1. Spirit Fanfics >
  2. After The Dream - Chenry >
  3. Chapter Fourty

História After The Dream - Chenry - Capítulo 47


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei Dangers e Chenry Shippers... Desculpa pela demora mas aqui estou eu

Capítulo 47 - Chapter Fourty


Chapter Fourty Six

Henry Hart

- alguém precisa parar essa mulher, ela vai revelar quem nós somos - digo me afastando de Jasper e Ray, e esse estava com os olhos cravados na última coisa que Gwen havia postado

- calma Henry, ela ainda não postou nada que prejudicasse a vocês - Jasper se aproximava enquanto colocado uma de suas mãos sobre o meu ombro

- ainda não Jasper, mas ela vai, eu tenho certeza que vai

- se vocês quissessem se esconder e começar a publicar coisas na internet sobre tal pessoa, onde vocês se esconderia? - Ray parava com a mão em seu queixo, típico dele quando estava armando um plano

- e eu sei lá Ray - digo e então me viro rapidamente ao ver Schwoz afobado entrando na sala principal da caverna man com um papel em mãos

- ACHEI, ACHEI, ACHEI

- conseguiu o que eu te pedi Schwoz? - pergunta Ray

- consegui Ray, aqui está os antecedentes criminais

- antecedentes criminais de quem?

- se lembra daquele capanga da Gwen, o tal de Caíque que você me disse no hospital aquele dia que veio até a bugingangas e ficou te perguntando coisas sobre a Charlotte - Ray falou me fazendo lembrar sobre a conversa daquele dia

- sim, eu me lembro o que tem ele?

- pedi para que Schwoz fizesse uma busca dele pela internet e descobrimos que esse cara realmente não presta

- e aqui está os seus antecedentes criminais

- como você conseguiu os andecentes criminais desse cara Schwoz? - perguntou Jasper

- eu tenho os meus meios

- me passa isso aqui - digo logo pegando o papel que estava nas mãos de Schwoz lendo em voz alta os seus crimes

Antecedentes Criminais de

Caíque August Marfim

Nome: Caíque August Marfim

Idade: 30 anos

Data de Aniversário: 12/06/1988

Sexo: masculino

Cidade que nasceu: Chicago

Quantidade de crimes: cinco

• assalto a mão armada a um restaurante em Chicago fazendo três reféns

• tentativa de homicídio a atriz americana Heatler Double, em Manhattan

• porte ilegal de armas

• sequestro de três crianças na cidade de Nova Iorque

• tráfico de drogas

• acusado a sete anos de prisão pela morte de sua namorada, Nathali Lins

• assalto a um pet shop seguido de uma loja de roupas na cidade de Swellview

- ual, ele já fez tudo isso - Jasper fala surpreso

- pelo que mostra aqui sim, ele é um criminoso nato

- que agora não terá memória para cometer outros crimes bárbaros como esse - Ray disse

- você levou ele até o presídio de Swellview?

- sim, naquele mesmo dia

- o que precisamos agora é saber qual a ligação dele com a Gwen - falou Jasper

- não, o que teremos que fazer primeiro é saber mais sobre esse Caíque, para depois saber a ligação dele com Gwen - Ray fala baixo, mas com que a gente conseguisse ouvir o que ele dizia

- e o que você está pensando em fazer? - pergunto

- acho que eu vou até Chicago, eu preciso saber mais sobre ele

- se quiser eu vou com você

- não Henry, é melhor você ficar para caso a Gwen tente fazer algo ou algum outro vilão e também tem sua escola - ele para por um tempo - o Schwoz vai comigo até Chicago

- isso é você quem sabe - digo finalizando nossa conversa

Charlotte Page

- depois de tanto tempo eu finalmente estarei voltando as atividades normais da minha vida - digo olhando o reflexo de Henry através do espelho do meu quarto

Havia feito uma semana que eu tinha voltado do hospital e eu usei esse tempo para descansar e me recuperar do susto que eu passei por conta desse sequestro

- nem eu acredito Char, só de saber que está bem eu fico mais aliviado, mas confesso que eu estou com medo

- com medo de que? - digo me virando vendo sua feição mudar

- de algo ainda te acontecer, eu não aguentaria te ver sofrer mais Char, eu literalmente não aguentaria - caminho até o loiro ficando de frente para si tendo a liberdade de entrelaçar meus braços em volta de seu pescoço lhe dando um selinho demorado

- eu te prometo que não vai acontecer nada meu amor

- você me chamou de meu amor

- é isso que você é, agora vamos descer porque precisamos ir logo para a escola, não posso perder meu primeiro dia de aula depois de tudo o que aconteceu

Henry apenas riu assentindo logo em seguida, saímos do quarto descendo as escadas e chegando até a cozinha, tomamos um café rápido e saindo para ir até a escola

- Ray deu notícias?

- ainda não, estou preocupado com eles, e também quero saber se eles descobriram algo que ligasse esse Caíque a Gwen

Fazia três dias que Ray e Scheoz haviam viajado para Chicago atrás de pistas sobre o capanga de Gwen, o tal de Caíque, e até agora não sabemos nada sobre eles e nem sobre Gwen

Continuamos o nosso caminho até a escola em silêncio, fomos de mãos dadas durante o caminho e eu sentia que Henry ficava fazendo carinho nela. Depois de um tempo chegamos até a escola, soltamos nossas mãos e entramos, e como eu já imaginava, eu fui o centro das atenções

- Charlotte, como você está, soubemos do que aconteceu com você - uma garota de cabelos ruivos que nunca havia falado comigo se aproxima

- agora eu estou bem sim, o que ficou foi só o susto mesmo

- estamos com uma grande violência mesmo, mas que bom que você já está bem - agora foi a vez de um garoto falar

- isso é verdade - as pessoas derão espaço e eu aproveitei isso e subi para a sala junto de Henry e Jasper que já se encontrava na escola no momento em que chegamos. Assim que entramos na sala de aula nos deparamos com a Senhorita Scheper

- Charlotte, que bom que está de voltas as aulas - ela falava ainda sentada com o seu livro sobre gatos aberto

- obrigada professora Scheper, eu também estou muito feliz por estar de volta a escola - me sento em meu lugar assim como os garotos que estavam comigo, depois de mais algumas horas todas as aulas haviam terminados, e como de costume, todas elas foram cansativas

- Piper irá nos levar de carro até a bugingangas? - perguntou Jasper

- sim, ela estará nos esperando lá fora dentro do carro

Fomos até o carro já encontrando Piper dentro do mesmo mexendo em seu telefone, entro na parte de trás com Jasper e Henry entra na parte da frente

- que moleza, achei que ficaria mais uma eternidade aqui

Após esse comentário irritado de Piper ela deu a partida no carro e fomos seguindo até a bugingangas e depois de alguns minutos já estávamos dentro da loja

- ficarei aqui na loja com Jasper, pelo menos aqui o wi-fi pega melhor - Piper fala

- beleza - eu digo e Henry e eu fomos até os fundos entrando no elevador e descendo até a caverna man e quando chegamos lá:

- felizes em me ver?


Notas Finais


Vou nem falar nada...

Até terça feira às 15:30 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...