tento, tento, não me importar, mas quem disse que eu consigo?


Pra começar, meu emprego está indo de mal a pior, estou fazendo minha própria empresa falir, se ela falir de vez vou ser obrigado a vender pra uma empresa da China. E ficar desempregado!


Que coisa linda não é mesmo?


E mais...

Meus pais, meu irmão e minha irmã sofreram um acidente de avião quando eles estavam tentando ir viajar em férias, porém o avião caiu e ninguém do avião sobreviveu, e obviamente eu ainda não superei... 


Além de que perdi amigos que considerava muito... Os que ainda sobraram não falam muito comigo, o que me deixa um pouco triste.


E se quiser falar que estou na merda, tudo bem... Porque eu estou mesmo na merda! Me desculpe o linguajar, mas é minha realidade.


E pior que eu não tenho mais com quem conversar... Nem mesmo minha namorada me entende... 


E já que falei dela, está aí mais um motivo para a minha vida estar um desastre.


Havia dias que não via Seohyeon, minha namorada, e a mesma nem ao menos me ligava, ou mandava mensagem ou ao menos queria saber de mim. Isso me doía cada vez a cada dia que se passava.


Sabes por que isso me doía tanto? 


Porque quando eu mais precisava de alguém que ficasse do meu lado, me ouvisse e me entendesse, nosso relacionamento veio despencar justo agora. Na verdade, ele não tem ido bem já faz uns 4 meses, e eu não entendo muito bem o porquê ainda.


Seohyeon e eu namoramos à 6 anos mais ou menos e nosso relacionamento nunca foi marcado por muitas brigas ou coisas assim. Éramos felizes e nos amavamos muito, nunca pensamos em deixar um ao outro e sempre estavamos ao dispostos a nos ajudar.


Éramos como duas crianças apaixonadas, que não importava o que acontecesse, estaríamos bem de novo em apenas alguns minutos. Isso era uma das coisas que eu mais gostava em nosso relacionamento, nós nunca ficavamos brigados por mais de um dia, porque sempre um dos dois iria até o outro e pediria desculpas mesmo que nem seja culpado.


Notem o passado, "éramos". Não somos mais como antigamente, infelizmente.


E por algum motivo, nesses últimos dois anos, as coisas entre nós pioravam cada vez mais, não sei o porquê e não sei como vou conseguir ainda suportar essa distância toda. 


E o que ecoava na minha cabeça ontem a noite, enquanto lágrimas caiam sobre meu rosto, era:

"- Tenho que dar um fim a isso tudo de uma vez, eu não posso mais aguentar isso simplesmente."


E foi o que eu tentei fazer assim que me levantei da cama, fui ao seu encontro pra tentar, só tentar, por um fim em nosso "lindo" namoro.


Apenas me levantei, fiquei sentado na cama e pensei em colocar uma roupa qualquer, não estava com a mínima paciência de ficar 10 minutos escolhendo uma roupa para ficar bonito pra ela, afinal hoje não seria um dia tão bom...


Sai do quarto e fui para o banheiro como de costume, tomei um banho, fiz minhas higienes e coloquei um suéter bege, uma calça jeans e o primeiro tênis que eu vi no closet e deixei meu cabelo meio bagunçado por preguiça de arrumar.


Logo depois do banheiro e tomei meu café da manhã, um pouco apressado, pois queria terminar logo para sair e resolver o que está me incomodando à tempos.


Assim que terminei, sai de casa andando mesmo, queria ver se caminhar um pouco não aliviaria meu estresse de ultimamente.


Fiquei olhando as ruas, as pessoas e a praia na qual eu morava perto pensando o quão bonito era aquele lugar, não foi atoa que eu quis morar perto da praia mesmo, era lindo ver a paisagem do mar e o sol, sempre gostei.


Porém algo me fez sentir uma pequena espetada em meu coração, quando lembrei da "garota da praia", a desconhecida que sempre ia ao mesmo canto da praia que eu e que me encantou com sua voz... 


Era ela quem me ajudava a ficar calmo em dias difíceis, principalmente quando eu brigava com Seohyeon, era ela quem me relaxava.


Eu era praticamente apaixonado por ela, sendo que nem mesmo a conhecia. Só pelas músicas que ela cantava me diziam como ela era ou pelo menos como ela aparentava ser.


Porém senti um incômodo meio desagradável no peito logo após, pois estava pensando em outra garota sendo que sou compromissado, ainda... 


Só que esse incômodo não era apenas por pensar que estava sendo infiel a Seohyeon e sim pelo fato de que ela parece não ligar mais pra mim, o que me deixava meio bravo e insistir mais ainda na idéia de finalmente terminar.


Mas ai pensei em como eu poderia magoá-la. Me senti meio egoísta porque seria como se eu fosse o único que está sofrendo. Terminar pode até tirar meu sofrimento mas também pode causar o dela, e eu me culparia pro resto da vida se deixasse ela mal.


Então tentei ver todos os pontos positivos, lembrar de todas as coisas boas que aconteceram conosco, e não desistir simples assim. 


Nosso namoro era tão bom e eu ainda não entendo o porquê de estar dando tudo errado justo agora, e isso me consome cada vez mais por dentro.


Não consigo entender ainda o porquê de verdade! Do nada, nosso namoro veio dar errado assim. Toda a vez que nos viamos brigávamos ou ficávamos bravos um com o outro e ficávamos até meses sem querer saber um do outro.


Claro, nenhum namoro é perfeito, mas o nosso era quase perfeito e agora parece que nunca existiu todo aquele companheirismo e amor de antes.


Eu tenho chorado antes de dormir quando lembro dela, só de pensar nisso me magoava.


À alguns passos da casa dela, pensei, antes de ficar em frente a porta:


"- Vou tentar conversar com ela sobre nós, se formos decidir algo, temos que concordar juntos."


Toquei sua campainha e esperei a mesma abrir a porta, mas estava demorando demais então peguei a cópia da chave que tinha, abri a porta e entrei.


Baekhyun: Seohyeon? Está em casa? - ninguém respondeu, fui procurar por ela nos quartos e logo a encontrei dormindo tranquila em seu quarto, ela era linda até dormindo... 


Sentei em seu lado e fiquei a observando dormir, pensei até em acorda-lá mas não queria irrita-lá, sempre que eu a acordava ela ficava meio bravinha, então fiquei apenas a observando mesmo.


Depois de um tempinho pensando e a vendo dormir ainda, ouço o seu celular tocar em uma notificação. Peguei seu celular para ver o que era, se fosse importante a avisaria assim que acordasse.


Foi uma das piores decisões que tomei na minha vida...


Desbloquei o celular e fui ver a mensagem, achei que fosse de algum amigo que ela tinha pois tinha a foto de um cara no perfil, só que o nome de seu contato me deixou com certo receio e com um pouco de ciúmes. 


Tentei ignorar, mas não consegui evitar e abri a conversa. Logo comecei a ler desde a primeira mensagem de ontem.


{Mensagens on Jungsik meu bebê s2}


[Jungsik meu bebê s2]: Amor to com sdds


Ok... Amor... To tentando não me importar com isso.


[Jungsik meu bebê s2]: Dormiu bem bb?

[Seohyeon]: Tbm to com sdds </3

[Seohyeon]: Dormi bem até amor mas poderia ter dormido bem melhor com vc rs

[Seohyeon]: Q tal matarmos essa sdd de um jeito interessante?

[Jungsik meu bebê s2]: Hmm, q jeito? ( ͡° ͜ʖ ͡°)

[Seohyeon]: Vc entendeu ( ͡° ͜ʖ ͡°)


Com essa carinha não parece que eles irão jogar uno ou apenas conversar sobre as novidades...



[Jungsik meu bebê s2]: Se o Bostahyun n for te ver passo ai as 22:00 dps do trabalho


Nossa que engraçado, "Bostahyun" que criativo esse cara. Uau! Estou I-M-P-R-E-S-S-I-O-N-A-D-O.



[Seohyeon]: N nos falamos desde a ultima briguinha q tivemos no restaurante, dificilmente ele vai aparecer, entao rlx

[Jungsik meu bebê s2]: Hm, ok

[Jungsik meu bebê s2]: Passo ai as 22:00, se prepare amor

[Seohyeon]: Estarei pronta pra vc rs

[Jungsik meu bebê s2]: Ah, antes q eu esqueça amor

[Jungsik meu bebê s2]: Hj vai fazer 6 meses q estamos juntos :3


Eu não consigo mais ler isso! Não consigo mais!


COMO EU PUDE SER TÃO CEGO? COMO EU NÃO SUSPEITEI DISSO ANTES?


Como pude ser tão burro...?


Em fim tudo faz sentido agora, por isso não temos mais nada à tanto tempo.


Desliguei o celular e o coloquei no bolso, me levantei e olhei Seohyeon ainda dormindo, suspirei e deixei uma lágrima cair, não consegui contê-la infelizmente então a tirei do meu rosto rapidamente.


Baekhyun: Eu pensei... que me amasse... - logo depois sai do quarto e fui até a cozinha.


Chagando na cozinha abri a geladeira, peguei uma garrafa de água que havia lá, abri e tomei um pouco em tentativa de me acalmar, totalmente inútil.


Meu coração estava acelerado demais, eu tremia um pouco. Sentia uma enorme dor no peito, como se tivessem o partido em milhões de pedaços. Tudo isso, por causa da pessoa 


Fechei a garrafa e a coloquei novamente na geladeira.


Caminhei, na verdade, "capenguei" até o sofá e me joguei no mesmo, o que fez um barulho um tanto alto e acho que acabou acordando Seohyeon, porém não me importei e fiquei fitando o teto, ainda não acreditando no que acabará de ler a alguns minutos...


Sentei-me no sofá e fiquei de cabeça baixa, agora fitando o chão, pensando...


"- Por que?".


Antes que eu tentasse pensar em uma resposta pra minha própria pergunta, vejo Seohyeon na porta do quarto dela, me olhando confusa com sono e esfregando a mãos nos olhos.


Seohyeon: Baek? O que faz aq-... 

Baekhyun: Não me chame mais assim Yun! - exclamei em um tom grosso sem olhar pra mesma.

Seohyeon: ... Por que me chamou pelo meu sobrenome? O que houve?

Baekhyun: Não se faça de desentendida! Você deveria saber que algum dia eu descobriria!

Seohyeon: Baek... Eu...

Baekhyun: POIS É! VOCÊ ME TRAIU NESSES ÚLTIMOS SEIS MESES E EU, IMBECIL, NÃO PERCEBI! - me levantei a fitando bravo e a mesma fazia uma cara de que ainda não entendia do que eu estava falando, típico dela.

Seohyeon: Baek...

Baekhyun: JÁ FALEI PRA NÃO ME CHAMAR MAIS ASSIM SUA... ARGH! - mesmo sabendo do que ela fez comigo, eu não conseguia xingá-la...

Seohyeon: Baek... hyun. Me deixe expli-...

Baekhyun: Quem é esse Jungsik? - mostrei o celular com a conversa pra ela, quase batendo o aparelho em seu rosto.

Seohyeon: Jungsik? Do que está falan-...

Baekhyun: Não se faça de burra! VOCÊ SABE QUEM É! QUEM É JUNGSIK, YUN?

Seohyeon: Meu...

Baekhyun: SEU O QUE, YUN? VAI! FALE! SÓ PRECISO DA SUA AFIRMAÇÃO PRA EU SUMIR DA SUA VI-...

Seohyeon: ELE É MEU AMANTE! PRONTO! FALEI! SATISFEITO AGORA BAEKHYUN? VOCÊ JÁ NÃO ERA O SUFICIENTE PRA MIM, ENTÃO PROCUREI POR OUTRO! - gritou pegando o celular.


Depois disso, tudo pareceu desmoronar dentro de mim... Me sentia tão idiota por não ter reparado nisso antes...


Baekhyun: E eu achava... Que você me amasse de verdade... Tudo o que passamos... 

Seohyeon: Me des-... 

Baekhyun: NADA DO QUE EU FIZ PRA NÓS FOI SUFICIENTE PARA VOCÊ? SÉRIO QUE TUDO O QUE PASSAMOS JUNTOS NÃO FOI NADA PRA VOCÊ? 

Seohyeon: Descul-... 


E agora, eu iria pôr um fim nisso. 


Baekhyun: O QUE VOCÊ FEZ FOI ADULTÉRIO, SEOHYEON! E NÃO SOU COMO AQUELES CARAS TROUXAS NAS NOVELAS QUE PERDOAM FÁCIL! ACABOU!

Seohyeon: Mas...

Baekhyun: SEM MAS, SEOHYEON! ACABOU E PONTO FINAL! E OLHA... - peguei a cópia da chave que tinha da casa dela e joguei no chão. - JÁ QUE NÃO SOMOS MAIS NADA, NÃO TEM PORQUE EU TER ISSO E... - fui até o quarto dela e peguei meu chapéu que havia deixado com ela, pra ela não se esquecer de mim, que foi inútil pra ela. - NÃO TEM PORQUE VOCÊ TER ISSO TAMBÉM!

Seohyeon: Ok... Mas Baekhyun-... - coloquei o chapéu em minha cabeça, e o arrumei.

Baekhyun: Agora por favor... Apenas... me esqueça. - fui em direção a porta porém Seohyeon puxou meu pulso, o que me fez olhar pra ela. - O que foi?

Seohyeon: Me descul-...

Baekhyun: O que você fez não tem como eu te perdoar... Mas espero que você seja feliz com esse Jungsik, apesar de tudo. - suspirei fundo. - Passar bem. - puxei meu braço e sai da casa dela.


Tudo a minha volta parecia estar caindo, pouco a pouco, desmoranando de pedaço a pedaço e essa sensação era horrível.


Seohyeon era tudo o que me restava e agora, pra variar, eu a perdi também.


O fato de eu ter a perdido me doía, mas não estava magoado, o que era estranho pra mim.


E por incrível que pareça, eu não estava triste por ela ter me traído, eu já não sentia o mesmo por ela faz um tempo.


Não estava bravo por causa de Yun e nem triste, estava confuso quanto aos meus sentimentos naquele momento quanto a ela, na verdade.


Eu apenas sentia tudo girando, e eu não entendia muito o porquê.


A curiosidade se fez presente em mim assim que fechei a porta, comecei a andar sem sair do lugar, apenas para Seohyeon achar que eu já havia saido e então parei, me aproximei da porta apenar para ouvir, o que eu achava que ouviria.


Soluços de choro, o que comprovaria minha teoria, que ela ainda se importava comigo.


Inútil! 

Apenas mais uma ilusão minha!


Pois ela não estava a chorar e sim comemorar.


Seohyeon: Ah... - suspirou aliviada. - Finalmente acabou, me livrei dele! Agora vou poder sair tranquilamente com Jungsik.


Depois disso eu desisti totalmente de continuar ali, e de passar naquele bairro.


Então saí de lá, com as mãos nos bolsos, com uma expressão de: "Sim, eu estou literalmente acabado."


Já não bastava tudo o que aconteceu comigo, o emprego, o término com Seohyeon, meus parentes. Eu tive que lembrar de uma coisa pior!


Daqui a uns 3 ou 4 anos, terei que me alistar ao exército, com a tristeza de lembrar que não receberei cartas de ninguém, pois já havia perdido todas as pessoas que amava.


Tudo isso estava me enchendo estava vendo a linda dor de cabeça que iria ter daqui alguns minutos.


Fui pra casa, do mesmo jeito que vim, andando, o que demorou um pouco, mas o que caminhar um pouco não faz? 


xXx Quebra de Tempo xXx 


Depois de um tempo cheguei em casa, cansado, estava frio mas havia um pouco de sol ainda da tarde.


Me joguei na cama, suspirando fundo, tirei minha boina e fiquei a olhando, "brisando" naquele chapéu com nome engraçado.


Mas então sai dos meus pensamentos, ao ouvir meu celular tocar. Franzi o cenho, confuso por ser alguém me ligando porque raramente as pessoas me ligam, assim, repentinamente.


Então atendi, com receio, nem vi quem era na verdade, apenas atendi e coloquei o celular perto do ouvido.


<Ligação on>


Baekhyun: Alô?

Tzuki: Alô? Baek? 

Baekhyun: Oi! Tzuki? A quanto tempo!

Tzuki: Pois é! Me desculpe o sumisso, mas enfim. Como vai Baek?

Baekhyun: Meio mal mas paciência. E você? Como estão as coisas aí no Japão?

Tzuki: Estou bem e aqui está indo bem. Mas por que está mal? Aconteceu algo? Ah! Esqueci de perguntar, como está indo as coisas com a Seohyeon?

Baekhyun: Terminamos...

Tzuki: Oh meu Deus! Desculpe tocar no assunto, você deve estar meio abalado.

Baekhyun: Tudo bem, na verdade nem é por causa disso que estou mal. 

Tzuki: Hum... entendi. Mas sabe, eu nunca fui muito com a cara da Seohyeon. Você lembra?! Desde o começo falei que não ia dar muito certo com ela!

Baekhyun: Pois é! Você tinha razão mesmo. Nossa... 

Tzuki: Mas enfim, a vida que segue não é mesmo?

Baekhyun: Verdade...

Tzuki: Baek?

Baekhyun: Eu.

Tzuki: Me desculpe a curiosidade, mas por que vocês terminaram?

Baekhyun: Descobri que ela estava me traindo. Só que eu já estava querendo terminar antes de descobrir, mas estava meio confuso. Ai quando descobri, brigamos e eu terminei com ela.

Tzuki: Complicado... Mas relaxe, isso passa. Logo, logo você estará com alguém melhor.

Baekhyun: Eu acho que deveria dar um tempo, mas não sei, eu tô muito confuso...

Tzuki: Eu iria sugerir você ir a algumas festas, tentar esquecer um pouco dessas coisas. Mas não sei se isso é coisa que você faça. Então séria melhor você descansar mesmo, ler alguma coisa. Você mora perto da praia, se conseguir algum tempo, você poderia ir lá e pensar um pouco sabe? Você precisa tirar um tempo pra você mesmo.

Baekhyun: Sim. Acho que vou fazer isso mesmo. Preciso de um tempo pra mim. Vou ver o que faço pra sair dessa foça.

Tzuki: É assim que se fala! Bem, agora tenho que ir Bacon! Mas não se esqueça do que eu te falei! Vida que segue. E se cuida ta bom? Tchau!

Baekhyun: Obrigado Tzuki! Se cuide também, Tchau!


<Ligação off>


Tzuki a única amiga que não me abandonou, nossa amizade é muito importante pra mim e ela muito importante pra mim.


Por mais que a distância seja meio grande, ela me ajuda do jeito que consegue e pode.


Ela é tipo minha irmã mais velha mesmo. Me dá conselhos sempre que preciso.


E o que ela falou era verdade, eu precisava mesmo tirar um tempo pra mim...


Se eu conseguisse uma folga do meu trabalho por uma semana... Hum... Vou tentar falar com alguém de lá, talvez eu consiga tirar uns dias para pensar e ficar em casa.

Fui no meu celular, disquei o número de alguém da empresa e esperei, e logo Yang, o chinês que trabalha na nossa empresa atende.


<Ligação on>


Yang: Yang, secretário da empresa Hitikon's, com quem eu falo?

Baekhyun: Oi Yang, é o Baekhyun. 

Yang: Sr. Byun, olá! Como vai?

Baekhyun: Meio mal e foi por isso que eu te liguei.

Yang: Nossa, o que houve?

Baekhyun: Eu e Seohyeon terminamos...

Yang: Nossa... Você deve estar péssimo! 

Baekhyun: Estou meio triste por isso, confesso...

Yang: Imagino. Mas enfim, já entendi. Vou falar com meu chefe, pra ele te liberar por alguns dias, então relaxe.

Baekhyun: Obrigado, Yang.

Yang: Imagine! Mas sério, não fique mal por isso. Com o tempo as coisas vão se acertando e logo você estará bem de novo, e talvez com alguém melhor! ... Espera! Não estou dizendo que Seohyeon não era boa, mas... Argh! Você entendeu! - rio do outra lado da linha.

Baekhyun: Sim! Entendi. - ri. - Tem razão.

Yang: Enfim, daqui a pouco te ligo dando notícias, vou tentar conseguir uma folga pra você. Até!

Baekhyun: Ok. Obrigado de novo, Yang! Até!

<Ligação off>


Acredito que Yang irá conseguir uma folga pra mim, ele é um dos únicos da empresa que é meu amigo e não é tão velho e nem tão novo, e também não é tão sério quanto aos outros. Ele é aquele tipo de amigo meio a meio. 


Ele e Tzuki falaram quase a mesma coisa, e não vou negar, ambos estão certos.


Com o tempo as coisas melhoram mesmo, eu acredito. 


E espero que com o tempo mesmo tudo se ajeite, não quero ficar assim pro resto da vida. E também porque, se ficasse, eu não aguentaria.


Eu precisava pensar mais com calma, em um lugar mais tranquilo, o que sempre vou quando coisas assim me enchem a cabeça.


Foi então que lembrei, do que eu sempre fazia pra esquecer de tudo que me irritava mesmo que só por algumas horas. E estava decidido de que iria pra lá.


Mas espero que ela esteja lá...



Notas Finais


Então? O que acharam?
Espero que tenham gostado kk
Este Baek pareceu meio reclamão, mas tentem entender lado dele e tentar se por na situação dele. Realmente ele não estava passando bem.
Enfim, queria perguntar se querem que o proximo capitulo tenha o Baek novamente narrando ou a S/n (ou até mesmo querem que os dois narrem). Pois escrevi uma parte do segundo capítulo já, mas estou com receio de que pareça ter coisas repetitivas e não lhe agradem.
Entao por isso queria perguntar a vocês ;3;
Comentem a opinião de vocês, o feedback de vocês é muito importante pra mim e gosto de lê-los.
Então, era só isso que eu precisava falar eu acho kk.
Comentem por favor ;3;
Até o próximo capítulo e beijos da tia Cake s2

Minhas outras fics:

Photograph: https://www.spiritfanfiction.com/historia/photograph--imagine-morimura-7632061

Virtual Ice Cream: https://www.spiritfanfiction.com/historia/virtual-ice-cream-9055890

A Simple Coffee: https://www.spiritfanfiction.com/historia/a-simple-coffee-11210161

The Killer Diary: https://www.spiritfanfiction.com/historia/the-killer-diary-11157872

The Missing: https://www.spiritfanfiction.com/historia/the-missing-11377208


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...